martins em pauta

sábado, 7 de março de 2015

PREFEITA ROSÂNIA TEIXEIRA CONCEDE REAJUSTE SALARIAL DE 13,1% PARA OS PROFESSORES DO MUNICÍPIO.


Sábado, 07 de março de 2015


Mesmo em meio às dificuldades financeiras enfrentadas pela maioria dos municípios brasileiros, em virtude da redução dos repasses da União, a prefeita de Serrinha dos Pintos, Rosânia Teixeira, sancionou o projeto de lei complementar municipal de Nº 365/2015, da autoria do Executivo Municipal, que concede o reajuste de 13,1% referente ao piso salarial do magistério da rede municipal de ensino, a provado por unanimidade pela Câmara Municipal de Serrinha dos Pintos na sessão ordinária do dia 27 de fevereiro.

Veja abaixo o projeto:

LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 365/2015 DE 03 DE MARÇO DE 2015. 

“DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE REAJUSTE NOS VENCIMENTOS BÁSICOS DO CARGO PÚBLICO DE PROVIMENTO EFETIVO DE PROFESSOR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”. 

A PREFEITA CONSTITUCIONAL DO MUNICÍPIO DE SERRINHA DOS PINTOS/RN, no uso das atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: 

Art. 1º. Ficam reajustados, na proporção de 13,01% (treze vírgula zero um por cento), os vencimentos básicos do cargo público de provimento efetivo de Professor pertencente ao Quadro Funcional do Magistério Público Municipal, cuja jornada de trabalho dos respectivos titulares corresponda a trinta (30) horas semanais. 

§ 1º. Conforme o art. 2º, § 2º, da Lei Federal n.º 11.738, de 16 de julho de 2008, serão abrangidos pelo reajuste de que trata o caput deste artigo somente os titulares do cargo público de provimento efetivo de Professor que desempenhem, no âmbito das unidades escolares de educação básica e da Secretaria de Municipal da Educação, as atividades de docência ou as de suporte pedagógico à docência, compreendendo as funções educacionais de: 

I – direção; 

II – administração; 

III – planejamento; 

IV – inspeção; 

V – supervisão; 

VI – orientação; e 

VII – coordenação. 

§ 2º. Os valores correspondentes aos vencimentos básicos reajustados na forma do caput e do § 1º deste artigo estão fixados no Anexo Único desta Lei Complementar. 

§ 3º Os vencimentos básicos do cargo público de provimento efetivo de Professor cujos titulares exerçam jornada de trabalho diversa de trinta (30) horas semanais serão calculados de forma proporcional, com base no valor da hora-aula, obtido a partir dos montantes estabelecidos no Anexo Único desta Lei Complementar. 

§ 4º. Os valores constantes do Anexo Único desta Lei Complementar passam a vigorar com efeitos financeiros a partir de 1º de janeiro de 2015. 

Art. 2º. As despesas decorrentes da implementação da presente Lei Complementar correrão por conta de dotação da Lei Orçamentária Anual (LOA) 

Art. 3º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrario. 


Registre-se, Publique-se.
Gabinete da Prefeita Municipal de Serrinha dos Pintos, aos 03 de Março de 2015. 

ANEXO – I – 2015.
Clique para ampliar.



Fonte: Serrinha de Fato

Lista de Janot une líder dos caras pintadas ao ex-presidente Collor

Sábado, 07 de março de 2015


A IstoÉ lembra: A história é cruel. Em 1992, aos 23 anos, o então presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Lindberg Farias, foi protagonistas do movimento dos caras pintadas, jovens que foram às ruas pedir o impeachment do presidente Fernando Collor de Mello.

Nesta sexta-feira 6, o destino uniu mais uma vez Lindberg e Collor. Só que dessa vez, eles estão do mesmo lado. Os dois senadores fazem parte da lista de Janot, que serão investigados pelo Supremo Tribunal Federal na operação Lava Jato.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse lamentar que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tenha divulgado uma lista com seu nome sem qualquer explicação. “Jogam no mesmo balaio pessoas acusadas de corrupção e desvio de recursos com outros citados por terem recebido doações legais de campanha”, afirmou Lindbergh. “Vou esclarecer tudo. Isso é um início de investigação e não significa condenação.”



Fonte: Robson Pires

Janduís hoje é uma cidade sem segurança pública e refém do medo

Sábado, 07 de março de 2015

Janduís, localizada no Oeste do Rio Grande do Norte, é um dos berços da família Martins Veras. Há muito tempo a cidade sofre com os constantes crimes de homicídio – parte deles executados de forma brutal. 


Nesta sexta-feira (6), o agropecuarista Aguinaldo Martins (não tem Veras no sobrenome) de 63 anos de idade, foi alvejado com uma descarga de escopeta calibre 12 e seis disparos de uma arma de calibre menor, possivelmente pistola. Ele morreu no hospital da cidade de Campo Grande. 

