martins em pauta

domingo, 1 de setembro de 2019

PARTICIPE DA GRANDE PROMOÇÃO “INDIQUE UM AMIGO” DA BRISANET




A Brisanet acredita na importância de prover conexão de qualidade e valorizar seus clientes. Nesse sentido, a empresa dispõe de ações exclusivas para fidelização dos assinantes. A promoção “Indique um Amigo” é um bom exemplo disso. Nela, o cliente indica pessoas que tenham interesse em contratar os serviços da Brisanet e, com isso, passa a ter direito a desconto na mensalidade dos planos que assina, podendo ganhar um mês de internet grátis.

Com o “Indique um Amigo”, todos saem ganhando. A pessoa que foi indicada recebe internet, TV e telefonia fixa de qualidade, e quem a indicou recebe desconto na sua próxima fatura. Pode ser feita mais de uma indicação. Assim, o assinante pode ter várias mensalidades gratuitas dos serviços contratados.

Como faz as indicações de amigos? É só acessar brisanet.com.br/indiqueamigo/, preencher os formulários e esperar as instalações de seus amigos. O desconto será lançado na fatura do mês seguinte.
Aproveite e faça suas indicações. E quanto mais amigos indicar, melhor! Mais descontos você recebe e mais pessoas estarão conectadas com você, através do melhor sinal do Nordeste.

Departamento de Comunicação e Marketing




domingo, 21 de julho de 2019

Caminhoneiro implora ao ver caminhão pegando fogo e chuva inesperada chega; vídeo

Domingo, 21 de Julho de 2019


Em um vídeo que circula nas redes sociais, o caminhoneiro identificado como Luciano Damásio, consegue fazer chover após várias súplicas e ao ver seu caminhão pegando fogo do nada, entenda.

“Ele não vai me desamparar nesse momento de angústia, vendo a minha ferramenta de trabalho queimar do nada… Só peço meu Deus que mande água, que mande água senhor, que apague esse fogo!“, suplica Luciano.

Alguns minutos depois, como podemos perceber no vídeo, em pleno céu claro e com sol, a chuva começa a cair e apagar o fogo que estava se alastrando pelo caminhão.

Em prantos, Luciano faz um desabafo “Nós temos que ser humildes, sabe porque? Não parou nenhum caminhoneiro aqui, eles passam direto. Não perguntam se você esta precisando de um extintor, de um facão, de um machado… Não pergunta nada. É falta de união do caminhoneiro com um motorista, um pai de família desesperado como eu que estou aqui agora vendo queimar minha ferramenta de trabalho, do sustento da minha família.” completa.

Veja o vídeo abaixo e deixe o seu comentário sobre este fato:
Com informações AgroNewsBrasil

BIZARRO: Bebê nasce com "três cabeças" e pai tenta enterrá-lo vivo

Domingo, 21 de Julho de 2019

Caso ocorreu na Índia e criança precisou ser resgatada por policiais antes de passar por delicada cirurgia para retirada de protuberâncias na cabeça.

Em um caso raro de encefalocele, deficiência no tubo neural que causa má-formação em crianças, um bebê do estado de Uttar Pradesh, na Índia , nasceu com três cabeças e má formação no corpo. 


"Essa é uma condição rara e o corpo dela não vai se desenvolver bem por causa disso. Vamos fazer uma ressonância magnética e depois uma cirurgia para separar as cabeças", afirmou em entrevista ao canal de TV indiano NewsLion o médico Rajesh Thakur. 

Segundo o canal de TV, o pai da criança ficou com medo de não ter condições de pagar o tratamento e tentou enterrar a menina viva, mas ela foi resgatada por policiais. A cirurgia foi realizada no hospital Sapthagiri, no estado de Bangalore, e a criança foi posteriormente adotada por um tio. 

Os riscos de que ela tenha sequelas de desenvolvimento e deficiências mentais, porém, é alto.


Fonte: IG

Foto: NewsLionTV / Reprodução

Adélio põe o “mandante” em pânico

Domingo, 21 de Julho de 2019


O autor da tentativa de homicídio contra o presidente Jair Bolsonaro, está irredutível no Presídio Federal de Campo Grande (MS).

