martins em pauta

sábado, 12 de janeiro de 2019

EMPRESÁRIO É MORTO A TIROS EM JUCURUTU-RN


Sábado, 12 de Janeiro de 2019

Crime aconteceu na manhã deste sábado (12), na zona rural de Jucurutu.

Empresário Henrique Lopes foi morto a tiros no distrito de Barra de Santana, em Jucurutu, RN — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um empresário foi morto a tiros neste sábado (12) em uma estrada de terra que liga a cidade de Jucurutu, no Seridó potiguar, ao distrito de Barra de Santana, zona rural do município. Henrique Lopes, conhecido na região por Henrique de Barra de Isaias, era dono de postos de combustíveis e agropecuarista.
De acordo com a polícia, ele passava de carro pela estrada, quando foi assassinado. Não há ainda mais informações sobre como aconteceu o crime. Henrique Lopes foi encontrado morto dentro do veículo, com várias marcas de tiros. O automóvel estava parado próximo a uma casa.


Henrique Lopes foi encontrado morto dentro do próprio carro, com várias marcas de tiros — Foto: Rivanildo Júnior

Fonte: Passando na Hora

VÍDEO MOSTRA SUPOSTO TARADO QUE ANDA PERSEGUINDO MULHERES NO CONJUNTO VINGT-ROSADO EM MOSSORÓ.




Na manhã de ontem, 10 de janeiro de 2018, no bairro Vingt Rosado na cidade de Mossoró no Rio Grande do Norte,um homem foi flagrado por câmeras de monitoramento de uma residência praticando atos contra o pudor de uma jovem que trafegava pela via. 
No vídeo é possível ver o momento em que um homem chega em uma motocicleta e para a mesma em um beco que liga uma rua à outra, desce da moto e começa automaticamente a se masturbar.


Duas horas após esse evento uma mulher também relatou ter sido seguida por vários minutos, por diversas ruas por um homem com as mesmas características das do vídeo.
Após o ocorrido no bairro mais duas mulheres relataram ter sido seguidas também por um indivíduo de moto na semana passada.

A polícia pede que se alguém, ao ver essas imagens, identificar este mau elemento por favor denuncie ao 181 ou 190.

Fonte: Passando na Hora

JUSTIÇA DECRETA PREVENTIVA DE MÉDICO WILSON JALES E DOS TRÊS COMPARSAS

Sábado, 12 de Janeiro de 2019
A Justiça de Umarizal homologou o ato de prisão em flagrante e decretou a prisão preventiva do médico Wilson Edino de Freitas Jales, Israel Franco de Oliveira, Júlio Ricardo Neto e Leonardo Rodrigues do Nascimento, pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio em sua forma qualificada, ocorridos perto de Patu.

Os quatro mataram por pura maldade a aposentada Francisca Alves Silva Oliveira, conhecida por Dona Chica, de 68 anos, e tentaram matar o marido dela, Seu Raimundo Nonato de Oliveira, às 5 horas da manhã de terça-feira, dia 9, no trevo de acesso da cidade de Rafael Godeiro a cidade de Patu. “Foi por pura perversidade”, diz o delegado Sandro Régis.

Sandro Régis é o delegado Regional de Patu e conduziu as investigações desde o início em parceria com a Policia Militar. Conseguiram localizar os quatro suspeitos num bar no Centro da cidade de Patu. Estava bêbados e drogados. Na delegacia, três suspeitos confessaram o crime praticado com requintes de crueldade e sem motivação alguma.

O médico Wilson Jales não confessou. Mas os demais envolvidos narraram, em detalhes, que estavam se dirigindo de Mossoró na direção de Patu, quando passaram pelo casal fazendo a caminhada matinal, pararam o carro, o médico desceu e atirou na cabeça da aposentada e ainda teria ficado rindo da senhora morrendo e do marido dela fugindo pelo mato.

O delegado Sandro Régis destacou que além destes três homicídios qualificados, Wilson Jales também está sendo investigado como mandante do assassinato da ex-mulher, a empresária Rita de Cássia Medeiros Dantas (na época tinha 48 anos), no dia 15 de fevereiro de 2015, em Messias Targino. Este crime foi na fazenda da família.