Segundo informações, Aguinaldo Martins foi baleado dentro de casa na rua João Pinheiro de Almeida, no bairro São Bento, por volta de 17h. Aguinaldo foi levado para a unidade de saúde local e, por falta de médico no plantão, foi removido para Mossoró. A esposa que vinha com ele na ambulância resolveu parar no hospital da cidade de Campo Grande e tentar um novo procedimento, mas ele não resistiu. 

Aguinaldo Martins era irmão de Walter Veras, morto em Janduis no ano de 2012. O corpo de Aguinaldo Martins foi liberado no final da manhã de deste sábado (7) no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) em Mossoró. Às 17h, haverá uma missa solene na igreja católica de Janduis. 

O corpo será velado na residência da família e o sepultamento acontecerá às 8h deste domingo (8) no cemitério público da cidade. 

Histórico da Violencia:

No ano de 2003, dois irmão da mesma família - Vicente e César Veras - foram executados na região de Campo Grande e Caraúbas. Em 2010, Antônio Francisco Nóbrega Martins Veras, ex-prefeito de Campo Grande, foi morto a poucos quilômetros da cidade de Janduís. 

Os pistoleiros preparam a emboscada em uma estrada carroçável no sítio Divisão, caminho da fazenda Monte Alegre, de propriedade dele. Antônio Veras dirigia uma caminhonete e foi morto juntamente com dois policiais militares - Jackson Cristino Dantas e Solano Costa de Medeiros - que faziam a segurança dele. 

No ano de 2012, o ex-vice-prefeito de Janduis, o agropecuarista Walter Martins Veras, de 65 anos, foi executado com vários disparos de arma de fogo. Walter, que era primo dos irmãos Veras, estava sentado na calçada de uma residência na rua onde morava, no bairro Onésimo Maia, quando criminosos em um veículo efetuaram os disparos. Ele ainda chegou a ser socorrido para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.


A Imagem foi cedida e autorizada a utilização por Leonardo Filho de Aguinaldo Martins



Fonte: O Câmera

MOSSORÓ /RN: MOTORISTA PERDE O CONTROLE E CAPOTA VEÍCULO NA BR 304

Sábado, 07 de março de 2015



Um veículo tipo Fox de cor preta com placas de Santos no estado de São Paulo, capotou no início da tarde deste sábado (7), depois de perder o controle da direção, na BR-304, próximo ao Conjunto Redenção, na zona Oeste da cidade. O veículo atingiu a mureta de proteção antes de capotar várias vezes. De acordo com Leonardo, que estava no banco do passageiro, o acidente foi causado durante um momento de desatenção da condutora que passava mal e, para evitar colidir com outro automóvel, acabou perdendo o controle do veículo. A mulher recebeu os primeiros atendimentos no local pelo Samu, e em seguida foi encaminhada para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). O esposo da vítima sofreu apenas escoriações leves e não precisou de atendimento médico. Segundo a PRF, o casal seguia de Galinhos, no litoral do Estado, com destino à capital cearense. Uma das faixas da via precisou ser interditada. Agentes Polícia Rodoviária Federal (PRF) estiveram no local para fazer o boletim de ocorrência e organizar o trânsito.


Passageiro do veículo relata ao patrulheiro da PRF como foi o acidente


Últimas notícias: número de novas bolsas do Fies deve cair em 500 mil!


Sábado, 07 de março de 2015

O Governo Federal está impondo restrições a novos contratos e renovações. Instituições têm prejuízos e milhares de alunos podem ficar sem o financiamento



O Brasil terá aproximadamente meio milhão de novos alunos a menos com Financiamento Estudantil (Fies) em relação ao ano passado. Em 2014, o benefício do Governo Federal a estudantes de faculdades privadas gerou 732.242 novos contratos. Em 2015, a estimativa do Ministério da Educação (MEC) em 250 mil novos contratos, conforme O POVO apurou com uma fonte do setor educacional. Com isso, serão 480 mil novos contratos a menos em relação a 2014.

Além do sistema do Fies estar lento e travando, conforme relatos ao O POVO, um aviso começou a ser exibido para novas inscrições: “Limite de vagas para esse Campus/IES esgotado”.

Já há milhares de alunos que pagaram a matrícula para garantir a vaga no ensino superior, com a expectativa de conseguir o Fies, mas não conseguiram, revelou a fonte. Afirmou que muitos são de baixa renda e não podem pagar as mensalidades.

Para veteranos, o Governo havia garantido verbalmente que iria renovar todos os contratos. Mas impôs às instituições de ensino que somente financiaria o valor das mensalidades reajustadas em até 6,41%. Ou seja, se a instituição reajustasse os valores da mensalidades mais do que 6,41%, o aluno não conseguiria 100% de financiamento do curso. Assim, as instituições teriam o reajuste limitado pelo MEC. “A inflação é da ordem de 7%; o dissídio dos professores do ceará, 7,3% e a conta de energia teve reajuste de 22%”, ressalta.

