martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 16 de julho de 2022

Em êxtase, povão não se contém e canta hino nacional em Juiz de Fora (veja o vídeo)

Sábado, 16 de Julho de 2022




A incrível multidão que o aguardava não se conteve e, em estado de êxtase, passou a entoar, naturalmente, o Hino Nacional Brasileiro.

O que se viu foi um imenso coral patriótico, em verde e amarelo e empunhando a bandeira nacional.


Lucchesi aproveitou para deixar um recado para os veículos da velha mídia e suas agências de pesquisa totalmente desacreditadas:

"Isso aqui é agora, agora em Juiz de Fora… me fala DataFolha, que pesquisa é essa que diz que o Bolsonaro não ganha?"

Será que uma certa juíza, agora vai proibir de cantar o hino também?

Se você, leitor, ainda tiver dúvida, confie no DataPovo, que essa não falha!

Vale a pena assistir:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Justiça Eleitoral derruba decisão esdrúxula de magistrada que pretendia proibir a bandeira nacional

Sábado, 16 de Julho de 2022


Durante uma reunião com representantes de partidos na semana passada, a magistrada disse entender que a bandeira do Brasil seria considerada uma propaganda eleitoral a partir do início oficial da campanha, no próximo dia 16 de agosto.

O assunto rendeu e acabou provocando a manifestação do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul.

Os juízes do TRE gaúcho decidiram que o uso da bandeira durante a campanha não configura propaganda eleitoral e por esse motivo não está submetido às regras de propaganda eleitoral.

O próprio presidente da República havia se manifestado sobre a atitude arbitrária da juíza:

“É absurdo querer proibir o uso da bandeira do Brasil sob justificativa eleitoral. Não tenho culpa se resgatamos os valores e símbolos nacionais que a esquerda abandonou para dar lugar a bandeiras vermelhas, a internacional socialista e pautas como aborto e liberação de drogas.”
  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Fachin recusa convite de Bolsonaro para reunião com embaixadores

Sábado, 16 de Julho de 2022

Foto: Estadão Conteúdo e STF

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Edson Fachin, declinou nesta sexta-feira (15) de um convite do presidente Jair Bolsonaro para que comparecesse na próxima segunda-feira (18) a um encontro com embaixadores no Palácio da Alvorada.

Por “dever de imparcialidade”, já que preside a Justiça Eleitoral, Fachin informou que não pode comparecer a eventos organizados por candidatos ou pré-candidatos — Bolsonaro é pré-candidato à reeleição.

Datado de quarta-feira (13), o convite assinado pelo embaixador André Chermont de Lima, chefe do Cerimonial da Presidência da República, não menciona qual é o tema do encontro com os “chefes de missão diplomática”.

Mas, em transmissões pela internet, Bolsonaro tem afirmado que pretende questionar os resultados de eleições. Ele frequentemente ataca o processo eleitoral e as urnas eletrônicas, mas nunca apresentou provas — inclusive já admitiu isso — das acusações de fraude que costuma fazer.

“Incumbiu-me o Senhor Presidente do Tribunal Superior Eleitoral de agradecer ao honroso convite, mas, na condição de quem preside o Tribunal que julga a legalidade das ações dos pré-candidatos ou candidatos durante o pleito deste ano, o dever de imparcialidade o impede de comparecer a eventos por eles organizados”, respondeu em ofício Fernanda Jannuzzi, chefe do Cerimonial do TSE.

O anúncio da reunião com os embaixadores foi feito por Bolsonaro em uma transmissão ao vivo por rede social no último dia 7. Ele afirmou que convocaria o encontro para falar sobre “como é o sistema eleitoral brasileiro”, com documentos sobre as eleições de 2014 e 2018.

“Será um PowerPoint mostrando tudo o que aconteceu nas eleições de 2014, 2018, documentado, bem como essas participações dos nossos ministros do TSE, que são do Supremo, sobre o sistema eleitoral”, declarou na ocasião. Na última terça-feira (12), Bolsonaro disse que o encontro reunirá “uns 50 embaixadores”.