Os três suspeitos presos narraram também que o médico Wilson Jales teria encomenda a vida de outras três pessoas:
1 – O motorista de ambulância Adolfo Maia, de 38 anos, assassinado no dia 6 de outubro de 2017, quando este brincava com os filhos na calçada de casa na cidade de Patu.

2 – O agricultor Rawlinson Rousseau Monteiro Carlos Godeiro, na época com 42 anos, assassinado no dia 25 de julho de 2018, numa estrada de acesso a cidade de Patu.
3 – O homicida/assaltante Davi Lucas de França Melo, de 19 anos, assassinado no dia 23 de outubro de 2018, na praia de São Cristóvão, em Areia Branca.

No caso de Davi Lucas, os comparsas de Wilson Jales narraram que este foi assassinado em Areia Branca porque juntamente com outro pistoleiro não teriam conseguido assassinar o delegado Sandro Régis, de Patu.

No dia, a Policia conseguiu abortar o plano e pistoleiros abandonaram um Fiat Uno e fugiram quando a polícia se aproximou. Este caso quem tomou conhecimento primeiro e adotou providências foi o delegado municipal Paulo Nilo, de Patu.

O médico Wilson Jales teria mando matar o delegado Sandro Régis, porque este havia o prendido por posse de arma de fogo em 2015 e por está investigando o assassinato de Rita de Cássia, Adolfo e Rousseau, tendo Wilson Jales como principal suspeito.
Com base nestas narrativas e também de várias outras testemunhas, o delegado Sandro Régis pediu a prisão preventiva dos quatro em seu relatório da prisão em flagrante pelo assassinato de Dona Chica e pela tentativa de assassinato contra Seu Nonato.

O pedido do delegado recebeu o parecer positivo do Ministério Público Estadual. No final da manhã desta sexta-feira, 11, a Justiça de Umarizal decidiu por homologar a prisão em flagrante e por decretar a prisão preventiva dos quatro: Wilson, Leonardo, Israel e Júlio.

O delegado disse que agora vai concluir as outras investigações, seguindo os passos narrados por Leonardo, Israel e Júlio, bem como outras testemunhas, e também remetê-los a Justiça.

Por serem perigosos, vão aguardar julgamento da sociedade de Umarizal ou em outra comarca que tenha segurança presos.


Mossoró Hoje / Passando na Hora

URGENTE! Bolsonaro sanciona lei que cassa CNH de condenados por 5 tipos de crime

Sábado, 12 de Janeiro de 2019


Motoristas que usarem veículo para cometer delitos de contrabando, furto, roubo, descaminho e receptação serão proibidos de obter carteira por 5 anos.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionou nesta sexta-feira, 11, a lei que determina a cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de condenados pelos crimes de contrabando, furto, roubo, descaminho e receptação e que tenham utilizado veículo nos delitos. O texto, que modifica o Código de Trânsito Brasileiro, foi publicado no Diário Oficial da União.

De acordo com a lei, se o condutor for condenado por um desses crimes em decisão judicial transitada em julgado, isto é, contra a qual não caiba mais recurso, terá a sua CNH cassada ou será proibido de obter a habilitação para dirigir um veículo por cinco anos. Depois do prazo, o texto permite novo pedido de habilitação, desde que o condutor faça todos os exames necessários previstos no Código de Trânsito.

Ainda conforme o texto, se o motorista for preso em flagrante praticando qualquer um desses crimes, um juiz poderá determinar “a suspensão da permissão ou da habilitação para dirigir veículo automotor, ou a proibição de sua obtenção”.

O Projeto de Lei 1530/15, do deputado Efraim Filho (DEM-PB), foi apresentado ao plenário no primeiro semestre de 2015 mas só foi aprovado na Câmara dos Deputados no fim do ano passado, no dia 13 de dezembro. (Veja)

Operação Lei e Ordem: Justiça no RN sequestra valores de contas bancárias usadas por traficantes

Sábado, 12 de Janeiro de 2019

Além dessa medida, também foram convertidas as prisões em flagrante dos cinco conduzidos em preventivas


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) obteve decisão favorável na Justiça potiguar em pedidos relacionados à Operação Lei e Ordem, deflagrada em 21 de dezembro do ano passado, em Angicos. O Juízo plantonista da comarca de Lajes homologou o auto de prisão em flagrante e converteu as prisões de cinco pessoas em preventivas. Também foi deferido o sequestro de valores depositados em três contas bancárias de pessoas suspeitas de envolvimento com o grupo que está preso, como forma de combater a lavagem de dinheiro obtido com o tráfico de drogas na comunidade angicana.

