martins em pauta

sábado, 6 de abril de 2019

MARTINS-RN: LAGOA DO ROSÁRIO SANGRA NA MADRUGADA DE HOJE 06 DE ABRIL DE 2019

Sábado, 06 de Abril de 2019

VEJA FOTOS EXTRAÍDAS DAS REDES SOCIAIS



"Operação Labirinto" prende bandidos de facção criminosa que agia na Capital e no Sertão Central do Ceará


Sábado, 06  de Abril de 2019


Um carro de luxo, R$ 25 mil em espécie, armas e munições, além de diversas prisões. Este foi o resultado da “Operação Labirinto” deflagrada pela Polícia Civil do Ceará nesta quinta-feira (4), em Fortaleza, além de Municípios do Sertão Central. Cerca de 200 agentes – entre delegados e inspetores – deram cumprimento a 133 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão.

As investigações policiais que desaguaram na “Operação Labirinto” visaram à desarticulação de um “braço” de uma facção criminosa que agia na Capital e nos Municípios de Quixeramobim, Milhã, Canindé, Baturité e Senador Pompeu. Para isso, a Polícia Judiciária contou com o apoio do Ministério Público Estadual (MPE) e da Justiça, que autorizou a quebra de sigilo telefônico dos “cabeças” da organização criminosa.

Coletiva

Ontem, durante o cumprimento das ordens judiciais, foram mobilizadas equipes de delegados, inspetores e também escrivães, além de viaturas dos departamentos de Polícia da Capital (DPC), Metropolitana (DPM), dos Interiores Norte e Sul (DPIs Norte e Sul), de Polícia Especializada (DPE) e Técnico Operacional (DTO).

Na manhã desta sexta-feira (5), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deverá realizar uma entrevista coletiva para dar detalhes da operação.


Fonte: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro

Sobradinho: Mais de 50 mil pés de maconha são encontrados em ilha

Sábado, 06 de Abril de 2019 

Foto: Divulgação / SSP-BA


Cinquenta e dois mil pés de maconha foram encontrados na Ilha Idalina, no Lago de Sobradinho, norte da Bahia, na quinta-feira (4). Na ação, também foi localizado um motor que era usado na irrigação da erva. A plantação foi encontrada por equipes das Companhias Independentes de Policiamento Especializado Caatinga e 96ª de Polícia Militar de Sobradinho.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), a plantação, com mudas de 30 cm e ainda em fase de desenvolvimento, renderia em fase final cerca de cinco toneladas e aproximadamente R$ 3,5 milhões. A erva era irrigada por gotejamento, com o apoio de um motor a gasolina, de marca Motomil, modelo 340, com capacidade para 8,1 Kw.


Foto: Divulgação / SSP-BA

De acordo com a polícia, o local foi escolhido pelos criminosos devido à facilidade para manutenção da lavoura e dos obstáculos para o acesso da polícia. “Utilizamos um drone, mas não conseguimos visualizar a área. Foi preciso a utilização de três barcos para que se percorresse as margens do lago até identificar a tubulação de irrigação”, explicou o comandante da Cipe/Caatinga, major Adriano Souza Dias.

Camaçari: Operação da PF localiza laboratório de refino de drogas e prende quatro pessoas

Sábado, 06 de Abril de 2019 

Foto: Divulgação / Polícia Federal

A Polícia Federal (PF), em operação conjunta com a Polícia Militar da Bahia, localizou um laboratório de refino de drogas em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na quinta-feira (4). Na ação, três homens e uma mulher que estavam no local foram presos.

Segundo a PF, a partir de informações recebidas, a polícia passou a acompanhar a movimentação de um taxista de Salvador, supostamente envolvido com o tráfico de drogas. Em determinado momento, ele se deslocou a um sítio na localidade de Monte Gordo, em Camaçari, sendo seguido pelos policiais, que, sobre o muro da propriedade, conseguiram visualizar o taxista, acompanhado de mais dois homens e uma mulher, descarregando sacos contendo uma substância branca e também uma balança. Percebendo a movimentação da polícia, um dos homens tentou fugir, mas foi capturado por policiais que cercavam o sítio. O suspeito admitiu a existência de drogas na propriedade.

