martins em pauta

sábado, 20 de maio de 2017

Policiais da DEFUR prendem jovem armado com escopeta calibre 12 no bairro Pintos em Mossoró-RN

Sábado, 20 de Maio de 2017


Edglaudo Diego Rodrigues Vieira da Silva de 24 anos de idade, foi preso durante uma operação realizada pelos policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), na tarde desta sexta feira 19 de maio no bairro Costa e Silva (Pintos) em Mossoró RN. 

A equipe da Defur realizava uma operação no bairro quando recebeu informações sobre a existência de uma arma de fogo em uma residência e resolveu fazer uma abordagem no local. 

O jovem foi preso em casa e com ele os policiais apreenderam uma escopeta calibre 12 com três munições intactas. Edglaudo foi conduzido à Delegacia de Plantão no Alto de São Manoel para os procedimentos cabíveis.

Fonte: Fim da Linha

Bandidos assaltam duas carretas e ônibus de universitários na rodovia que liga Catolé do Rocha (PB) a Patu (RN)

Sábado, 20 de maio de 2017


A fronteira dos estados da Paraíba com o Rio Grande do Norte, na aérea que compreende a Regional de Catolé do Rocha está insegura e há o registro de várias tentativas e confirmados vários assaltos nos últimos dias.

E para não esquecer as estatísticas recentes, os bandidos voltaram a agir na noite desta quinta-feira (18 de maio), quando três homens praticaram assaltos em pelo menos três veículos, que trafegavam pela rodovia RN-078, entre os municípios de Patu (RN) e Catolé do Rocha (PB).

No momento das ações delituosas os três bandidos estavam em motocicletas e armados com uma arma longa e outra curta obrigando que os motoristas parassem no acostamento da rodovia.

Entre os veículos, estavam duas carretas e o ônibus dos universitários da prefeitura de Catolé do Rocha que retornavam da cidade de Patu (RN), aonde os mesmos estudam no período noturno.

Dos condutores das carretas foram levados uma quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais) de um deles, e R$ 550,00 (quinhentos e cinquenta reais) do outro motorista e os celulares dos mesmos.

Vários pertences entre celulares, bolsas e outros objetos foram subtraídos dos universitários, e em seguida os indivíduos tomaram rumo ignorado.

As vítimas seguiram com destino a Catolé do Rocha e acionaram a polícia da Paraíba que informou a uma equipe da Polícia Militar de Patu que efetuou diligências, mas até o momento ninguém foi preso. 


*Portal Catolé News / Nosso Paraná RN

Motorista morre após carro pipa capotar na zona rural de Luís Gomes/RN

Sábado, 20 de maio de 2017


Raimundo Fernandes Fontes, 55 anos, que residia no Sítio Catolezinho, na zona rural de Riacho de Santana/RN, faleceu na tarde desta sexta-feira(19), após um trágico acidente de transito na zona rural de Luís Gomes/RN.

De acordo com informações ele conduzia o carro pipa que atende a Comunidade de Lagoa do Mato e numa subida o veículo perdeu potência no motor, descendo desgovernado de ré, vindo a capotar na parede do açude Lulu Pinto. Raimundo Jeronimo como era mais conhecido foi arremessado para fora do veículo e teve morte no local.


A PM esteve no local fez isolamento e solicitou uma equipe do ITEP-RN para os exames de praxe e remoção do corpo para exames de necropsia.


Fonte: Nosso Parana RN

Polícia Civil prende suspeitos com drogas, armas de grosso calibre e munições nas Barrocas em Mossoró-RN.

Sábado, 20 de Maio de 2017



A Divisão de Polícia do Oeste (DIVPOE) com apoio da Delegacia de Furtos e Roubos (DEFUR) realizou nesta sexta feira, uma mega operação que resultou na prisão de três suspeitos e apreensão de muita droga, munições e armas de grosso calibre em Mossoró no Oeste Potiguar. 

A ação foi desencadeada no bairro Barrocas, onde foram apreendidos 01 escopeta calibre 12, 01 pistola calibre 380, 71 munições de fuzil calibre 762, 100 munições calibre 380, 15 munições calibre 38, 10 cartuchos calibre 12 e 03 carregadores de pistola 380. 

Os policiais apreenderam ainda 05 quilos da crack e 02 quilos de maconha prensada. Todo material foi localizado e apreendido em uma residência localizada na Rua Agostinho Sobrinho, por trás do colégio das irmãs nas Barrocas. 

Três suspeitos identificados como, Francisco de Assis da Silva Filho, Jeronimo Alves Pereira e Geraldo Francisco da Penha Filho foram detidos e encaminhados a sede da DIVPOE para procedimentos na forma da lei.

De acordo com o delegado da Divpoe, Dr. Renato Oliveira, os três serão autuados pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa e serão encaminhados para a Cadeia Pública de Mossoró onde ficarão a disposição da Justiça

Delegados Luiz Fernando (DEFUR) e Renato Oliveira (DIVPOE) comandaram a operação.


Fonte: Fim da Linha

REINALDO AZEVEDO APONTA CONSPIRAÇÃO CONTRA TEMER

OPINIÃO
JORNALISTA DESMORALIZA O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 
REINALDO AZEVEDO DESMONTA AÇÃO DE RODRIGO JANOT E EDSON FACHIN CONTRA TEMER


Confira o comentário do jornalista, Reinaldo Azevedo, no programas “Os Pingos Nos Is”, na Rádio Jovem Pan:

Pesquisem a etimologia da palavra “conspiração”. Lá está o verbo “spiiro”, que significa “soprar”, “respirar”, mas também “emitir um odor”. A conspiração, então, é uma teia de sopros, respiros e odores subalternos. Metaforicamente, é o cochicho das sombras. Cecília Meireles soube trabalhar tal origem no seu magnífico “Romanceiro da Inconfidência”. Pesquisem a respeito.

