martins em pauta

sábado, 29 de outubro de 2016

Mossoroense é morto em praia do Ceará


Sábado, 29 de outubro de 2016


O crime aconteceu na manhã de hoje, 29 de outubro na Praia de Manibu, vizinho a Paia de Tibau, mas no município de Icapuí, no Ceará. 

Segundo o Inspetor Everton, da policia de Icapui, Francisco Michelangelo da Silva de 40 anos de idade, foi morto com um tiro de 12 na cabeça. O corpo permanece no local aguardando a chegada de uma equipe do Instituto de Medicina Legal “IML” que deverá remover o corpo para Fortaleza. 

No nome da vítima consta processo de prisão em flagrante por tráfico de drogas e conduta afins em Areia Branca e por assalto na Delegacia de Plantão em Mossoró. A motivação para o caso deverá ser investigada pela Delegacia de Polícia Civil da cidade de Icapuí.


Fonte: O Câmera

Comerciante de Areia Branca morre vitima de capotamento na BR 110

Sábado, 29 de outubro de 2016


Acidente do tipo capotamento no Km 11 da BR 110, na madrugada de hoje, 28 de outubro, termina com a morte do comerciante Eudes Willian Nepomuceno Filho, de 29 anos de idade, residente na Rua Xavier Fernandes no centro da cidade de Areia Branca, região salineira do Rio Grande do Norte.

Segundo informações, o comerciante saiu de Mossoró por volta de 4 horas da manhã de hoje e trafegava em direção a cidade de Areia. Ele perdeu o controle do volante do veículo e capotou varias vezes. Desgovernado, o carro saiu da pista e foi parar em meio à vegetação.

A perícia técnica identificou marcas e acredita que o carro saiu da pista, bateu numa placa de sinalização e capotou quando tentou voltar pra via. A probabilidade de um cochilo ao volante ou até mesmo alta velocidade desenvolvida no momento, são as causas mais prováveis para o acidente.

Eudes Filho dirigia um Ônix que ficou totalmente destruído.

Fonte: O Câmera

Projeto que regulamenta a Vaquejada já tramita

Sábado, 29 de outubro de 2016


O Projeto de Lei (PLS 337/2016) do Senador Raimundo Lira que regulamenta a prática da Vaquejada já está tramitando na Comissão de Educação, Cultura e Esporte – CE do Senado Federal, onde aguarda a designação de um relator.

O projeto restabelece a Vaquejada e a considera “manifestação cultural, com características esportivas, caracterizada pela perseguição promovida ao bovino por vaqueiros montados a cavalo, com o objetivo de conduzi-lo e derruba-lo na areia”.

Na CE, o projeto de Raimundo Lira também está aguardando recebimentos de emendas, mas deve tramitar em outras comissões antes de seguir para votação em Plenário, a exemplo da Comissão de Constituição Justiça e Cidadania.

Recentemente, ao defender a matéria na tribuna do Senado Federal, Lira lembrou que a Vaquejada, originalmente, representava o encerramento festivo do trabalho de marcar e castrar o gado. “Era a festa da apartação. Feita a separação, acontecia a vaquejada, com provas que mostravam a habilidade dos vaqueiros na lida com o gado”, disse.

Com o tempo, observou Raimundo Lira, a atividade se tornou uma tradição, uma prática cultural, o que justificaria sua manutenção. Além do valor cultural, o Senador lembrou que as vaquejadas geram mais de 600 mil empregos diretos no país – sem contar os indiretos.

Na última terça-feira, vaqueiros e pessoas ligadas à prática da Vaquejada em todo o País foram a Brasília pedir urgência na legalização da Vaquejada e realizaram uma cavalgada em frente ao Congresso Nacional, oportunidade em que receberam o apoio do senador Raimundo Lira.

Em novembro, contas de luz terão acréscimo de R$ 1,5 a cada 100 kWh consumidos

Sábado, 29 de outubro de 2016


A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de novembro será a amarela, com custo de R$ 1,5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A medida se deve às condições hidrológicas menos favoráveis, o que determinou o acionamento de usinas termelétricas, mais caras.

Desde abril deste ano, a bandeira tarifária estava verde, ou seja, não havia custo extra para os consumidores. No ano passado, todos os meses tiveram bandeira vermelha, primeiramente com cobrança adicional de R$ 4,5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, depois, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3 a cada 100 kWh.

Cientistas acreditam que composto da uva possa tratar doença de Chagas

Sábado, 29 de outubro de 2016


O resveratrol é um antioxidante encontrado na uva e utilizado como suplemento alimentar pela capacidade de produzir benefícios cardíacos semelhantes aos causados pela prática de atividades físicas. Cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) acreditam que a substância também possa ajudar o coração de pacientes com doença de Chagas. Os efeitos foram detectados em ratos e detalhados na edição de ontem da revista Plos Pathogens.

Baseado em evidências anteriores de que o Trypanossoma cruzi, protozoário causador da doença de Chagas, danifica o coração por meio de estresse oxidativo, o grupo liderado por Cláudia N. Paiva e Joseli Lannes-Vieira, ambas da UFRJ, testou se o resveratrol poderia combater essa condição. No estudo, ratos foram infectados com o parasita e desenvolveram rapidamente a fase crônica da doença, caracterizada pelos danos cardíacos. Os pesquisadores trataram as cobaias com resveratrol e monitoraram o coração delas usando eletro e ecocardiogramas.

O antioxidante reduziu os casos de arritmia em 35% e em 50% o número de outros problemas de condução elétrica. Cerca de 30% dos roedores apresentaram eletrocardiogramas normais após o tratamento, que também reduziu o dano oxidativo e a quantidade de T. cruzi no tecido do coração. Os benefícios se deram até mesmo em cobaias tratadas tardiamente, entre 120 e 160 dias depois da infecção.

