martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 26 de fevereiro de 2022

Ator que fez sucesso na Globo na década de 80 é encontrado morto no Rio de Janeiro

 Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

Ele foi encontrado morto em seu apartamento, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, na sexta-feira (25). A polícia foi chamada por vizinhos por volta das 16h30, que sentiram um forte cheiro no andar onde ele morava.

O ator deve ter falecido há pelo menos quatro dias, por conta do estágio avançado de putrefação do corpo.

Com pinta de galã, José Carlos Sanches se destacou como coadjuvante em novelas dos anos 1980.A estreia foi em "Água Viva", de Gilberto Braga, que contou com grandes nomes no elenco como Betty Faria, Reginaldo Faria, Raul Cortez, Lucélia Santos e Gloria Pires. Quatro anos depois, em 1984, ele participou do seriado "O Bem-Amado" e, no mesmo ano, fez a novela "Amor com Amor Se Paga", que é reprisada pelo canal Viva.

Um dos papéis mais importantes foi em "Por Amor", um clássico da dramaturgia. Na novela, ele fez o piloto Fausto, que trabalhava como gerente em um heliporto com o personagem de Eduardo Moscovis.

José Carlos Sanches também fez "Que Rei Sou Eu?" (1989), "Salsa e Merengue" (1996), "As Filhas da Mãe" (2001), "O Profeta" (2007) e "Caras & Bocas" (2009). O último trabalho na TV foi na série "Afinal, o Que Querem As Mulheres?" (2010).

Fonte: Jornal da Cidade Online

De trem, rumo à Romênia: Em operação de emergência organizada por embaixada, brasileiros deixam a Ucrânia

 Sábado, 27 de Fevereiro de 2022

A Embaixada do Brasil em Kiev, na Ucrânia, anunciou, na tarde desta sexta-feira (25), a partida de um trem da capital com destino à cidade de Chernivtsi, no oeste do país, que fica nas proximidades da fronteira com a Romênia. Essa é a primeira opção viabilizada pelo Itamaraty para a retirada de brasileiros do país, que sofre uma invasão de tropas militares da Rússia.

"Caso considerem que a situação de segurança em suas localidades o permita, cidadãos brasileiros e latino-americanos registrados junto à Embaixada poderão dirigir-se à estação. Não é necessário comprar bilhetes. A chefia da estação está avisada do assunto, e buscará atender os cidadãos brasileiros e latino-americanos. Sugere-se que os interessados cheguem com antecedência", informou o serviço consular brasileiro. 

Segundo a embaixada, a situação de segurança e de disponibilidade de transporte em Kiev é instável e sujeita a mudanças repentinas e que, por isso, não seria possível garantir a partida ou lugares suficientes. A partida do trem ocorreu por volta das 17h, pelo horário de Brasília (22h no horário local). 

A prioridade de embarque nesta sexta-feira foi dada a mulheres, crianças e idosos. Aos que não conseguiriam embarcar, a orientação foi que permanecessem em casa, aguardando novas instruções da embaixada. O Itamaraty também orienta os cidadãos brasileiros a manter contato diário com a representação diplomática.

A Embaixada do Brasil em Bucareste, capital da Romênia, informará às autoridades romenas os nomes e números de documento de todos aqueles que embarcaram no trem oriundo de Kiev, para acelerar os trâmites de ingresso no país. Além disso, o serviço consular está tentando contratar um ônibus para trasladar os cidadãos brasileiros da fronteira até a capital romena.

Estima-se que a comunidade brasileira na Ucrânia seja de 500 pessoas. Cerca de um terço já havia feito o recadastramento junto à embaixada.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Entenda a situação na Ucrânia: Do conflito e o risco que a Rússia representa (veja o vídeo)

 Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

O politicamente correto, as pautas identitárias, o desarmamento, a destruição da liberdade de expressão... todas essas são políticas feitas para enfraquecer o povo e fortalecer os burocratas.