Decisão contra o MEC

A limitação de financiamento gerou mais de 20 ações judiciais em todo o Brasil contra o MEC. O argumento é que nem o Ministério, nem o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), gestor do Fies, podem limitar os preços na educação privada.

Ontem, duas decisões judiciais foram tomadas em favor das instituições de ensino superior, contra o MEC. Ambos na Justiça Federal em primeira instância. Uma delas foi em Sergipe, pela juíza Telma Maria Santos Machado. A outra, em Rondônia, pelo juíz Herculano Martins Nacif.

Ambos deferiram antecipação de tutela para que as IES possam realizar reajuste sem a limitação dos 6,41%. A Lei que rege o reajuste das anuidades ou semestralidades na educação é a 9.870/99.

No Ceará

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará (Sinepe), Airton Oliveira, ressalta que cerca de 64% das matrículas realizadas no ensino superior no Ceará são nas faculdade privadas.

“O MEC não diz quando vai atender nem se vai atender o aluno veterano. Há incertezas também quanto aos novos. Muitos vão ficar de fora mesmo”, queixa-se Airton. Ele ressalta haver uma demanda reprimida muito grande de alunos que saem do ensino médio.




Multimídia

Atenção! Casos de dengue aumentam 139% no país

Sábado, 07 de março de 2015



O ministro da Saúde, Arthur Chioro, informou hoje (6) que, nos dois primeiros meses do ano, houve aumento de 139% nos casos notificados de dengue, em relação ao mesmo período do ano passado. Em janeiro e fevereiro de 2015, foram 174,67 mil registros, contra 73,13 mil no primeiro bimestre de 2014.

Os números foram divulgados em um evento no qual estavam reunidos mais de 600 gerentes e diretores clínicos responsáveis pelas unidades Básicas de Saúde do município de São Paulo.

Segundo o ministério, os números preliminares de mortes, casos graves, além da nova denominação dengue com sinais de alarme caíram 28% e somaram 555 casos. No ano passado, foram 771.

De janeiro para fevereiro, a redução foi 17,2% nos casos graves, caindo de 93, em 2014, para 77, em 2015. A queda nas mortes foi 37% (62, em 2014, para 39, nos dois primeiros meses de 2015).

O Ministério da Saúde repassou R$ 150 milhões aos estados e municípios para melhorar o combate aos mosquitos transmissores da dengue e da febre chikungunya. Deste total, R$ 121,8 milhões foram destinados às secretarias municipais de saúde e R$ 28,2 milhões, para as secretarias estaduais.


Fonte: EBC - Agência Brasil

Ela tem 61 anos...

Sábado, 07 de março de 2015




Com 61 anos e esbanjando boa forma, a modelo norte-americana Christie Brinkley continua chocando o mundo com sua boa forma e parece nunca envelhecer. Brinkley é considerada a 3º modelo mais rica do mundo devido ao seu investimento em imóveis.

A modelo é mãe de três filhos e conta com uma dieta vegetariana para manter a boa forma. Ela faz três refeições ao dia, além de esfoliar a pele, ir à academia e fazer yoga diariamente.

Em entrevista à revista People, ela afirma que é adepta apenas de métodos estéticos não-invasivos voltados à flacidez e rugas. Mas garantiu que não dá atenção ao freio do seu envelhecimento natural.


“Eu nunca diria ‘nunca’ para cirurgias plásticas, mas existem muitas outras opções não invasivas para tratar flacidez, rugas e despigmentação”, declarou a modelo à revista People. Apesar disso, em 2010 o jornal NY Post publicou uma nota dizendo que Christie fez um lifting facial.


Fonte: correio24horas

Dinheiro para campanha de Dilma em 2010 é alvo de pedido de investigação

07 de março de 2015 | Brasília



A Procuradoria-Geral da República argumentou que é impossível investigar a presidente Dilma Rousseff por “atos estranhos ao exercício de sua função” no âmbito da Operação Lava Jato, mas determinou a apuração sobre a arrecadação de recursos para sua campanha de 2010 no pedido de investigação contra o ex-ministro Antonio Palocci (PT).

Segundo a Folha de São Paulo, Palocci está entre os 50 da lista divulgada pelo STF (Superior Tribunal Federal) na noite desta sexta-feira (6), que traz os nomes de políticos envolvidos em inquéritos referentes à operação.O pedido de inquérito contra o ex-ministro foi remetido para a primeira instância da Justiça Federal em Curitiba, já que Palocci, que era coordenador da campanha de Dilma 2010 e depois seu ministro da Casa Civil, não tem foro privilegiado. Foto: FolhaPress.