Governo federal tem R$ 3,3 bi “parados” para reforma e ampliação de presídios

Sábado, 29 de outubro de 2016

As rebeliões e revoltas em presídios de todo o país não são novidades e reforçam um problema antigo no país: a situação precária do sistema carcerário brasileiro. Enquanto isso, cerca de R$ 3,3 bilhões estão “disponíveis” no Fundo Penitenciário Nacional (Funpen). O Fundo foi constituído na década de 90 para a construção, reforma e ampliação de penitenciárias, mas a verba, há anos, não é totalmente aplicada.

O saldo contábil do Fundo cresceu consideravelmente nos últimos anos. Para se ter ideia, em 2000 o saldo disponível e não aplicado atingiu apenas R$ 175,2 milhões. O Funpen foi instituído pela Lei Complementar nº 79, de 7 de janeiro de 1994, com a finalidade de proporcionar recursos e meios para financiar e apoiar as atividades e programas de modernização e aprimoramento do Sistema Penitenciário Brasileiro. O Fundo é coordenado pelo Ministério da Justiça (MJ).

Defesa de Lula processa delegado que o associou a ‘Amigo’ das planilhas da Odebrecht

Sábado, 29 de Outubro de 2016 


Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula


A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva processou o delegado da Polícia Federal, Felipe Hille Pace, por danos morais. No processo, os advogados pedem que Pace seja condenado e pague R$ 100 mil em indenização por ter afirmado, no indiciamento do ex-ministro Antonio Palocci, que o codinome “Amigo” nas planilhas de pagamento de propina da Odebrecht refere-se a Lula. Ele, entretanto, não é o delegado responsável pela apuração de supostos crimes cometidos pelo ex-presidente. “Protocolamos na data de hoje, na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inacio Lula da Silva, ação de reparação de danos morais contra o Delegado de Polícia Federal Filipe Hille Pace, em virtude de afirmação ofensiva e mentirosa por ele lançada sobre o nosso cliente em relatório relativo a inquérito policial no qual ele não figura como investigado”, afirmaram, em nota, os advogados de Lula. Na avaliação da defesa, o objetivo do delegado era causar prejuízo à imagem e à reputação de Lula. “Assim, na busca da fama instantânea, usou do cargo e da função para emitir um juízo negativo contra o autor [da ação, Lula], sem qualquer base e fora de suas atribuições funcionais”, escreveram os advogados.

Renan diz ter ‘orgulho’ de presidir Congresso com Cármen Lúcia no comando do STF

Sábado, 29 de Outubro de 2016 

Foto: Marcos Corrêa / PR

Após troca de farpas com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), declarou após reunião nesta sexta-feira (28) para discutir a segurança pública no país ter “muito orgulho” de presidir o Congresso Nacional com a ministra à frente do STF. O afago pode ser interpretado como uma forma de apaziguar os ânimos entre os dois, quando, nos últimos dias, Renan fez críticas ao Judiciário que foram rebatidas por Cármen Lúcia. A animosidade começou quando Renan atacou a Operação Métis, que apura suposta tentativa de policiais do Senado de obstruir investigações de parlamentares na Operação Lava Jato. O peemedebista chegou a dizer que "juizeco" de primeira instância não pode, a qualquer momento, "atentar contra um poder". Cármen rebateu as declarações de Renan pedindo “respeito” ao Poder Judiciário. “Aproveitei a oportunidade [da reunião] para dizer que tenho muito orgulho, é um orgulho que vou levar para a minha vida, de ser presidente do Congresso Nacional no exato momento em que Cármen Lúcia é presidente do Supremo Tribunal Federal", disse Renan após a reunião. "Ela é, sem dúvida nenhuma, o exemplo do caráter que nós precisamos, que identifica o povo brasileiro", concluiu o peemedebista. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, concedeu entrevista após a reunião e disse que o tom das conversas foi “extremamente amável e colaborativo”. A reunião desta sexta, no entanto, foi marcada por protesto de servidores da segurança pública do Distrito Federal. A manifestação levou à mudança da sala onde aconteceu o encontro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Planalto. Os manifestantes usaram um boneco inflável do governador Rodrigo Rollemberg com nariz de Pinóquio, para protestar contra a política de reajuste na capital federal. Os servidores diziam que, enquanto se discute segurança nacional, eles estão "esquecidos", "adoentados" e "mal remunerados".

Reforma da Previdência: Regra de transição poderá ser opcional

Sábado, 29 de Outubro de 2016

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

As regras de transição previstas na proposta de reforma da Previdência, estabelecidas para os trabalhadores com mais de 50 anos (45 no caso das mulheres) poderão ser opcionais. Segundo informação do jornal O Globo, os técnicos que trabalham no projeto estudam permitir que o trabalhador possa escolher entre a regra de transição e a nova norma, optando pelo que for menos desfavorável. A justificativa é de que o pedágio de 50% sobre os anos que faltam para completar a idade mínima pode estender para depois dos 65 anos a aposentadoria, nos casos em que o trabalhador tem pouco tempo de contribuição. Para ilustrar, um homem com 50 anos com 21 anos de contribuição, que se aposente no setor privado, teria de contribuir por mais 14 anos para alcançar os 35 anos de contribuição, além de mais 7 anos de pedágio. No final, ele só se aposentaria aos 71 anos de idade, seis anos a mais que a idade mínima, de 65 anos. Neste caso, a regra de transição acaba sendo pior do que a adoção da nova regra. No cálculo, é preciso considerar que o governo também ampliou de 15 para 25 anos o tempo de contribuição. As centrais sindicais querem debater com o governo uma regra de transição mais suave. O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, classifica elevado o pedágio de 50%. As entidades de classe também querem uma regra especial para trabalhadores que estejam um pouco abaixo do corte por idade (de 50 anos), mas que já contribuam há bastante tempo.

