martins em pauta

sábado, 2 de novembro de 2019

MARTINS-RN: O PIOR ACONTECEU, MATA NA SERRA ARDE EM CHAMAS.

 Sábado, 02 de Novembro de 2019


Para tristeza da população, e  após várias ações bem sucedidas feitas pela Policia Militar, prefeitura e voluntários que apagaram focos de incêndios supostamente criminosos nas margens da RN-117, precisamente na serra que liga Lagoa Novas ao Sitio Picos dos Carros não tivemos a mesma sorte. 

Dessa vez um foco de incêndio, também supostamente de origem criminosa, surgiu em cima da Serra entre a pedra Rajada e o Gregório. As chamas são altas ao ponto que impressionam mesmo de longe. O corpo de Bombeiro foi acionado nesta Sexta, 01, onde conseguiram debelar as chamas na origem do incêndio próximo a Dona Rita, mas devido o despenhadeiro, não tiveram como avançar os trabalhos por ser em uma região de difícil acesso. 

Em contato com um integrante da equipe dos bombeiros, e vários observadores avistavam o fogo na serra, vista da Lagoa Nova, lamentavam a ampliação do fogo, onde só com ajuda "Divina mandando chuva", ou o uso de aeronave que parece está impossibilitada de vir ajudar no combate ao incêndio por está  com problemas mecânicos, e enquanto isso,  a serra arde em chamas, uma cena triste de ver. O fogo já destruiu várias Hectares de mata,  deixando o rastro de destruição na nossa fauna e flora.

   Foto de quinta feira cedida
    Hoje o fogo esta muita abaixo da serra 

    Viaturas do Corpo de Bombeiro no Bairro Lagoa Nova


Marido traído resolve “lavar a roupa suja” na rede e abala o maior escritório de advocacia do país

Sábado, 02 de Novembro de 2019


Uma bomba no meio jurídico foi detonada pelo marido traído de uma das sócias de um dos mais tradicionais escritórios de advocacia do país, e, possivelmente, o maior, com uma vasta clientela que compreende mais de 6 mil clientes.

Fundado em 1938, o escritório Pinheiro Neto atua em todo o Brasil e em outros países, possuindo sedes em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e nos Estados Unidos.

A acusação de traição conjugal partiu de Antonio Guzman, diretor de uma empresa de alimentos e ex-marido de uma das sócias do escritório.

Segundo ele, a ex-mulher teve uma relação extraconjugal que perdurou por mais de 14 anos com outro sócio da empresa jurídica.
Veja abaixo o relato completo:
“Com muita tristeza no coração eu gostaria de tornar público pra tentar aplacar um pouco da dor que vou carregar para o resto da minha vida que a minha ex-esposa, que é sócia da área tributária do escritório Pinheiro Neto manteve um caso extraconjugal [com outro sócio da firma], casado e com 3 filhos por 14 anos enquanto esteve comigo. Tenho vasto material que comprova esse relacionamento. Estou postando aqui como forma de reparar todos os danos psicológicos causados a mim por conta desse relacionamento sujo e que certamente afeta a imagem desse escritório tão renomado. Minha ex se vendeu e destruiu minha família com um único objetivo de se tornar sócia já que sabia que se não agisse dessa forma não conseguiria tal objetivo […] Só estou desabafando como forma de aliviar um pouco a dor que ambos causaram para o resto da minha vida… Pena saber que um escritório como o Pinheiro Neto seja ‘permisso’ com tais atitudes”

da RedaçãoFonte: Jornal da cidade Online

Enem 2019: saiba como funciona o sistema de correção

Sábado, 02 de Outubro de 2019


Chutar apenas em último caso e só nas questões difíceis e resolver primeiro as questões fáceis das provas. Essas são algumas dicas de especialistas para melhorar o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O exame começa a ser aplicado neste domingo (3), em mais de 1,7 mil municípios. Cerca de 5,1 milhões de estudantes estão inscritos.

“Chutar ou não chutar é uma questão complexa em se tratando de TRI [teoria de resposta ao item]”, diz o professor de física do curso online Descomplica, Rafael Vilaça. “Se uma questão é fácil, é esperado que aluno saiba fazer. Se ele chuta uma questão fácil, isso é mal interpretado pelo sistema. A meu ver, é mais tranquilo chutar uma questão difícil”, explica.

Para ir bem na prova, é preciso conhecer o sistema de correção do exame. No Enem, não há um valor fixo para cada questão. A pontuação varia conforme o percentual de acertos e erros naquele item entre os participantes e, também, de acordo com o desempenho de cada estudante na própria prova. A correção segue chamada teoria de resposta ao item (TRI).

“A TRI leva três aspectos em consideração: o conhecimento do candidato; o nível da questão em si, se é fácil, médio ou difícil; e, a aleatoriedade, ou seja, o chute”, diz Vilaça.

Se a questão tiver um grande número de acertos entre os candidatos, ela será considerada fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Por outro lado, o estudante que acertar um item com alto índice de erros, poderá ganhar mais pontos por ele.