Paulo Geferson Silva Evaristo da Costa, Maria Laise Dantas Jota, José Carlos dos Santos, João Paulo da Silva Melo e Maria do Socorro Batista foram presos em flagrante – juntamente com um adolescente de 16 anos.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos um revólver calibre 38, um simulacro de fuzil, cerca de 1 quilo de maconha e quatro motocicletas. Todos são suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A operação Lei e Ordem é fruto de um trabalho investigativo realizado pelo MPRN, através da Promotoria de Justiça de Angicos, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Militar, após a percepção do aumento no número de crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas na cidade.

A Promotoria de Justiça de Angicos permanece à disposição da população, para receber notícias de fatos criminosos, registrando que o combate ao tráfico de drogas, à lavagem de dinheiro e a crimes contra o patrimônio permanecerão sendo prioridades do MPRN em 2019.

As notícias de crimes também poderão ser comunicadas através do Disque Denúncia 127 do MPRN, que funciona como um canal direto para denúncias de crimes em geral. Basta o cidadão ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

Fonte: Blog do BG

Decreto da posse de armas será editado até o dia 15, diz ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni

Sábado, 12 de Janeiro de 2019

Decreto incluirá apenas a posse, e não o porte, que autoriza a pessoa a circular com a arma – Arquivo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar, até a próxima terça-feira (15), o decreto que regulamenta a posse de armas de fogo no Brasil, informou o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O ministro fez a afirmação após a cerimônia de posse do novo comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, em Brasília, na qual estavam o presidente Jair Bolsonaro e várias autoridades federais.

Segundo o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que foi recebido há quatro dias pelo presidente Bolsonaro, o texto deve incluir anistia a portadores de armas irregulares, permitindo que o cidadão que tem arma em casa, sem registro ou com o documento vencido, faça o recadastramento.

De acordo com Fraga, o decreto também deve acrescentar um dispositivo que vai tirar do delegado da Polícia Federal o poder de decidir se a pessoa poderá obter a posse, além de elevar o prazo do registro da arma de três para 10 anos.

Fraga acrescentou que o decreto deverá ainda suprimir a necessidade comprovada para obtenção de posse de arma de fogo. Segundo o deputado, bastará o cidadão informar o motivo pelo qual deseja ter uma arma em casa. A justificativa não será mais um impeditivo.

A legislação é clara ao distinguir posse e porte de arma. A posse de arma de fogo, tratada no futuro decreto, permite ao cidadão ter a arma em casa ou no local de trabalho. O porte, que não será contemplado nesse decreto, diz respeito à circulação com arma de fogo fora de casa ou do trabalho.

Agência Brasil

Vereador passa por cima de carro parado sobre faixa de pedestre

Sábado, 12 de Janeiro de 2019

Homem se deparou com carro que interrompeu a passagem no Centro de São Bento do Sul e diz ter tomado atitude ato como protesto.


Um vereador passou por cima do capô de um carro em São Bento do Sul, no Norte catarinense, que estava parado na faixa de pedestre na terça-feira (8). As câmeras de segurança da Polícia Militar registraram o momento (assista no vídeo acima).

O caso ocorreu na Rua Felipe Schmidt, no Centro da cidade, por volta das 15h. O pedestre é Daguimar Nogueira, de 57 anos, que atua no Legislativo do município pelo PSB.

O parlamentar conta estava atravessando a rua em direção ao estacionamento de um supermercado. Ao se deparar com o carro parado na faixa de pedestre, resolveu passar por cima do veículo.

"Foi uma atitude impulsiva e instintiva. Uma forma de fazer um protesto", disse Nogueira. Pelas imagens, o carro ainda tenta arrancar com o homem em cima. O vereador diz que seguiu pela faixa sem olhar para trás.

"Atravessam tantos direitos do cidadão brasileiro, que isso é só a ponta do iceberg", afirmou o vereador. Ainda segundo ele, no município não é comum carros pararem em cima da faixa de pedestre.