No local, foram encontradas estufas, prensas, balanças e grande quantidade de produtos químicos destinados ao preparo e “batismo” dos entorpecentes. Ainda de acordo com a PF, os agentes apreenderam cerca de 10 kg de cocaína e mais 100 kg de insumos, que seriam misturados à droga. Também foi apreendida, com um dos suspeitos, uma pistola calibre 22 e munição.

Os quatro suspeitos responderão pelos crimes de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. Um deles também responderá pela posse ilegal de arma.

Inep e gráfica que imprimia Enem são suspeitos de direcionar licitações

Sábado, 06 de Abril de 2019

Foto: Reprodução / IstoÉ

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e a gráfica que imprimia o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são suspeitos de cometer irregularidades para garantir que a empresa fosse a única a imprimir o exame. Nesta semana, a RR Donnelley declarou falência.

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, denúncias apontam que funcionários do Inep operavam o direcionamento da licitação a pedido de representantes da RR Donnelley. Os contratos anuais custam mais de R$ 120 milhões.

De acordo com a publicação, um relatório de auditoria técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou, em 2018, que não houvesse “excesso de rigor” nas exigências da licitação. O órgão entendeu que isso restringia a competição porque apenas a RR Donnelley poderia participar. Além disso, o TCU pediu que o contrato não fosse mais prorrogado sem concorrência, mas o processo ainda não foi julgado.

Ao tomar conhecimento da denúncia, o agora ex-presidente do Inep, Marcos Vinicius Rodrigues, passou a ter reuniões com representantes da Casa da Moeda. O objetivo dos encontros, segundo a publicação apurou, era de que a Casa fizesse todo o gerenciamento do trabalho.

A RR Donnelley foi contratada pela primeira vez em 2009. Naquele ano, a prova foi roubada e cancelada. De lá pra cá, houve apenas duas licitações, em 2010 e em 2016, ambas vencidas pela empresa. Como as licitações têm validade de cinco anos, a empresa também faria a impressão do Enem 2019, mas, com a declaração de falência, isso ainda é uma lacuna a ser preenchida pelo governo.

Governo confirma que não haverá horário de verão em 2019

Sábado, 06 de Abril de 2019 


Foto: Reprodução / Gazeta do Povo


O governo federal confirmou nesta sexta-feira (5) que não haverá horário de verão em 2019. De acordo com o G1, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, a medida pode ser reavaliada no próximo.

"Esta é a posição para este ano. Para o próximo ano, faremos avaliação posterior", comentou Rêgo. Ele afirmou que uma pesquisa do Ministério de Minas e Energia aponta que 53% dos entrevistados pediram o fim do horário de verão.

Durante um café da manhã com jornalistas na manhã desta sexta, o presidente Jair Bolsonaro já havia indicado que o país não teria horário de verão em 2019. No ano passado, 10 estados e o Distrito Federal aderiram à medida. A Bahia deixou de fazer parte do grupo em 2012.

Eduardo Bolsonaro Faz Grave Denúncia De Ataque Do Ditador Maduro Ao Brasil E Chama De Doentes Mentais Os Defensores Da Narcoditadura

Sábado, 06 de Abril de 2019


Eduardo Bolsonaro faz grave denúncia de ataque do ditador Maduro ao Brasil e chama de doentes mentais os defensores da narcoditadura

Além de enfatizar que a população de Roraima faz o máximo possível para acolher venezuelanos de bem que estão fugindo “das perseguições políticas, da fome, da morte, da criminalidade promovidas pela narcoditadura de Maduro”, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, fez graves denúncias.