É claro que o presidente Michel Temer está sendo vítima de uma conspiração meticulosa e muito bem-sucedida. Todos sabem que os irmãos Joesley e Wesley Batista eram íntimos e grandes beneficiários do regime petista. Aliás, dava-se de barato: querem pegar o PT? Então peguem a JBS. A coisa ganhou até tradução popular. Que jornalista não foi indagado no táxi sobre uma suposta fazenda de Lulinha, em sociedade com a JBS? Que se saiba, tudo conversa mole. Nunca houve.

Mas a dupla caiu na rede da Lava Jato. Os irmãos foram assediados pela força-tarefa. Sabe-se lá com quantas ameaças. Como não devem ter memória muito limpa do que fizeram nos verões passados, resolveram “colaborar”. Mas não com uma delação premiada no molde Marcelo Odebrecht. Não!

Empregou-se a tática aplicada no caso Sérgio Machado, aquele que se dispôs a gravar peixões da República. Com a mesma generosidade. Em troca, os filhos de Machado nem processados foram. O criminoso pegou dois anos e três meses de cadeia em sua mansão, em Fortaleza.

Aos irmãos Batista se ofereceu ainda mais: “Entreguem o presidente da República, apelando a uma conversa induzida, gravada de forma clandestina. Façam o mesmo com o principal líder da oposição, e vocês nem precisarão ficar no Brasil, sentindo o odor dessa pobrada, que vai pagar o pato. Nós os condenaremos a morar em apartamento de bilionário em Nova York. Impunidade nunca mais!” (…)


Fonte: Carlos Skarlack

Uma vez confirmada edição da gravação, Janot e Fachin impichados


Sábado, 20 de maio de 2017

Caso se confirme a adulteração, estamos diante de dois crimes: falsidade material, prevista nos Artigos 297 e 298 do Código Penal, e obstrução da Justiça

POR REINALDO AZEVEDO


Se estiverem certos os peritos que asseveram à Folha que o áudio que registra a conversa entre Joesley Batista e Michel Temer sofreu mais de 50 cortes, estamos falando de dois crimes. Nesse caso, o sr. procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tem de ser alvo de um processo de impeachment no Senado. E aproveito para pedir também o de Edson Fachin, ministro do Supremo. Sim, explicarei as duas coisas. Até porque há uma diferença entre mim e “eles”: nunca me descuido da lei.

Fachin declarou que a gravação de Joesley é legal porque, afinal, seu conteúdo foi “ratificado e elucidado” em depoimento. É mesmo? Belo conceito de direito, que legítima a tortura caso se confirme, depois, que a realidade é compatível com a confissão do seviciado. O sol nas bancas de revista enchia Caetano de alegria e preguiça. Fachin só me enche de preguiça.

Insisto: um ministro do Supremo aceitou em juízo um elemento que ele sabe fatalmente ilegal: ou é ilegal porque gravações clandestinas não são aceitas em juízo (a não ser em circunstâncias que não estão dadas) ou é ilegal porque parte de um flagrante forjado.

Aí, algum recalcitrante do MST, amigo de Fachin, poderia dizer: “Ah, mas ele não decidiu com base na gravação, só na delação…”

É mesmo? Então decidiu que o presidente tem de ser investigado por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça apenas em decorrência de depoimentos que listaram a bagatela de 1.890 políticos? E, pior, o faz asseverando a legalidade de um material que, sem edição, já seria ilegal?

E Janot?

Bem, dizer o quê? A fita foi editada pela Procuradoria Geral da República ou já chegou cheia de cortes às mãos do Ministério Público Federal?

É aceitável que o chefe do Ministério Público Federal peça a investigação de um presidente sem nem se ocupar em saber se existe ou não fraude no material que a justifica?

“Ah, mas o pedido foi feito com base em depoimentos também…” É? Porque será que Temer merece tanta celeridade quando se compara o caso com o de outros famosos? Com tal rapidez, a Lava Jato estaria bem mais adiantada.

Crimes
Caso se confirme a adulteração, estamos diante de dois crimes — e aí será preciso saber quem os cometeu: a: Falsidade material, prevista nos Artigos 297 e 298 do Código Penal:

Art. 297 – Falsificar, no todo ou em parte, documento público, ou alterar documento público verdadeiro:

Pena – reclusão, de dois a seis anos, e multa.

Artigo 298 – Falsificar, no todo ou em parte, documento particular ou alterar documento particular verdadeiro:

Pena – reclusão, de um a cinco anos, e multa.

b: obstrução da Justiça: eis aí! Esta, sim, é verdadeira caso se confirme a edição do material. Afinal, a coisa foi alterada. Quem o fez pretendia o quê? A resposta é óbvia: derrubar o presidente.

Já seria grave se o presidente tivesse sido alvo só de “Entrapment”, de uma cilada armada, de um flagrante forjado? Mas, e isto é espantoso, tudo indica que se trata de algo ainda mais grave.

Afirmei nesta quinta que seria necessário investigar a investigação. Confirmados os cortes, é a hora de um duplo impeachment no Senado: de Janot e de Fachin. As consequências de seus respectivos atos, ignorando o devido processo legal, são muito graves.