O carro é de uma empresa chamada Grupo Makena. Em nota, o setor de logística da companhia informou que está "apurando possíveis responsabilidades pela infração de trânsito mostradas nas imagens".

Com informações do portal G1/SC
Vídeo YouTube

Gilberto Gil terá que devolver R$ 1 milhão da Lei Rouanet

Sábado, 12 de janeiro de 2019


Gilberto Gil terá que devolver R$ 1 milhão devido a problemas de prestação de contas em um projeto de 2010.

A produtora do cantor e ex-ministro de Lula perdeu o último recurso, portanto a decisão é final.

O projeto em questão foi o CD e DVD “Gil + 10” que contou com a participação de Milton Nascimento, Mart’nália, Dona Ivone Lara e outros artistas, e foi realizado em 2010, no entanto, no ano de 2017 o projeto teve as contas reprovadas, e os recursos perduraram até esta semana. A quantia captada na época foi de R$ 800 mil, mas o valor atualizado já chega na casa do milhão.

Informação da Agencia Caneta.

E se Haddad fosse eleito presidente da República...

Sábado, 12 de Janeiro de 2019


Em um universo paralelo, Fernando Haddad é o presidente do Brasil; e ele foi ontem à posse de Nicolás Maduro, com uma grande comitiva, incluindo o ministro da justiça, Renan Calheiros, o ministro da educação, Lindbergh Farias, o ministro da habitação, Guilherme Boulos, o ministro da cultura, Jean Wyllys e a ministra da Mulher, Direitos Humanos e Promoção Social, Dilma Rousseff.

Também foi acompanhado do ex-presidente Lula, solto por um habeas corpus concedido pelo ministro Marco Aurélio Mello horas após a posse. O ativista italiano Cesare Battisti acompanhou a delegação como convidado especial da Presidência.

Em Caracas, Haddad uniu-se aos chefes de estado de Cuba, Bolívia, El Salvador e Nicarágua, os únicos a prestigiarem a cerimônia. Mas quem roubou a cena foi mesmo Lula que, em um discurso emocionado, enalteceu os avanços sociais na Venezuela e a coragem de Maduro, na "defesa intransigente da democracia e da soberania nacional".

No Brasil, a presidenta em exercício Manuela d'Ávila aproveitou para assinar o decreto que institui o 1º de Janeiro como o "Dia do Lula Livre" e abriu o Palácio do Planalto para movimentos sociais, como o MST, a Via Campesina, associações LGBT, além de cantores de funk, grafiteiros, artesãos e grupos de dança de rua, que promoveram um grande sarau.

Enquanto isso, na internet, em uma live transmitida da garagem de sua casa, o ex-deputado e ex-candidato à Presidência, Jair Bolsonaro, protestou veementemente contra o que classificou como "uma vergonha mundial para o Brasil".

No Twitter, apoiadores de Bolsonaro dividiram-se entre os inconformados que culpam uma suposta fraude na eleição ocasionada pelas urnas eletrônicas, e os que jamais perdoaram os eleitores de Geraldo Alckmin e João Amoêdo.

A hashtag >#Bolsonaro2022 chegou ao primeiro lugar nos Trending Topics mundiais.

(Texto de Fábio Pegrucci).

Dirceu falhou na missão e carnaval será na cadeia

Sábado, 12 de Janeiro de 2019


O julgamento de um recurso denominado Embargos Infringentes pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que é o que dá sustentação a esdrúxula liminar concedida pelo ministro Dias Toffoli, deve ocorrer no próximo mês.

A previsão para o julgamento é do próprio Roberto Podval, advogado do petista.

Os tais embargos irão decidir a questão da dosimetria da pena no processo em que Dirceu foi condenado a mais de 30 anos de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Após o julgamento, perde o efeito a liminar e a prisão deve ser novamente decretada.

A bem da verdade, solto por Toffoli com a chancela de Gilmar e Lewandowski, José Dirceu não obteve êxito em sua missão.

Haddad foi derrotado.

Assim, o xilindró o aguarda, bem próximo de seu comparsa Lula.