Em 31 de maio, o TSE realizou o evento “Sessão informativa para embaixadas: o sistema eleitoral brasileiro e as eleições de 2022”, no qual diplomatas estrangeiros ouviram exposições de ministros e secretários do tribunal sobre as eleições e o sistema eletrônico de votação.

Bolsonaro chegou a reclamar do evento promovido pelo TSE. “Vê o que aconteceu na semana passada: o ministro Fachin convida, e aproximadamente 70 embaixadores vão ao TSE para ouvir dele as maravilhas que são as urnas eletrônicas brasileiras”, afirmou em 6 de junho.

Antes do evento com os embaixadores, o tribunal fez o teste de segurança das urnas eletrônicas e respondeu às recomendações do Ministério da Defesa sobre o sistema eleitoral.

g1

Ministro da Justiça manda PF investigar vídeo que encena atentado contra Bolsonaro

Sábado, 16 de Julho de 2022

Foto: reprodução

O ministro da Justiça, Anderson Torres, afirmou neste sábado (16) que encaminhou à Polícia Federal (PF) as imagens que mostram uma encenação de um atentado contra um personagem caracterizado como o presidente Jair Bolsonaro (PL) e determinou a abertura de um inquérito para investigar a gravação.

Em publicação no Twitter, Torres disse ainda considerar “chocantes” as imagens.

“Circulam nas redes fotos e vídeos de um suposto atentado contra a vida do presidente Bolsonaro. Produção artística? Estamos estudando o caso para avaliar medidas cabíveis e apurar eventuais responsabilidades. As imagens são chocantes e merecem ser apuradas com cuidado.”

VEJA: VÍDEO E FOTOS: Encenação de morte de Bolsonaro em motociata viraliza e gera questionamentos sobre discurso de ódio

“Determinei encaminhamento do caso à PF para instauração de inquérito policial, e completa apuração dos fatos”, acrescentou o ministro.

O vídeo citado por Torres circulou intensamente nas redes sociais neste sábado, principalmente em perfis de apoiadores de Bolsonaro, que criticaram as cenas.

As imagens mostram o ator simulando andar em uma moto e, logo depois, caído no chão, ensanguentado, como se tivesse sofrido um atentado. Ainda não se conhecem detalhes sobre a autoria da gravação ou a produtora responsável pela encenação.

TV Globo nega a autoria

Apoiadores de Bolsonaro nas redes sociais chegaram a atribuir o vídeo a uma produção do grupo Globo, mas a emissora divulgou uma nota em que nega qualquer envolvimento com a gravação.

A Globo desmente que pertençam a produções suas — seja para canal aberto, canais fechados próprios ou Globoplay — vídeo e fotos que estão circulando nas redes sociais de gravação de obra ficcional mostrando um atentado ao presidente da República. A Globo não tem nenhuma série, novela ou programa com esse conteúdo. Segundo foi informada, a gravação seria de um filme do cineasta Ruy Guerra chamado ‘A Fúria’, que pretende fechar a trilogia iniciada com ‘Os Fuzis’, de 1964, e ‘A Queda’, de 1976. O Canal Brasil tem uma participação de apenas 3,61% nos direitos patrimoniais desse filme, mas jamais foi informado dessas cenas e, como é praxe em casos de cineastas consagrados, não supervisiona a produção. Embora tenha participação acionária no Canal Brasil, a Globo não interfere na gestão e nos conteúdos do canal”, disse a empresa, no comunicado.

A CNN entrou em contato com o cineasta Ruy Guerra e, até o fechamento desta reportagem, não obteve resposta.

CNN Brasil

PEGOU AR: Anitta desautoriza PT a usar imagem dela nas eleições: “NÃO SOU petista”

Sábado , 16 de Julho de 2022

Anitta usou as redes sociais, neste sábado (16/7), para desautorizar o Partido dos Trabalhadores (PT) a usar imagens dela em campanhas políticas da sigla neste ano.

Apesar de recentemente a cantora ter declarado o voto no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que disputará o Palácio do Planalto pelo partido, Anitta apelou para que os filiados ao PT separem as coisas.

“Atenção candidatos do PT, atenção partido PT. Eu NÃO SOU uma apoiadora do PT e NÃO SOU petista. Não autorizo o uso da minha imagem para promover este partido e seus candidatos. Minha escolha nessas eleições foi de trazer engajamento e mídia para a pessoa que tem maior chances de vencer Voldemort nessas eleições”, iniciou.