Fonte: Carlos Skarlack

PF investiga se dinheiro dado a Rocha Loures foi repassado para Temer

Sábado, 20 de Maio de 2017 

Foto: Marcos Corrêa/ PR


A Polícia Federal está investigando se os R$ 500 mil pagos pelo empresário Joesley Batista, dono do frigorífico JBS, ao deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foram entregues ao presidente Michel Temer. Segundo o G1, em depoimento à Procuradoria-Geral da República (PGR), o delator Ricardo Saud disse ter “certeza absoluta” que a propina foi entregue a Temer. Ex-assessor especial e muito próximo ao peemedebista, Rocha Loures foi gravado por agentes federais saindo de uma pizzaria, em São Paulo, carregando uma mala com dinheiro. A quantia foi repassada por Batista para que o deputado, afastado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (18), defendesse interesses da empresa em um processo no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Temer ‘guardou no bolso’ R$ 1 milhão dos R$ 15 mi pagos em campanha, diz delator

Sábado, 20 de Maio de 2017

Foto: Lula Marques/ Agência PT

O presidente Michel Temer teria embolsado R$ 1 milhão dos R$ 15 milhões recebidos do Partido dos Trabalhadores (PT) para financiar sua campanha à Vice-Presidência, em 2014. A afirmação foi feita por Roberto Saud, diretor da JBS, em depoimento ao Ministério Público Federal. A informação consta da delação de executivos da empresa, cujos detalhes foram divulgados nesta sexta-feira (19) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ainda segundo Saud, além de Temer, Gilberto Kassab, hoje ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, também usou dinheiro de caixa 2 de campanha em proveito próprio. "Eu já vi o cara pegar o dinheiro da campanha e gastar na campanha. Agora, ganhar um dinheiro do PT e guardar pra ele no bolso dele, eu acho muito difícil. Aí, ele e o Kassab fizeram isso. Só o Temer e o Kassab guardaram o dinheiro pra eles usarem de outra forma", disse o executivo. No depoimento, o delator detalha como foi feito o pagamento. Temer negociou os R$ 15 milhões junto ao PT, e o valor foi repartido em diversas frentes: R$ 9 milhões teriam sido pagos em cinco parcelas ao PMDB nacional, como "propina dissimulada em forma de doação oficial"; R$ 3 milhões teriam sido entregues a um intermediário do ex-deputado Eduardo Cunha em um posto de gasolina no Rio de Janeiro; e R$ 2 milhões teriam sido repassados a Duda Mendonça como parte do pagamento pela campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo. De acordo com Saud, o pagamento a Duda Mendonças foi "simulado como se ele tivesse prestado um serviço" para uma das empresas do Grupo JBS. Ainda segundo o delator, o R$ 1 milhão que teria ficado com Temer foi entregue na sede da Argeplan Arquitetura e Engenharia, na Vila Madalena, em São Paulo. A empresa pertence a João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, e já foi alvo de investigações da Operação Lava Jato. “O Temer me deu um papelzinho, e falou: 'Ó, Ricardo, tem um milhão, que quero que você entregue em dinheiro nesse endereço aqui'. O Temer falou isso. Na porta do escritório dele, na calçada. Só eu e ele na rua. Na Praça Panamericana", relatou Saud.

Quase 2.000 candidatos de 28 partidos teriam recebido propina da JBS, aponta delator

Sábado, 20 de Maio de 2017

por Júlia Vigné
Foto: Reprodução / PGR

O diretor da JBS, Ricardo Saud, fez uma relação com os nomes de todos os políticos para que a empresa pagou propina, direta ou indiretamente. Ao todo foram quase R$ 600 milhões desmembrados para 1.829 candidatos de 28 partidos. Com a quantia, a empresa teria conseguido eleger 179 deputados estaduais de 23 estados e 177 deputados federais de 19 partidos, além de 16 governadores, sendo 4 do PMDB, 4 do PSDB, 3 do PT, 2 do PSD, 1 do PP e 1 do PSB. Com relação ao senado, 28 senadores federais teriam recebido propina da JBS, alguns que disputavam para o cargo de governador estaduais, outros que queriam se reeleger e outros corriam pela eleição na casa. O empresário fez questão de destacar que dos R$ 600 milhões, apenas R$ 15 milhões não eram propina. "Tudo é propina", alertou. A relação com nomes de partidos, valores, cargos, entre outras informações, foi entregue aos investigadores. Saud destacou, ainda, que todos os candidatos que receberam propina tinham conhecimento do processo. "Se ele recebeu o dinheiro ele sabe que de um jeito ou de outro foi propina", disse o empresário.

Estátua de Tancredo Neves em MG ganha placa: 'Que vergonha dos meus netinhos!'

Sábado, 20 de maio de 2017


Em meio ao rebuliço causado pelo furacão de denúncias que vem abalando (ainda mais) o país esta semana, um protesto singelo virou notícia na cidade de São João del-Rei, em Minas Gerais, nesta quinta-feira.

Uma estátua de Tancredo Neves, localizada em frente ao memorial que leva seu nome e preserva fotos e documentos relacionados a ele, amanheceu com uma placa em branca com os seguintes dizeres: "Que vergonha dos meus netinhos! Que vergonha".

A frase, claro, faz menção à prisão de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB/MG), pego em um grampo da PF cobrando R$ 2 milhões de propina ao empresário Joesley Batista, dono da JBS. Também foi preso nesta quinta Frederico Pacheco de Medeiros, primo de Andrea e Aécio, acusado de ser o receptor da propina cobrada pelo parlamentar mineiro. Em tempo: a criação do memorial teve coordenação e acompanhamento de perto feito por Andrea.

