martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 1 de outubro de 2022

A vingança contra o mentiroso contumaz: "Foi de lavar a alma ver Jair Bolsonaro jogando na cara de Lula tudo o que ele é..."

Sábado, 01 de Outubro de 2022





Separarei item por item, para melhor sistematizar e deixar claro o tópico abordado:

- Formato um pouco menos engessado do que o das outras emissoras, com os candidatos podendo falar livremente no centro da "arena", por 3 minutos, o que melhorou um pouco a comunicação. Até William Bonner estava mais comedido, no seu papel de mediador, sem as "caras e bocas" que fazia nas entrevistas feitas no Jornal Nacional, o que fez com que as falas dos candidatos fluíssem melhor, mais livremente.
- Lula é um mentiroso contumaz, que todos sabemos que ele é. Mas além de mentiroso, ele subestima a população, ao tomá-la por ignorante, e incapaz de avaliar a realidade ao seu redor, não tendo a lembrança sobre o que ele (e o PT) fizeram.

Ao "vender" o país de nível suíço que ele disse que existia, e que foi (segundo ele) desmantelado, faz um papel ridículo, que é, aliás, exatamente aquele à sua altura mesmo. Até o bordão "nunca antes na história desse país" ele teve a petulância de usar, para dizer o que era o Brasil na sua época.

Acho que ontem nem mesmo para a sua própria militância Lula conseguiu falar. Terá um fim triste - para ele, mas feliz para nós, que finalmente nos livraremos, nas urnas, da pessoa mais maléfica que já ousou entrar na política no Brasil, em todos os tempos.

- Ciro Gomes age como o biruta de aeroporto, que vai para onde o vento o leva. Mas às vezes até que o vento o faz causar danos na candidatura de Lula, quando ele jogou na cara do ex-condenado os tais "conselhos" que deu em ações governamentais que não foram seguidas, e a corrupção desenfreada que o PT instaurou.

Se tivesse que avaliar o que significou isso tudo, no final, diria que Ciro conseguiu roubar votos de Lula, dividindo a esquerda.

- Simone Tebet: quem é essa? Mas serei justo. No final, teve sim uma função. Agiu como "sparring" para Jair Bolsonaro trazer à tona a questão do assassinato de Celso Daniel.
- Soraia finalmente foi desmascarada na sua hipocrisia, e mostrada ao eleitor como quem realmente é. Uma usurpadora na direita, eleita Senadora, em 2018, na base do estelionato para com a figura do próprio Jair Bolsonaro. Até a palavra "manterrupting" a dita-cuja usou, para dizer que estava sendo interrompida em certo momento do debate.

Uma esquerdista de mão cheia, que gosta de Estado grande, distribuindo cargos e recursos a todo vapor.

Infelizmente o Senador tem mandato de 8 anos, e ela ficará no Senado até 2026, senão eu poderia dizer que ela desapareceria, igual a Joice Hasselman.

- Sobre o candidato do Partido Novo, do jeito que ele ficou pedindo para votar nos candidatos do seu partido, e falando do governador Zema, candidato à reeleição em MG, vai acabar é tirando votos desse último. Isso porque o candidato do Partido Novo é um sujeito totalmente fora da realidade, e denota um desconhecimento grande sobre como funciona a política.

Mas no final agiu com honestidade intelectual, ao reconhecer os avanços do Governo Bolsonaro.

Se eu tiver que cravar algo, diria que ele fará menos do que o percentual pífio de Amoedo, em 2018.

- Padre Kelmon, do PTB, atuou com coragem, não se intimidando na hora das falas. O seu desconhecimento sobre como se portar em um debate é evidente, mas isso demonstrou uma autenticidade que no final foi o elemento mais importante para tudo o que foi dito pelo padre.

Abordou os males que a esquerda faz, a perseguição aos cristãos, e vários outros temas caros a todos nós, de direita. Sem precisar falar explicitamente, deixou claro no final que defendia, sim, o governo Bolsonaro.

Na verdade, tenho para mim que até esse padre no domingo votará 22, porque ele sabe que, como cristão, é a coisa certa a fazer.

- Jair Bolsonaro: o grande vencedor do debate. Equilibrado, abordando todos os temas que tinham que ser abordados, sendo atendido nos pedidos de resposta, e firme e incisivo especialmente com Lula e - por incrível que pareça - com a Senadora Soraia, ali candidata à presidência.