“Depois de muitas pesquisas a conclusão é de que essa pessoa é o Lula. E o que vou fazer daqui em diante é usar minhas plataformas no que eu puder ajudar para trazer mais visibilidade a ele com a propósito de não termos novamente Voldemort na Presidência. Que isso fique bem claro”, reforçou.

Anitta também disse que ainda vai analisar os nomes que concorrerão a outros cargos eletivos, mas que a prioridade agora seria impedir a reeleição de Jair Bolsonaro (PL).

“Meus ideais políticos e as coisas que eu acredito ficaram para as próximas eleições. Este ano meu foco é fazer minha parte para não dar brecha a esse possível pesadelo de reeleição. NÃO USEM MEU NOME e minha imagem para promover a candidatura e o partido de vcs por q quem usar vai tomar logo um forão. E pode me xingar a vontade q eu ñ sou de ir junto com a manada não. Eu só faço o q eu quero a hora q eu quero. Depois vou estudar os candidatos a governador, deputados etc, e tirar minhas próprias conclusões”.

Metrópoles

Ministério autoriza vacinação de crianças de 3 a 5 anos contra Covid

Sábado, 16 de Julho de 2022

Estados e municípios vão utilizar a CoronaVac, com a mesma dosagem e o mesmo produto aplicado nos braços dos adultos

Crianças de 3 a 5 anos receberão duas doses da CoronaVac para prevenir a Covid-19

Crianças de 3 a 5 anos receberão duas doses da CoronaVac para prevenir a Covid-19

HANNAH BEIER/REUTERS - 21.06.2022

O Ministério da Saúde liberou, nesta sexta-feira (15), a vacinação de crianças com idade entre 3 e 5 anos com a CoronaVac para prevenir a Covid-19. O aval para aplicar o imunizante neste público específico já havia sido permitido, por unanimidade, pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na última quarta-feira (13).

cidade do Rio de Janeiro não aguardou o posicionamento do ministério e começou a vacinar contra a Covid-19 já nesta sexta-feira.

O esquema vacinal, indicado pela área técnica da Anvisa, será o mesmo dos adultos: duas doses, com intervalo de 28 dias. A vacina não foi recomendada a crianças com deficiência no sistema imune. O fármaco é o mesmo usado em adultos e os frascos continuam iguais.

Para aprovação, os especialistas da agência reguladora receberam dados de três estudos feitos no Brasil: Curumim, realizado no Espírito Santo; Immunita, realizado pelo Instituto Butantan e pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz); e Vigvac, também da Fiocruz.

Fonte: R7

Polícia indicia policial penal pela morte de dirigente do PT em Foz do Iguaçu

Sábado, 16 de Julho de 2022



Nesta sexta-feira (15), o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho, suspeito de assassinar Marcelo de Arruda, tesoureiro do PT (Partido dos Trabalhadores) em Foz do Iguaçu (PR), foi indiciado por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e por causar perigo comum às pessoas presentes no local do crime.

A informação foi confirmada pela delegada chefe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Camila Cecconello, durante coletiva. Segundo a delegada, o policial penal está sedado no momento. Segundo a delegada, “não há provas de que foi um crime de ódio, pelo fato de a vítima ser petista”. Durante a entrevista, a delegada revelou detalhes sobre o episódio. Segundo Camila, Guaranho estava em um churrasco e teria ingerido bebidas alcoólicas quando soube da festa com temática em homenagem ao ex-presidente Lula em um clube da região, tendo acesso a imagens das câmeras de segurança do local.

Ainda de acordo com a delegada, ele foi até o local e tocou uma música que fazia alusão à campanha de Jair Bolsonaro, o que gerou uma discussão entre ele e Marcelo, que teria atirado terra na direção de Guaranho, atingindo sua esposa e uma criança que estaria com o casal. Depois de deixar a mulher em casa, ele retornou, entrou no clube. Marcelo e Guaranho se encararam com as armas apontadas um para o outro até que o agente penal abriu fogo. Já em solo, Marcelo revida e acerta Guaranho.