O sistema de correção permite ainda detectar chutes, pois avalia o comportamento de cada candidato na prova. A TRI pressupõe que um candidato com um certo nível de proficiência tende a acertar os itens de nível de dificuldade menor que o de sua proficiência e errar aqueles com nível de dificuldade maior. É muito comum dois participantes acertarem o mesmo número de itens, mas terem médias finais diferentes no Enem.

Na TRI é importante, portanto, que o estudante resolva as questões fáceis, pois, parecerá ao sistema que ele está chutando se acertar apenas questões difíceis. “Se errar as fáceis e acertar as difíceis, a nota é menor”, diz o diretor pedagógico do Curso Anglo, de São Paulo, Renan Miranda.

“Se ficou na dúvida, pule a questão e volte depois. Não se desgaste. Tenha um tipo de marcação para as questões que vai pular, mas assinale alternativas em todas as questões. Não deixe nenhuma em branco”, orienta Miranda.

Uma dica, segundo ele, é ler com atenção os enunciados da prova. “No tipo de prova do Enem, mesmo não sabendo a resposta, uma boa leitura do enunciado e das alternativas, no mínimo, vai ajudar a eliminar umas duas alternativas, e a chance de acerto será maior. Mesmo o chute, precisa de raciocínio”, afirma.

Neste domingo (3), os participantes farão as provas de redação, linguagens e ciências humanas. O Enem continua no próximo domingo (10), quando serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática. A TRI é usada na correção de todas as provas, com exceção da redação. Ao todo, os estudantes responderão a 45 questões de múltipla escolha em cada uma delas.

Agência Brasil

Câncer de próstata mata 42 pessoas por dia em todo o país




Por dia, 42 homens morrem em decorrência do câncer de próstata, e aproximadamente três milhões vivem com a doença no Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Essa patologia é a segunda principal causa de óbitos e a mais comum entre os homens em todo o mundo, ou seja, a segunda mais letal depois do câncer de pele não melanoma. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que este ano será registrado um total de 68,2 mil casos, 850 no Distrito Federal.

Em sua fase inicial, a enfermidade tem evolução silenciosa e a maioria dos homens não apresenta sintomas. Quando manifestada, os sintomas são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata, como dificuldade de urinar ou necessidade de urinar mais vezes. Em sua fase mais avançada pode provocar, além dos sintomas urinários, dor óssea, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Avanços

As tecnologias para o tratamento evoluíram bastante nos últimos cinco anos, destaca o coordenador do departamento de Uro-Oncologia da SBU, Dr. Wilson Busato. “De 2015 para cá, tivemos grandes avanços como a ressonância multiparamétrica da próstata, que consegue localizar os tumores com maior chance no início”, disse. Segundo ele, atualmente há medicamentos com resposta de melhora média de 72%. 

O doutor em urologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Ricardo Ferro, chama atenção para a diferença no comportamento feminino. “A grande questão que existe é que a mulher, ao iniciar vida sexual, procura um ginecologista, que passa a ser médico de avaliação periódica, e é justamente essa avaliação periódica que faz diferença. Os homens tendem a procurar um médico apenas quando apresentam sintomas, mas deveriam se espelhar na mulher e ter um urologista para acompanhamento toda a vida, especialmente homens com fatores de risco”, ressaltou. 

O médico acredita que as campanhas ainda são insuficientes. “O Brasil tem um programa de saúde da mulher há mais de 40 anos. Entretanto, não há nada disso para os homens”, comparou. 

Quando o assunto é câncer, os especialistas ressaltam a importância do diagnóstico precoce e de informação. A Secretaria de Saúde do DF informou, no entanto, que ainda não há programação para a prevenção do câncer de próstata, mas afirmou que não haverá a campanha Novembro Azul, como o Outubro Rosa (de prevenção do câncer de mama) feita no mês passado. Questionada, a assessoria do Ministério da Saúde não informou se fará a campanha.

“Essas campanhas são importantes para que a sociedade, de forma geral, coloque em voga o assunto, difunda o conhecimento e saiba da importância do diagnóstico precoce. Detectando mais tarde (a doença), dificilmente haverá capacidade de cura, e os tratamentos paliativos causam perda da qualidade de vida”, explicou o urologista Ricardo Ferro.


(Diário de Pernambuco)

PRF passa a usar Dodge Challenger apreendido em ação contra o tráfico

Sábado, 02 de novembro  de 2019

Carro foi cedido pela Justiça Federal e ficará em Foz do Iguaçu, Paraná.


A partir da próxima semana, a Polícia Rodoviária Federal passa a usar como viatura o carro Dodge Challenger RT, apreendido em uma operação contra o tráfico internacional de drogas em abril de 2017 no Paraná.