Conforme noticiado neste final de semana, Adélio Bispo de Oliveira se recusa a fazer o tratamento psiquiátrico indicado pela sentença judicial que o considerou inimputável.



A defesa de Adelio já se manifestou e garantiu que ele irá tomar os medicamentos prescritos pelo psiquiatra.
“Ele se recusa a tomar qualquer remédio desde que deu entrada aqui, mas isso será feito mesmo contra a vontade do meu cliente, agora que temos o diagnóstico”, disse o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior.

Parece óbvio que Zanone age em prol do mandante, que a esta altura deve estar vivendo um estado de absoluto pânico.

Caso Adelio não seja ‘dopado’ logo, pode desandar a contar a verdade e indicar os seus comparsas e o eventual mandante.

De qualquer forma, tudo indica que o criminoso está em risco.

É fato!

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade Online

Senhor do Bonfim: bebê morre após ser atacada por pit bull dentro de casa

Domingo, 21 de Julho de 2019 

Foto: Reprodução

Uma bebê de 1 ano e três meses morreu, nesta sexta-feira (19), após ser atacada por um pit bull em Senhor do Bonfim, no norte da Bahia.

Segundo o G1, o caso ocorreu dentro da casa da vítima, localizada em Itapicuru, na zona rural. A criança se chamava Laura Emanuelly de Freitas Silva.

Laura estava sozinha em uma cama quando foi mordida pelo cachorro da família na cabeça. A família socorreu a vítima, mas a bebê não resistiu aos ferimentos e morreu.

PRF prende mulher com 2 mil diamantes escondidos na calcinha

Domingo, 21 de Julho de 2019

Foto: Divulgação


Um casal foi detido pela Polícia Rodoviária Federal com cerca de duas mil pedras preciosas nesta sexta-feira (19), na BR-364, em Vilhena, no estado de Rondônia. Segundo a corporação, a mulher, uma fisioterapeuta de 41 anos, confessou aos policiais, antes de ser revistada, que levava na calcinha, envelopes com 1.930 diamantes.

A PRF informou ao Estadão que as pedras foram extraídas ilegalmente da Reserva Roosevelt, que pertence a União.

O nervosismo do casal despertou os policiais durante a abordagem a uma caminhonete Chevrolet S-10. A caminhonete era conduzida por um pedreiro, de 65 anos.

O casal contou à Polícia que havia comprado as pedras na cidade de Ji-Paraná por R$ 300 mil. O destino final seria Foz do Iguaçu, no Paraná, onde as pedras seriam negociadas.

Erro bancário faz natalense o homem mais rico do mundo, com o equivalente a 191 bilhões de dólares na conta

Domingo, 21 de julho de 2019


Natalense João Henrique ficou bilionário durante alguns minutos (Foto: Lucas Cortez/Inter TV Cabugi)

A ligação da gerente do banco Itaú na última terça-feira, 16, assustou o natalense João Henrique de Melo Pereira. Ele foi informado pela instituição que houve um lançamento vultuoso, mas equivocado, em uma conta corrente que ele pouco movimenta, no dia 22 de maio. O valor? R$ 774.764.420.155,26.

Henrique estava dirigindo quando recebeu a chamada e conta que quase bateu o carro. O dinheiro, claro, não ficou para ele. Assim que verificou o erro, o banco realizou o estorno do valor total, deixando apenas R$ 0,98 na conta bancária.

Em nota, o Itaú Unibanco informou que “apurou o caso e constatou que houve uma falha pontual com o lançamento em conta, que foi corrigida em poucos minutos, sem impacto financeiro algum para o cliente”.

O valor bilionário tornaria Henrique o homem mais rico do mundo, com fortuna maior do que a registrada pelo bilionário Jeff Bezos, que tem uma fortuna avaliada em US$ 131 bilhões. Henrique ganhou (e perdeu) a bolada equivalente a US$ 191 bilhões de dólares. O valor é tão alto que nem o banco teria condições de movimentá-lo, já que a instituição não teria capital financeiro para isso.

Perguntado sobre o que faria com tanto dinheiro, o jovem diz que usaria para ajudar muitas pessoa. “É um valor muito alto. Eu usaria para ajudar muita gente, com certeza”, diz ele.