Ainda na noite desta quinta-feira, moradores do município onde nasceu Tancredo se reuniram no Largo do Rosário, em frente ao Solar dos Neves, casarão da família Neves, em protesto. Os manifestantes pediam a renúncia de Temer, a convocação de eleições diretas e, claro, a prisão do senador Aécio Neves.


Fonte: extra.globo

Santana do Acaraú: Ônibus escolar é assaltado e ladrões agridem estudante

Sábado, 20 de maio de 2017


Um ônibus escolar foi assaltado na manhã desta quinta-feira (18), na CE 178 no distrito de Sapó, zona rural de Santana do Acaraú-CE. O veículo que realiza o transporte de estudantes do ensino médio das comunidades de Chora, Dourado e outras localidades da região, foi abordado por três homens armados, um ficou com o motorista e os outros dois realizaram um arrastão com as vítimas, levaram carteiras, celulares e notebooks. Uma estudante foi agredida fisicamente por um dos ladrões.


Fonte: Tribuna dos Vales

BOMBA! Delação da JBS aponta propina de R$ 20 milhões para Cid e R$ 5 milhões para Eunício

Sábado, 20 de maio de 2017


A delação premiada do empresário Joesley Batista, um dos sócios da JBS, além de citar o presidente Michel Temer (PMDB) em envolvimento com irregularidades, aponta os cearenses Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (PMDB) como beneficiários de propina.

No caso do ex-governador do Ceará, o delator afirma que ele teria recebido R$ 20 milhões em troca de liberação de créditos de ICMS. Já o senador Eunício foi acusado por Ricardo Saud, um dos executivos da companhia, de ter recebido a quantia de R$ 5 milhões pela atuação em uma Medida Provisória que disciplinava créditos de PIS/Cofins. As informações são do O GLOBO.

O Blog Política aguarda posicionamento das assessorias de imprensa.

Citações

A delação inclui ainda governadores e ministros. No caso de Gilberto Kassab, ministro de Temer, foi citado por Wesley Batista, um dos sócios da empresa, e pelo diretor Ricardo Saud, como beneficiário de dinheiro irregular. O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), também aparece nos documentos como recebedor de cerca de R$ 150 milhões entre 2007 e 2016.

Os governadores Fernando Pimentel (PT-MG), acusado de receber R$ 3,6 milhões, e Robinson Faria (PSD-RN), acusado de ter recebido R$ 5 milhões, também são citados. Os primeiros conteúdos da delação dos empresários, divulgados na última quarta-feira, 17, causaram uma profunda crise política no País e ameaçam derrubar o presidente.


Com informações do portal O Povo

Eduardo Cunha teria comprado votos para se eleger presidente da Câmara

Sábado, 20 de Maio de 2017 

por Júlia Vigné
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O ex-deputado Eduardo Cunha teria comprado diversos parlamentares para que votassem em seu favor durante a campanha para a presidência da Câmara dos Deputados. É o que sustenta o empresário Joesley Batista, dono da JBS, que firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF). Os áudios dos depoimentos dados pelo dono da JBS para o MPF foram divulgados nesta sexta-feira (19) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na delação, o empresário afirma que Cunha pediu R$ 30 milhões para comprar deputados. “Pelo que eu entendi ele saiu comprando deputado, saiu comprando um monte de deputado Brasil a fora. Para isso que servia os R$ 30 milhões”, declarou Joesley. O empresário ainda explicou de que forma o pagamento foi feito. “Dos R$ 30 milhões, R$ 10 milhões foram pagos com notas frias diretamente aos deputados, R$ 12 milhões foram entregues em espécie na mão do deputado e R$ 5,6 milhões foi depositado em doação oficial ao PMDB”, detalhou o dono da JBS. A campanha para presidência da Câmara dos Deputados foi realizada no fim de 2014. Cunha recebeu 267 votos

Ministro da Fazenda diz que continuará no governo caso Temer deixe presidência

Sábado, 20 de Maio de 2017

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que continuará no comando da equipe econômica caso o presidente Michel Temer deixe o cargo. A declaração foi dada a investidores e aliados nesta quinta-feira (18), quando Meirelles também sinalizou que acredita na permanência do peemedebista no poder. De acordo com a Folha, a possibilidade de Meirelles continuar na Fazenda foi cogitada nos bastidores, principalmente se o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), assumisse. O ministro é visto por empresários e investidores como a principal âncora do governo e fiador de uma política econômica alinhada com o mercado. Durante turbulência causada pela delação da JBS, divulgada na noite de quarta-feira (17), Meirelles conversou com representantes de bancos e investidores para reforçar a disposição do governo em implementar as reformas em tramitação no governo. Internamente, o ministro também se reuniu com sua equipe de secretários, no Ministério da Fazenda, para passar a mensagem de que o trabalho deve continuar. Meirelles presidiu o Banco Central no governo Lula e passou a trabalhar para o grupo J&F, do frigorífico JBS, de Joesley Batista. meirelles saiu para assumir a Fazenda no governo Temer.