Cedido à PRF pela Justiça Federal de Umuarama (PR), o carro, que foi caracterizado em Curitiba, será utilizado em Foz do Iguaçu, na região da fronteira com o Paraguai. Como se trata de uma destinação provisória, já que ainda não existe trânsito em julgado da sentença que decretou o perdimento do bem, o carro será utilizado prioritariamente em ações educativas da polícia.

Com 372 cavalos, o veículo foi fabricado em 2010, nos Estados Unidos. O valor estimado ultrapassa os R$ 245 mil. O carro estava guardado há mais de dois anos em um pátio de Cascavel. “A utilização do veículo pela autoridade policial certamente será promovida de modo a manter sua conservação, evitando-se a precoce deterioração em virtude da ociosidade e da sujeição dos bens às intempéries e outros desgastes derivados de sua estagnação em depósito”, diz trecho da decisão do juiz José Carlos Fabri, da 1ª Vara Federal de Umuarama.

O confisco de bens apreendidos em decorrência do tráfico drogas afins é estabelecido no artigo 243 da Constituição Federal. 


(ABr)

Vaza depoimento de vizinho de cela de Adélio: R$ 500 mil foi a “oferta” para matar Bolsonaro

Sexta, 02 de Novembro de 2019


O iraniano Farhad Marvisi, vizinho de cela de Adélio Bispo de Oliveira, autor de uma carta dirigida ao Presidente Jair Bolsonaro, onde dizia que possuía informações inéditas sobre o atentado ocorrido em 6 de setembro de 2018 em Juiz de Fora (MG), prestou depoimento a Polícia Federal.

O iraniano relatou que começou a se aproximar de Adélio em março deste ano.

Ele garante que o autor do atentado contra Bolsonaro lhe revelou o nome do mandante do crime.

Farhad também adiantou que Adélio faz parte de uma facção criminosa e receberia R$ 500 mil como pagamento pela prática do crime. Ele agora quer negociar. Revela tudo o que sabe, inclusive o nome do mandante, em troca do perdão judicial.

Por outro lado, o criminoso Adélio avisou que quer trocar de advogado. Não confia mais naqueles que possivelmente foram contratados pelo mandante.



da Redação

Fonte: Jornal da Cidade Online

Pedido de Adélio para mudar de advogado é indício de delação e risco iminente de “queima de arquivo”

Sábado, 02 de Novembro de 2019


O autor da tentativa de homicídio contra o atual presidente da República Jair Bolsonaro, o ex-militante do PSOL Adélio Bispo de Oliveira, pediu para que seus advogados sejam substituídos por defensores públicos.

O criminoso certamente pressentiu que foi traído.

Adélio, presentemente, para a Justiça é um ‘doido’. Nada mais que isso.

Porém, o cidadão parece não ser burro.

Não confia mais nos advogados.

Certamente percebeu que esses estavam a serviço do mandante.

Nem ele confia nos advogados, que nem conhecia. Os mandantes empurraram para cima dele.

Delação a caminho?

Doido pode delatar?

Tomara que não aconteça nada com ele nem com o porteiro do condomínio do Presidente Bolsonaro que mentiu, tipo queima de arquivo.

Especialidade do pessoal que mandou matar Celso Daniel.

*Com informações de Lucia Sweet.


da Redação

Polícia Civil do RN participa de operação nacional contra pirataria digital; material apreendido na Grande Natal e interior

Sábado, 02 de Novembro de 2019

Operação 404 foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte participou, nesta sexta-feira (1), da Operação 404 coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que resultou no cumprimento de mandados de busca e apreensão em seis residências vinculadas a pessoas que são investigadas por comercializarem de forma ilegal acesso a canais de televisão e acesso à internet. Foram cumpridos mandados judiciais nas cidades de Parnamirim e Carnaúba dos Dantas e apreendidos equipamentos eletrônicos como computadores, notebooks e celulares.

Sob a coordenação do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a operação 404 foi deflagrada com o objetivo de combater a prática de crimes contra propriedade intelectual. No território nacional, a operação integrada envolveu as Polícias Civis de doze estados.

“A Operação conseguiu cumprir o total de seis mandados no RN, em residências de dois investigados que moram em Parnamirim e Carnaúba dos Dantas. Eles gerenciavam e comercializam a distribuição de conteúdo, de forma ilegal, no Estado e faziam o papel de revendedores do serviço. Investigações revelaram que o fornecedor principal mora em São Paulo, sendo responsável por repassar o acesso para os revendedores, que tinham o papel de vender os produtos digitais aqui no Rio Grande do Norte”, detalhou o delegado de Parnamirim, Alexandro Gomes.

Os policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão em duas residências de Carnaúba dos Dantas e em quatro casas de Parnamirim. Dois homens suspeitos de estarem envolvidos com os crimes, foram conduzidos à Polícia Civil para prestarem depoimentos. De acordo com o delegado Alexandro Gomes, os “revendedores” cobravam preços bem abaixo do mercado para comercializarem os acessos ilegais. Os valores variavam entre R$ 15,00 para um acesso mensal e R$ 120,00 para um plano anual.