Ao mesmo tempo, João Henrique ficou preocupado com a possibilidade de o dinheiro ter uma origem ilícita. “O banco não explicou exatamente de onde era esse dinheiro, então eu fiquei com medo, preocupado”, diz o rapaz, que registrou até um boletim de ocorrência. (Com informações G1 RN).

Atriz Global destrói LULA: “Ele arrasou com o país, é uma pessoa covarde”

Domingo, 21 de Julho de 2019


Em entrevista à rádio Jovem Pan FM, a atriz Rosamaria Murtinho acusou Lula de distorcer fatos, mentir em jornal internacional, além de ser “covarde” e “idiota”.

“Eu já votei no PT, mas acho que arrasou com o Brasil. O Lula, eu acho uma pessoa covarde. Eu acho uma pessoa muito covarde (…) Desculpe, eu sou da oposição (…). Quando houve essas manifestações, ele declarou no jornal ‘O Globo’ que não estava entendendo. Somente um idiota não entende.”

Fonte: News Atual

Senadores reagem a decisão de Toffoli e ataques a Sergio Moro – Operação ‘Lava Toga’

Domingo, 21 de Julho de 2019


Os senadores Álvaro Dias, Reguffe e Styvenson Valentim reagiram a recente decisão de Dias Toffoli, ministro do STF, e se levantaram contra ataques direcionados a Sergio Moro, ministro da Justiça do Governo Bolsonaro e ex-juiz da Operação Lava Jato.

“E, quando nós nos defrontamos com movimentos de oposição a essa expectativa de mudança no País, temos que reagir.

Não há como ficar silentes diante de uma decisão como essa do Presidente do Supremo Tribunal Federal, em má hora, de forma inoportuna, obviamente castigando a Operação Lava Jato na esteira dessa conspiração desenhada, já há algum tempo, em vários lances, com conexões que apontam para operações concatenadas”, asseverou Álvaro Dias.

Ele assestou, ainda, um possível conluio com autoridades no próprio Senado Federal: “Eu incluo, por exemplo, a aprovação repentina aqui, no Senado Federal, da Lei de Abuso de Autoridade, com o endurecimento da legislação relacionada a abuso de autoridade.

É óbvio que temos que legislar sobre abuso de autoridade, mas temos o momento adequado e a forma adequada. Da forma como se deu, fica a impressão de tratar-se de uma conspiração contra a Operação Lava Jato, já que há, implicitamente, um objetivo escuso, que é o de atemorizar investigadores e julgadores.

Ao mesmo tempo, lá no Supremo, julgavam-se dois habeas corpus impetrados a favor do ex-Presidente Lula e transferiu-se para o segundo semestre o julgamento de outro em que se alega a suspeição do Juiz Moro à época para aquele julgamento”.

“Isso se relaciona com os vazamentos. Portanto, eu estou levantando aqui a hipótese de que ações simultâneas e concatenadas fazem parte de uma conspiração contra a Operação Lava Jato”, atestou.
Fonte: News Atual
Veja o Vídeo.

Vídeo que mostra o caráter de Lula em 3 atos volta a viralizar na rede (Veja o Vídeo)

Domingo, 21 de Julho de 2019


O caráter do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem três características marcantes. A preguiça, a prepotência e a mentira.

É o que demonstra um vídeo que há algum tempo circula nas redes sociais, mas que nos últimos dias voltou a viralizar.

Três passagens da vida do meliante petista, onde ele confessa que é preguiçoso, demonstra toda a sua prepotência e assume que usava a mentira para atingir os seus objetivos.

O tempo passa, Lula foi condenado e preso, mas, sem dúvida, continua o mesmo: preguiçoso, prepotente e mentiroso.
Veja o vídeo:
da RedaçãoFonte: Jornal da Cidade Online

Desmascarando a hipocrisia da esquerda e da mídia sobre a questão da FOME no Brasil (Veja o Vídeo)

Domingo, 21 de Julho de 2019


Quando estava no Poder, a Esquerda se gabava em dizer que havia “acabado com a fome” no Brasil. Apresentava números - que ninguém sabia de onde vinham - para demonstrar que não existiam mais pessoas em situação de extrema pobreza no país (aquela extrema pobreza a ponto de não ter sequer o que comer).