De acordo com o parlamentar, o ditador está atacando o Brasil e “exportando a revolução” ao levar ônibus repletos de presidiários para a fronteira com o Brasil. “Ele pega ônibus com presidiários, leva para a fronteira e solta para a galera entrar aqui. Entram no território nacional para delinquir”, afirmou o deputado. “É uma doença mental ainda querer defender esse tipo de coisa”, desabafou.

Veja o vídeo.

Jovem Deputado Marcel Van Hattem Se Une A Paulo Guedes E Desmascara Petistas

Sábado, 06 de Abril de 2019


O jovem deputado Marcel van Hattem teve um desempenho surpreendente na Câmara dos Deputados ao se unir a Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro, e desmascarar petistas que tentavam distorcer a necessidade de reforma. “É disso realmente que se trata, Sr. Ministro. Quando V.Exa. fala aqui sobre a necessidade da reforma da Previdência, nós precisamos lembrar a todos que esta década, está década de 2011 a 2020 foi uma década perdida, mais perdida do que a década perdida.

Durante a década perdida, durante a década de 80 o Brasil cresceu ao no 1,6%. Durante a década de 2011 a 2020 nós estamos fechando com média de 0,9, Sr. Ministro. Isso demonstra o que o PT fez com o Brasil”, demonstrou o parlamentar. Segundo ele, o PT destroçou o país em termos econômicos e financeiros.

“O PT destruiu a nossa economia, destruiu as nossas finanças públicas, roubou o nosso País — é verdade, com muitas parcerias —, mas fez o que pôde e o que não pôde, e agora estamos nessa situação. Aliás, fez principalmente o que não podia. Sr. Presidente, nós temos aqui que fazer a reflexão, até porque muitos Governadores do PT estão pedindo pela reforma da Previdência. Faz poucos dias, Wellington Dias, Governador do PT do Piauí, disse que a idade de 65 anos para aposentadoria era — aspas dele — ‘adequada para o equilíbrio’. O Governador Rui Costa defendeu a reforma da Previdência também no Valor.

Sr. Presidente, caros colegas Deputados, até Dilma Rousseff sabe que é importante a reforma da Previdência, que quando assumiu, na sua reeleição, disse que o projeto prioritário era reformar a Previdência aqui neste Congresso Nacional. Nós temos compromisso com o Brasil. O Partido Novo que tenho a honra de liderar tem oito Deputados Federais a serviço do Brasil e a favor da nova Previdência, Sr. Presidente”, declarou.

Via noticia brasil online

Fonte: News Atual

Presidente Bolsonaro e Sergio Moro mandam recado para criminosos durante pronunciamento

Sábado, 06 de Abril de 2019


O presidente Jair Bolsonaro dirigiu-se à população através de uma transmissão ao vivo, acompanhado do Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e do Ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional.

Bolsonaro relatou os encontros com lideranças partidárias, para discutir a reforma da previdência e outros assuntos relevantes para o País, e desmentiu fake news da velha imprensa.

O ministro Sérgio Moro falou sobre a operação coordenada contra a exploração de crianças e sobre seu projeto de lei anticrime, além de medidas executivas em andamento do Ministério. Moro e Bolsonaro enfatizaram que haverá tolerância zero contra esse tipo de crime.

Bolsonaro também comemorou o apoio de Israel à entrada do Brasil na OCDE.

Veja o vídeo.

Bolsonaro anuncia 13º do Bolsa Família na semana que vem

Sábado, 06 de Abril de 2019


O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta  (4) que o governo pagará o 13º benefício do Bolsa Família no final deste ano. A medida está entre as metas dos primeiros 100 dias de governo e será oficialmente anunciada na próxima semana, em um evento no Palácio do Planalto.

“O 13º do Bolsa Família será anunciado na semana que vem, para atingir diretamente os mais necessitados. O recurso virá do combate a fraude [no programa]”, afirmou Bolsonaro, durante transmissão ao vivo em sua página no Facebook.