Para 76% da população é 'fácil desobedecer à lei no Brasil', diz pesquisa

Sábado, 29 de Outubro de 2016 

por Julia Affonso, Fausto Macedo e Mateus Coutinho | Estadão Conteúdo
Foto: Reprodução / Uerj
O relatório Índice de Confiança na Justiça (ICJBrasil), produzido pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, divulgado nesta sexta-feira (28), aponta que 76% da população afirma ser 'fácil desobedecer à lei no Brasil'. Os dados indicam ainda que 81% dos entrevistados afirmam que sempre que possível as pessoas escolhem dar um 'jeitinho' em vez de seguir as leis. Já 59% dos entrevistados consideram haver poucas razões para uma pessoa seguir a lei no Brasil. As respostas foram dadas no âmbito da 'percepção sobre a obediência às leis no Brasil'. Foram consultadas 1650 pessoas residentes nas capitais e regiões metropolitanas de sete Estados – Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo – e do Distrito Federal durante o primeiro semestre de 2016. A pesquisa da FGV questionou os entrevistados sobre a percepção de honestidade de 'alguns agentes da lei'. Os juízes são percebidos por metade da população como honestos. O porcentual cai para 46% se o agente for policial, e para 41%, no caso dos advogados. O relatório aponta que 74% dos entrevistados consideram que as pessoas devem seguir a lei, mesmo se discordarem delas; 75% responderam que as pessoas têm a obrigação moral de pagar uma quantia estabelecida pelo juiz, mesmo que discordem da decisão; para 72%, alguém que desobedece à lei é mal visto pelas outras pessoas; 61% acreditam que desobedecer à lei é raramente justificável; e 56% acreditam que uma pessoa tenha que fazer algo que um policial pedir, mesmo se discordar dele. O ICJBrasil mensura a confiança da população no Judiciário por meio de diversas perguntas, que compõem uma nota, que vai de 0 a 10. No primeiro semestre de 2016, essa nota foi 4,9 pontos.

Lava Jato: MPF denuncia Antonio Palocci e Marcelo Odebrecht

Sábado, 29 de Outubro de 2016 

Foto: Renato Araújo / Agência Brasil
O ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Antonio Palocci, foi denunciado nesta sexta-feira (28) pelo Ministério Público Federal (MPF) por corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com o G1, o ex-presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e Branislav Kontic, assessor do ex-ministro, além de outras 12 pessoas, também foram denunciadas. Na última segunda (24), Palocci já havia sido indiciado pela Polícia Federal (PF) por corrupção passiva. O ex-ministro foi preso no dia 26 de setembro pela 35ª fase da Operação Lava Jato. Ele está detido na carceragem da PF em Curitiba.

Governo desapropria áreas do Comércio para construção da ponte Salvador-Itaparica

Sàbado, 29 de Outubro de 2016 

por Luana Ribeiro / Rebeca Menezes
Foto: Divulgação
O governo do estado publicou, nesta quinta-feira (28), a ordem de desapropriação de terras para a construção de acessos viários à ponte Salvador – Itaparica, além de modificações no projeto para incorporar mudanças no Sistema Viário Oeste (SVO), do qual a ponte faz parte. Os decretos foram assinados pelo governador em exercício, João Leão – que ocupa o cargo durante a vagem de Rui Costa à França. De acordo com a Secretaria do Planejamento (Seplan), o decreto n° 17.157 define pequenas áreas no bairro do Comércio, que serão utilizadas para a construção dos pilares da cabeceira soteropolitana da ponte e dos viadutos que farão a conexão da mesma com a rede viária de Salvador. Já o decreto n° 17.158 delimita as futuras faixas de domínio do novo sistema viário na Ilha, que compreenderá a duplicação da BA-001, sua transformação parcial em via urbana, e a construção de uma nova rodovia “variante”, que deverá absorver o tráfego de passagem no município de Vera Cruz. A Seplan informou que os decretos visam atender às demandas da comunidade da Ilha de Itaparica para adequar o projeto SVO às diretrizes estabelecidas pelos novos planos urbanísticos para Vera Cruz e Itaparica, principalmente àquelas definidas pela revisão dos PDDUs desses dois municípios. Ao todo, serão cerca de cinco milhões de metros quadrados distribuídos em 20 áreas da capital e do município de Vera Cruz. Apesar de ainda não haver definições sobre a forma de investimento da ponte – que deve ser desenvolvida por um modelo de Parceria Público-Privada (PPP), o governo informou que pretende instalar ao menos três pedágios no trecho

Monte Santo: Vereador reeleito foi preso em flagrante com carro roubado em São Paulo

Sábado, 29 de Outubro de 2016 

Foto: Reprodução / Blog do Valente

Um vereador reeleito na cidade de Monte Santo foi preso em flagrante em São Paulo, a bordo de um carro roubado. Ernesto de Santana (SD) foi preso na semana passada na cidade de Taboão da Serra. No momento da prisão ele tentava passar pelo pedágio, no município de Vargem, localizado no interior do Estado. O vereador estava acompanhado do seu motorista e declarou que comprou o carro por R$ 10 mil, enquanto o valor real de mercado seria R$ 60 mil. De acordo com o Blog do Valente, existia uma queixa registrada pelo roubo do veículo, por isso ele teria sido abordado no pedágio. O parlamentar declarou em depoimento que foi atraído pelo baixo valor do automóvel, e por isso teria viajado para outro Estado para realizar a compra. Ernesto foi preso em flagrante e irá responder por receptação de furto. Nas últimas eleições o vereador teve 815 votos no município da região do Sisal.