Os Globalistas destroem o patriotismo em seus países acreditando que ficará mais fácil convencer ou obrigar cidadãos a aceitar um governo mundial das elites.

Mas tudo que conseguem é criar divisão interna e corromper seu próprio povo que acaba não tendo força ou vontade para lutar contra a tirania.

Como Nietzsche dizia:

"Só se vence aquilo que se substitui."

Putin sabe que a coragem e o espírito de um povo não podem ser substituídos pela paspalhice globalistas. Mas podem se subjugados pela força.

Em resumo, os líderes fracos e subservientes ao Globalismo, criaram as condições ideais para que Putin agisse. E eles mesmos não tem força ou coragem para agir contra Putin.

Uma coisa é colocar as polícias locais para espancar seus próprios cidadãos nas ruas por causa de uma máscara. Outra bem diferente é enfrentar o poderio bélico russo.

Essa é a síntese da frase: "Homens fracos criam tempos difíceis".

Veja o vídeo:

ATENÇÃO! O Brasil está à beira da 'censura'.

As seguidas investidas do ‘sistema’ estão fazendo com que o povo agonize sem saber o que pode acontecer.

Mas, eis que surge uma luz no fim do túnel!

Sem perdão para esses 'seres malignos', a mais nova edição da Revista A Verdade lança um dossiê forte e revelador que desmascara todo o "sistema".

Assine agora a Revista A Verdade e descubra tudo sobre a investida que pode mudar a história do Brasil!

Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Frederico "Fred" Rodrigues

Frederico "Fred" Rodrigues

Escritor, Empresário e Comentarista Político. 
Membro fundador da Frente Conservadora de Goiânia e Membro da Direita Goiás.
Fonte: Jornal da Cidade Online

URGENTE: Rússia veta resolução da ONU contrária à invasão da Ucrânia e o Brasil sobe o tom e vota contra Putin

 Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

A Rússia vetou a Resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) contrária à invasão da Ucrânia. Tropas russas avançaram pelo país vizinho, após a ordem dada pelo presidente Vladimir Putin, na noite de quarta-feira (24). Com o veto, a resolução foi rejeitada, em um resultado já esperado. Foram 11 votos favoráveis, incluindo o do Brasil.

China, Emirados Árabes Unidos e Índia se abstiveram e a Rússia, o pivô da crise, foi único voto contrário, o suficiente, entretanto, para barrar a resolução pelo fato do país do Leste Europeu ter uma cadeira permanente no conselho.

O Brasil, pela primeira vez, abandonou o tradicional discurso de neutralidade e, mesmo mantendo o foco no diálogo e na solução diplomática, optou por uma crítica direta à ação ordenada pelo presidente russo.

O embaixador do Brasil na ONU, Ronaldo Costa Filho, fez uma fala firme contra a invasão da Ucrânia, posicionando o país de maneira condenatória à agressão sofrida pelos ucranianos em seu próprio território.

“Uma linha foi ultrapassada e esse conselho não pode ficar silencioso. [Precisamos] buscar um espaço para o diálogo”, disse Costa Filho. O estratégico equilíbrio na Europa não dá à Rússia o direito de ameaçar a soberania da Ucrânia ou de qualquer outro país”, acrescentou. O representante do Brasil no conselho afirmou que as ações da Rússia abalam a fé nas leis internacionais.

Linda Thomas-Greenfield, representante dos Estados Unidos no Conselho de Segurança da ONU, defendeu a aprovação do documento, e condenou a invasão de um país pelo outro.

“Rússia, você pode vetar essa resolução, mas não pode calar as nossas vozes, não pode vetar o povo ucraniano e não pode vetar sua culpa nisso”.

A representante da Noruega, Mona Juul, opinou que a Rússia não deveria ter votado, e sim decidido pela abstenção, em razão do contexto do documento.


Fonte: Jornal da Cidade Online

PGR pede que STF arquive ação contra Bolsonaro no caso do Iphan

Sexta, 26 de Fevereiro de 2022

Foto: ANTONIO MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO – 23/02/2022

A Procuradoria-geral da República (PGR) solicitou na noite desta sexta-feira, 25, o arquivamento da ação que analisa uma suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) após o órgão interditar obras da Havan, do empresário Luciano Hang.