A política tem disso, existem coisas que nós, do lado de fora, não sabemos. Para Jair Bolsonaro esperar até agora, nos 45 min do segundo tempo, para desmascarar essa mulher, é porque a sua paciência com ela se esgotou. Ela poderia ter preservado um pouco da dignidade que lhe restaria e jogar o jogo político de estar ali por causa do fundo eleitoral, mas preferiu insistir nos ataques a Jair Bolsonaro, dizendo ser uma "onça", para não ser "cutucada com vara curta", como feito nos debates anteriores. E daí teve que assistir calada o Presidente da República enumerar os cargos que ela pediu, e que foram negados, ouvindo da boca dele que corrupção teria no governo se os pedidos dela tivessem sido atendidos.

Voltando ao tema Lula, foi de lavar a alma ver Jair Bolsonaro jogando na cara de Lula tudo o que ele é, mesmo que em apenas 1 minuto de direito de resposta, e usando, obviamente, as palavras comedidas na limitação que tem que ser usada em um debate televisivo.

Ademais, ver o presidente pedindo votos ao vivo, para pessoas que apoia, além de ter sido de uma generosidade ímpar, fez entrar em cena o Bolsonaro das lives da internet, aproximando mais ainda o eleitor de si mesmo.

Certamente, Bolsonaro fez bem em comparecer ao debate e mostrar que o eleitor não só pode como deve votar nele no domingo, se quiser que o país continue no rumo para onde foi em 2018, e que não volte para o formato que sempre existiu no mínimo desde a redemocratização.

Não poderei votar no domingo, pois estou fora do país, e apenas residentes no exterior, cadastrados até o dia 8 de maio, podem fazê-lo. Penitencio-me aqui, publicamente, perante todos os brasileiros de bem pela falta do meu voto na nossa luta democrática.

Trabalhamos muito - eu, particularmente, com meus 2 livros (um deles em 3 volumes) sobre a política brasileira dos "anos Bolsonaro", com centenas de horas de lives na internet, e com as várias manifestações políticas e ativismos que fiz nas ruas - para chegarmos aqui. Mas agora, repito, infelizmente não poderei votar, por estar no exterior.

Quero o bem do Brasil, e sei que para isso precisamos reeleger o Presidente e dar a ele uma bancada política. Minha forma de ajudar, sem poder depositar meu voto na urna no domingo, é pedindo a cada um aqui que vote em Jair Bolsonaro e em pessoas que o apoiam verdadeiramente, e que possibilitarão que ele crie uma base política no Congresso e nos Estados.

Foto de Guillermo Federico Piacesi Ramos

Guillermo Federico Piacesi Ramos

Advogado e escritor. Autor dos livros “Escritos conservadores” (Ed. Fontenele, 2020) e “O despertar do Brasil Conservador” (Ed. Fontenele, 2021).


Fonte: Jornal da Cidade Online

No "apagar das luzes", Daniel Silveira dispara para o Senado no RJ

Sábado, 01 de Setembro de 2022

Apesar de ter sua candidatura ao Senado sabotada de várias formas, o candidato Daniel Silveira (PTB) disparou nessa reta final chegando a uma situação de empate técnico com Senador Romário (PL) e com o candidato da esquerda Alessandro Molon (PSB).

Segundo pesquisa divulgada hoje, sábado, 01/10, do Instituto Verita, Silveira tem 19% enquanto Romário e Molon tem 23% e 20% respectivamente. 

Ou seja, Daniel Silveira tem chances reais de vitória.

O deputado está a um passo de vencer essa batalha cruel...

É amanhã!

Chegou a hora!


Fonte: Jornal da Cidade Online

AO VIVO: Bolsonaro eleito no 1º turno? / O último debate antes das eleições (veja o vídeo)

Sábado, 01 de Setembro de 2022

Os advogados Claudio Caivano e Thamiris Moura, e o jornalista Diogo Forjaz avaliam o cenário político e trazem revelações e mais esclarecimentos para que os internautas possam tomar a melhor decisão amanhã, dia 02 de outubro! 

Bolsonaro segue aclamado pelo povo, mas o sistema unido em torno de Lula ainda aposta numa virada de última hora.