Fonte: Marcos Dantas

Eduardo Cunha: Nem eu, nem Dilma e nem Renan


Sábado, 07 de março de 2015


O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ – na foto), afirmou com exclusividade ao Broadcast Político que está tranquilo após a divulgação da lista de políticos que serão investigados no âmbito da Lava Jato. “Estou muito tranquilo porque quem não deve, não teme, e ninguém está imune ‘a investigação. Eu não estou imune, ninguém está, nem o presidente do Senado (Renan Calheiros), nem a presidente da República(Dilma Rousseff)”, disse



Fonte: Robson Pires

Lula ignora lista da Operação Lava jato e mete o pau na imprensa

Sábado, 07 de março de 2015


Em evento realizado na noite desta sexta-feira no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ignorou a lista divulgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) com os nomes dos políticos que serão investigados por suspeita de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras, no âmbito da Operação Lava Jato. A divulgação da lista foi autorizada pelo ministro Teori Zavascki.

O evento em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo) marcou o lançamento da TVT Digital (TV dos Trabalhadores). Em seu discurso, Lula fez críticas à grande imprensa e falou da importância de uma emissora comandada pela classe trabalhadora, deixando de lado qualquer menção à lista da Lava Jato.

Ao final do evento, quando se preparava para entrar no carro e deixar o sindicato, Lula chegou a ser questionado sobre a lista por jornalistas, mas não respondeu – apenas acenou aos repórteres.

Terra

Fonte: Robson Pires

Ratocracia Brasileira

ratocracia

JOVEM É ALVEJADO POR DISPARO DE ARMA DE FOGO NO BAIRRO BOM JESUS EM MOSSORÓ

Sábado,07 de março de 2015



Por volta das 05:30hs da manhã deste sábado 07 de março de 2015,deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto de São Manoel um jovem que não portava documentos e disse se chamar Eriberto Costa 18 anos de idade alvejado com um disparo de arma de fogo no ombro direito. Segundo informações do mesmo ele se encontrava com alguns amigos em um bar no Bairro Bom Jesus,e ao sair do local um veículo de cor prata efetuou varios disparos de arma de fogo contra o grupo.Após ferido ele foi conduzido por seus amigos até a UPA onde recebeu os primeiros atendimentos médicos onde foi constatado que a bala ficou alojada no ombro.
Muito nervoso o jovem disse que não queria prestar queixa na polícia e que iria com seus amigos ate o Tarcisio Maia para fazer a retirada da bala,Policiais Militares foram até aquela Unidade Hospitalar para colher os dados sobre a ocorrência e até o fechamento da matéria o mesmo ainda não tinha aparecido.



Fonte: Passando na Hora

Citação ao nome de Dilma no bolo da lava jato desagradou a presidente


Sábado, 07 de março de 2015


OPERAÇÃO LAVA JATO



 MÁRCIO DIDIER

A menção do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao nome da presidente Dilma Rousseff na Operação Lava Jato, que investiga esquema de corrupção na Petrobras, foi recebida com desagrado pelo Palácio do Planalto.

Interlocutores de Dilma afirmaram que não viam motivo para que seu nome pudesse ter sido citado neste episódio. Acreditam, no entanto que, ao fazer isso “Janot joga para a plateia” e acaba por “fazer uma média” com os críticos do governo.

Estes auxiliares dizem que a presidente Dilma repudia o fato de tentarem envolver seu nome, de alguma forma, na Operação Lava Jato. Oficialmente, a presidente Dilma e o Palácio do Planalto não quiseram fazer nenhum comentário sobre a lista de Janot.

No domingo (8), a presidente Dilma Rousseff pretende se reunir com alguns ministros, no Palácio da Alvorada, para avaliar a repercussão da divulgação da lista, dos estragos que vai trazer para o Congresso e como poderá trilhar caminhos para recompor a sua base.

Nesta reunião mais uma vez o vice-presidente Michel Temer não estará presente. Mas Temer e Dilma se reunirão no Planalto na manhã de segunda-feira. No final do tarde, às 17h30, Dilma receberá os líderes dos partidos da base aliada no Senado.

Em relação aos nomes que surgiram na lista, “não tinha nada de excepcional”, comentou outro assessor palaciano. Todos os nomes divulgados, de alguma forma, já haviam sido divulgados pela imprensa.

Mas ninguém arrisca comentar se o fato de o nome do ex-presidente da Câmara deputado Henrique Eduardo Alves não constar da relação poderia abrir caminho para que ele assuma um ministério. “É muito cedo para se pensar nisso”, observou um assessor palaciano.

Na quinta-feira, quando as circularam as primeiras notícias de que o procurador iria fazer menção à presidente, auxiliares de Dilma repudiaram o fato e comentavam que “jamais alguém pensou que isso pudesse acontecer”.