Sobre a operação 404 – As equipes de todos os Estados cumpriram 30 mandados de busca e apreensão em 12 estados brasileiros, bloqueio e/ou suspensão de 210 sites e 100 aplicativos de streaming ilegal de conteúdo, desindexação de conteúdo em mecanismos de busca e remoção de perfis e páginas em redes sociais.

Os mandados de busca e apreensão cumpridos no Estado do RN foram identificados pela Polícia Civil com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais com indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva.

Essa ação nacional de combate contou com a colaboração da ANCINE, Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade. Intelectual (CNCP), das associações proteção à propriedade intelectual no Brasil, Embaixada dos Estados Unidos no Brasil (Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília – US Immigration and Customs Enforcement-ICE) e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos da América.

No Brasil, a pena para quem pratica esse crime é de reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa (art. 184, §3º do Código Penal Brasileiro).

A operação denominada 404 faz referência ao código de resposta do protocolo HTTP para indicar que a página não foi encontrada ou não está disponível.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Governo espera arrecadar mais de R$ 100 bilhões no maior leilão do pré-sal (veja o vídeo)

Domingo, 03 de Novembro de 2019
O ministro da economia, Paulo Guedes, participou da cerimônia de assinatura do contrato da cessão onerosa que permite a estatal de participar do leilão do pré-sal, previsto para a próxima semana.
A Petrobras anunciou que vai disputar duas áreas, entre elas a de Búzios, considerada a maior área marítima de petróleo no mundo.
O governo espera arrecadar mais de R$ 100 bilhões.

Em palestra recente Paulo Guedes falou sobre o potencial do pré-sal, que esta estimado entre 500 bilhões e 1 TRI de dólares, e a importância do Brasil explorar esses recursos em um curto espaço de tempo, antes da popularização do carro elétrico.
Foi um verdadeiro show, assistam:
da RedaçãoFonte: Jornal da Cidade Online

Operação policial em 12 estados bloqueia 210 sites de pirataria digital

Sábado, 02 de Novembro de 2019

Operação 404 cumpre desde as primeiras horas 30 mandados de busca e apreensão.


Uma operação para combater crimes praticados contra a propriedade intelectual foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (1º), em 12 estados: Amazonas, Bahia, Espirito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina e São Paulo.

Coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, segundo a Agência Brasil, de notícias, a Operação 404 cumpre desde as primeiras horas desta sexta 30 mandados de busca e apreensão, bloqueio e/ou suspensão de 210 sites e 100 aplicativos de streaming ilegal de conteúdo, desindexação de conteúdo em mecanismos de busca e remoção de perfis e páginas em redes sociais.

Os dez maiores sites piratas receberam 1,3 bilhão de visitas, em 2018, e R$17 milhões em publicidade entre agosto de 2015 e agosto de 2016. Estima-se que existam cerca de 4,2 milhões de sinais piratas de TV no Brasil, e o prejuízo ao setor passa de R$ 9 bilhões ao ano.

Segundo o ministério, o nome da operação, denominada 404, faz referência ao código de resposta do protocolo HTTP para indicar que a página não foi encontrada ou não está disponível.

As ações para o cumprimento das medidas judiciais estão sendo executadas pelas policias civis dos 12 estados.

A operação tem apoio da Ancine, do Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual (CNCP), das associações proteção à propriedade intelectual no Brasil, da embaixada dos Estados Unidos no Brasil (Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília – US Immigration and Customs Enforcement-ICE) e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos da América.


(Diário do Poder)

Enem 2019: veja os materiais que você não pode usar no dia da prova

Sábado, 02 de Novembro de 2019

Cuidado: caneta azul no gabarito pode gerar eliminação!


Quem acha que candidato bem preparado é aquele que leva tudo quanto é tipo de material escolar para o dia da prova pode tomar um susto no Enem. Diferentemente de alguns vestibulares, como o da Unicamp, que permite até régua no dia da prova, o Enem restringe bastante os materiais permitidos durante a realização do exame. 

Lápis, borracha, régua… nada disso poderá ser usado, e deverá ficar dentro do saco plástico lacrado caso o candidato leve no dia. Para fazer a prova, somente caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. Preencher o gabarito com outra cor de caneta gera eliminação, já que o leitor que faz a correção da prova só reconhece a cor preta. Já o material de cor transparente é exigido para que o candidato não guarde nenhum tipo de “cola” no tubo. 

É bom lembrar que, embora a caneta preta seja o único material permitido, não existe limitação do número de canetas! Inclusive, o recomendável é levar uma ou duas de reserva em caso de falha. 

Se já quiser arrumar seus materiais para a prova lembre-se de levar ao menos duas canetas pretas e passar bem longe de lápis, borracha, régua, calculadora e afins. 