Fonte: Jornal da Cidade Oline

Hospital A. Einstein ingressa com queixa-crime e ação indenizatória contra José de Abreu

Sábado, 12 de Janeiro de 2019


O ator José de Abreu, que mesmo na terceira idade continua inconsequente e irresponsável, vai enfrentar pesadas ações judiciais propostas pelo hospital israelita Albert Einstein, tanto na esfera criminal, quanto na esfera cível.

O ator em seu Twitter, acusou o Mossad, serviço secreto israelense, de ter tramado e executado um atentado falso a Bolsonaro, com a cumplicidade do hospital.

O insano, estabeleceu como prova para a sua assertiva a vinda ao Brasil para a posse de Bolsonaro do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

Percebendo a bobagem e o risco de mais esta ‘cusparada’, Zé retirou o post. Já era tarde, o crime já havia ocorrido e o hospital já havia decidido processá-lo.

O ator atribuiu comportamento criminoso na conduta do 'Einstein' e terá que responder pela infâmia.

Segundo Carlos Brickmann, editor do site Chumbo Grosso, “ainda nesta semana o Einstein entra com queixa-crime, por difamação, contra José de Abreu. Propõe também ação civil de reparação de dano moral, sendo a indenização destinada a obras beneficentes. Na ação civil, os advogados do Einstein são Hilton e Décio Milnitzki. Na criminal, o caso está com o escritório de Carlos Kauffmann”.


da Redação

Fonte: Jornal cidade Online

Revista IstoÉ escancara nuances do triângulo Lula, Marisa e Rose Noronha, a amante