Será que haverá segundo turno? 

Assista, compartilhe! Contribua para que o jornalismo independente continue a ser a sua voz.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Pedido de Bolsonaro deve mandar Capitão Contar para o 2º turno em MS, para vencer disputa final contra ex-governador (veja o vídeo)

Sábado, 01 de Outubro de 2022


Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu votos para o parlamentar após ser acusado pela senadora Soraya Thronicke (União Brasil-MS) de "virar as costas" para apoiadores.

Bolsonaro disparou:

“Quero fazer um apelo a todos os eleitores de Mato Grosso do Sul. Não é uma resposta, é uma constatação. 
Não tinha tomado partido no tocante à eleição para governador. A partir deste momento, da forma como a senhora candidata se dirigiu a mim, quero apelar a todos os eleitores do Mato Grosso do Sul: votem no Capitão Contar para governador. É a melhor opção para este estado.”

Confira:

O MS vive um racha. A ex-ministra da Agricultura e candidata ao Senado, Tereza Cristina (PP-MS), costuma pedir votos em nome de Bolsonaro para Eduardo Riedel, candidato do PSDB ao Palácio da Governadoria. Ele foi secretário do atual governador, Reinaldo Azambuja (PSDB).

Quem é Capitão Contar?

Contar é capitão do Exército e foi o deputado estadual mais votado da história do estado em 2018. Tem 38 anos e defende as mesmas pautas encampadas pelo presidente da República.

Faz críticas à atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) e defende a redução da carga tributária no Mato Grosso do Sul.

Caso consiga chegar ao segundo turno é bem provável que vença o pleito, pois o seu adversário deverá ser o ex-governador André Puccinelli, com inúmeras acusações de corrupção, ex-presidiário e com altíssima rejeição.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Porque votar em Jair Bolsonaro neste domingo

Sábado, 01 de Setembro de 2022



Definitivamente, amigos, vivemos tempos estranhos: um sujeito condenado por juízes de três instâncias disputando a presidência do Brasil.

Isso jamais aconteceu em nossa história. Pior: tem apoio de milionários, da grande mídia, de advogados, de ex-ministros, de cantores, atores, professores, religiosos...

Foi condenado por assaltar o país, preso, cumpriu parte da pena, os ministros que ele nomeou para o supremo o libertaram para disputar a presidência.

Lula é o candidato-detento.

Lula é tudo aquilo que você não deseja para sua família.

É um boa-vida que faz propaganda barata.

Por outro lado, temos um candidato que você já conhece, Bolsonaro: a favor da família, a favor da vida, a favor da religião, a favor da democracia.

Ele é contra a ideologia de gênero, contra o aborto. Recebeu o país com 15 milhões de desempregados, com todas as estatais dando prejuízo, enfrentou uma pandemia, as consequências de uma guerra que desequilibraram a economia do mundo. Venceu tudo isso. Recuperou o país, criando milhões de empregos, todas as estatais estão dando lucro, o país tem uma inflação baixa e uma grande perspectiva de crescimento.

Não eleger Bolsonaro neste domingo, no primeiro turno, adiar essa decisão, significa uma tortura inútil.

Tudo pode acontecer. Podemos pôr em risco a democracia.

No momento você ainda pode falar, pode reivindicar, mas até quando?

E se os vermelhos junto com todos esses que eu citei aí acima resolverem dar um golpe?

Eles são capazes de tudo. Estão vazios, secos, querem mamar novamente.

No momento você ainda pode falar, pode reivindicar, mas até quando?

O futuro do país, de sua família, de seus filhos, depende de seu voto.

O sol raiará na segunda-feira sorrindo, porque você elegeu Bolsonaro no primeiro turno. Você terá a certeza de um futuro melhor porque votou certo, votou para livrar o país de um grupo de ladrões que há décadas bebem champanhe à custa do suor de seu rosto, votou para que o mundo nos respeite e pare de afirmar que não somos um país de gente séria, que somos malandros.

Fortaleça seu voto e apoie os candidatos a câmara e ao senado que querem mudança. Vote em senadores que se comprometam em fiscalizar e punir os supremos ministros do país que se arvoram a donos da nação e que ameaçam a população com prisões se os criticarem.