Planalto desconfia que gravação da JBS foi editada e envia áudio a peritos

Sábado, 20 de Maio de 2017 


Foto: Beto Barata / PR

O Palácio do Planalto decidiu enviar o arquivo da gravação feita pelo empresário Joesley Batista para peritos. Auxiliares de Michel Temer desconfiam que a conversa foi editada, de acordo com a colunista Mônica Bergamo. Se for comprovada a montagem, o governo deve reforçar a ideia de que o presidente foi vítima de uma "conspiração", conforme dito pelo peemedebista a aliados logo que os áudios foram divulgados. O Planalto ainda deve reforçar o discurso de que o grampo foi ilegal, feito sem autorização da Justiça, e questionarão a Procuradoria-Geral da República. Joesley Batista, da JBS, gravou uma conversa em que Michel Temer compactua e estimula a compra do silêncio de Eduardo Cunha, e o ouve revelar suas tentativas de obstrução à Justiça.

Para Janot, Michel Temer deu anuência a pagamento de propina a Eduardo Cunha

Sábado, 20 de Maio de 2017

Foto: Beto Barata / PR

No documento que encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que Michel Temer (PMDB) e Joesley Batista conversam sobre pagamento de propina com anuência do presidente. A gravação feita pelo empresário foi uma "ação controlada", combinada junto à PGR. "Os interlocutores tratam do ex-deputado federal Eduardo Cunha, que se encontra preso. Joesley afirma que tem procurado manter boa relação com o ex-parlamentar, mesmo após sua prisão. Temer confirma a necessidade dessa boa relação: 'tem que manter isso, viu'. Joesley fala que segue pagando propina 'todo mês, também' ao Eduardo Cunha, acerca da qual há anuência do presidente da República", descreve a PGR no texto a que O Globo teve acesso. No entendimento de Janot, esse diálogo indica que o ex-presidente da Câmara poderia revelar fatos comprometedores sobre o grupo. Temer nega as acusações e já ressaltou que não pretende renunciar do cargo.

Temer e Aécio agiram 'em articulação' para deter a Lava Jato, afirma Janot

Sábado, 20 de Maio de 2017

Foto: Marcelo Casal Jr/ Agência Brasil

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que o presidente Michel Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) atuaram “em articulação” para impedir o avanço da Operação Lava Jato. Segundo informação do portal G1, a afirmação consta da decisão do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) pela abertura de inquérito contra Temer, Aécio e o deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), a partir da delação de executivos da JBS. A decisão foi divulgada nesta sexta-feira (19). "Além disso, verifica-se que Aécio Neves, em articulação, dentre outros, com o presidente Michel Temer, tem buscado impedir que as investigações da Lava Jato avancem, seja por meio de medidas legislativas, seja por meio de controle de indicação de delegados de polícia que conduzirão os inquéritos", afirma Janot, acrescentando que, neste caso, vislumbra-se a possível configuração do crime de obstrução de Justiça. No pedido, a Procuradoria afirma que o senador teria "organizado uma forma de impedir que as investigações [da Lava Jato] avançassem por meio da indicação de delegados que conduziriam os inquéritos, direcionando as distribuições".

Considerado foragido, empresário do goleiro Bruno é acusado de assassinar enteado

Sábado, 20 de Maio de 2017 

Foto: Reprodução / GloboEsporte.com

O empresário do goleiro Bruno, Lúcio Mauro de Melo Rodrigues, passou a ser suspeito do assassinato de seu enteado, o jovem Rodrigo da Silva Almeida, de 20 anos. O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (18), no município de Matozinhos, em Minas Gerais. Segundo informações do UOL, citando a Polícia Civil local, Rodrigues e a esposa foram ameaçados por Rodrigo antes do assassinato, versão que foi confirmada pela mãe da vítima, em depoimento. "Segundo testemunhas do crime, o autor do disparo irá se apresentar à polícia. Mas como ainda não recebi ligação de nenhum advogado, ele é considerado foragido", explicou o delegado Ednelton Carracci em entrevista ao Hoje em Dia. De acordo com a Polícia Militar, Rodrigo era usuário de drogas e já tinha passagem na polícia por tráfico. Rodrigues é conhecido por defender o goleiro Bruno na negociação que lhe garantiu o habeas corpus e a contratação no Boa Esporte. Mas a liberdade do jogador já foi revogada e ele voltou para a prisão, onde cumpre pena pelo assassinato de sua amante, Eliza Samúdio.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Polícia Civil deflagra Operação Acerto de Contas e prende quatro homens suspeitos de homicídio em Janduís RN

Sexta, 19 de Maio de 2017


A Polícia Civil de Patu, com apoio da Polícia Militar, deflagrou a Operação Acerto de Contas, nesta sexta-feira (19), e prendeu quatro suspeitos pelo homicídio de Everton Gomes da Silva, morto no dia 10 de maio deste ano na cidade de Janduís. 

A ação contou com o trabalho de policiais civis da 7a. Delegacia Regional de Polícia Civil de Patu e das delegacias municipais de Umarizal, Caraúbas, Campo Grande e Patu. 

Também participaram da Operação, policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTO) de Patu e dos destacamentos de Janduís e Triunfo Potiguar. 

Foram detidos em cumprimento a mandados de prisão temporária Paulo Márcio Almeida Matias, 21 anos; Pedro Henrique Almeida Matias, 23 anos; Antonio Cássio Praxedes Filho, 23 anos e Pedro Henrique Santos Souza, 19 anos. 

Os policiais civis apreenderam com Pedro Henrique Almeida Matias um revólver calibre 38 e nove munições, arma que pode ter sido utilizada no crime.

Os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo da Comarca de Janduís e as investigações prosseguirão e serão conduzidas pela Delegacia Municipal de Janduís. 