Tudo isso, a Esquerda dizia que se devia ao exitoso programa “Fome Zero” (mais antigo, criado por “Lula”) e “Bolsa Família”.

Reportagens eram mostradas na televisão, especialmente na Rede Globo e Globo News, demonstrando a retirada de centenas de milhares (e, por que não?, milhões) de pessoas da linha de pobreza. Aliás, essa expressão, “linha de pobreza”, era repetida aos quatro ventos pela mídia, quase como um mantra, quando replicava, nas reportagens, os gráficos que mostravam a ascensão social dos brasileiros mais necessitados socialmente.

Pois bem.
Jair Bolsonaro assume a Presidência da República, e não só não extingue o programa Bolsa Família (como a Esquerda dizia que ele faria) como o amplia, pagando 13º às famílias cadastradas e atendidas pelo referido programa.
E daí, ele, Jair Bolsonaro, fala, em uma entrevista, que no Brasil não existem pessoas em situação de extrema pobreza, que passem fome, que não consigam se alimentar, e é imediatamente bombardeado pela Esquerda e pela mídia “mainstream”.
A fala do Presidente pode ter sido infeliz e até cruel, concordo. Mas não pode ser interpretada descontextualizada.
Na verdade, como ele explicou depois, o que ele estava querendo ressalvar era que o que não se pode mais tolerar, no Brasil, é aquela cultura de governantes que ficam falando mal do próprio país, com números e dados depreciativos, muitas vezes errados, e que só fazem manchar a imagem do Brasil no exterior, como Lula fazia, em um vídeo mais do que conhecido. Veja o vídeo:
Mas de nada adianta a explicação, pois palavras já ditas não podem ser “desditas”, e por isso que há que se tomar extremo cuidado ao se falar algo de improviso, especialmente por um Presidente da República nesse ambiente midiático histriônico brasileiro.
Contudo, a fala de Bolsonaro serve para escrachar a hipocrisia da Esquerda e da extrema-imprensa, que sempre tapou os olhos para os mais necessitados do país, para os que realmente passam fome, que vivem à margem da sociedade, que não têm dignidade, que não votam, que não integram estatísticas, mas que são brasileiros como nós, e que devem primordialmente receber a proteção do Estado (e de qualquer um de nós, na verdade, com nossos atos de solidariedade).
A imprensa que agora torce o nariz de “nojinho” para a fala Bolsonaro sobre a inexistência de pessoas famélicas no país é a mesma que passou anos dizendo que o Governo do PT acabou com a fome no Brasil.
O fato é que, mesmo quando não quer, mesmo sem querer, Bolsonaro consegue fazer cair o véu da hipocrisia que cobre a Esquerda e os seus apoiadores da mídia “mainstream”.
Portanto, lanço aqui a eles duas exortações, duas advertências, para estimulá-los:
— Decida-se, Esquerda: a situação de extrema pobreza foi ou não foi acabada pelo Governo que esteve no Poder nos últimos 16 anos (Lula 1 e 2; Dilma 1 e 2 e 1/2; Temer 1 e 1/2)?
— Decida-se, extrema-imprensa/mídia “mainstream”: as reportagens maciçamente divulgadas nos telejornais, e escritas na mídia impressa, dando conta da erradicação da fome no país (ou, ao menos, da sua redução drástica), com a retirada de milhões de pessoas da situação de extrema-pobreza, eram falsas?

Guillermo Federico Piacesi Ramos

Advogado

Fonte: Jornal da Cidade Online

Governo Bolsonaro amplia regras de ficha limpa para servidores

Domingo, 21 de Julho de 2019 


por Danielle Brant | Folhapress
Foto: Reprodução/EBC


Servidores indicados para ocupar cargos comissionados ou funções de confiança na administração pública deverão ser ficha limpa e ter formação acadêmica compatível com o posto ao qual foram apontados, segundo decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) na quinta-feira (18).

O documento, entretanto, abre espaço para que o ministro da Casa Civil ou o presidente sejam responsáveis por observar que os nomes escolhidos cumpram os critérios definidos.

Segundo o decreto, órgãos e entidades da administração pública deverão ter reputação ilibada, idoneidade moral e perfil profissional ou formação acadêmica compatível com o posto ou função ao qual foram designados. Também precisam ser ficha limpa.