Ministro do STF defende modificações no foro privilegiado com criação de vara

Sábado, 29 de Outubro de 2016

Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso e o juiz Marlon Reis defenderam modificações no foro privilegiado nesta quarta-feira (26) em reunião com senadores que integram a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Os magistrados sugeriram a criação de uma vara especializada em Brasília, que seria formada por um juiz principal e auxiliares para cuidar dos casos das entidades que possuem o foro privilegiado. O presidente da CCJ, José Maranhão (PMDB-PB) afirmou que irá se empenhar para acelerar a tramitação da PEC que trata do assunto.

A monumental delação da Odebrecht cerca Brasília por todos os lados

Sábado, 29 de outubro de 2016

Mais de 50 acordos, entre eles o de Marcelo Odebrecht, devem ser fechados até o início de 2017. Começam a surgir especulações sobre nomes de implicados, como o do presidente Michel Temer.

Saiu o Governo Dilma Rousseff, entrou o Governo Michel Temer, e as delações premiadas de Marcelo Odebrecht e de mais de 50 executivos de sua empreiteira seguem assombrando Brasília. De um hotel na capital federal, que virou QG da empreiteira – sob o comando de Emílio Odebrecht, pai de Marcelo Odebrecht, preso em Curitiba desde 14 de novembro de 2014 – foram debatidas as estratégias de defesa para atenuar a pena de quase 20 anos a que o empresário já foi condenado em primeira instância. A julgar por reportagem publicada pelo jornal O Globo nesta terça-feira, as delações estão próximas da assinatura final. Não é a primeira vez que se divulga, sempre de forma extraoficial, que a colaboração dos responsáveis pela maior empreiteira do Brasil está fechada. Desta vez, contudo, começam a aparecer nomes de possíveis implicados no Governo atual, como o do próprio presidente da República, Michel Temer, e os de ministros como Eliseu Padilha, da Casa Civil, José Serra, das Relações Exteriores, e Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo.

É dado como certo que as colaborações dos executivos da Odebrecht vão trazer novos nomes e novos partidos para o coração da Lava Jato. Devem reforçar, ainda, as acusações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que já está indiciado em três processos, e de ex-ministros petistas como Antonio Palocci (Fazenda no Governo Lula e Casa Civil no Governo Dilma Rousseff) e Guido Mantega (Fazenda no Governo Dilma). Mas as negociações do acordo com executivos da empresa envolveriam a identificação de 130 deputados, senadores e ministros, além de 20 governadores e ex-governadores de diversos partidos, segundo a reportagem de O Globo. Poderia esclarecer, enfim, o papel que a tal “lista da Odebrecht”, descoberta em maio, tem para a Lava Jato. Documentos apreendidos na casa de um dos diretores da empresa guardava planilha com o nome de 240 políticos de 22 partidos, atrelado a valores que poderiam ser doações ilegais. Mas nada se confirmou até o momento.

Por estar no comando do país, a cúpula do Governo Temer é quem mais teria a perder no momento por denúncias de ilícitos no âmbito da Operação Lava Jato. E, não por acaso, especulações sobre uma possível sucessão indireta em 2017 começaram a circular pela capital federal nos últimos dias. Ainda não é possível medir com precisão o impacto que as denúncias e acusações provenientes da maior empreiteira do país podem causar a Temer, mas já começam a entrar numa bolsa de apostas possíveis sucessores numa eventual queda.

Até o nome do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso já povoa rodas de debate político que cogitam a necessidade de uma eleição presidencial antes de 2018 — caso Temer tenha de deixar o Planalto a partir de janeiro, seu sucessor seria escolhido pelo Congresso Nacional. Outro nome que já apareceu é o de Nelson Jobim, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e ex-ministro do Governo Lula, como relata a jornalista Mônica Bergamo, na Folha de São Paulodesta quarta. As especulações sobre políticos que não frequentam a burocracia de Brasília há mais de cinco anos, no caso de Jobim, e há mais de 13, no caso de FHC, é sintomático.

O pacote de delações da Odebrecht chega como uma espécie de penúltimo capítulo da Lava Jato. A expectativa para os acordos dos executivos da empreiteira só rivaliza atualmente com a possível delação do deputado cassado Eduardo Cunha, preso na semana passada.

Enquanto os investigados e condenados na operação negociam seus acordos, o mundo político aguarda com ansiedade os efeitos das revelações e traça cenários sobre os impactos que, há alguns meses, dificultariam a situação do cambaleante Governo Dilma e, agora, provavelmente vão prejudicar o improvisado Governo Temer. Se por um lado a saída da ex-presidenta parece ter aliviado a crise de expectativas na economia, por outro, a Lava Jato e suas eventuais delações continuam fornecendo combustível para manter a crise política e alimentar a tensão com o poder Judiciário. A temperatura sobe a cada nova operação, como a Métis, que deteve agentes do Senado e despertou a ira do presidente da Casa, Renan Calheiros, ou vazamento de informações para a imprensa sobre o andamento do processo.

A proximidade do fechamento desses acordos ajudaria a entender, também, a pressa do Governo em lidar com questões espinhosas, como a PEC do teto de gastos e a reforma da Previdência. Segundo essa tese aventada no mundo político, seria uma forma de garantir que qualquer Governo que esteja no poder manterá as contas públicas 'a salvo' com a PEC 241, que inibe despesas maiores que a arrecadação.