Assessoria Policia Civil/RN


Fonte: Fim da Linha

Filmado recebendo bolsa com dinheiro, Loures chega ao Brasil

Sexta, 19 de Maio de 2017 

Foto: Brizza Cavalcante/ Câmara dos Deputados


O deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que foi filmado pela PF recebendo uma bolsa com R$ 500 mil enviados pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, chegou ao Brasil na manhã desta sexta-feira (19). Alvo de mandados de busca e apreensão da Operação Patmos, deflagrada na manhã desta quinta (18), Loures estava em Nova York, nos Estados Unidos, acompanhando o evento Person of the Year, que teve entre os premiados o prefeito de São Paulo, João Doria. Ele desembarcou no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, às 7h35, uma hora depois do avião pousar, às 6h25, e foi hostilizado no aeroporto, sendo chamado de “ladrão”, “bandido”. Ele não quis conceder entrevista, entrou em um táxi branco e não informou para qual cidade. O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, determinou o afastamento do parlamentar do cargo, após a delação de Joesley. Loures foi nomeado por Temer chefe da assessoria parlamentar da Vice-Presidência e, segundo o empresário, foi indicado pelo presidente para resolver, junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), uma demanda da JBS. Em troca de um pagamento semanal de R$ 500 mil por 20 anos, ele solucionaria uma disputa em torno do preço do gás fornecido pela Petrobras – que segundo Joesley, fazia a companhia perder R$ 1 milhão por dia.

Tite anuncia convocação para amistosos contra Argentina e Austrália

Sábado, 20 de Maio de 2017 

Foto: Rafael Ribeiro / CBF


O técnico da Seleção Brasileira Tite anunciou, no final da manhã desta sexta-feira (19), a convocação dos 24 jogadores para os amistosos contra Argentina e Austrália. As partidas acontecerão, respectivamente, nos dias 9 e 13 de junho, na cidade australiana de Melbourne.
As novidades ficaram por conta de Jemerson (Monaco-FRA), Rafinha (Bayern de Munique-ALE), Alex Sandro (Juventus-ITA) e Rodriguinho (Corinthians). Além de Gabriel Jesus (Manchester City-ING), que volta de contusão, e David Luiz, que foi chamado. Os medalhões como Neymar, Daniel Alves e Marcelo foram poupados destes compromissos da Seleção.

A delegação para a disputa dos amistosos na Austrália será chefiada por Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras. Jogadores que atuam em clubes brasileiros podem perder até três jogos do campeonato nacional.

Confira a lista:


Goleiros: Diego Alves (Valencia), Wéverton (Atlético-PR), Éderson (Benfica);

Defensores: David Luiz (Chelsea), Gil (Shandong Luneng), Jemerson (Monaco), Rodrigo Caio (São Paulo), Thiago Silva (Paris Saint-Germain);

Laterais: Alex Sandro (Juventus), Fagner (Corinthians), Filipe Luis (Atlético de Madri), Rafinha (Bayern de Munique);

Meio-campistas: Fernandinho (Manchester City), Giuliano (Zenit), Lucas Lima (Santos), Paulinho (Guangzhou Evergrande), Philippe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Guoan), Rodriguinho (Corinthians), Willian (Chelsea);

Atacantes: Diego Souza (Sport Recife), Douglas Costa (Bayern de Munique), Gabriel Jesus (Manchester City) e Taison (Shakhtar Donetsk).

PREOCUPANTE: Ceará registra casos de bebês em que efeitos da chikungunya se parecem com queimaduras

Sexta, 19 de maio de 2017


A Sociedade Cearense de Pediatria (Socep) emitiu documento científico alertando sobre as diferenças entre as manifestações da febre chikungunya em bebês e adultos. A doença conhecida por causar dores nas articulações, que atravessa epidemia no Ceará, apresenta lesões na pele em crianças substancialmente diferentes do observado nos adultos, sobretudo nos menores de seis meses de idade, destaca o documento assinado pelo médico Robério Dias Leite, presidente do Departamento Científico de Infectologia da Socep.

O surgimento de bolhas torna necessário o tratamento em centros especializados, dotados de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), principalmente quando as vítimas são crianças menores de seis meses. A entidade ainda destaca o risco que correm recém-nascidos de mães que tenham chegado ao parto ainda em estágio de transmissão da doença.

Entre os riscos, estão as reduções no número de linfócitos e plaquetas no sangue dos bebês. “As complicações incluem hemorragia cerebral, estado epiléptico e falência múltipla de órgão”, afirma a Socep.

Entre as cinco mortes já confirmadas este ano encontra-se um recém-nascido de 10 dias, divulgou a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), na semana passada.

Para impedir esse quadro, a Socep destaca a importância do combate aos focos do mosquito Aedes aegypti. Recomendação específica para recém-nascidos é o uso de “mosquiteiros”, uma vez que o uso de repelentes em menores de seis meses não é indicado. Para os bebês maiores dessa idade, a Socep recomenda o uso de repelentes.

O alerta vem em meio ao registro de epidemia no Estado. Somente neste ano, foram notificados 8.667 casos, 1.867 já confirmados. Mais da metade dos casos ocorrem em Fortaleza — eram 5.483 só até abril. Em 2016, foram 31.504 casos em 139 dos 181 municípios do Estado.

Somente em 2014 foram registrados os primeiros casos da doença no Ceará — todos em transmissões ocorridas fora do Estado. Apenas em 2015 surgiram as primeiras transmissões autóctone.