Fonte: Sobral 24 Horas

PF extradita condenada que atuava no tráfico de mulheres de famílias carentes do RN para a Espanha

Sábado, 16 de Julho de 2022

Foto: divulgação/PF

A Polícia Federal, por meio da representação regional da Interpol no Rio Grande do Norte, extraditou da Espanha para o Brasil, nesta sexta-feira, 15/7, uma cidadã brasileira, de 44 anos. Presa em Madri por envolvimento com tráfico internacional de pessoas, ela aguardava os trâmites judiciais para a sua extradição.

A mulher tinha mandado de prisão expedido pela Justiça Federal/RN, sentenciada a 11 anos, 7 meses e 15 dias de reclusão, em regime fechado, por tráfico internacional de pessoas para fins de exploração sexual, mediante fraude e com o fim de obter vantagem econômica, bem como redução à condição análoga à de escravo. Ela figurava na Difusão Vermelha da Interpol.

A brasileira foi condenada por se associar, a partir de 2007, a uma organização criminosa composta por grupo de estrangeiros que selecionava e ludibriava jovens mulheres para serem exploradas sexualmente na Espanha, sob o falso argumento de trabalharem em clubes de alternes, que são estabelecimentos direcionados ao público masculino, nos quais o trabalho das mulheres é entreter os clientes e induzi-los ao consumo. Sua função no grupo era captar as mulheres para fins de exploração sexual.

A investigação deflagrada pela Polícia Federal, à época dos fatos, constatou que a brasileira teria atuado diretamente no tráfico de mulheres de famílias carentes do Rio Grande do Norte para a Espanha, onde as vítimas tinham a liberdade de locomoção tolhidas pelo grupo criminoso e seus passaportes eram retidos até quitar a “dívida adquirida” com a organização, além de serem constantemente ameaçadas e vigiadas por câmeras e seguranças.

Escoltada pela Polícia Federal, tão logo desembarcou no Aeroporto Aluízio Alves, na Grande Natal, a extraditada passou por exame de corpo de delito no ITEP e foi levada ao Centro de Detenção Provisória Feminino de Parnamirim, onde se encontra à disposição da Justiça.

Fonte: Blog do BG

BIZARRO: Médicos acham garrafa no reto de homem com intestino preso

Sábado, 16 de Julho de 2022

Um paciente de 50 anos chegou a um hospital iraniano acompanhado de sua esposa, contando estar sofrendo há três dias com constipação, dores no estômago e falta de apetite. Uma tomografia computadorizada mostrou que o homem tinha uma garrafa plástica de 250 ml introduzida no reto.

– Por causa do constrangimento e do medo da esposa, ele não forneceu o histórico do que havia acontecido para explicar a presença do objeto no reto e chegou à emergência do hospital tardiamente – explicou a equipe médica, de acordo com informações da revista Clinical Case Reports.

O objeto se encontrava a 10 milímetros da abertura do ânus, entre o reto e o cólon, mas não chegou a danificar o intestino do paciente.

Ao concluírem o motivo do desconforto, os médicos levaram o homem até a sala de cirurgia, o anestesiaram, e removeram o objeto utilizando uma pinça cirúrgica. O paciente seguiu na unidade de saúde por mais cinco dias, sob observação. Posteriormente, ele foi encaminhando até um psiquiatra, pois contou sofrer de depressão. (Pleno News)

Câmeras conseguem detectar militantes vândalos depredando a sede do partido de Bolsonaro em MG (veja o vídeo)

Sábado, 16 de Julho de 2022

Câmeras conseguiram captar a ação dos meliantes.

A presidente do PL da cidade, Ellen Miziara, extremamente indignada, disse que a Polícia Militar (PM) foi acionada e já está tomando as providências legais.

“Assim como o presidente Bolsonaro, eu repudio qualquer tipo de violência, principalmente de cunho político. Acredito que a democracia se faz no debate de ideias e não com violência”, disse ela.

Ela atribui a ação a ‘esquerdistas petistas’.

Que dúvida?