A medida estende a 76,1 mil servidores regras que, desde 20 de março, estavam vigorando para outros 24,3 mil ocupantes de cargos de direção e assessoramento e funções comissionadas do Executivo, que têm livre nomeação e exoneração.

Além de servidores que ocupam cargos comissionados e funções de confiança em ministérios, o decreto também incide sobre agências reguladoras, universidades federais, fundações públicas e postos de natureza especial, como secretários-executivos, secretários especiais e ministros.

São excluídos das exigências apenas gratificações definidas por legislação específica e que não podem ser alteradas por meio de decreto, segundo comunicado do Ministério da Economia.

Em nota, o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert, afirma que o objetivo é aumentar a eficiência e tornar a gestão pública mais qualificada. "Queremos também impedir que pessoas que não tenham perfil adequado sejam nomeadas para esses cargos."

Somente 67 municípios brasileiros aderiram a sistema contra desigualdade racial do governo

Domingo, 21 de Julho de 2019 

Foto: Reprodução/LocusOnline

Com o objetivo de organizar e articular políticas e serviços do poder público federal para vencer as desigualdades raciais no Brasil, o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir) conta com a adesão de apenas 67 municípios e 18 estados, além do Distrito Federal, de acordo com balanço do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

A adesão ao Sinapir permite aos entes federados a preferência no repasse de recursos financeiros federais, o que é feito por meio de edital. Segundo a Agência Brasil, o objetivo é criar ou fortalecer órgãos e conselhos de promoção da igualdade racial e garantir à população negra a equivalência de oportunidades, a defesa de direitos e o combate à discriminação e às demais formas de intolerância.

O Sinapir é uma das medidas previstas no Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010), que neste sábado (20) completa nove anos. A adesão ao sistema é voluntária.

De acordo com reportagem da Agência Brasil, apenas o Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba e nove municípios têm gestão intermediária, com plano elaborado e dotação no Orçamento. A Bahia e seis municípios têm gestão plena. Além de plano, têm recursos e maior liberdade para usá-los.

Presidente da OAB só faltou dizer que Marcelo Bretas é gay

Domingo, 21 de Julho de 2019


O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, classificou como “vedetismo judicial” as declarações do juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, publicadas em entrevista à revista ÉPOCA.

“É um deslumbramento, uma exposição pública, de ginástica, corrida, jogos de futebol, mensagens religiosas. É o ativismo elevado à décima potência pelo doutor Marcelo Bretas”, disse Santa Cruz, que questionou o propósito do magistrado. “O que ele faz é política partidária”.

O presidente da OAB também criticou a postura de Bretas que reconheceu falha na Operação Lava Jato por não ter apresentado denúncias relacionadas ao Judiciário e ao Ministério Público. “O que me preocupa é essa transmutação, essa mudança do papel do juiz no ativismo e no vedetismo, numa espécie de pessoa pública que pode falar de tudo e de todos, sem prova, fora dos autos, atacando ministros do Supremo, a reputação de instâncias superiores do Judiciário. O doutor Marcelo Bretas é uma vedete, não um juiz”.

De acordo com o presidente da OAB, a promoção dos juízes nas redes sociais se tornou um jogo de vaidade e de popularidade. “A Lava Jato do Rio tem inovado porque ela é quase um partido político”, afirmou.

Em entrevista à ÉPOCA, Bretas relacionou sua exposição em redes sociais como um momento especial, de superação de um quadro depressivo: “Não tem nada a ver com deslumbramento”.

“Juiz não é liderança política, não é comentarista. Juiz fala nos autos, tem que ser imparcial. É gravíssimo que a gente crie um modelo em que os juízes sejam justiceiros”, afirmou Santa Cruz.

O presidente da OAB lembrou que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) já discute uma limitação ao uso das redes pelos magistrados.

Santa Cruz também fez duras críticas ao comentário de Bretas sobre a possibilidade de futura nomeação ao STF e por ele não rechaçar de forma contundente a hipótese de ingressar na política. “Quando ele reconhece que pode ser um quadro político, faria por bem à própria Lava Jato que se afastasse dela”, disse.