Segundo a decisão, assinada pelo vice-procurador-geral, Humberto Jacques de Medeiros, o mandatário não cometeu o crime de advocacia administrativa e pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a extinção da petição alegando “falta de legitimidade”, “inexistência da condição objetiva de eventual ação penal deflagrada” e “ausência de tipicidade e pela falta de provas convincentes da materialidade”.

No dia 15 de dezembro de 2021, Bolsonaro declarou em evento a empresários que “ripou”, ou seja, demitiu servidores do Iphan após descobrir que a autarquia interditou uma obra. ” Tomei conhecimento que uma pessoa conhecida, o Luciano Hang, estava fazendo mais uma obra e apareceu um pedaço de azulejo nas escavações. Chegou o Iphan e interditou a obra. Liguei para o ministro da pasta e [falei]: que trem é esse? Porque não sou inteligente como meus ministros. O que é Iphan? Explicaram para mim, tomei conhecimento, ripei todo mundo do Iphan. Botei outro cara lá.”

Jovem Pan

OPINIÃO DOS LEITORES

    1. Caligula, mulher, vc entende disso, eu pensei que só entendesse de cachaça.

Propaganda partidária gratuita começa neste sábado (26)

Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

Imagem: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Começa hoje (26) a veiculação da propaganda partidária gratuita em emissoras de rádio e televisão. A veiculação, em âmbito nacional, será das 19h30 às 22h30, às terças, quintas e aos sábados, por iniciativa e sob a responsabilidade dos partidos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o PSOL será o primeiro partido político a veicular propaganda. Nos dias 1º e 10 de março, serão divulgadas as propagandas do PDT e do MDB, respectivamente. A íntegra do calendário está disponível no site do TSE.

A divisão do tempo de cada partido foi feita de acordo com o desempenho das siglas nas eleições de 2018. Ao todo, serão 305 minutos de propaganda divididos entre 23 partidos. Legendas como o PT, MDB, PL e PSDB terão acesso ao maior tempo de exposição: 20 minutos e 40 inserções para cada partido.

Os partidos que elegeram mais de 20 deputados federais terão direito a 20 minutos semestrais para inserções de 30 segundos nas redes nacionais e a igual tempo nas estaduais. Para essa veiculação, no entanto, é necessária a solicitação formal dos partidos.

Inserções

As siglas que têm entre dez e 20 deputados eleitos poderão utilizar dez minutos por semestre para inserções de 30 segundos, tanto nas emissoras nacionais quanto nas estaduais. Bancadas compostas por até nove parlamentares terão cinco minutos semestrais para exibição federal e estadual do conteúdo partidário.

Nessas eleições, segundo norma estabelecida pelo tribunal, ao menos 30% do tempo devem ser destinados à participação feminina na política. As transmissões vão ocorrer em bloco, por meio de inserções de 30 segundos no intervalo da programação das emissoras.

Será permitida a veiculação de, no máximo, três inserções nas duas primeiras horas e de até quatro na última hora de exibição. Além disso, poderão ser reproduzidas até dez inserções de 30 segundos por dia para cada rede.

É vedada, entretanto, a divulgação de inserções sequenciais, devendo ser observado o intervalo mínimo de dez minutos entre cada uma delas.

Propaganda partidária

A propaganda partidária é exibida no primeiro e no segundo semestre dos anos não eleitorais e apenas no primeiro semestre dos anos em que houver eleição. Esse tipo de propaganda tem por finalidade incentivar filiações partidárias, esclarecer o papel das agremiações e promover participação política e filiações.

Para tanto, difunde mensagens sobre a execução do programa da legenda, bem como divulga atividades congressuais do partido e a posição em relação a temas políticos e ações da sociedade civil.

