martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 12 de janeiro de 2023

Governo tem dados de quem financiou atos antidemocráticos em Brasília, diz Padilha à CNN.

 Quinta. 12 de Janeiro de 2023

Reprodução 

O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse à CNN, nesta quinta-feira (12), que o governo federal tem dados sobre quem financiou e quem participou do ataque aos Três Poderes no último domingo (8).

“O Ministério da Justiça tem dados de quem financiava ônibus, quem financiava acampamento, deslocamento. Temos dados de quem estava nos hotéis, ônibus, um processo de apuração firme das pessoas que estão detidas.”

Ele disse que “a decisão de Lula de fazer uma intervenção federal em Brasília estancou um golpe de estado que estava sendo montado”. Quando questionado sobre a possibilidade de que a intervenção federal em Brasília seja prolongada para além de 31 de janeiro, o ministro disse que a evolução da situação vai determinar se existe essa necessidade.

“Ninguém quer revanchismo ou perseguição, mas o Brasil não pode passar pano diante dos atos terroristas que vimos no domingo”, falou.

Padilha disse não ter acesso a informações sobre os nomes já identificados pela Polícia Federal (PF), mas que caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF) fazer cruzamentos com o inquérito das fake news e outras investigações.

Ele disse que cabe ao Congresso discutir quais instrumentos de apuração dos fatos serão acionados, mas sente que há na casa o espírito para punição de envolvidos nos atos antidemocráticos. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), já confirmou a abertura da CPI dos Atos Antidemocráticos em fevereiro.

Na entrevista, o ministro também respondeu às especulações que José Múcio Monteiro, á frente do Ministério da Defesa, seria demitido e disse que “nunca existiu desconfiança de Lula em relação a Múcio”. Ele ainda acrescentou que considera Múcio “o homem certo, na hora certa, em uma tarefa árdua”.

CNN Brasil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643