Cuidado redobrado com o celular

O Inep oficializou no edital do Enem deste ano as regras acerca de celulares durante a aplicação da prova. A partir de agora, qualquer toque de celular (seja de alarme, ligação ou outros) que forem emitidos mesmo com o aparelho lacrado dentro do saco plástico resultará na eliminação do candidato. Nas edições passadas já havia a orientação para desligar os celulares, mas, em caso de toque, as ocorrências poderiam ser discutidas caso a caso.


(Guia do Estudante)

GOVERNO CRIA FORÇA TAREFA DE SEGURANÇA PÚBLICA EM MOSSORÓ-RN

Sábado, 02 de Novembro de 2019


A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) iniciou, nesta sexta-feira (1º), uma força-tarefa em Mossoró visando a diminuição dos índices criminais na cidade.

A apresentação do projeto foi feita pelo coordenador de análises criminais da Sesed, Ivênio Hermes, que demonstrou, para integrantes das forças de segurança do Estado, as manchas criminais e os dados estatísticos do município.

“Serão ações integradas buscando a diminuição dos índices de violência em Mossoró. A Polícia Militar intensificando a ostensividade nas áreas urbana e rural e a Polícia Civil na parte de investigação, sempre com o apoio do setor de inteligência”, destacou o secretário da Segurança do RN, coronel Francisco Araújo.

Segunda cidade mais populosa do Rio Grande do Norte, Mossoró apresentou redução dos índices de Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs) durante o ano de 2019 se comparado com 2018.

De acordo com os dados divulgados pela Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal (Coine) Sesed, entre janeiro e outubro foram registrados 178 CVLIs, uma redução de 16% levando com consideração o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 212 casos.


GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO/O CÂMERA

Fonte: Passando na Hora

Governo anuncia cancelamento de assinaturas da Folha de S.Paulo e causa “chilique” em estatistas e socialistas

Sábado, 02 de Novembro de 2019


O Governo anuncia que vai cancelar a assinatura da Folha de S.Paulo em todos os órgãos de administração direta, e começa a gritaria de uma parte da sociedade, com chiliques dos mais variados.

Quando nós achávamos que já conhecíamos o limite do tamanho do Estado aqui no Brasil, e que sabíamos até onde ia a dependência das pessoas com as suas benesses (do Estado), percebemos que nos enganamos redondamente.

Na verdade, as coisas vão além do que imaginávamos. Elas envolvem até mesmo a obrigação de o Governo manter assinaturas de jornais, que, na cabeça doente dos estatistas e socialistas que povoam a nossa sociedade, não podem ser canceladas, porque senão configurará "perseguição ao veículo de comunicação", ou "violação à garantia constitucional de uma imprensa livre".

A falta de liberdade no Brasil é um fenômeno tão flagrante, mas tão flagrante, que ela (a falta de liberdade), sendo consequência de um Estado gigantesco, uma hora, se volta até mesmo contra esse Estado que a causa, em um nítido "efeito bumerangue", como ocorre nessa gritaria pelo cancelamento da assinatura dos jornais por parte dos órgãos do Governo.

Definitivamente, precisaremos de uma geração para matar o monstro jurássico mitológico que atacou o Brasil, transformando-o nisso que o Estado Brasileiro é hoje (grande e paquidérmico), e que corrompeu e corroeu o cérebro de parte dos cidadãos do país, deixando-os confusos quanto à forma de enxergar o valor "liberdade" na sociedade.

Guillermo Federico Piacesi Ramos

Advogado
Fonte: Jornal da Cidade Online

A elucidativa investigação paralela: Quem mandou matar Celso Daniel ? (veja o vídeo)

Sábado, 02 de Novembro de 2019


Assisti ao documentário do Brasil Paralelo sobre a morte de Celso Daniel.

Na boa. É de deixar qualquer um indignado. Quem, a essa altura do campeonato, ainda é petista, não se trata mais de um ideólogo, e sim de uma pessoa com FALTA DE CARÁTER.

Eu quero distância de um indivíduo assim, que apoia uma organização criminosa liderada por assassinos.

Quem não sente VERGONHA de ser petista ou sentir simpatia pelo partido, ao apoiar esse partido de bandidos, é um oligofrênico, que sofre de uma idiotia, ou uma pessoa com valores morais deturpados, que se tivesse a chance não hesitaria em nos ROUBAR ou até nos MATAR, se fosse necessário, pela “causa”.

Não há nada mais urgente no país do que FECHAR o PT, e cassar o seu registro como partido político.

URGENTE. É para ontem. Pela pacificação social. Pela proteção da sociedade e das instituições.

Guillermo Federico Piacesi Ramos

Advogado
Fonte: Jornal da Cidade Online

Onze dos 26 setores da indústria tiveram crescimento em setembro, diz IBGE

Sábado, 02 de Novembro de 2019 


por Diego Garcia | Folhapress
Foto: Arquivo / Agência Brasil

Puxada pela produção de veículos automotores, a indústria registrou o segundo mês seguido de taxa positiva em setembro, com variação de 0,3%, informou nesta sexta-feira (1) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Porém, o crescimento foi na minoria dos setores analisados. Apesar do segundo mês consecutivo de crescimento na indústria, algo que não acontecia desde março e abril de 2018, os números ainda são puxados por poucos setores, o que não é o ideal, segundo o IBGE.