Sábado, 12 de Janeiro de 2019



A revista IstoÉ traz à tona o inferno astral que ora vive Rosemary Noronha, que segundo a reportagem, viveu um relacionamento amoroso com Lula durante 19 anos.
“Rosemary Noronha submergiu. Não se apresenta à Justiça a cada 15 dias, contrariando ordem judicial, e despista oficiais que tentam intimá-la em sua residência. Mais magra, sem dinheiro e sob o risco de perder um imóvel, a ex-amante de Lula quebra o silêncio e diz à ISTOÉ ser apenas um “peão” e uma assessora de bastidor.”
A ex-amante do petista vive uma vida de fuga constante, despistando oficiais de Justiça e imprensa.
“Rosemary Nóvoa Noronha, a ex-amante de Lula, foge dos oficiais de Justiça como o diabo da cruz. Ninguém consegue intimá-la desde 2017 (...).”
“Ela deveria se apresentar à Justiça de 15 em 15 dias, por conta de medidas cautelares adotadas contra ela pela juíza Adriana Freisleben de Zanetti, da 5ª Vara Federal, de São Paulo, mas não cumpre o determinado. Ela foi proibida pela Justiça também de exercer qualquer cargo público e de se ausentar do País sem autorização judicial. Ao menos essa determinação, ela está cumprindo. Afinal, só deixa apartamento de cobertura do Sagarana, onde mora desde o início dos anos 2000, para despistar as autoridades.”
A revista conseguiu colher algumas revelações de Rose por acaso, segundo explica a reportagem.
“Rose, como é conhecida, também se nega a dar entrevistas. Depois de muita insistência, ligou para a reportagem da ISTOÉ. Mas para reclamar que o fotógrafo da revista fazia campana na porta do seu edifício. Durante a conversa, desabafou (...).”
Rose sustenta que não foi amante de Lula e que não exercia grande influência no governo.
“Rose mente que nem sente, como diz o adágio popular. A ex-secretária da Presidência em São Paulo – sabe-se – não é irrelevante. Ela já foi muito poderosa – também é notório. Quase uma segunda primeira-dama. Por dezenove anos foi de fato amante de Lula. O petista conheceu Rose quando era presidente nacional do PT e ela uma funcionária de agência do Banco Itaú, no centro de São Paulo. Lula ia com frequência à agência, encantando Rose, que “passou a fazer recortes dos jornais em que Lula aparecia e a guardar o material em caixas de papelão”, como recorda sua irmã, Sônia Maria Nóvoa. “Ela me dizia que um dia ainda seria namorada de Lula”. Em 1993, Lula ascendeu Rose à secretária na sede nacional do PT. A partir daí, Rose e Lula viveram um romance tórrido. Ao alcançar o poder, em 2003, Lula nomeou Rose como assessora especial em São Paulo. Nessa condição, Rose passou a viajar mundo afora no jato da Presidência da República, sempre ao lado de Lula. Enquanto isso, Marisa Letícia, a primeira-dama oficial, era alijada das comitivas internacionais.”
Numa outra matéria, IstoÉ conversa com Sônia Maria Nóvoa, irmã de Rose Noronha, que revela sua apreensão com a possibilidade de perder o imóvel em que reside – também registrado no nome de Rose.
Sônia conta detalhes do triângulo amoroso vivenciado por Lula, Marisa e a irmã. Veja abaixo alguns trechos:
Como foi a aproximação com Lula?
Foi em 1993. Lula era presidente nacional do PT. Ele freqüentava a agência onde Rose trabalhava. Um dia a Rose me disse: eu ainda vou namorar o Lula. Ela recortava tudo o que a imprensa falava do Lula e guardava em caixas. Foi assim que Lula a convidou para ser secretária na sede nacional do PT. Ele a chamou na sede da Fundação Perseu Abramo e fez o convite para trabalhar no PT. Acabaram virando amantes. Lula era casado com dona Marisa e a Rose com o José Claudio.
Ela deixou o Itaú para seguir Lula e o PT?
Na campanha de 1994 para presidente, Rose acabou entrando. Depois em 1995, Lula deixou a presidência do partido e o José Dirceu assumiu, mas Rose permaneceu como secretária da Presidência. Rose seguia Lula para todo canto. Eu ia tomar café com a Rose e ela sempre estava na sala do Lula, junto com o Zé Dirceu, com o Okamoto e com o padre (Gilberto Carvalho).
E a dona Marisa, não desconfiava?
Ela sempre dizia que não gostava ‘dessa assessora do Lula’.
E como foi quando Lula se elegeu presidente em 2002?
A Rose participou ativamente da campanha. Depois, Lula a nomeou assessora especial no escritório da Presidência em São Paulo. Eu saia com eles várias vezes em São Paulo, principalmente nos hotéis em que o Lula ficava hospedado quando vinha para cá.
Sabe-se que a Rosemary acompanhava Lula em todas as viagens para o exterior. Como isso era possível?
A Rose viajou com Lula o mundo inteiro. A Marisa não ia nas viagens internacionais.
Mas dona Marisa acabou descobrindo…
Isso só depois de 2006, quando Lula a nomeou chefe de gabinete do escritório de São Paulo. Ela proibiu que a Rose acompanhasse Lula e passou a viajar com o presidente. Como a Rose fazia muitas cirurgias plásticas, usava botox, a Marisa disse que também queria fazer e até frequentar o mesmo salão de beleza dela.
Como a senhora sabe que dona Marisa descobriu que sua irmã era amante do Lula?
Ora, nesse tempo a Rose contava as coisas para mim. Ela me chamava para os jantares românticos com Lula. E eu ia. Lá eu até consegui convites para shows do Roberto Carlos e do Roupa Nova. Só pude assistir porque minha irmã me convidava.
Depois do escândalo da Operação Porto Seguro, Lula não quis mais saber de Rosemary?
Eles continuaram se falando por meio do Okamoto (Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula). A pedido de Lula, Paulo Okamoto ajudou Rose a contratar mais de 40 advogados. Agora que Lula foi preso, isso acabou. Ela alega que está sem dinheiro.
A senhora acha que os dois nunca mais se falaram?
Não acredito. Acho que a Rose até já foi visitar o Lula na cadeia em Curitiba, principalmente agora que dona Marisa morreu. Rose e Lula se amavam muito.
da RedaçãoFonte: Jornal da Cidade Online

Ministro Moro garante que não vai faltar cadeia para a bandidagem

Sábado, 12 de Janeiro de 2019

A meta do ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro é fundamentalmente a desarticulação do crime organizado que controla as cadeias e o narcotráfico e o combate vigoroso a corrupção.

Inclusive, nesse sentido, o ministro decidiu criar uma diretoria de inteligência penitenciária, que atuará diretamente na leitura da estratégia das facções criminosa e na identificação de seus líderes.