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Eleições de 2022 têm 156 milhões de pessoas aptas a votar, diz TSE; Número de eleitores cresceu 6%

Sábado, 16 de Julho de 2022

Foto: TSE

As eleições de 2022 tiveram recorde no número de pessoas aptas a votar, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (15) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Há 156.454.011 potenciais eleitores, alta de 6% em relação ao último pleito presidencial, em 2018.

O primeiro turno está marcado para 2 de outubro. Eventuais segundos turnos serão disputados em 30 de outubro. A votação decidirá os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital.

Diferentemente de 2018 e 2014, a maioria dos eleitores neste ano declararam ter o ensino médio completo, equivalente a 26% do eleitorado. Nas duas eleições gerais anteriores a maior parte tinha o ensino fundamental incompleto.

Programa milionário de alfabetização do PT no Piauí tinha mais de 1.000 mortos cadastrados

Sábado, 16 de Julho de 2022

Foto: @reginasousapiaui/Instagram

O Brasil é um país onde proliferam exemplos de mau uso de dinheiro público ao longo da história, mas ainda assim sempre é possível se surpreender com alguma modalidade diferente de desvio de recursos do contribuinte. A última veio do Piauí, onde um relatório do Tribunal de Contas do Estado encontrou mais de 1 000 mortos cadastrados em um programa de alfabetização tocado pelo governo estadual nas gestões de Wellington Dias (PT) e sua sucessora, Regina Sousa (PT). Além dos falecidos, a auditoria descobriu que entre os matriculados havia mais de 5 500 funcionários públicos — que, pela natureza da função, que exige concurso, devem saber ler e escrever — e mais de 1 000 jovens de até 18 anos, que não poderiam estar inscritos em um programa cujo foco é o público adulto. Tudo isso intermediado por empresas contratadas sem comprovar nenhuma experiência com serviços educacionais e com endereços para lá de suspeitos.

A longa lista de irregularidades foi detectada em uma auditoria feita entre março e junho deste ano. A avaliação do TCE é que o programa, planejado para consumir 342 milhões de reais, admitiu alunos e instituições que não atendem aos critérios e que há um alto risco de superfaturamento e dano aos cofres públicos. Lançado em julho de 2021, quando o governo estava sob o comando de Dias — que renunciou em março para disputar o Senado —, o Proaja visa alfabetizar 200 000 pessoas através de convênios com instituições privadas. O número corresponde à metade dos adultos analfabetos do Piauí, estado onde 16% da população adulta não sabe ler nem escrever.

O ponto central do caso está nas empresas contratadas para prestar o serviço. Das 39, em doze não há funcionários, cinco não tiveram sua sede encontrada pelos auditores e pelo menos uma dezena não possui capacidade operativa educacional, segundo o relatório. O TCE também classificou como ineficiente o monitoramento da FGV, contratada pela Secretaria da Educação para acompanhar o programa. A evidência de superfaturamento se dá porque o valor é investido de acordo com o número de alunos e entidades — cada alfabetizado recebe 440 reais como incentivo e auxílio para materiais, e cada empresa recebe 1 310 reais por estudante.

Em sua defesa, o governo aponta o dedo para as empresas (como se não fosse sua função escolher e fiscalizar a atuação delas). Diz que a busca de alunos é feita por essas parceiras e que os nomes apresentados pelo TCE como irregulares estão de fato na lista de 340 000 inscritos no programa, mas não entre os 170 000 aprovados até agora. Logo, os 58,8 milhões de reais já investidos foram pagos, na versão do estado, somente a alunos e instituições que atendem aos critérios necessários. A secretaria também defende a tese de que as empresas são confiáveis mesmo sem sede porque, em muitos casos, a alfabetização é feita na casa das pessoas, ou em igrejas e associações locais. O secretário de Educação, Ellen Gera de Brito Moura, lembra que a idade do público-alvo e a sua extensão, que se propõe a chegar a áreas remotas do estado, dificultam o monitoramento dos dados. “Se identificarmos que alguma matrícula foi forjada a descredenciaremos”, diz. Se o estado não convencer o TCE em sua defesa (evidentemente, vai ser bem complicado justificar os alunos mortos), o negócio será suspenso.