Comumente, a chikungunya se manifesta com febre, de 39 ou 40 graus. É acompanhada de mal-estar, dores de cabeça e musculares, manchas avermelhadas e a dor aguda nas articulações — principalmente, em joelhos, tornozelo, mãos, cotovelos e ombros. Este sintoma é a grande diferença para a dengue, também transmitida pelo Aedes aegypti e que causa dores mais moderadas.


Fonte: Tribuna do Ceará

ACUSADO DE MATAR CARROCEIRO EM MOSSORÓ É PRESO PELA PM EM NATAL-RN

Sexta, 19 de maio de 2017


Policiais da Força Tática do 9º Batalhão de Polícia Militar (9ºBPM) capturaram na tarde dessa quinta-feira (18) um foragido da Justiça durante patrulhamento na Rua da Fé, no bairro de Felipe Camarão, em Natal.
Ao realizar a abordagem em Felipe Marques da Silva, 19 anos, os militares constataram que havia um mandado de prisão em aberto contra ele expedido pela comarca de Mossoró.
Ele é acusado de matar um carroceiro durante uma tentativa de assalto no dia 28 de março deste ano. Diante do flagrante, a guarnição conduziu o acusado à Delegacia Especializada Capturas aonde ele foi apresentado à autoridade competente e será encaminhado ao Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte. 


190r /Passando na Hora

Município retomará cirurgias eletivas em acordo com estado

Sexta, 19 de maio de 2017

MOSSORÓ

Saúde

A Comissão Intergestora Bipartite (CIB) aprovou a firmação de Termo de Cooperação Técnica Financeira entre a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Mossoró para a complementação de recursos para serviços de média e alta complexidade.

O documento prevê o investimento de R$ 11.397.677,62 para a complementação da tabela SUS (Sistema Único de Saúde).

Com a aprovação do documento, o município poderá retomar as cirurgias eletivas, que estavam paralisadas desde o ano passado. De acordo com o termo, a complementação deste tipo de procedimento será de 100% da tabela SUS, sendo 60% dos recursos de responsabilidade do Estado e 40% do município.

O secretário municipal de Saúde, Benjamin Bento, informa que iniciou o contato com os hospitais para o procedimento de contratação a fim de retomar as cirurgias. “Já estamos conversando com o Hospital Wilson Rosado, a Apamim, e a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMEEC), no intuito de conhecer a capacidade instalada de cada unidade para poder firmar o contrato para a realização dos procedimentos cirúrgicos”, informa.

Também será feito a triagem dos pacientes que estão na fila de espera por uma cirurgia eletiva. A proposta é encaminhar os pacientes para fazer a avaliação no Centro Clínico Vingt-um Rosado, conhecido como PAM do Bom Jardim, onde serão realizados o risco cirúrgico e os exames necessários para a cirurgia.

Com informações da Prefeitura Municipal de Mossoró.

Fonte: Carlos Santos

STF abre inquérito para investigar acusação contra Michel Temer

Sexta,19 de maio de 2017

Determinação foi feita pelo ministro Edson Fachin


O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou nesta quinta-feira a abertura de um inquérito contra o presidente Michel Temer (PMDB), que foi acusado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, em delação premiada de ter estimulado o pagamento de propina ao ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), preso na Operação Lava Jato, como forma de mantê-lo em silêncio.

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, deu sinal verde ao pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Com isso, Temer passou a ser formalmente investigado na operação que apura o maior escândalo de corrupção e lavagem de dinheiro da história do país.


Fonte: Carlos Skarlack

JBS mantinha conta na Suíça com R$ 300 milhões em propina do PT a pedido de Lula

Sexta, 19 de maio de 2017 


Líder do PT era quem determinava os depósitos pela JBS diante de vantagens ilegais concedidas pelo BNDES

POR ÉPOCA


A JBS depositou cerca de R$ 300 milhões em propina devida ao PT numa conta secreta controlada por Joesley Batista na Suíça, cuja empresa de fachada, titular oficial da conta, era sediada no Panamá. O saldo dessa conta de propina era gerado aos poucos, em razão de vantagens ilegais obtidas pela JBS junto ao BNDES, sempre na gestão do PT – especialmente nos anos em que Luciano Coutinho presidia o banco. Era uma conta corrente de propina dividida, nas planilhas da JBS, entre os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. As informações foram encaminhadas por Joesley à Procuradoria-Geral da República.

Segundo disse Joesley, o dinheiro era sacado, no Brasil, em nome de Lula e por ordem de Lula, às vezes por meio de Guido Mantega – e também em campanhas do PT em 2010 e 2014. Os recursos eram entregues em espécie, depositados em contas de laranjas indicados pelo partido e pelo ex-presidente e, também, transferidos oficialmente para contas oficiais de campanhas. Parte expressiva desse bolo foi usado para comprar o apoio de partidos pequenos na campanha de Dilma em 2014.