Na live, o presidente estava acompanhado dos ministros Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional). A transmissão semanal, que começou às 19h, durou pouco mais de 27 minutos.
O custo total com o pagamento extra do benefício de combate à miséria será de R$ 2,5 bilhões, como já havia estimado o ministro da Cidadania, Osmar Terra. O Bolsa Família é pago a mais de 13 milhões de famílias pobres do país.

“Está garantido no final do ano”, afirmou Bolsonaro.

A esquerda deve ter ficado de queixo caído!


Fonte: News Atual

O ‘gópi’ furado que Maria do Rosário tentou aplicar em Paulo Guedes

Sábado, 06 de Abril de 2019


Há 16 anos, a deputada Maria do Rosário armava o maior ‘fuzuê’ com o (na época) deputado Jair Bolsonaro.

Bem, esse fato o Brasil inteiro já conhece.

Desta vez, Rosário tentou cavar uma nova encrenca, só que a ‘vítima’ não foi Bolsonaro e sim o ministro Paulo Guedes.

A deputada provocou … provocou … provocou e tentou simular uma reação agressiva do ministro.

Ela se dirigiu a Guedes de todas as maneiras possíveis e tentou se aproximar ‘corpo a corpo’ quando foi contida pela assessora do ministro, que previu a ‘armadilha’ e se colocou entre os dois. (vídeo 2 abaixo)

O objetivo de Rosário era nítido … buscar o contato físico, ofender e xingar o ministro para, quem sabe, conseguir uma reação mais ‘brusca’ de Guedes.

Acredite se quiser … após não conseguir o que desejava (que era simular uma agressão física e/ou verbal), a deputada acusou Daniella Consentino (a assessora de Guedes) de tê-la agredido e ainda disse que vai processar a moça.

Processar pelo quê? É muita cara de pau!

E teve mais …

Como Daniella não apresentou suas credenciais, a deputada pediu que a Polícia Legislativa a levasse do local, informou o Globo.

Esse maldito FORO PRIVILEGIADO tem que acabar! Não dá mais para aguentar esse tipo de abuso por parte de supostas autoridades.

abaixo as sequências – vídeos 1 e 2:
 

Fonte: News Atual

Temer ataca a prisão e recebe resposta imediata de Marcelo Bretas (Veja o Vídeo)


Sábado, 06 de Abril de 2019

Em entrevista a Band nesta quinta-feira (4) o ex-presidente Michel Temer foi ao ataque.

Aos procuradores da República ele pediu que tivessem “vergonha emocional”.
“Não envolvam minha filha nisso. Minha filha não tem nada a ver com isso”, esbravejou o ‘réu’.
Ainda taxou os procuradores de “acusadores irresponsáveis”.
Com relação a sua prisão, e ai se referindo diretamente ao juiz Marcelo Bretas, o ex-presidente foi contundente:
“Decretou-se a minha detenção para fazer espetáculo”.
Veja o vídeo:
Nesta sexta-feira (5), sem fazer menção ao ex-presidente, o magistrado tuitou, numa clara resposta as declarações de Temer.
"Respeito é fruto de reconhecimento de uma vida digna, não se impõe ... se conquista."
da Redação
Fonte: Jornal da Cidade Online

Por diminuição de pena, Lula finalmente admite corrupção

Sábado, 06 de Abril de 2019


O inusitado e inevitável acontece.

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em recurso impetrado junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) admitiu o crime de corrupção passiva.

Trata-se de uma tese defendida por Cristiano Zanin, na tentativa de conseguir reduzir a pena do ex-presidente.

No recurso proposto, a alegação é de que não houve lavagem, apenas o primeiro crime, nos moldes da tese desenvolvida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no episódio do mensalão.

Na época, réus do mensalão foram absolvidos do crime de lavagem de dinheiro, pois fixou-se o entendimento que esse crime era apenas a conclusão do crime de corrupção.

Lula tenta a mesma estratégia. Se vingar, com a pena diminuída ele terá o benefício da prisão domiciliar.

De qualquer forma, finalmente Lula admite que é um “ladrão”.