Por outro lado, um verdadeiro ‘pacote linha dura’ está sendo minuciosamente preparado com o objetivo de asfixiar essas organizações criminosas, mirando o patrimônio dos criminosos. É o que o que a equipe de Moro chama de ‘descapitalização’ das facções.


O objetivo é não dar trégua ao crime organizado, a corrupção e aos corruptos, os males que sangram o país e que se constituem no grande desafio de Moro.

Nessa estratégia de combate ao crime está também a criação de novos presídios, com condições melhores de manter e cuidar dos presos, evitando que sejam cooptados por organizações criminosas.

Paralelamente à construção dos novos presídios federais e estaduais, o Ministério da Justiça vai se empenhar junto ao legislativo, na adoção do chamado ‘plea bargain’, mecanismo utilizado nos Estados Unidos que permite que acusados por crimes confessem os delitos, de modo a receberem redução de pena e permitir que o processo penal seja concluído com rapidez.

A guerra está lançada e Moro escolheu uma grande equipe para o enfrentamento.

A luta é árdua.


da Redação

Fonte: Jornal da Cidade Online

Aposentado do INSS que ganha acima do salário mínimo terá reajuste de 3,43%, maior do que o registrado no ano passado – (+2,07%)

Sábado, 12 de Janeiro de 2019


Os aposentados e pensionistas do INSS que ganham mais que um salário mínimo (R$ 998, em 2019) terão reajuste de 3,43% neste ano, acima do registrado no ano passado (+2,07%). O teto do INSS, valor máximo pago pelo instituto, deve ficar em R$ 5.839,45.

O segurado que recebia R$ 2.000 de aposentadoria em 2018, por exemplo, passará a ganhar R$ 2.068,60, sem considerar o desconto do Imposto de Renda.

O índice usado para reajustar os benefícios acima do piso nacional é o INPC acumulado em 2018, divulgado nesta sexta-feira (11) pelo IBGE. Segundo a Secretaria da Previdência, a portaria que reajusta os benefícios previdenciários deve ser publicada em breve no Diário Oficial da União.

Os segurados que recebem um salário mínimo terão um reajuste maior. O valor mínimo pago nas aposentadorias e pensões segue o piso nacional, que passou de R$ 954 para R$ 998, o que equivale a um aumento de 4,6%.

Novos valores saem no pagamento de janeiro

Segundo a Secretaria da Previdência, os novos valores serão creditados para os segurados do INSS na folha de janeiro, que será paga entre 25 de janeiro e 7 de fevereiro.

As datas de pagamento variam conforme o valor a ser recebido e o número final do benefício, sem considerar o dígito. Por exemplo, se o número é 123.456.789-0, desconsidere o 0 (dígito). O número final é 9.

Para benefícios de até um salário mínimo



Clique aqui para ver o calendário completo de pagamentos de 2019.

UOL

PSOL promove ato em defesa da diplomação de Sandro Pimentel como deputado estadual

Sábado, 12 de Janeiro de 2019

Fotos: assessoria

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) vai realizar na próxima quarta, 16, a partir das 9h, um ato em defesa da diplomação de Sandro Pimentel como deputado estadual. A manifestação acontecerá na praça Sete de Setembro, em frente à Assembleia Legislativa.

Sandro teve a diplomação suspensa a partir da decisão monocrática da então juíza auxiliar Adriana Cavalcante Magalhães Faustino, 24h antes da diplomação oficial dos eleitos no pleito de 2018. Nacionalmente, Sandro é o único parlamentar eleito que não teve o diploma expedido pela justiça eleitoral. Adriana deixou de ser juíza um dia após acatar o pedido de liminar do Ministério Público para suspender a diplomação do parlamentar eleito com 19.158 votos.

“O partido convoca a sua militância, apoiadores e defensores da democracia às ruas para que todos participem desse momento em solidariedade ao companheiro Sandro Pimentel e em defesa da democracia e do voto popular”, afirmou Danniel Morais, presidente da legenda no Rio Grande do Norte.

Sandro é o primeiro parlamentar do PSOL eleito para um cargo na Assembleia Legislativa do RN e se notabilizou, durante seus dois mandatos na Câmara Municipal de Natal, como um defensor dos servidores públicos, dos trabalhadores em geral, da transparência, dos animais e de uma nova forma de fazer política, com um mandato popular. Uma de suas ações mais conhecidas, por exemplo, é prestar contas semanalmente nos ônibus da cidade.