Elaborado por um órgão de controle habilitado para isso, o relatório tem potencial para se transformar em munição eleitoral. Candidato ao Senado, Wellington Dias tenta emplacar o seu ex-secretário Rafael Fonteles (PT) no governo. Do outro lado, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), apoia Silvio Mendes (União Brasil), principal postulante a acabar com a hegemonia de vinte anos do PT no Piauí. Segundo pesquisa Real Time Big Data do final de junho, Mendes tem 39% e Fonteles, 26%, um bom desempenho num estado onde o petismo é muito forte. “Pode ser um dos maiores escândalos de corrupção da história do Piauí”, dispara o deputado estadual Gustavo Neiva (PP), aliado de Ciro. Nas redes sociais, rivais do petismo rebatizaram o programa de “Proajad — Programa de Alfabetização de Jovens, Adultos e Defuntos”. Independentemente da repercussão política, caberá aos órgãos competentes punir as irregularidades praticadas e as responsabilidades de cada um. Afinal de contas, as suspeitas apontadas são consistentes e graves na direção de uma tentativa de dilapidar os cofres públicos. Coisa de gente muito viva, por sinal.

Veja

Esquerda "racha" no Rio, Felipe Santa Cruz joga a toalha e deixa as portas escancaradas para aliado de Bolsonaro

 Sábado, 16 de Julho de 2022



A menos de três meses das eleições, Felipe Santa Cruz (PSD) desistiu da candidatura ao governo do Rio. Ele foi anunciado, nesta quinta-feira (14), como vice na chapa do ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT).


Apoiado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD) na disputa, Santa Cruz não se viabilizou no partido. Também não cresceu nas pesquisas de intenção de voto, ficando com 2% a 3% das preferências. O anúncio da pré-candidatura foi feito em redes sociais pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

"É com muita alegria que anuncio a indicação do companheiro Felipe Santa Cruz (PSD) como vice de Rodrigo Neves ao governo do Rio."

Durante encontro em um hotel no Centro do Rio na manhã desta quinta, Neves afirmou que o Rio não pode “correr riscos”. Era uma referência à candidatura do deputado Marcelo Freixo (PSB), que deve disputar votos com ele entre eleitores de esquerda.

"Essa aliança é a única possível para reunir os melhores quadros para reconstruir o Rio de Janeiro. É a ponte da vitória. O Rio hoje é um carro em uma estrada esburacada à beira de um precipício. A gente não daria um carro numa condição boa para uma pessoa que nunca dirigiu, ainda mais nessa condição. Tenho muito respeito ao deputado Freixo como parlamentar, mas o Rio é o maior desafio de governança dos 27 estados. Não pode mais correr riscos", afirmou.

Padrinho político de Santa Cruz, o prefeito Eduardo Paes insistia na candidatura do ex-presidente da OAB ao governo. Era uma tentativa de fortalecer o PSD no estado e criar musculatura política para as próximas eleições. Depois de meses sem que Santa Cruz avançasse, os dois decidiram abrir mão da cabeça de chapa. Tiveram apoio do diretório nacional do PSD na decisão.

A repercussão foi imediata, o jornal O POVO NA RUA deu na manchete de hoje:

"Claudio Castro dispara, Rodrigo Neves ameaça Freixo e pode ir para o segundo turno."

O governador Claudio Castro (PL) tenta a reeleição e é o candidato do bolsonarismo no Rio. 

O fato concreto é que a esquerda no Rio está totalmente dividida, uma parte segue o radical Marcelo Freixo, ex-Psol, hoje no PSB. Lula externou seu apoio a Freixo dias atrás no comício da Cinelandia – onde tiveram que cercar a praça com tapumes – para dar impressão de aglomeração, já que a presença do público tem sido fraca nos eventos do ‘líder das pesquisas’.

Outra facção da esquerda carioca seguirá com o PDT, com Rodrigo Neves como candidato a governador, com o apoio do prefeito da capital carioca, Eduardo Paes (PSD) também eleitor de Lula.

Para misturar ainda mais as peças no tabuleiro, parte significativa do PT-RJ flerta com o governador Castro do PL, partido de Bolsonaro.

Não entendeu o angu político fluminense?

Tudo bem, o perigoso Rio de Janeiro nunca foi para iniciantes...

Foto de Eduardo Negrão

Eduardo Negrão

Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055