Resta saber se algum petista irá acreditar, mesmo isto tendo sido dito pelo próprio meliante.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Cidades que perderam profissionais do Mais Médicos terão financiamento

Sábado,06 de Abril de 2019


Portaria do Ministério da Saúde publicada nesta sexta-feira (5) no Diário Oficial da União estende para seis meses o prazo de pagamento da verba de custeio às unidades básicas de saúde que perderam profissionais do Programa Mais Médicos em fevereiro. Até então, o repasse era cortado caso a unidade permanecesse sem profissionais por mais de dois meses.

Por meio de nota, a pasta informou que o prazo precisou ser ampliado após mudanças no programa. Desde fevereiro, médicos designados para postos de saúde em locais menos vulneráveis, como grandes cidades, ao completarem três anos no Mais Médicos (prazo previsto em lei), não têm o vínculo renovado.

“Assim, as unidades onde eles atuavam ficariam fora da regra e, portanto, impedidas de receber recursos a partir de meados de abril”, destacou o comunicado.

Com a portaria, mesmo sem o médico, a unidade básica vai conseguir receber a verba de custeio e outros financiamentos federais. A medida, segundo o ministério, foi solicitada por estados e municípios em reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), ocorrida na semana passada.

A pasta vem mantendo a renovação de profissionais no programa apenas em cidades classificadas como mais vulneráveis – em geral, pequenos municípios e distritos sanitários indígenas. Nesses locais, além de pagar o salário dos médicos, cerca de R$ 11,8 mil mensais, a pasta vai repassar às equipes mais R$ 4 mil para custeio.

“As cidades que perderam profissionais do Mais Médicos poderão utilizar os recursos também para contratar seus próprios médicos”, concluiu o ministério.

Cubanos

Na última quarta-feira (27), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que a pasta pretende regularizar a situação de cerca de 2 mil médicos cubanos que permaneceram no Brasil após o rompimento do governo de Cuba com o Mais Médicos. “Estão numa condição de exilados”, destacou.

Em audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, Mandetta explicou que a ação integra uma proposta, ainda em elaboração, de reformulação do Mais Médicos. A previsão, segundo ele, é que o pacote seja enviado ao Congresso Nacional em abril.

Agência Brasil

Fonte: Blog do BG


OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. M.D.R.
    Que é necessário urgência para os CUBANOS, vivam com dignidade e respeito, até por que opção pelo BRASIL já é uma virdute desse profissionais da SAÚDE, que desempenhou seu trabalho com responsabilidade. Agora é vez do nosso país retribuir a sua legitimidade.

Em clima descontraído e no estilo ‘sincerão’, Bolsonaro recebeu jornalistas em café da manhã, e respondeu perguntas polêmicas: ‘Vou me arrepender porque fiz xixi na cama aos 5 anos? Saiu, pô’

Sábado, 06 de Abril de 2019


“Presidente, posso fazer uma rápida introdução?”, disse o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros , pedindo autorização a Bolsonaro para dar início ao café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto. “Claro, rapaz, você é general, eu sou capitão!”, devolveu o presidente.

Em clima descontraído, Bolsonaro recebeu 15 jornalistas, entre colunistas e chefes de redação de veículos de todo o país. No estilo “sincerão”, respondeu da mesma forma a todas as perguntas (ao todo, foram 31), da exploração do nióbio ao modo como administra sua conta no Twitter.

Nesse tempo, tomou dois copos de suco de laranja, café com leite, comeu um pedaço de bolo de coco e deu uma mordida em um pão de queijo. Deu muita risada de si mesmo ao lembrar das polêmicas que causou no passado, que chamou de “caneladas”.

– Tem vídeo meu que circula e eu penso: falei isso mesmo?

Mas disse que não se penitencia por afirmações feitas em outros contextos.

– Vou me arrepender porque fiz xixi na cama aos 5 anos? Saiu, pô!