Por conter autoridades com foro privilegiado, as delações deverão ser homologadas pelo Supremo Tribunal Federal, mais precisamente pelo ministro Teori Zavascki, responsável pelo caso. Isso significa, levando em conta o andamento da Lava Jato até agora, que esses acordos de colaboração devem levar mais tempo do que aqueles fechados em Curitiba pelo juiz Sérgio Moro — os procuradores de Curitiba preservaram muitas das delações por lá ao evitar que autoridades com foro fossem mencionadas nos acordos.

Apesar da quantidade de nomes implicados, as informações apresentadas pelos colaboradores da empreiteira não estariam à altura das expectativas dos investigadores — o que não quer dizer que lhes falte potencial para abalar o Governo Temer. Na falta de confirmação oficial sobre o andamento da negociação dos acordos, os despachos do juiz Sérgio Moro se prestam pelo menos a comprovar sua existência. Em agosto, o juiz suspendeu por duas semanas — como já havia feito antes — a ação penal contra executivos da Odebrecht após "notícia de que acusados" estariam "negociando alguma espécie de acordo de colaboração".

O suspense segue sendo, enfim, a única certeza de uma Brasília que perdeu a autonomia — para o bem ou para o mal, a depender do ponto de vista — desde que Curitiba ousou interferir em seus assuntos mais obscuros, em 2014.


Fonte: El País

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

185ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Uma pessoa foi morta no Sitio Picada Primeira em Mossoró


Sexta, 28 de outubro de 2016


O Centro de Operações da Policia Militar, “Copom registrou mais uma morte violenta na cidade de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte. Jhonatan Leonardo de Melo de 24 anos de idade foi morto na madrugada de hoje, 28 de outubro, dentro de casa no Sitio Picada Primeira, zona rural de Mossoró. 

Aparentemente ele estava dormindo de rede na sala da casa e com as portas abertas, quando foi surpreendido e morto. O corpo foi encontrado por um morador do Sitio que saia de casa para tirar leite no curral, por volta de 5hs da manhã. 

Ele estava caído em baixo da rede, apresentando perfurações, na cabeça, braço e tórax, mas não foi possível identificar sinais de arrombamento e nem de uma possível luta, entre vitima e acusado. 

Os familiares que estiveram no local, informaram que a Jhonatan já havia sido preso por porte ilegal de arma de fogo, mas não tinha envolvimento com o mundo crime. 

A Polícia não tem informações sobre a motivação do crime, nem sobre os possíveis acusados.



Fonte: O Câmara

Mais informações: Martinense é morto na cidade de Portalegre-RN

Sexta, 28 de outubro de 2016



Luiz Carlos de Farias de 32 anos de idade foi morto na noite de ontem, 27 de outubro na zona rural de Portalegre, no Oeste do Rio Grande do Norte. O crime provocado por disparos de arma de fogo, aconteceu na localidade de rural de Sitio Pimenta. A vítima é natural da cidade de Martins-RN. Oficialmente tudo que a polícia sabe a respeito do crime, é o que foi repassado por populares, que disseram terem ouvido os disparos e quando resolveram sair, encontraram o corpo de Luiz Carlos e acionaram a polícia.


Fonte: O Câmera

MARTINENSE LUIZ CARLOS FOI ENCONTRADO SEM VIDA NO MUNICÍPIO DE PORTALEGRE-RN SENTIDO A CIDADE DE FRANCISCO DANTAS


Sexta, 28 de outubro de 2016



Um crime de homicídio foi registrado no fim de tarde dessa quinta-feira em Portalegre-RN, mais precisamente na localidade do Sítio Pimenta.

Segundo informações extra-oficiais moradores da localidade ouviram cerca de 6 tiros e logo em seguida o corpo foi encontrado.

As primeiras informações dão conta que a vítima seria Luiz Carlos natural de Martins, mas residente em Portalegre e não há pistas de quem poderia ser o ou os assassinos.

A polícia isolou o local e Itep foi acionado para fazer os exames de praxe e em seguida a remoção do corpo para sua sede em Mossoró onde será necropsiado  .
Mais informações em instantes...

Fonte: Blog de João Moacir

               NOTA DO BLOG MARTINS EM PAUTA.COM

Deus dê o conforto a família enlutada nessa hora de tristeza e angustia.

184º Homicidio em Mossoró 2016: Homens dizendo ser policiais invadem casa e matam ex-presidiário no Santo Antônio


Sexta, 28 de Outubro de 2016


A cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, registra no início da madrugada desta sexta feira 28 de outubro de 2016, mais uma morte violenta, provocada por disparos de arma de fogo. 

O crime aconteceu por volta da 00h30min,na Rua Tabelião Aoem Menescal próximo ao Supermercado Firmino no bairro Santo Antônio, onde o ex-presidiário Breno Maycon de Moura de 21 anos de idade teve sua casa arrombada por criminosos e assassinado enquanto dormia. 

Testemunhas relataram a Polícia Militar,que eram três homens, armados de Pistolas 380 e Ponto 40, que chegaram na casa dizendo ser policiais, arrombaram a porta da frente e se dirigiram ao quarto, onde a vítima dormia com a esposa. 

A companheira de Breno disse a PM que quando os homens começaram a atirar, ela correu e se escondeu por trás do guarda-roupas e por isso escapou da morte. Ela relatou também que foram muitos tiros. 

Após alvejarem a vítima, os criminosos, fugiram e durante a fuga deixaram cair um telefone celular, que poderái ajudar a Divisão de Homicídios na elucidação do crime. 

A vítima ainda chegou a ser socorrida por uma Unidade de Suporte Avançado do Samu, para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas não resistiu e morreu ao chegar na Unidade Hospitalar. 

Breno Mycon de Moura foi preso com mais dois comparsas no dia 02 de fevereiro deste ano, pela equipe da Narcóticos com drogas e munições. 