Fonte: Carlos Skarlack

Maia deve rejeitar todos os pedidos de impeachment, diz vice-líder do governo

Sexta, 19 de Maio de 2017

por Idiana Tomazelli, Carla Araújo e Tânia Monteiro | Estadão Contéudo
Foto: Lula Marques/ Agência PT


O vice-líder do governo na Câmara, Darcísio Perondi (PMDB-RS), disse nesta quinta-feira, 18, que o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve rejeitar todos os pedidos de abertura de processo de impeachment contra o presidente Michel Temer. É prerrogativa de Maia analisar a admissibilidade dos pedidos. "Ele, com certeza, vai rejeitar todos os pedidos", disse Perondi. O peemedebista afirmou ainda que o questionamento de aliados é normal, mas que Temer é habilidoso no diálogo com parlamentares. Sobre o PSDB especificamente, Perondi disse que "éóbvio que o partido tem dúvida, mas está firme no governo". "É o Brasil dos novos tempos." Mesmo que os tucanos desembarquem do governo Temer, Perondi garantiu que o PMDB seguirá no poder. Um dos parlamentares mais próximos ao presidente, Perondi disse ainda que Temer está indignado com as acusações e angustiado. "Como não ficar angustiado num momento desses?", questionou. O vice-líder do governo na Câmara chamou o empresário Joesley Batista de "moleque" e "brasileiro escroto". Joesley Batista, um dos donos da JBS, gravou conversa com Temer em que o presidente teria dado o aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) nas investigações da Operação Lava Jato. "Ele é um moleque, um brasileiro escroto", disse Perondi, logo após o pronunciamento do presidente, que afastou a possibilidade de renúncia ao cargo. De acordo com o vice-líder do governo na Câmara, Temer sequer cogitou a hipótese de deixar o posto. "Parece-me que ele tentou comprar a República", acrescentou, buscando ligar Joesley aos governos do PT. Perondi afirmou que o andamento das reformas trabalhista e da Previdência não muda e que elas são uma necessidade. "Estamos quase chegando aos números para aprovar a reforma da Previdência na Câmara", ressaltou. "Talvez, as reformas ameacem os poderosos", acrescentou. Nesta quinta-feira mais cedo, porém, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) suspendeu o calendário da reforma trabalhista. A previsão era apresentar o relatório na terça-feira, 23. "Isso é normal, a reforma trabalhista vai atrasar só um pouquinho", afirmou o vice-líder do governo na Câmara. Perondi buscou explicar como Joesley Batista se reuniu com Temer no Palácio do Jaburu, conforme mostraram as delações e foi confirmado pelo presidente nesta quarta-feira em nota oficial e nesta quinta em pronunciamento. "Esse empresário tentou agenda com Temer durante 60 dias e ele não quis recebê-lo. Aí, ele descobriu o telefone particular de Temer", disse. "Ele atendeu, Temer atende a todos. Gentil que é, ele disse: 'Venha cá'. Com certeza, foi uma cilada", continuou.

Inscrições do Enem encerram nesta sexta; taxa pode ser paga até quarta

Sexta, 19 de Maio de 2017

Foto: Agência Brasil

A inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) encerra às 23h59 desta sexta-feira (19), no horário de Brasília. A inscrição é feita pela internet, no site oficial do Enem (clique aqui). O prazo também pode ser usado para fazer alguma alteração no cadastro, como alterar a cidade onde deseja fazer as provas. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que organiza o exame, já registrou 5,62 milhões de inscrições – a expectativa é de que este número chegue a 7 milhões. As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, entre os dias 5 e 12 de novembro. Para confirmar a inscrição, o candidato precisa pagar a taxa de R$ 82, o que pode ser feito até a próxima quarta-feira (24). Estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, candidatos de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e os que que, entre outros critérios, tem renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50), conforme a Lei 12.799/2013.

VEJA A IDENTIFICAÇÃO DAS VÍTIMAS DA CHACINA DE SERRA DO MEL-RN

Sexta, 19 de maio de 2017

Crime aconteceu na noite desta terça-feira (16) na zona rural de Serra do Mel, município da região Oeste do estado.

Foto;Passando na Hora

Seis pessoas foram mortas com tiros na cabeça em uma chacina ocorrida na noite desta terça-feira (16) na comunidade de Vila Pará, na zona rural de Serra do Mel, município da região Oeste potiguar. Um adolescente também foi baleado, mas foi socorrido. Outro homem que estava na casa conseguiu escapar. Os assassinos fugiram.


Estão entre as vítimas da chacina: Anderson Damião Lopes Firino; Eudileuza de Jesus Santos; José Orlando Silva; e Felipe Ferreira de Lima (Foto: Divulgação/Itep)

Foram mortos:
Anderson Damião Lopes Firino, de 19 anos, natural de São Paulo (SP).
Eudileuza de Jesus Santos, de 19 anos, natural de Aurelino Leal (BA).
José Orlando Silva, de 32 anos, natural de Severiano Melo (RN).
Felipe Ferreira de Lima, de 19 anos, natural de Natal (RN).

Diogo João de Lima Oliveira, de 18 anos, natural de Major Sales (RN).

Francisco Luigi da Silva, de 15 anos, natural de Major Sales (RN).
De acordo com a Polícia Militar, pelo menos quatro homens armados arrombaram a porta dos fundos, invadiram a casa e renderam as vítimas. Oito pessoas estavam jantando quando foram surpreendidas. A perícia criminal encontrou pratos e panelas com restos de comida e muitas garrafas vazias de bebidas. Ainda não se sabe o que motivou a matança.
Quando a polícia chegou, quatro corpos foram encontrados do lado de fora da casa, e outros dois dentro do imóvel. Além dos seis mortos e do adolescente ferido, uma oitava pessoa que estava na casa conseguiu fugir.

Os criminosos teriam levado celulares, dinheiro e uma moto. A área foi isolada para o trabalho da perícia criminal. Cápsulas de armas de dois calibres diferentes foram encontradas.
A Polícia Civil vai investigar o caso.
Violência desenfreada
A violência segue desenfreada e batendo recordes negativos no Rio Grande do Norte. O estado alcançou a marca de 900 homicídios registrados somente este ano. A média é de 6,7 assassinatos por dia. Os dados são do Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida no RN.

Fonte: Passando na Hora

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055