Além do porta-voz, Bolsonaro estava acompanhado dos ministros Sérgio Moro (Justiça), Augusto Heleno (Segurança Institucional), Floriano Peixoto (Secretaria-Geral) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil) – que por vezes tentou amenizar frases do chefe, especialmente relacionadas à Reforma da Previdência. Em sua introdução, no entanto, o presidente fez questão de citar Paulo Guedes (Economia), ausente.

– O mais importante ministro é o da Economia.

Durante o encontro, Bolsonaro citou reportagens críticas a ele. Mas evitou queixas. Chegou a fazer sugestões aos jornalistas, como a de entrevistar o secretário da Pesca, Jorge Seif, que, em suas palavras, está “revolucionando” o setor. Nesse momento, aproveitou para dar uma estocada em um ex-aliado, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, que era responsável pela área no governo Dilma Rousseff.

– Tinha ministro da pesca que não sabia botar minhoca no anzol – disse, citando uma declaração polêmica de Crivella em 2012.

Bolsonaro, que usava uma pulseira com o versículo da Bíblia Apocalipse 12:11 (“E eles o venceram pelo sangue do cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte”), foi instado a enumerar as marcas de seus primeiros 100 dias. Citou a transparência e a escolha técnica dos ministros, mas logo em seguida emendou:

– O mais importante é que não fomos acusados de nada que os outros foram.

O encontro foi gravado pela Presidência. Mas os jornalistas não puderam entrar com telefones celulares na sala onde houve o café da manhã. Bolsonaro tampouco portava seu smartphone. Perguntado sobre as polêmicas envolvendo os filhos nas redes sociais, disse:

– O que meu filho posta é responsabilidade dele. Ninguém tem mais controle de mídias sociais. Ali é liberdade pura – reconhecendo que terceiros (sem nominá-los) fazem posts em seu nome, com sua autorização.

– A responsabilidade é toda minha. Quem tem a senha, tem a minha confiança.

Um dos jornalistas quis saber Sergio Moro tem o desejo de, um dia, sentar na mesma cadeira de Bolsonaro, que brincou com a pergunta:

– Na campanha, eu disse que em janeiro ou estaria aqui nessa cadeira ou na de praia. Me dei mal (risos). Pode assumir a cadeira, Moro!

No fim, brincou com a foto ao lado dos jornalistas que participaram do encontro, uma tradição adotada há vários governos.

– Muita gente não queria estar aqui nessa foto não – riu.

O Globo

Lula se cala em depoimento de duas horas à PF

Sábado, 06 de Abril de 2019


Foto: Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está preso pela Operação Lava Jato desde abril do ano passado em Curitiba, prestou depoimento na Polícia Federal (PF) na manhã desta sexta-feira (5).

Como Lula está detido em uma sala especial na PF, não precisou de deslocamento para a oitiva, que começou por volta das 9h e terminou pouco antes das 11h. O petista ficou em silêncio, conforme informou a PF.

“Ninguém é obrigado a depor sobre um processo sigiloso, sobre documentos ocultos. E é isso que a defesa está buscando, a defesa está buscando exercer um direito, o direito de ter acesso a uma investigação antes que o ex-presidente venha prestar depoimentos”, afirmou o Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula, ao sair da PF.

O advogado deixou claro que a defesa não teve acesso aos autos do inquérito e, por isso, o ex-presidente ficou em silêncio.

O fato de a defesa não ter tido acesso aos documentos já foi motivo para que a oitiva fosse adiada. Contudo, de acordo com Zanin, a defesa ainda não teve esse acesso à íntegra das investigações.

“O ex-presidente é o maior interessado em esclarecer a verdade dos fatos, mas a defesa não pode abrir mão de uma garantia constitucional que é a de conhecer a íntegra do processo antes que ele vá prestar um depoimento”, disse Zanin.

Depoimento suspenso

Esse depoimento estava marcado para 22 de março, mas foi suspendido pelo ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que atendeu a um pedido da defesa do petista. Lula foi condenado em dois processos da Lava Jato.