O magistrado relatou à ÉPOCA que não é seu projeto de vida, mas que sabe que “ser ministro do Supremo é uma promoção ao topo da carreira. É o auge, o topo, uma honra”. Sobre entrar na política, Bretas titubeou: “Olha… garantir que nunca vou entrar na política… Estou com 49 anos… É… Não consigo imaginar, não”.

Época

Fonte: Blog do BG

Maior aeronave militar feita no Brasil entra em fase final de testes

Domingo, 21 de Julho de 2019


A Força Aérea Brasileira (FAB) está em fase final de testes do KC-390, a maior aeronave militar já desenvolvida e produzida no Brasil. Robusta, a aeronave lembra o clássico C-130 Hércules, avião militar de transporte de tropas e cargas. Mas o KC-390 foi desenvolvido para atender demandas acima das já cumpridas pelo Hércules.

Desenvolvido pela Embraer Defesa e Segurança, o KC-390 poderá atuar em diversos cenários e em pistas não preparadas. Após o término da fase de testes, ele poderá cumprir missões de transporte de cargas e tropa, lançamento de paraquedistas, reabastecimento em voo, apoio a missões humanitárias, combate a incêndios florestais, busca e salvamento e evacuação aeromédica. Sua velocidade máxima é de 870 km/h.

Sua capacidade de transporte é um capítulo à parte. São 18,5 metros de comprimento, 3,45 metros de largura e 2,95 metros de altura reservados ao transporte de até 23 toneladas de cargas. O KC-390 pode receber blindados, peças de artilharia, equipamentos de grandes dimensões, armamentos e até outras aeronaves.

O KC-390 tem autonomia de voo de 2.730 quilômetros de distância com a carga máxima. A elevada autonomia de voo será um trunfo em missões de busca. Sem carga, o avião pode percorrer 5.958 km de distância.

De acordo com a FAB, 28 unidades estão encomendadas para compor a frota. As duas primeiras serão entregues ainda este ano e ficarão em uma base em Anápolis. Antes, porém, as unidades passam por uma inspeção, para garantir que seus equipamentos estão aptos ao pleno funcionamento. No espírito da multifuncionalidade da aeronave, foram escolhidos pilotos de diferentes especialidades, como transporte, caça e patrulha.

“A proposta é que possamos agregar os conhecimentos das aviações e consolidá-los à doutrina da aeronave para que ela esteja preparada para executar as ações que a Força Aérea Brasileira precisar”, disse o Major Aviador Carlos Vagner Veiga, um dos selecionados para atuar na operação do KC-390, em entrevista à FAB.


FAB

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilson
    E o dinheiro do KC-390 agora vai para a… Boeing! É isso mesmo amiguinho, o nosso mito nacionalista autorizou a venda da empresa junto com esses ótimos projetos. E pasmem, saiu mais barato que o preço de venda do Copacabana Palace. O que poderíamos esperar de diferente de um ser totalmente subserviente aos americanos?

Retomar dinheiro de corrupto funciona mais que prisão, diz AGU


Foto: Reprodução/TV Brasil

O advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, afirmou que recuperar dinheiro de corrupção ainda é muito difícil no Brasil e no mundo. Mas ressaltou que devolver os valores aos cofres públicos funciona mais do que simplesmente mandar a pessoa para a prisão. “Porque na cadeia, depois de um tempo, ela [a pessoa condenada] pode sair e usufruir daquele patrimônio. Recuperando o dinheiro, você tira todo um estímulo à prática da corrupção.”

Em entrevista à jornalista Roseann Kennedy, para o programa Impressões, da TV Brasil, ele disse que, com a soma do valor a ser devolvido aos cofres públicos nos próximos dois anos e do montante recuperado no ano passado, a expectativa do governo é reaver R$ 25 bilhões, frutos de acordo de leniência. Para o advogado-geral, é muito gratificante trabalhar nessa área “por ajudar o país a ter uma mudança de perspectiva, na cultura de corrupção que, em certo momento, está impregnada no servidor público”.

Apesar de trabalhar num segmento tão árido, André Luiz Mendonça avaliou que não fez inimigos na sua trajetória. “Eu pautei a atividade de combate à corrupção por uma premissa: responsabilidade e respeito às pessoas. Eu vou agir de acordo com a lei. Mas isso não significa que eu preciso criar inimizades ou agir de modo à espetacularizar esse tipo de atuação”, destacou.