"Esse crescimento da indústria está concentrado em poucas atividades: 11 das 26 mensuradas pela pesquisa. O ideal é que atinja um número maior de setores", disse o gerente da pesquisa, André Macedo. A influência positiva mais importante foi em veículos automotores, reboques e carrocerias, com 4,3% registrados, revertendo um recuo de 2,4% no mês anterior. A mudança no setor de veículos pode ser explicada pelo aumento da demanda doméstica, após um mês anterior de perda da exportação para a Argentina.

Móveis (9%), confecção de artigos do vestuário e acessórios (6,6%), produtos de metal (3,7%), bebidas (3,5%), equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (3,0%) e produtos de borracha e de material plástico (1,4%) também tiveram impactos positivos.

Por outro lado, reduziram a produção os ramos de impressão e reprodução de gravações (-28,6%), produtos do fumo (-7,7%), produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-4,6%), máquinas e equipamentos (-2,8%), indústrias extrativas (-1,2%), coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-0,8%) e outros. Três das quatro grandes categorias econômicas ainda mostraram expansão na produção de setembro. Registraram expansão as categorias de bens de consumo duráveis (2,3%), bens de consumo semi e não-duráveis (0,5%) e bens intermediários (0,2%).

Em contrapartida, o setor de bens de capitais apresentou queda de 0,5%, a única taxa negativa do período, comportamento que vem desde junho de 2019, com perda de 1,3% no período. De acordo com o IBGE, nos nove meses de 2019, o setor industrial acumulou queda de 1,4%, mostrando redução na intensidade de perde em comparação com agosto. No período, os registros mostraram resultados negativos em 1 das 4 grandes categorias econômicas, 15 dos 26 ramos, 44 dos 79 grupos e 54,3% dos 805 produtos pesquisados, de acordo com o IBGE.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, a indústria cresceu 1,1%, com resultados positivos em 13 dos 26 ramos pesquisados, mas setembro de 2019 teve dois dias úteis a mais. O crescimento também foi registrado em todas as grandes categorias econômicas, 46 dos 79 grupos e 51,9% dos 805 produtos pesquisados pelo IBGE. Já na análise referente ao terceiro trimestre de 2019, a indústria recuou 1,2%, mesmo comportamento negativo observado em igual período de 2018, quando registrou queda de 1,3%.

Suspeito no caso das manchas de óleo, navio grego carregou 1 milhão de barris de petróleo

Sábado, 02 de Novembro de 2019 

Foto: Divulgação/Kpler

Suspeito no caso das manchas de óleo nas praias do Nordeste, o navio grego Bouboulina carregou 1 milhão de barris do petróleo tipo Merey 16 cru no Porto de José, na Venezuela, no dia 15 de julho, segundo o G1.

De acordo com a publicação, zarpou no dia 18 com destino à Malásia. A embarcação Bouboulina teria passado a oeste da Paraíba em 28 de julho e as primeiras manchas de óleo apareceram em praias de Conde, no estado, em 30 de agosto.

Os investigadores estimam que, ao todo, 2,5 mil toneladas de óleo foram derramados no oceano pelo navio Bouboulina. A Polícia Federal ainda não sabe, entretanto, se o houve um acidente ou vazamento do navio.

Número de queimadas na Amazônia no mês de outubro é o menor desde 1998

Sábado, 02 de Novembro de 2019 

por Phillippe Watanabe | Folhapress
Foto: Reprodução / G1

A Amazônia teve o outubro com menor número de queimadas desde o início do monitoramento. O Programa Queimadas do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) registrou 7.855 focos de incêndio no bioma.

Anteriormente, 1998, com 8.777 focos, liderava a lista de outubros com menor taxa de queimada, seguido por 2011.

As queimadas na Amazônia criaram uma crise internacional de imagem para o governo Jair Bolsonaro (PSL) durante o mês de agosto. Até aquele momento, o país apresentava o maior número de queimadas.

O fogo levou à manifestação pública do presidente francês, Emmanuel Macron, e um início de atrito entre esse e o governo brasileiro. Bolsonaro chegou a ofender em redes sociais a esposa de Macron. Depois disse não ter feito a ofensa.

A França chegou a afirmar que Bolsonaro mentiu ao assumir compromissos em defesa do ambiente na cúpula do G20 (grupo das economias mais desenvolvidas).

Pouco antes da crise das queimadas, o aumento nas taxas de desmatamento na Amazônia também foram motivo de críticas internacionais. 

Os dados de desmate levaram o governo a atacar o Inpe, instituto responsável pelas informações. Os ataques públicos levaram à demissão, no início de agosto, de Ricardo Galvão, então presidente do instituto, fato que também fez com que a atenção internacional se voltasse para o país.