O depoimento é referente a inquéritos que tramitam na Justiça Federal do Paraná. Em março, a defesa do ex-presidente argumentou que ele não havia tido acesso a uma série de relatórios e laudos, o que representava cerceamento de defesa.

Ao analisar o pedido, Fachin deu razão à defesa e determinou que os advogados tenham no mínimo cinco dias para analisar o material.

Inquéritos

Os inquéritos sobre os quais ele deve prestar depoimento envolvem os seguintes fatos:

Se houve lavagem e corrupção em razão do suposto pagamento de propina pela Odebrecht no caso de navios-sonda construídos pela Sete Brasil;

Se houve lavagem, corrupção e cartel em relação a atos de Lula na construção da Usina de Belo Monte.

Versão de Lula

Desde o início das investigações, a defesa de Lula afirma que o ex-presidente não cometeu crimes antes, durante ou depois do mandato, acrescentando que não há provas contra Lula.

O próprio Lula também já disse reiteradas vezes que é inocente e não cometeu irregularidades.

G1





Luladrão

Todo bandido culpado usa essa tática suicida. Vai apodrecer na cadeia.

Inscrições para processo seletivo do IFRN com 1.256 vagas em cursos Técnicos Subsequentes e ProEJA encerram segunda

Sábado, 06 de Abril de 2019


As inscrições para os processos seletivos referentes aos Editais nº 10, 11 e 12/2019 para o Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania (ProITEC), Cursos Técnicos de Nível Médio na Forma Subsequente e Cursos Técnicos de Nível Médio na Forma Integrada na Modalidade Educação de Jovens e Adultos (ProEJA), respectivamente, terão o prazo de inscrição encerrado às 17h do dia 8 de abril de 2019. Os interessados devem se inscrever, exclusivamente, via internet através do Portal do Candidato.

ProITEC

O Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania (ProITEC) é um curso na modalidade à distância. O programa prepara os estudantes por meio de livro, fascículos e teleaulas para o ingresso no ensino técnico integrado ministrado pelo IFRN. A prova não dá acesso aos cursos do Instituto Federal. Ela serve para avaliar os conhecimentos e preparar os estudantes para o processo seletivo que dá acesso aos cursos técnicos integrados ao ensino médio do Instituto, o Exame de Seleção. Os estudantes que fazem a prova recebem o certificado de conclusão do ProITEC. De acordo com o edital, poderão participar do ProITEC alunos que:

a) estejam regularmente matriculados no 9º ano do Ensino Fundamental em escola da rede pública de ensino e que tenham cursado todas as “séries”, ou “anos” anteriores do Ensino Fundamental, EXCLUSIVAMENTE em escola da rede pública de ensino.

b) tenham cursado TODO o Ensino Fundamental, EXCLUSIVAMENTE, em escola da rede pública de ensino.

Técnico Subsequente

A seleção para os cursos desta modalidade acontece nos diversos campi do IFRN, abrangendo os conhecimentos comuns às múltiplas formas de escolarização do nível médio, em conformidade com as diretrizes do Edital. Podem participar portadores de certificado de conclusão do Ensino Médio ou de curso equivalente. Ao todo, são mais de 1.300 vagas ofertadas por todo o estado.

ProEJA

Este processo seletivo tem como objetivo atender à política pública de Educação de Jovens e Adultos (EJA) por meio da oferta de educação profissional técnica de nível médio na perspectiva de uma formação integral, objetivando a elevação do nível de escolaridade do trabalhador. Com base na política pública vigente, o processo estará aberto exclusivamente aos portadores de, no máximo, certificado de conclusão do Ensino Fundamental (ou de curso equivalente), que desejem cursar o ensino médio integrado a uma formação profissional e que tenham, até o último dia de matrícula, 18 anos completos. São 40 ofertadas para o curso de Edificações, no Campus Mossoró do IFRN.

Para mais informações, acesse:






Fonte: Blog do BG

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055