Na entrevista, o advogado-geral da União, que também é pastor, falou das ações religiosas que ainda consegue desenvolver. Destacou a importância de agradecer a Deus e de o ser humano saber que saber que é passageiro. “Padre Antônio Vieira tinha uma frase mais ou menos assim: pó que está em pé não se esqueça que serás pó deitado. Então, a gente é passageiro por aqui e vai levar o que foi capaz de construir de bom para as pessoas”, refletiu.

Agência Brasil
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flauberto Wagner
    Será se a posição da AGU tem um propósito é a sua línha de atuação conforme a lei, todavia, é importante frisar que a prisão do corrupto é pena em razão do crime, já a devolução do dinheiro subtraído é obrigação em função de se tratar de roubo, peculato, apropriação indébita entre outras situações delituosas.
    Data vênia, senhor senhor André Mendonça a sua posição e opinião é de pura defesa do criminoso.
    Aplicar a lei é a razão da contenção do crime é no devido, agora ser complacente com o criminoso é apenas lhe dizer que devolva o bem público e pode ir para casa é fazer prosperar o crime no Brasil.
    Outra coisa, é saber que o Advogado Geral é um possível indicado para o STF e com essa linha de pensamento a coisa só piora.
  2. Marcus
    Tem que fazer os dois ao mesmo tempo: retomar o dinheiro e botar na cadeia. É assim que países como Japão conseguem manter níveis baixos de corrupção e desordem.

Associação Médica promete ir à Justiça contra novo sistema de revalidação de diplomas

Domingo, 21 de Julho de 2019


A Associação Médica Brasileira (AMB) promete ir à Justiça contra a proposta do Ministério da Educação (MEC) de autorizar faculdades particulares a participarem do processo de revalidação de diplomas médicos obtidos no exterior.

Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo nesta quinta, 18, o MEC quer que instituições de ensino privadas possam oferecer complementação de disciplinas a médicos formados em universidades estrangeiras que queiram revalidar o diploma no Brasil. Hoje, somente universidades públicas são autorizadas a executar todo o processo.

Em nota, a AMB diz que a proposta é “ilegal”, pois fere a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que prevê que somente universidades públicas possam realizar revalidação. Ressalta ainda que a inclusão de instituições particulares possa levar a um processo de “mercantilização” da revalidação de diplomas.

A proposta está na minuta da portaria que definirá novas regras para a revalidação de diplomas médicos no País. O documento foi concluído na última terça, 16, após dois meses de discussões de um grupo de trabalho formado pelo MEC para tratar do assunto. A AMB, uma das integrantes do grupo, disse que foi ignorada. “Infelizmente, o GT foi usado para conferir uma pretensa legitimidade para uma proposta que já estava montada pelo MEC”, declarou, em nota, o presidente da entidade, Lincoln Ferreira.

Regras

De acordo com a minuta, seguirão existindo dois modelos principais de revalidação de diplomas médicos: o exame Revalida, feito em duas fases e promovido por instituto vinculado ao MEC (Inep), e a revalidação feita diretamente junto a universidades públicas.

Nesse último caso, cada instituição de ensino define seu modelo de revalidação, que geralmente prevê a análise das disciplinas cursadas pelo médico na universidade estrangeira e a exigência de complementação curricular para que o profissional curse matérias que não foram dadas pela escola estrangeira. É nessa etapa que entrariam as faculdades particulares.

Questionado, o MEC afirmou que o novo formato do processo “não retira das universidades públicas a competência exclusiva na revalidação de diplomas de médicos formados no exterior”. Isso porque, segundo o MEC, as instituições públicas continuarão responsáveis pela revalidação, mas poderão firmar convênios com as particulares para a complementação curricular.

As mudanças na revalidação de diplomas médicos são alvo de grande expectativa e polêmica por causa dos milhares de profissionais brasileiros formados no exterior, muitos integrantes do programa Mais Médicos. O Ministério da Saúde estima que sejam 120 mil brasileiros já formados ou que estudam Medicina fora do País. Também têm interesse na revalidação os cerca de 2 mil médicos cubanos que ficaram no Brasil após o fim da parceria entre os dois países.


Estadão Conteúdo

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055