Acredite, a mudança é lenta, mas só haverá mudança se você eleger Bolsonaro no primeiro turno para que ele termine a limpeza que começou.

É preciso que todos os órgãos públicos sejam purificados, desaparelhados, que os comunistas sejam desalojados dos cargos de comando que ainda impedem a desenvolvimento do país.

Daí a importância do seu voto.

Nesse 02 de outubro você fará história: enterrará para sempre o coração negro dos socialistas e os seus discursos melífluos numa cova funda.

E afirmará com uma simples dedada a democracia.

E quando você estiver sozinho frente a urna, lembre-se disso: você é o herói brasileiro anônimo que sepultou com seu voto a roubalheira socialista em nosso país.

Foto de Carlos Sampaio

Carlos Sampaio

Professor. Pós-graduação em “Língua Portuguesa com Ênfase em Produção Textual”. Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Novas imagens revelam falta de respeito e atitude agressiva de Lula contra padre (veja o vídeo)

 Sábado, 01 de Setembro de 2022

Certamente a intenção era minimizar o prejuízo eleitoral do ex-presidiário, claramente sob a proteção da Rede Globo, que parece disposta a elegê-lo a qualquer custo.

Sonha a emissora com a volta ao passado, na era PT, quando faturava bilhões em propaganda do Governo Federal.

Entretanto, em tempos de redes sociais, nada passa despercebido pelo povo.

No vídeo abaixo, a atitude agressiva do ex-presidiário, carregada de ódio, é revelada.

Chama atenção a falta de respeito com o sacerdote.

Ora, se Lula em um debate falta dessa forma com o respeito com um padre, o que fará com os religiosos se for eleito?

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Mais um ídolo do futebol declara apoio a Bolsonaro e deixa esquerda em desespero (veja o vídeo)

 Sábado, 01 de Outubro de 2022


O treinador do Grêmio fez circular um vídeo para dizer que “não podemos deixar o Brasil cair no abismo, como nossos países vizinhos”

Renato se soma ao craque Neymar, Romário, ao volante Felipe Melo e Lucas Moura (Totteham) na seleção de estrelas que apoiam Bolsonaro.

Veja o depoimento do craque:

Veja o apoio ao General Hamilton Mourão:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Neymar bate forte e escancara a hipocrisia daqueles que o criticam por apoio a Bolsonaro (veja o vídeo)

 Sábado, 01 de Setembro de 2022

"Falam em democracia e um montão de coisa, mas quando alguém tem uma opinião diferente é atacado pelas próprias pessoas que falam em democracia. Vai entender."

Com essa mensagem nas redes sociais, o jogador do PSG e da seleção brasileira, Neymar Jr., deu uma alfinetada na hipocrisia de jornalistas e pseudo-celebridades que o criticaram pelo fato de ter enviado mensagens de apoio a Jair Bolsonaro.

Foram dois vídeos.

O primeiro, apenas um agradecimento, sem qualquer alusão a voto ou tendência política, pela visita do presidente à sede de seu projeto social, o Instituto Neymar, na cidade de Praia Grande, no litoral paulista, na quarta-feira (28).

A partir disso, as críticas começaram a ‘pipocar’ na internet e o craque resolveu responder à altura, desta vez, escancarando, por meio de uma música, seu voto pela reeleição do capitão.

O apoio do camisa 10 da seleção é altamente impactante, a apenas dois dias do primeiro turno.

Afinal, Neymar Jr. possui mais de 325 milhões de seguidores na soma de suas redes sociais e é uma grande influência entre jovens e adolescentes.

Aproveite pare rever os dois vídeos:

Michelle entra na onda das redes, quebra o protocolo e faz dancinha do voto em Bolsonaro (veja o vídeo)

 Sábado, 02 de Outubro de 2022



Vota, vota e confirma
22 é Bolsonaro
Vota, vota e confirma
22 é Bolsonaro

Diz a letrinha curta em um ritmo contagiante, do som que já virou trend nas redes e tem feito adultos, jovens e até crianças e idosos dançarem para demonstrar apoio à reeleição do capitão.

A onda continua crescendo e, nesse ritmo, vai confirmar o que todo mundo já sabe, a vitória ainda no primeiro turno.