Já a propaganda eleitoral, que tem como objetivo a conquista de votos, começará a ser veiculada em agosto, também em âmbito nacional. No caso dela, não há necessidade de solicitação formal para a veiculação do horário eleitoral gratuito.

Após o pedido de registro das candidaturas, que termina em 15 de agosto, será possível definir o tempo a que cada partido, coligação majoritária e federação terá direito. A definição é feita pelo TSE até o dia 21 de agosto.

Com a utilização de recursos publicitários, as peças serão exibidas – em âmbito nacional – nas campanhas para presidente e vice-presidente da República, e estadual quando os cargos em disputa são para senador, governador, deputado federal, deputado estadual e deputado distrital.

A distribuição do tempo de propaganda entre as candidaturas registradas é de competência das legendas, federações e coligações. As siglas devem respeitar os percentuais destinados às candidaturas femininas (mínimo de 30%) e de pessoas negras (definidos a cada eleição).

Proibições

Está proibida a divulgação de propaganda de candidatos a cargos eletivos e a defesa de interesses pessoais ou de outros partidos, bem como a utilização de imagens ou de cenas incorretas ou incompletas, de efeitos ou de quaisquer outros recursos que distorçam ou falseiem os fatos ou a sua comunicação.

O TSE também proibiu a utilização de matérias que possam ser comprovadas como falsas ou a prática de atos que resultem em qualquer tipo de preconceito racial, de gênero ou de local de origem, além de qualquer prática de atos que incitem a violência.

Além disso, é vedada a veiculação de propaganda com o objetivo de degradar ou ridicularizar candidatas e candidatos, assim como a divulgação ou compartilhamento de fatos sabidamente inverídicos ou gravemente descontextualizados que atinjam a integridade do processo eleitoral.

Segundo o TSE, eventuais mentiras espalhadas intencionalmente para prejudicar os processos de votação, de apuração e totalização de votos poderão ser punidas com base em responsabilidade penal, abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Gratuita meus EGGS!!!!!!!!
    Fundo Eleitoral é igual a Lei Roubanet ou pior!!!!! É um escárnio com os Contribuintes!
    Desonestos fazem campanha com nosso dinheiro e após eleitos nos roubam novamente!

  2. Gratuita uma ova!!
    Tem custo milionário pra nós contribuintes.
    Tá bom de mudarem o nome dessa lorota!
    Propagandas pagas.
    Ridículo!!!
    Para de enganação.

  3. Graças à Deus não assisto mais canais abertos há mais de 2 anos, não tenho mais esse risco de assistir o circo rodando

  4. Semelhante a mané, a diarreia ambulante, vão começar a jogar dejetos na cara dos cidadãos brasileiros.

Putin ordena “ofensiva total” e aumenta tropas ao redor da Ucrânia

 Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

Foto: Sergei MalgavkoTASS via Getty Images

Sem intenções de recuar, o presidente russo, Vladimir Putin, determinou que as tropas militares façam “ofensivas em todas as direções”. Além disso, o governo aumentou em 50% a presença de soldados ao redor da Ucrânia. A ordem é intensificar a invasão.

As informações foram divulgadas pelo Kremlin, sede do governo russo, em um comunicado oficial neste sábado (26/2).

O Kremlin disse que Putin ordenou que as tropas não fossem adiante na sexta-feira (25/2), mas que voltaram a avançar neste sábado, depois de supostas negativas para uma negociação. O governo ucraniano nega.

Um bombardeio russo matou 19 civis e feriu 73 pessoas neste sábado, na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, informou a agência de notícias Interfax.

“100 mil soldados”

A Ucrânia vive o terceiro dia de bombardeios e assiste à presença de militares russos aumentar em seu território. O encarregado de negócios da Embaixada da Ucrânia em Brasília, Anatoly Tkach, apresentou um balanço sobre os ataques. Agora, segundo ele, 100 mil soldados estão no país.

“As batalhas continuam em todo o território da Ucrânia”, destacou. Neste sábado (26/2), em pronunciamento em Brasília, ele fez alertas para a forte presença militar russa e o risco de um operação falsa.