Esta mesma fonte classificou como “absurdo” alguém achar que, por conta apenas das revelações da revista “Veja” sobre depoimento do doleiro Alberto Youssef que envolvia Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sugerindo que ambos sabiam do esquema de corrupção na Petrobras, eles pudessem ser, de alguma forma, envolvidos neste processo.

Após ressaltar que a Constituição não permite a investigação do chefe do Executivo por qualquer ato que não seja relacionado com o exercício do cargo da Presidência, e como as denúncias remontam a antes de 2011, quando Dilma assumiu, o interlocutor avaliou: “Isso não aconteceu e não poderia mesmo ter acontecido. Não havia a menor base para isso.”

(Fonte: Estadão Conteúdo)

Renan ataca de novo e diz que Janot foi 'omisso'

Sábado, 07 de Março de 2015 

por Estadão Conteúdo

Foto: Agência Senado

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), apontou nesta sexta-feira (6) "grave e deliberada omissão" do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por não ter permitido ao parlamentar "contestar as inverdades levantadas contra a sua pessoa". Em nota divulgada à imprensa, o peemedebista informou que a advocacia do Senado pediu pela manhã ao relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, o acesso em caráter "urgentíssimo" ao processo. Renan está entre as 54 pessoas incluídas nos pedidos de abertura de inquérito feitos por Janot na última terça (3). À noite, foi divulgado que o presidente do Senado está entre os parlamentares que serão investigados pela Procuradoria-Geral. Pelo segundo dia consecutivo, Renan se posicionou de forma crítica à maneira como Janot conduziu os processos da Lava Jato e os pedidos de investigação de políticos suspeitos de envolvimento com o esquema. Na quinta-feira, Renan já havia feito ataques indiretos ao procurador-geral. Afirmou que era preciso mudar as regras no Ministério Público em caso de procuradores que estivessem disputando a reeleição - é o caso de Janot, cujo mandato acaba em setembro. Se o Supremo autorizar a investigação sobre o envolvimento do peemedebista com o esquema de desvios na Petrobras e o parlamentar for posteriormente denunciado pela Procuradoria-Geral da República, o julgamento será conduzido pelo plenário da Corte, e não pela 2.ª turma, formada por cinco ministros, como ocorrerá com os demais congressistas. A legislação estabelece que os atos tanto do presidente do Senado como do da Câmara só podem ser examinados pelo plenário do STF.

Delação de Yousseff disse que Lula e Dilma tinham conhecimento de corrupção na Petrobras

Sábado, 07 de Março de 2015


por Fernando Duarte
Foto: Blog da Folha PE

Entre os documentos publicados nesta sexta-feira (6), a petição movida contra a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffman (PT-PR) indica que o doleiro Alberto Youssef, em delação premiada, citou nominalmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff. De acordo com a petição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no termo de cooperação 02, Youssef revelou que o alto escalão do governo tinha conhecimento da corrupção na Petrobras. “O declarante gostaria de ressaltar que tanto a presidência da Petrobras, quando o Palácio do Planalto tinha conhecimento da estrutura que envolvia a distribuição e repasse de comissões no âmbito da estatal; que indagado quanto a quem se referia em relação ao termo ‘Palácio do Planalto’, esclarece que tanto a presidência da República, Casa Civil, Ministro de Minas e Energia, tais como Luiz Inácio Lula Da Silva, Gilberto Carvalho, Ildeli Salvatti, Gleise Hoffman, Dilma Rousseff, Antonio Palocci, José Dirceu E Edson Lobão, entre outros relacionados [...] tinham conhecimento”, cita o documento. Dentro os citados, no entanto, apenas Gleisi Hoffman, Antonio Palocci e Edson Lobão foram relacionados para investigação no Supremo Tribunal Federal (STF). (clique aqui e veja a petição completa)

GRAVE COLISÃO ENTRE MOTOS NA BR 110 EM MOSSORÓ

Sábado, 07 de março de 2015


A Polícia Rodoviária Federal registrou por volta das 21:40hs desta sexta-feira 06 de março de 2015 uma grave colisão envolvendo duas motocicletas na Avenida Francisco Mota (BR 110) em Mossoró,mais precisamente próximo ao Posto Iguassu. De acordo com as informações colhidas no local o condutor da moto HONDA BIS 125 de cor rosa placa OCL 2443 Mossoró-RN,identificado como Clébio Fernandes de Oliveira 33 anos de idade,residente no Bairro Dom Jaime Câmara estava participando de uma partida de futebol no TENDA e quando retornava para sua residência o condutor da moto TRAXX 50 cc de cor vermelha identificado como Jonas Andrade da Silva 25 anos de idade residente no Alto da Conceição que seguia em sentido contrário entrou na frente da BIS ao fazer uma conversão para a esquerda causando o grave acidente.Uma ambulância BRAVO 3 do SAMU conduziu os feridos para o Hospital Tarcisio Maia. Clébio foi socorrido com suspeita de fratura na clavícula e fratura exposta no pé direito,Jonas alem de varias escoriações pelo corpo teve fratura exposta na perna direita. 