No dia 19 de julho desse ano, ele foi baleado, durante uma tentativa de fuga na Cadeia Pública, onde na ocasião um colega prisão acabou sendo morto quando tentava fugir juntamente com Breno.

O corpo do ex-presidiário vai ser removido do necrotério do HRTM para a sede do ITEP onde será necropsiado e liberado para sepultamento. 

Já são 184 assassinatos em Mossoró, neste ano de 2016. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa(DHPP).

Celular foi deixado no local pelos criminosos e pode auxiliar a DHPP na elucidação do crime


Fonte: Fim da Linha

Pagamento do décimo terceiro salário traz R$ 197 bilhões para a economia

Sexta, 28 de outubro de 2016

Resultado de imagem para imagem de muito dinheiro

A economia brasileira deverá receber aproximadamente R$ 197 bilhões devido ao pagamento do décimo terceiro salário. Segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), isso significa a movimentação de cerca de 3% do PIB. O rendimento, com valor médio de R$ 2.192, deverá ser pago a 84 milhões de trabalhadores. As informações são da Agência Brasil.

Em comparação com 2015, o montante significa um crescimento de 8,2% sobre os R$ 182 bilhões pagos no ano passado. Considerando apenas os trabalhadores formais ativos, há uma queda de 3,4% em relação ao que foi pago no último fim de ano.

Para fazer a estimativa, o Dieese utiliza os dados da Rais (Relação Anual de Informações Sociais) e do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Também são levados em consideração os dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), da Previdência Social e da Secretaria do Tesouro Nacional.

Dos beneficiados com o pagamento do salário extra, aproximadamente 33,6 milhões (39,9%) são aposentados ou pensionistas da Previdência Social. Estas pessoas devem receber R$ 41,3 bilhões, o que representa 21% do valor que será pago.

Os empregados formais respondem por 58,9% dos que receberão o décimo terceiro, um total de 49,5 milhões de pessoas. Esse grupo será destinatário de 68,5% dos recursos que serão injetados na economia pelo pagamento da remuneração de fim de ano, um total de R$ 134,7 bilhões. Estão incluídos os empregados domésticos, que representam 2,5% dos trabalhadores e 1,1% do valor dos pagamentos.

Os aposentados pelo regime próprio da União são 1,2% dos beneficiados 982,2 mil pessoas. Essa parcela receberá 4,2% dos recursos -R$ 8,2 bilhões.

Folha Press


Fonte: J.Belmont

Chefes de grupo criminoso são transferidos para Mossoró-RN

Sexta, 28 de outubro de 2016

Roraima


Do G1 RR

Sete presidiários identificados como chefes de uma organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios de Roraima foram transferidos na manhã desta quinta-feira (27) para o Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Os presos, que são considerados de alta periculosidade, seriam os líderes da facção que em confronto com integrantes de um grupo rival assassinou dez detentos e feriu outros seis dentro da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, no dia 16 de outubro. No dia 21,outro detento foi morto no presídio.


Presos embarcando no avião da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Boa Vista (Foto: Inaê

A transferência dos detentos começou às 6h15 (8h15 de Brasília), quando os presos foram levados do Centro Comando de Policiamento da Capital (CPC), onde estavam custodiados desde o início da semana.

Além dos sete presos ligados a facção criminosa, detentos da operação ‘Cartas Marcadas’, que investiga fraude e desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa de Roraima e corre em segredo de Justiça, também foram transferidos, segundo policiais.

Em seguida, eles passaram pelo Instituto Médico Legal, e depois foram levados ao Aeroporto Internacional de Boa Vista Atlas Brasil Cantanhede. No local, os presos embarcaram em um avião da Polícia Federal que decolou às 8h10 (10h10 de Brasília). A ação foi conduzida por agentes do Bope, Força Tática, Giro e PF e Dicap.

Saiba mais detalhes AQUI.


Fonte: Calos Santos

Nova Voz do Brasil estreia na próxima segunda



Sexta, 28 de outubro de 2016

Na próxima segunda-feira (31), o programa A Voz do Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estreia em novo formato. O programa de rádio mais antigo do país será mais interativo e próximo do cidadão. Haverá novos quadros, com jornalismo, prestação de serviço e diálogo com os ouvintes.

A ideia é oferecer um programa que lembre menos o formato solene e distante de décadas anteriores e tenha uma linguagem mais descontraída, mais próxima do cidadão. O programa contará com novos apresentadores, Airton Medeiros e Gláucia Gomes. “A ideia da nova Voz do Brasil é aproximar o cidadão, trazê-lo para perto da notícia, da informação. Fazer com que o cidadão interaja com o que fazemos aqui na EBC. A gente não pode estar distante”, diz Gláucia.

Os ouvintes poderão tirar suas dúvidas sobre programas sociais, sobre o trabalho do presidente da República e ministros, além de pedir informações sobre como tirar documentos, por exemplo, e fazer perguntas a integrantes do Poder Executivo.

Veiculado diariamente (exceto aos sábados, domingos e feriados) das 19h às 20h, os primeiros 25 minutos são dedicados às notícias sobre o Poder Executivo. As mudanças da nova Voz do Brasil se darão nessa primeira parte do programa. A produção dos outros 35 minutos é de responsabilidade dos Poderes Legislativo e Judiciário.

Fonte: Robson Pires

Vídeo: Turistas filmam tubarão comendo vaca no mar

Sexta, 28 de outubro de 2016

Resultado de imagem para imagens de tubarões

Pra quem acha que já viu tudo, se prepare! Turistas filmaram um tubarão devorando uma vaca no meio do Oceano Índico. O homem responsável pelas imagens estava em um barco próximo ao predador, e fez as imagens debaixo d’água.