Os questionamentos internacionais culminaram em ameaças de colocar fim ao acordo comercial entre Mercosul e União Europeia, e de boicote de produtos brasileiros.

Como reação, o governo Bolsonaro instituiu, no fim de agosto, um decreto de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) que autorizava uso das Forças Armadas para combater os incêndios na floresta.

Faturamento da Globo com publicidades do governo cai de R$ 400 mi para R$ 170 mi

Sábado, 02 de Novembro de 2019

Foto: Reprodução / TV Globo


No primeiro ano do governo Bolsonaro, a Rede Globo deve arrecadar em campanhas publicitárias de estatais e ministérios uma quantia entre R$ 150 milhões e R$ 170 milhões. O faturamento é menos da metade dos valores adquiridos em 2018, no último ano do governo Temer, quando a emissora dos Marinho alcançou a cifra de R$ 400 milhões com publicidades. 

De acordo com o jornalista Daniel Castro, do Notícias da TV, conforme informações obtidas por especialistas do mercado publicitário, a relação conflituosa do presidente com o Grupo Globo é um fator que irá contribuir com a redução do faturamento específico. Além disso, chama a atenção ao fato de que o valor previsto para esse ano poderia ser ainda menor, já que o Banco do Brasil firmou contrato de R$ 79 milhões com a Globo antes da posse de Jair Bolsonaro. 

Ao fazer uma comparação de valores, mesmo no ano de 2018, os 400 milhões faturados em campanhas do governo representou apenas 4% do total dos lucros obtidos pela Globo em todas as áreas. No ano passado, o faturamento total de mercado da platinada foi de R$ 10,060 bilhões. 

As tensões entre a figura do presidente e a maior emissora de televisão do país se intensificaram nos últimos dias, por conta de um furo de reportagem obtido pelo canal carioca. A Globo divulgou em seus principais noticiários a citação do nome de Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco. Em resposta, a autoridade ameaçou o corte de verbas das publicidades do governo que seriam destinadas a platinada. 

"Tava muito bom com governos anteriores, mamavam bilhões de estatais, publicando balancetes de estatais, de bancos oficiais, anunciando no nome de vocês. Acabou essa mamata, não tem dinheiro público para vocês, acabou a teta, vão ficar me infernizando até quando?”, declarou o presidente. Em resposta, a Globo afirmou que “não depende nem nunca dependeu de verbas de governos, embora a propaganda oficial seja legítima e legal”.

'Quem não reza a cartilha do Amoedo, ele boicota', diz Salles sobre suspensão no Novo

Sábado, 02 de Novembro de 2019

Foto: Reprodução / GloboNews


Ricardo Salles ministro do Meio Ambiente, afirmou nesta sexta-feira (1) durante entrevista para a rádio Jovem Pan que o presidente do Novo, João Amoêdo,"boicota" quem "não reza" sua cartilha.

O Novo anunciou nesta quinta-feira (31) a suspensão temporária da filiação do ministro Ricardo Salles. A suspensão valerá até julgamento em definitivo de denúncia apresentada à comissão de ética da legenda.

O ministro foi ao estúdio da rádio vestindo a camisa do partido. Perguntado se alguém estava puxando "seu tapete", o ministro respondeu: "Quem não reza a cartilha do Amoedo, ele boicota. Essa é a verdade", afirmou Salles.

Salles vai a julgamento, segundo o estatuto do Novo, por "risco de dano grave e difícil reparação à imagem e reputação" da legenda". A data deste julgamento não foi informada.

O ministro ressaltou que o partido "tem bons princípios e boas regras no sentido de moralizar a vida partidária" e que isso foi um dos motivos que o fez se filiar à legenda.

Salles afirmou, ainda, que o partido "dá bons exemplos" e tem "boas posturas" nas questões políticas, mas que a sigla "não pode ter dono", e um diretório nacional "para chancelar tudo o que o dono quer".

Bolsonaro diz que pretende fazer saída para o Pacífico a partir do Acre

Sábado, 02 de Novembro de 2019 

Foto: Adriano Machado/Reuters

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse, nesta sexta-feira (1), que pretende investir os US$ 10 bilhões prometidos ao Brasil pela Arábia Saudita em obras de infraestrutura, especialmente ferrovias, “para mudar nosso modal de transporte”. “Pretendemos, quem sabe, fazer a saída para o Pacífico, partindo do Acre”, afirmou.

Segundo Bolsonaro, o investimento ocorreu após retomada da confiança no Brasil. “O príncipe herdeiro da Arábia Saudita investiu US$ 200 bilhões no mundo. Zero na América do Sul. Por quê? Não vou perguntar para ele. Foi por falta de credibilidade” comentou.

Opep

Bolsonaro disse que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, argumentou que há prós e contras em aceitar convite para entrar na Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo). Segundo o presidente, eles irão tratar do assunto na próxima semana.