Segundo Tkach, os serviços de inteligência detectaram o planejamento russo de realizar “ação de bandeira falsa”. A iniciativa acontece quando um exército se disfarça com uniformes e equipamentos de outro para realizar atentados. “Intenção de cometer atos desumanos”, ponderou.

O prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, informou que “grupos sabotadores” estão ativos em Kiev. Ele anunciou que o sistema de metrô está servindo apenas como abrigo para os cidadãos e pontuou que os trens pararam de funcionar.

 

Metrópoles

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Alguém esqueceu da Guerra SANGRENTA da Síria???!! O país foi massacrado! CRIANÇAS órfãs aos milhares!!!
    A covardia dos americanos foi uma vergonha! A ONU ficou muda!! E o massacre continuou!! Agora é a vez da Rússia… O Joe sujeitinho pérfido querendo destruir a Rússia é se apoderar do Gás e Petróleo dos Russos!

  2. Libia, Somalia e Iemen também estão sendo bombardeados por Israel, EUA e Arabia Saudita, mas a mídia e blogs não falam nada. Lá também estão morrendo gente, sabia? Abaixo todas as guerras.

FAB coloca aviões de prontidão para retirada de brasileiros da Ucrânia

Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

Foto: Sd. A. Soares/FAB

Dois aviões multimissão KC-390 Millenium foram colocados de prontidão para um possível transporte de brasileiros evacuados da Ucrânia. A informação foi confirmada na manhã de hoje (26) pela Força Aérea Brasileira (FAB).

“As aeronaves são do mesmo modelo utilizado em outras missões humanitárias internacionais: o transporte de donativos para as vítimas da explosão em Beirute, capital do Líbano, em 2020; e o apoio emergencial à tragédia causada pelo terremoto ocorrido em agosto de 2021 no Haiti”, diz publicação na conta da FAB no Twitter.

Ainda não foram divulgados pela FAB ou o Itamaraty detalhes sobre onde, quando ou como será feita a retirada dos brasileiros. Ontem (25), foi informado pela Embaixada do Brasil na Ucrânia o desembaraço de um trem para o transporte de cidadãos brasileiros e latino-americanos. O comboio deveria partir da capital Kiev com destino à cidade de Chernivtsi, a oeste do país, ainda na noite de sexta-feira.

Entre os brasileiros em Kiev estão dezenas de jogadores que atuam no futebol ucraniano. Em uma transmissão e em publicações pelo Instagram, a esposa do zagueiro Marlon Santos, Maria Paula Marinho, disse que eles foram avisados a ir do hotel até a estação de trem em pouco mais de meia hora.

Em nota, a embaixada alertou que a “situação de segurança e de disponibilidade de transporte na cidade é instável e sujeita a mudanças repentinas, de modo que não é possível garantir a partida ou lugares suficientes. Prioridade deverá ser dada a mulheres, crianças e idosos”.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Hô Véio macho é Bolsonaro, assim como ele fez com os Brasileiros em Wuhan na China, vai fazer com os co patriotas na Ucrânia.

    1. Os aviões são da nação ou vc pensava que só serviam pra transportar Milchek? E familiares

Seleções se negam a jogar contra a Rússia na repescagem das Eliminatórias da Copa do Mundo 2022 e pressionam a FIFA

Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

Amistoso internacional entre as seleções da Rússia e da Suécia, em Moscou – Foto: SHAMIL ZHUMATOV/REUTERS – 08.10.2020

Polônia e Suécia afirmaram neste sábado que não disputarão seus jogos pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo do Catar contra a Rússia em março, após a invasão russa à Ucrânia, segundo as federações nacionais das duas seleções.

Os jogos eliminatórios definirão uma vaga para a Copa do Mundo de 2022 no Catar. Vários jogadores da Polônia, incluindo o capitão Robert Lewandowski, apoiaram a decisão com comunicados nas redes sociais.