Ele manteve a distância até que o tubarão se afastasse, e registrou o resultado do ataque de perto. O mamífero foi deixado pela metade no mar.

Mas o que a azarada estava fazendo no meio do nada? Uma das hipóteses com maior força até o momento é que o animal caiu de uma grande embarcação quando estava a mais de 500 metros de distância da ilha francesa de Mayotte, segundo o jornal britânico Daily Mail.

Reforma política na pauta do Senado

Sexta, 28 de outubro de 2016


Consta na pauta do Senado a PEC 36/2016, que trata de temas relacionados à reforma política. De iniciativa dos senadores Ricardo Ferraço (PSDB-SP) e Aécio Neves (PSDB-MG), a PEC determina a perda do mandato de políticos que se desfiliarem dos partidos pelos quais foram eleitos, extingue as coligações nas eleições proporcionais a partir de 2022 e estabelece um percentual mínimo de votos, nacionalmente, para que um partido tenha representação parlamentar.

Apesar de constar da pauta e ser prioridade para o Senado, a proposta não deverá ser votada imediatamente. Em reunião na semana passada, os líderes partidários no Senado decidiram que a PEC terá seu primeiro turno de votação no dia 9 de novembro. No entanto, os senadores já podem debater a proposta no Plenário.

O presidente Renan Calheiros vem defendendo uma reforma política e eleitoral profunda no país, opinião compartilhada por vários senadores. Renan disse que depois da PEC 36, buscará acordos sobre outras medidas a serem votadas, inclusive com a Câmara dos Deputados.

Servidores dizem que ‘não vão se intimidar’ com decisão do STF

Sexta, 28 de outubro de 2016

cutO movimento sindical afirma que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir ao poder público cortar os salários de servidores em greve não vai impedir que continuem em protesto contra medidas do governo Michel Temer que consideram prejudiciais aos trabalhadores, como a proposta de reforma da Previdência.

“Nossa categoria não é de recuar com esse tipo de intimidação”, disse Sérgio Ronaldo da Silva, da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), ligada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), ao Estado de São Paulo. A entidade reúne 36 sindicatos que representam 61,5% dos 1,3 milhão de servidores públicos federais.

No dia 11, está marcada paralisações de diversas categorias, como parte de uma estratégia das organizações dos trabalhadores para mobilizar uma greve geral no País. Além da reforma da Previdência, as centrais têm como principais críticas a PEC 241, que limita o crescimento das despesas públicas à inflação pelos próximos 20 anos, a renegociação das dívidas dos Estados e municípios, a medida provisória que altera o ensino médio, a reforma trabalhista, que envolve a terceirização em todas as atividades e a flexibilização da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

O “Poder Secreto” das Raras Pessoas que tem um M nas Linhas da Mão!

Sexta, 28 de outubro de 2016


Desde a antiguidade, milhares de pessoas ao redor do mundo afirmam que as nossas linhas nas palmas de nossas mãos dizem muito sobre o nosso caráter e destino, estas pessoas afirmam que são capazes de conseguir ler o significado oculto que estão escritas sobre elas.

Embora a maioria das pessoas sejam céticas em relação ao assunto, outras pessoas realmente acreditam que existe algum sentido lógico por trás de tudo isso.

Após um longo estudo, foi recentemente publicado no site “Cuisine and Health” que as pessoas que têm a letra M na palma da mão são pessoas muito especiais, que nascem para transformar o mundo.

Segundo o estudo, quem possui o ”M” na palma da mão é especialmente talentoso, possui grande poder de intuição e tem um espírito empreendedor. As pessoas com o ”M” na palma da mão não são do tipo que se encontram facilmente, ou sempre.

E elas detestam ser enganadas! Devido aos elevados níveis de intuição elas sempre vão saber se você mentir ou tentar enganá-las. Principalmente as mulheres que têm a letra M na palma da mão , que tem uma intuição muito mais forte do que a dos homens.

ATENÇÃO: Nunca tente enganar uma pessoa que possui esta característica, é sério!: Pessoas com o ‘M’ tem os poderes necessários para fazer todas as mudanças que elas precisam na vida. Por isso, é vital que aproveitam todas as oportunidades que surgirem.

De acordo com a tradição popular, muitas das pessoas mais conhecidas do passado, incluindo grandes profetas e líderes tiveram este sinal na palma de suas mãos.

Por isso se você tem a letra «M» na palma de sua mão, cada vez que olhar para ela, lembre-se de que você é uma pessoa muito especial e que é capaz de alcançar qualquer coisa que querer ou sonhar para a sua vida. Apenas dois fatores podem impedir uma pessoa que tem a letra «M» na palma da mão de alcançar os seus sonhos:

O primeiro e principal fator é, não aproveitar as oportunidades que aparecem em seu caminho, procure sempre focar naquilo que já é seu sem abrir mão do que possa agregar valor em sua jornada. E o segundo fator, mas não menos importante, é estar rodeado (a) por pessoas que não lhe inspiram confiança o suficiente para compartilhar de seus planos ou objetivos.

Invista o seu tempo apenas em pessoas que ouvir a sua voz com brilho no olhar, e tudo de bom sempre acontecerá em sua vida. Se gostou deste artigo compartilhe com os seus amigos e familiares..