Mais imagens AQUI!!!



Fonte: Passando na Hora

Janduís /RN: Acompanhe Mais informações de um integrante da família Veras foi morto de forma brutal na cidade

Sábado, 07 de março de 2015 


Crime aconteceu na noite desta sexta-feira, 6


Fotos Fim da Linha, Texto O Câmera


Aguinaldo Veras, irmão do agropecuarista “Valter Veras” foi baleado dentro de casa no bairro São Bento na cidade de Janduís, no Oeste do Rio Grande do Norte e morreu quando estava sendo socorrido para Mossoró.

Segundo informações Aguinaldo foi baleado com vários disparos de escopeta e pistola. Ele ainda chegou a ser socorrido, para o hospital local e quando estava sendo removido para Mossoró, o veiculo parou na unidade de saude de Campo Grande, numa tentativa de reanimá-lo, mas sem sucesso.

O corpo foi removido para o Instituto Tecnico e Cientifico de Policia Itep em Mossoró e deverá ser necropsiado ainda na noite de hoje.

Aguinaldo Veras era irmão do agropecuarista Valter Veras, morto sentado em uma cadeira de balanço em Fevereiro de 2012 e primo de Antônio Veras, ex prefeito de Campo Grande, morto em Março de 2010 durante emboscada em uma estrada carroçavel, também na cidade de Janduis.

Segundo informações, o carro utilizado pelos bandidos que mataram Aguinaldo Veras em Janduis foi encontrado queimado nas terras da Fazenda Clarão, localizada entre as cidades de Janduis e Caraúbas por dentro. O carro possivelmente um Gol ou Fiat uno branco

O mais triste da historia é que a cidade de Janduis ha mais de três meses que não tem comandante no destacamento de policia militar local. Motivo: Uma infeliz briga dos políticos. Até um militar que mora e permaneceu na cidade está vindo se alimentar em Campo Grande.

Fonte: www.ocamera.com.br / Carlos Skarlack

Dilma encabeça a lista de Janot

Sábado, 7 de março de 2015 
Foto do Google

Artigo

Por Ricardo Nobat

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, deixou a presidente Dilma Rousseff de fora da lista de políticos supostamente envolvidos com a roubalheira da Petrobras.

Melhor para ela – e talvez para o país. A conferir mais tarde. Mas embora fora da lista, é a presidente Dilma que a encabeça. Porque ninguém enfrentará pior situação do que ela. Ninguém.

Os porta-vozes de Dilma dizem que com a divulgação da lista de Janot, a crise atravessará a rua. Sairá do Palácio do Planalto para o prédio do Congresso, entrando pela porta dos fundos.

Era o que mais desejava a presidente antes que a crise política detonada pelo PMDB no Congresso se juntasse à crise econômica. O Congresso devolverá a crise para o Palácio do Planalto. Isso é certo.

Não tem outro jeito. De resto, pior do que a avaliação dos políticos, somente a avaliação que os brasileiros fazem de Dilma. Lembra-se da mais recente pesquisa de opinião do Datafolha?

Em dezembro último, 42% dos brasileiros adultos consideravam o governo Dilma ótimo ou bom. Em fevereiro, apenas 23%. Em dezembro, ela era sincera, segundo 73% dos entrevistados.

O índice caiu para 35% em fevereiro, enquanto subiu de 13% para 54% o índice dos que a consideram falsa. Dilma é desonesta para 47% dos brasileiros.

Apenas 14% acham que Dilma não sabia da corrupção na Petrobras. A maior parte (52%) acredita que ela sabia da corrupção na Petrobras e deixou que ocorresse.

Em resumo: a presidente falsa, desonesta, que sabia da corrupção na Petrobras e nada fez, e que toca um governo ruim, será a principal vítima do que atravessaremos daqui para frente.

Com uma crise econômica pelo meio. E cercada de maus gestores políticos – sem falar dela mesma, que não gosta do que deveria fazer, e não disfarça a arrogância.

Quem gosta de uma pessoa assim?

Governo algum gosta de marolas. Sonha sempre com um mar de almirante. No fim do seu segundo mandato, Lula batizou de “marolinha” o tsunami econômico que sacudiu o mundo.

Dilma não poderá fazer o mesmo. Até porque “marolinha” ou tsunami, isso é coisa nossa. Somente nossa. Como era o Guaraná Fratelli Vita, por exemplo. Como é a ararinha azul.