“Diante da escalada de agressões da Federação Russa contra a Ucrânia, a seleção polonesa não jogará contra a República Russa”, escreveu o chefe da Federação Polonesa de Futebol, Cezary Kulesza, no Twitter.

“É a única decisão correta. Estamos conversando com as associações sueca e tcheca para apresentar uma posição em comum à Fifa.”

A Rússia receberia a Polônia pela semifinal da repescagem em 24 de março e, se avançar, também jogaria em casa contra Suécia ou República Tcheca em 29 de março na final da chave B.

Depois, a Federação Sueca disse que o seu time não enfrentará a Rússia, independente de onde a partida for disputada.

“A invasão ilegal e profundamente injusta à Ucrânia torna neste momento todas as interações de futebol com a Rússia impossíveis”, afirmou o presidente da Federação Sueca de Futebol, Karl-Erik Nilsson.

“Logo, pedimos que a Fifa decida que os jogos de repescagem em março dos quais a Rússia participa sejam cancelados. Mas independente do que a Fifa decidir fazer, não enfrentaremos a Rússia em março.”

Mais cedo, jogadores da seleção polonesa foram às redes sociais apoiar a decisão.

“Não é uma decisão fácil, mas há coisas mais importantes na vida do que futebol”, escreveram Kamil Glik, Mateusz Klich, Matty Cash e outros no Twitter neste sábado.

“Nossos pensamentos estão com a nação ucraniana e com nosso amigo da seleção, Tomasz Kedziora, que ainda está em Kiev com sua família.”

Capitão da seleção, Lewandowski tuitou: “Não consigo imaginar jogar uma partida contra a seleção russa em uma situação na qual as agressões armadas na Ucrânia continuam.”

“Jogadores e torcedores russos não são responsáveis por isso, mas não podemos fingir que nada está acontecendo.”

Goleiro da Polônia e da Juventus, da Itália, Wojciech Szczesny, cuja esposa nasceu na Ucrânia, não mediu as palavras no Instagram.

“Eu me recuso a jogar contra jogadores que escolhem representar os valores e os princípios da Rússia”, disse.

“Eu me recuso a participar de um evento esportivo que legitima as ações do governo russo.”

Polônia, Suécia e República Tcheca emitiram um comunicado conjunto na quinta-feira dizendo que a Rússia não deveria poder sediar os jogos eliminatórios do próximo mês.

A Polônia foi a primeira a recusar enfrentar a Rússia de qualquer maneira, correndo o risco de ser forçada a não disputar a Copa do Mundo, que pode ser a última para Lewandowski e muitos jogadores poloneses.

A Fifa não respondeu imediatamente ao pedido da Reuters por comentário.

Terra com informações de Reuters

OPINIÃO DOS LEITORES

“Lutaremos o tempo que for preciso para libertar a Ucrânia” diz Zelensky em novo pronunciamento

 Sábado, 26 de Fevereiro de 2022

Imagem: reprodução

Em novo pronunciamento neste sábado (7), o presidente ucraniano Vlodmir Zelensky disse que chamou “todos os amigos da Ucrânia” para ajudar a combater invasão russa no país.

Zelensky também disse que irá lutar o tempo que for preciso para libertar o país e saudou as propostas da Turquia e do Azerbaijão para manter negociações de paz com a Rússia.

“Lutaremos o tempo que for preciso para libertar a Ucrânia”, afirmou. Kiev, capital ucraniana e coração do poder, passou a ter como alvo russo áreas urbanas e com grande presença de civis. Três milhões de habitantes vivem na cidade.

O presidente ucraniano ainda destacou sua conversa com o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, e conversas com líderes religiosos, incluindo o Papa Francisco.

g1

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Pena que Meu Presidente teve que encerrar a visita, pois se ainda lá estivesse, nada disso estaria ocorrendo.
    Mas é histórico o fato que Jair Messias Bolsonaro com certeza economizou muitas vidas nesses 3 dias que Putin suspendeu a guerra, por respeito ao nosso Líder.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055