Fonte: Espantoso

Taxa de desemprego se mantém em 11,8% em setembro; taxa é maior desde 2012

Sexta, 28 de Outubro de 2016 

Foto: Reprodução / Informe dos Vales

A taxa de desemprego no país subiu para 11,8% no trimestre encerrado em setembro deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2015. Naquele ano, o trimestre encerrado setembro ficou com taxa de desemprego em 8,9%. Por outro lado, o índice mais recente é igual àquele registrado no trimestre encerrado em agosto. Dados divulgados nesta quinta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a taxa é a maior de toda a série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), que começou a ser feita em 2012. A população desocupada totaliza 12 milhões de pessoas, um aumento de 3,8% sobre o trimestre de abril a junho de 2016 e de 33,9% em relação ao mesmo período de 2015. Por outro lado, a população ocupada atingiu 89,8 milhões de pessoas, o que representa uma queda de 1,1% em relação ao trimestre anterior e de 2,4% sobre o terceiro trimestre de 2015. De acordo com o G1, ficaram estáveis em ambas as comparações os números de empregados no setor privado sem carteira de trabalho assinada (10,3 milhões de pessoas), dos trabalhadores domésticos (6,1 milhões de pessoas) e dos empregados no setor público (11,3 milhões de pessoas). O número de empregadores cresceu 10,1% em relação ao trimestre de abril a junho deste ano, chegando a 4,1 milhões. Em relação ao ano passado, não houve variação significativa. Houve redução no número de pessoas que trabalham por conta própria (-4,7%, com 21,9 milhões de pessoas) em relação ao trimestre anterior e queda de 1,7% em relação ao mesmo período do ano passado. O rendimento médio real recebido pelos trabalhadores cresceu em relação ao trimestre anterior, mas caiu na comparação com o ano passado, chegando a R$ 2.015

Gilberto Gil recebe alta após seis dias internado e boatos de morte nas redes sociais

Sexta, 28 de Outubro de 2016


Foto: Divulgação

O cantor e compositor baiano Gilberto Gil, de 73 anos, recebeu alta hospitalar nesta quinta-feira (27) após passar seis dias internado. Em publicação na sua página oficial no Facebook, Gil anunciou o retorno para casa e ressaltou que participará normalmente da última apresentação da turnê “Dois amigos, um século de música”, espetáculo em que celebra os seus 50 anos de carreira e os do conterrâneo Caetano Veloso, no próximo domingo (30). Gil estava internado no Hospital Sírio-Libanês, no Centro de São Paulo desde sexta-feira (21), para dar continuidade ao seu tratamento de insuficiência renal. Em virtude do problema de saúde, o artista tem enfrentado uma série de internações consecutivas para realizar exames e dar seguimento ao tratamento. Vale ressaltar que no início dessa semana, uma mensagem com a falsa notícia da morte de Gil acabou circulando através do aplicativo de mensagens WhatsApp gerando comoção e desencontro de informações.

Estudante de 16 anos diz que deputados estão com mãos 'sujas' após morte em ocupação

Sexta, 28 de Outubro de 2016

Foto: Reprodução / YouTube

Um discurso de pouco mais de 10 minutos feito na quarta-feira (26), na Assembleia Legislativa do Paraná, por uma adolescente de 16 anos, sobre o movimento de ocupação das escolas, tem repercutido nas redes sociais e causado comoção. Na fala, a aluna Ana Júlia afirma que as mãos dos deputados estão “sujas” com o sangue do adolescente Lucas Mota, assassinado durante a ocupação de uma escola estadual em Curitiba, capital do estado. A estudante questiona críticas feitas ao movimento e afirma que o ato possui “legitimidade” e “legalidade”. A aluna, então, questionou a quem pertence a escola. “É um insulto a nós que estamos lá, nos dedicando, procurando motivação todos os dias, a sermos chamados de doutrinados. É um insulto aos estudantes, é um insulto aos professores. A nossa única bandeira é a educação. Somos um movimento apartidário, dos estudantes pelos estudantes. A nossa dificuldade em conseguir formar um pensamento é muito maior do que a de vocês. Nós temos que ver tudo o que a mídia nos passa, fazer um processo de compreensão, de seleção, para daí conseguir ver do que a gente vai ser a favor e do que a gente vai ser contra”, criticou. Ana Júlia disse, ainda, que Lucas Mota não é a única vítima do assassinato ocorrido na ocupação. “Vocês estão aqui representando o Estado, e eu convido vocês a olharem a mão de vocês. A mão de vocês está suja com o sangue do Lucas. Não só do Lucas, mas de todos os adolescentes e estudantes que são vítimas disso”. Neste momento, o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), interrompeu o discurso e ameaçou encerrar a sessão. “Aqui você não pode agredir o parlamentar. Aqui ninguém está com as mãos manchadas de sangue, não. Eu, como presidente, exerço a minha autoridade. Democraticamente, permiti que vocês viessem aqui e não vou permitir que ninguém será afrontado”, disse. A aluna, então, rebateu. "Peço desculpas, mas o Eca [Estatuto da Criança e do Adolescente] nos diz que a responsabilidade pelos nossos adolescentes, nossos estudantes é da sociedade, da família e do estado", ponderou, sendo aplaudida.

Governo federal registra déficit de R$ 96,6 bilhões, o maior em 20 anos

Sexta, 28 de Outubro de 2016 

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

O governo federal registrou déficit de R$ 96,6 bilhões nos nove primeiros meses do ano. A marca é a maior para o período desde o início da série histórica em 1997, ou seja, a 20 anos. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (27) pela Secretaria do Tesouro Nacional. O governo teve mais despesas do que receitas nos últimos dois anos. Em 2014, o déficit ficou em R$ 15,7 bilhões e no ano passado foi de R$ 20,8 bilhões, a pior marca da série histórica. Apenas em setembro, o rombo foi de R$ 25,3 bilhões. Nos primeiros nove meses de 2016, a receita total teve queda real de 7%, enquanto as despesas públicas totais cresceram, em termos reais, 2% .

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055