Para preservar a sua e escapar ao mensalão, Lula entregou a cabeça de José Dirceu, ex-coordenador de sua campanha presidencial vitoriosa de 2002, e ex-chefe da Casa Civil.

Dilma não tem cabeça valiosa para entregar.

A de Lula? A corrupção sistêmica na Petrobras começou no segundo governo Lula. Mas se ele perdesse a cabeça, Dilma perderia a dela. E o PT acabaria. Simples assim.

A presidente incapaz de se reinventar está sozinha. Perigosamente só.



Fonte: Blog do Noblat /CarlosSkarlack

MPF/RN apresenta 45 novas ações da “Pecado Capital”

Sábado, 07 de março de 2015

Enxurrada


O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) apresentou 45 novas ações relacionadas à Operação Pecado Capital, que trata de irregularidades cometidas durante as gestões dos ex-diretores do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/RN), Rychardson de Macedo e Augusto Halley Targino, entre 2005 e 2010. Dessas, 21 são denúncias relacionadas a fatos já revelados em ações de improbidade impetradas em 2014 contra o ex-deputado Gilson Moura.


Wilma e Lauro Maia: juntos (Foto: Canindé Soares)

Porém há 13 novas denúncias, dez novas ações de improbidade e ainda uma ação civil pública.

O ex-deputado, que indicou Rychardson para a direção do Ipem em 2007, está envolvido também na maior parte das irregularidades listadas nas novas ações e é apontado como um dos “líderes” do esquema de desvio de recursos montado no instituto, assim como o advogado Lauro Maia, filho da ex-governadora Wilma de Faria (PSB).

Ressarcimento

A lista de implicados nas 102 ações já apresentadas pelo MPF inclui 79 pessoas e 24 empresas. Dentre os denunciados estão a ex-governadora e o advogado Fernando Antônio Leal Caldas Filho, apontado como o elo entre Lauro Maia e Rychardson de Macedo, sem contar diretores do Inmetro, como o auditor-chefe José Autran Teles e o ex-diretor administrativo-financeiro Antônio Godinho.

As 102 ações, todas de autoria do procurador da República Rodrigo Telles, somam R$ 4,2 milhões em pedidos de ressarcimento aos cofres públicos, em valores ainda não corrigidos. Esse dinheiro foi desviado através de ilegalidades como a contratação de “funcionários fantasmas”, concessão indevida de diárias, realização de fraudes em licitações e em contratos administrativos, além da cobrança de propina, superfaturamento de gastos e pagamento por serviços não prestados.

Execução de pena

Somado às novas ações, o Ministério Público Federal também está enviando à Justiça o requerimento de execução imediata de uma pena aplicada a Rychardson de Macedo que já transitou em julgado, pelo fato de o réu não ter recorrido. A sentença, relacionada ao processo 0007296-34.2011.4.05.8400, prevê cinco anos, nove meses e 26 dias de reclusão, a ser inicialmente cumprida no regime semiaberto, e ainda pagamento de multa de R$ 387.175,00.

O MPF requer, também, a execução da sentença no tocante à perda, em favor da União, dos bens móveis e imóveis, cotas societárias e haveres financeiros adquiridos a partir de 2007, existentes em nome do réu e das empresas a ele pertencentes; além das cotas empresariais na Platinum Automóveis; Supermercado É Show; e Piazzale Mall Restaurante Ltda. (neste último caso, apenas as cotas pertencentes a Maria das Graças de Macedo Bernardo).

Saiba mais detalhes sobre a Pecado Capital AQUI.



Fonte: Carlos Santos

Gestão Robinson Faria Mineiro é anunciado oficialmente como líder de Governo

Sábado, 07 de março de 2015


Robinson e Mineiro: afinação (Foto: Rayane Mainara)

O líder do Governo na Assembleia Legislativa será o deputado estadual Fernando Mineiro, do Partido dos Trabalhadores. O anúncio formal foi feito hoje.

“Estou à disposição e vou contribuir para uma boa aproximação ente os poderes Legislativo e Executivo, fazendo a interlocução e o debate das ações e projetos do Governo do Estado”, declarou o deputado.

O Governador Robinson Faria (PSD) disse:

- O deputado Fernando Mineiro será o nosso nome para encaminhar e esclarecer as matérias do Governo do Estado junto aos demais parlamentares, respeitando a autonomia dos poderes, bem como promover o diálogo e a união de esforços para levar o Rio Grande do Norte a novo patamar de desenvolvimento.

O deputado Fernando Mineiro foi reeleito em 2014 para o exercício do quarto mandato. Antes, ele exerceu quatro mandatos como vereador em Natal.


Fonte: Carlos Santos

STF autoriza investigação de 47 políticos na Lava Jato Teori Zavascki atendeu à PGR, mandou abrir inquéritos e retirar todos os segredos da investigação

Sábado, 07 de março de 2015

Mais sujeira

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta sexta-feira (6) autorizar a abertura de inquérito para investigar 49 pessoas – das quais 47 políticos – suspeitos de participação no esquema de corrupção da Petrobras revelado pela Operação Lava Jato.