Estadão

Aeroporto da Grande Natal começa a operar voo direto para Amsterdã

Sábado, 02 de Novembro de 2019


Voo atenderá a alta temporada de verão com partidas e chegadas aos domingos e quintas-feiras até março de 2020. Fotos: Wendell Jefferson

O Rio Grande do Norte e a Holanda agora estão separadas por apenas algumas horas de voo. O terminal potiguar dará início a operação do voo charter direto para a capital holandesa, Amsterdã, no próximo domingo, dia 3 de novembro. O voo será operado pela companhia aérea turca Corendon Airlines.

A operação do 737-800 acontecerá todos os domingos, chegando ao Aeroporto de Natal às 15h35 e partindo às 16h35. A partir do dia 19 de dezembro a companhia aérea aumenta a frequência incluindo voos também às quintas-feiras, nos mesmos horários de chegada e partida. O avião tem capacidade para 160 passageiros e a previsão do tempo de voo é de cerca de 9h.

O voo charter, ou seja, temporário, fará a última operação no Aeroporto de Natal em 29 de março de 2020. Mas existe a possibilidade de ampliarem a permanência da frequência de acordo com a demanda.

Natal é a cidade brasileira mais próxima da Europa, por isso seu potencial para receber frequências diretas para o continente. A expectativa de Ibernon Martins, superintende do Aeroporto de Natal, é uma movimentação ainda maior, principalmente na alta temporada. “Estamos prontos para receber os turistas europeus. Natal tem diversas oportunidades de turismo e cheio de belezas naturais. Nossa equipe está pronta para recepciona-los, assim como as nossas praias”, diz.

Os passageiros do primeiro voo serão recepcionados com música, água de coco, bailarinos e brindes em ação promocional organizada pelo Aeroporto de Natal, Corendon, Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), Secretaria de Turismo do Estado do Rio Grande do Norte e o trade turístico do estado. Os turistas já vão desembarcar entrando no clima das férias e da cidade do sol.

O Aeroporto de Natal também tem voo com frequência regular para Buenos Aires, na Argentina e Lisboa, em Portugal.

Fonte: Blog do BG

“Situação nas universidades federais vai melhorar muito nos próximos anos”, diz ministro da Educação

Sábado, 02 de Novembro de 2019

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Às vésperas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado nos próximos domingos, 3 e 10 de novembro, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, diz que não prevê novos bloqueios de verba e que está otimista com o futuro das universidades federais do Brasil. “A situação nas universidades federais vai melhorar muito nos próximos anos”, afirmou no Programa Revista Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

O Enem é uma das principais portas de entrada para o ensino superior no Brasil. Atualmente, todas as universidades federais, que são públicas e gratuitas, utilizam o Enem como forma de ingresso, seja exclusiva, seja associada a processos seletivos próprios.

“Para o ano que vem, o orçamento das universidades está mantido. Integralmente mantido”, afirmou, Weintraub. Neste ano, as instituições de ensino federais tiveram, no total, um bloqueio de R$ 2,4 bilhões do orçamento próprio, o que representa, em média, 30% dos recursos discricionários. Esses recursos cobrem despesas de custeio como gastos com água, energia elétrica, aquisição de materiais de consumo e outras prestações de serviço.

Os recursos foram desbloqueados neste segundo semestre. Este mês foi feita a última liberação e o orçamento foi totalmente recomposto. “A lei é uma lei correta, obriga que se segure a despesa enquanto a receita não vem. Não se pode gastar por conta, como numa família”, avalia o ministro.

O orçamento para o ano que vem está ainda sendo discutido pelo Congresso Nacional. O planejamento consta do Projeto de Lei 22/2019, o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2020. A Câmara dos Deputados disponibilizou um comparativo entre os orçamentos de 2019 e a previsão inicial para 2020, antes da aprovação de emendas.

O MEC aposta também no Future-se para ajudar a compor o orçamento das federais. Apresentado pelo MEC em julho, o Future-se, entre outras estratégias, cria um fundo para financiar as universidades federais. A intenção é atrair também recursos privados, facilitar processos licitatórios e, com isso, financiar pesquisa, inovação, empreendedorismo e internacionalização nas instituições de ensino. Trata-se de um recurso extra. As universidades seguirão, segundo a pasta, contando com o orçamento público.

Segundo o MEC, 15 das 68 universidades federais manifestaram interesse em aderir ao Future-se, que ainda precisa ser analisado e aprovado pelo Congresso Federal. “A gente deve ter adesão que eu calculo de 50% das universidades e institutos ao Future-se”, estima Weintraub.

Enem 2019

O ministro também destacou na entrevista que o exame está pronto para ser aplicado nos próximos finais de semana. E lembrou os estudantes: “Caneta preta!”. A única caneta aceita para marcação das respostas no exame é a caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente.

Cerca de 5,1 milhões de candidatos estão inscritos para o Enem 2019. A prova é requisito para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada, que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior, o Programa Universidade para Todos, que oferece bolsas em instituições privadas de ensino superior, e o Fundo de Financiamento Estudantil.

Agência Brasil

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055