Fonte: Blog do BG

VÍDEO: Presidente do congresso venezuelano pede apoio para assumir Executivo e convocar eleição para substituir Maduro

Foto: Reprodução/Twitter/JuanGuaido
O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, o oposicionista Juan Guaidó, pediu nesta sexta-feira (11) o apoio de cidadãos, dos militares e da comunidade internacional para assumir o comando do Executivo. Para ele, que pretende convocar novas eleições, o poder foi “usurpado” por Nicolás Maduro, que iniciou um novo mandato nesta quinta.
“A Constituição me dá legitimidade para exercer o cargo de Presidência da República, para convocar eleições, mas preciso do apoio dos cidadãos para tornar isso uma realidade”, disse o deputado a algumas centenas de pessoas que se concentraram no leste de Caracas para denunciar a “ilegitimidade” de Maduro.
“Devem ser o povo da Venezuela, as Forças Armadas, a comunidade internacional que nos levam a assumir claramente o mandato que não vamos deixar escapar, que vamos exercer”, acrescentou.
A Assembleia Nacional, de maioria oposicionista, continua funcionando, mas teve seus poderes esvaziados por Maduro quando este convocou uma Assembleia Constituinte, em 2017, para a qual se elegeram apenas seus apoiadores, e que se sobrepõe à outra casa legislativa.
Guaidó pediu que a população se mobilize em todo o país em 23 de janeiro contra o governo de Nicolás Maduro. O oposicionista citou artigos da Constituição que lhe dariam legitimidade para desafiar o atual presidente, empossado sob protestos e forte questionamento da comunidade internacional.
Guaidó disse que a Assembleia Nacional vai seguir a Constituição venezuelana e, nesse sentido, vai assumir “os poderes do gabinete de uma Presidência da República”, ressaltando, no entanto, que um mero decreto não será suficiente para tirar Maduro do poder.
Um dos artigos citados pelo deputado é o 350, que estabelece que “o povo da Venezuela, fiel à sua tradição republicana, à sua luta pela independência, paz e liberdade, não tomará conhecimento de nenhum regime, legislação ou autoridade que contradiga os valores, princípios e garantias democráticos ou mine os direitos humanos”, segundo informa o jornal local “El Universal”.
O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Luis Almagro, um crítico contundente do regime de Maduro, prontamente chamou Guaidó de “presidente interino” da Venezuela no Twitter.
A OEA aprovou nesta quinta uma declaração em que não reconhece a legitimidade do novo mandato de Nicolás Maduro na Venezuela. A aprovação aconteceu logo após Maduro tomar posse.
Em comunicado, o governo venezuelano “rejeita os resultados” da sessão extraordinária do Conselho Permanente da OEA. A nota oficial afirma que Maduro foi “reeleito pelo soberano povo venezuelano” em maio do ano passado.
O governo de Maduro também condenou “as práticas de coerção” utilizadas pelos Estados Unidos na América Latina “para promover sua criminosa campanha de agressão” e “para avançar suas políticas de mudança de regime” no país caribenho.
Eleição questionada
Maduro foi reeleito em maio do ano passado, com quase 70% dos votos, numa eleição que foi boicotada pela oposição, teve alta abstenção e denúncias de fraude.
A coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) se recusou a participar do pleito por considerar o processo uma “fraude” para perpetuar Maduro no poder.
Os dois maiores rivais de oposição já estavam impedidos de concorrer: Leopoldo Lopez está preso, e Henrique Capriles foi impedido de se candidatar a qualquer cargo por um período de 15 anos.
Cerca de 20,5 milhões de eleitores estavam registrados para votar, mas o comparecimento foi de 46% do eleitorado, com um total de 8,6 milhões de votos. Foi uma das porcentagens de participação mais baixa da história venezuelana.
Crise
A Venezuela está mergulhada em uma grave crise política e econômica que obrigou 2,3 milhões de pessoas a deixá-la desde 2015, segundo a ONU.
A crise na Venezuela causou escassez de alimentos e medicamentos e, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), a inflação em 2019 atingirá 10.000.000%.
G1

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055