Entre eles, há 22 deputados federais, 12 senadores, 12 ex-deputados e uma ex-governadora, pertencentes a cinco partidos, além de dois dos chamados “operadores” do esquema – o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e lobista Fernando Soares, o “Fernando Baiano”.

Dilma foi citada: Foto (divulgação)

O PP é o partido com mais políticos entre os que responderão a inquéritos (32). Em seguida, vêm PMDB (sete), PT (seis), PSDB (um) e PTB (um).

Não há governadores de estado na lista. Eventuais casos de governadores deverão ter os pedidos de abertura de inquéritos entregues na próxima semana pela Procuradoria Geral da República ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que tem atribuição de investigar governadores – nos casos das investigações de deputados e senadores, o foro é o STF.

O anúncio dos nomes foi feito a partir das 20h25, depois de um dia de intensa ansiedade nos meios políticos de Brasília. Uma assessora do Supremo leu os nomes dos parlamentares alvos dos inquéritos. São os seguintes, por partido:

PP
- Senador Ciro Nogueira (PI)
- Senador Benedito de Lira (AL)
- Senador Gladson Cameli (AC)
- Deputado Aguinaldo Ribeiro (PB)
- Deputado Simão Sessim (RJ)
- Deputado Nelson Meurer (PR)
- Deputado Eduardo da Fonte (PE)
- Deputado Luiz Fernando Faria (MG)
- Deputado Arthur Lira (AL)
- Deputado Dilceu Sperafico (PR)
- Deputado Jeronimo Goergen (RS)
- Deputado Sandes Júnior (GO)
- Deputado Afonso Hamm (RS)
- Deputado Missionário José Olímpio (SP)
- Deputado Lázaro Botelho (TO)
- Deputado Luis Carlos Heinze (RS)
- Deputado Renato Molling (RS)
- Deputado Roberto Balestra (GO)
- Deputado Roberto Britto (BA)
- Deputado Waldir Maranhão (MA)
- Deputado José Otávio Germano (RS)
- Ex-deputado e ex-ministro Mario Negromonte (BA)
- Ex-deputado João Pizzolatti (SC)
- Ex-deputado Pedro Corrêa (PE)
- Ex-deputado Roberto Teixeira (PE)
- Ex-deputada Aline Corrêa (SP)
- Ex-deputado Carlos Magno (RO)
- Ex-deputado e vice governador João Leão (BA)
- Ex-deputado Luiz Argôlo (BA) (filiado ao Solidariedade desde 2013)
- Ex-deputado José Linhares (CE)
- Ex-deputado Pedro Henry (MT)
- Ex-deputado Vilson Covatti (RS)

PMDB
- Senador Renan Calheiros (AL), presidente do Senado
- Senador Romero Jucá (RR)
- Senador Edison Lobão (MA)
- Senador Valdir Raupp (RO)
- Deputado Eduardo Cunha (RJ), presidente da Câmara
- Deputado Aníbal Gomes (CE)
- Ex-governadora Roseana Sarney (MA)

PT
- Senadora Gleisi Hoffmann (PR)
- Senador Humberto Costa (PE)
- Senador Lindbergh Farias (RJ)
- Deputado José Mentor (SP)
- Deputado Vander Loubet (MS)
- Ex-deputado Cândido Vaccarezza (SP)

PSDB
- Senador Antonio Anastasia (MG)

PTB
- Senador Fernando Collor (AL)

Arquivamentos

Além dos pedidos de abertura de inquérito, o Ministério Público Federal pediu o arquivamento em outros sete casos, entre os quais os dos senadores Aécio Neves (PSDB-MG), candidato derrotado à Presidência da República, e Delcídio Amaral (PT-MS); e dos ex-deputados Alexandre Santos (PMDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), ex-presidente da Câmara.

Outros três – os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Romero Jucá (PMDB-RR) e o deputado e ex-ministro Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) – tiveram parte das suspeitas arquivadas, mas serão alvos de inquérito em relação a outra parte.

Dilma e Palocci

A presidente Dilma Rousseff é citada em um depoimento de delação premiada, mas o procurador-geral informou que não tem competência legal para investigá-la.

No caso do Antonio Palocci, o ministro decidiu, conforme o pedido da Procuradoria Geral, remeter o caso para a primeira instância da Justiça Federal no Paraná.

Em depoimento em delação premiada do doleiro Alberto Youssef, Dilma é citado como suposta beneficiária de contribuições para a campanha eleitoral de 2010. O doleiro afirmou que Palocci teria pedido a ele recursos para a campanha.


Veja mais detalhes AQUI.


Fonte: Carlos Santos

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055