Confira no vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Votação nas eleições de domingo vale como prova de vida automática para aposentados e pensionistas do INSS

Sábado, 01 de Setembro de 2022

Foto: Rádio Senado/Reprodução

Mais de 156 milhões de brasileiros vão às urnas eletrônicas neste domingo, em primeiro turno, exercer seu direito de votar para presidente da República, senadores, governadores, deputados federais, estaduais e distritais.

O exercício da cidadania também serve de prova de vida para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Isso porque votar em eleições está entre as alternativas válidas como prova de vida, conforme determinação da Portaria PRES/INSS 1.408/22, publicada em fevereiro no Diário Oficial da União (DOU).

– Todos os movimentos dos aposentados e pensionistas fazem parte do sistema de prova de vida com o cruzamento de dados. Votar é um deles. Por isso é importante exercer esse direito de cidadania – explica Adriane Bramante, presidennte do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

É importante destacar, no entanto, que a prova de vida para servidores públicos federais inativos e pensionistas da União segue sendo feita somente nos aplicativos Sougov.br e gov.br ou na agência bancária onde o pagamento é realizado. O procedimento deve ser realizado no mês de aniversário do servidor/beneficiário. Clique aqui e veja os procedimentos para realizar a prova de vida digitalmente.

Também contam como prova de vida

  • Acesso ao aplicativo Meu INSS e demais apps que possuam certificação e controle de acesso;
  • Realizar empréstimo consignado com biometria;
  • Atendimento presencial em agências do INSS;
  • Perícia médica;
  • Vacinação;
  • Cadastro ou recadastro em órgãos de trânsito ou segurança;
  • Atualizações no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Emissão ou renovação de documentos como carteira de identidade, passaporte, carteira de trabalho, entre outros;
  • Recebimento de pagamento de benefício com biometria;
  • Declaração de imposto de renda;
  • Os segurados ainda podem realizar a prova de vida presencialmente, em agências bancárias e unidades do INSS

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES

Ministério da Justiça apreende R$ 3 milhões em crimes eleitorais durante Operação Eleições; 34 pessoas foram presas

Sábado, 01 de Setembro de 2022

Dinheiro apreendido no Aeroclube do Amazonas nesta semana (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou que fez a apreensão de R$ 3 milhões desde agosto referentes a crimes eleitorais, durante a Operação Eleições. Em coletiva de imprensa realizada no sábado, 1, representantes da pasta apresentaram dados referentes à iniciativa, iniciada na segunda-feira, 26. Apenas nesta semana, R$ 1 milhão foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal por suspeita de crime eleitoral, como compra de votos, por exemplo.

O órgão ainda afirmou que 34 pessoas foram presas. A segurança pública é uma grande preocupação para o governo nas eleições de 2022. O ministério informou que 500 mil agentes de segurança vão atuar durante o horário eleitoral para prevenir atos de violência e crime eleitoral. Também serão utilizadas 5 mil viaturas, 3 aeronaves e 9 embarcações. “A grande orientação do Ministério da Justiça é uma mensagem de tranquilidade para os cidadãos. As eleições serão seguras. O cidadão terá segurança para votar. Nós esperamos que o dia de amanhã transcorra sem maiores incidência”, declarou Anderson Torres, ministro da justiça e segurança pública.

Outra medida focada em impedir a violência eleitoral é o impedimento do transporte de armas e munições durante as eleições. Colecionadores, atiradores e caçadores estão proibidos de portar armamento em todo o Brasil entre 1 e 3 de outubro, de acordo com decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A resolução busca resguardar o processo eleitoral e garantir que os eleitores tenham o livre exercício do seu direito de votar, sem coação. Atual presidente do TSE, o ministro Alexandre de Moraes foi favorável à medida, argumentando que “importa considerar, também, o quadro de disputas, observado nas redes sociais, de onde resultam, muitas vezes, lamentáveis episódios de violência política agravados pela circulação de armas de fogo.

Foi reportado o risco representado pelo funcionamento de clubes de tiro, frequentados por caçadores, atiradores desportivos e colecionadores, conhecidos como CACs. As autoridades policiais sugeriram, como medida preventiva, a proibição de funcionamento dos referidos espaços, destacando que a referida medida seria determinante para que se evitasse a circulação de armas de fogo no período e, consequentemente, fossem evitadas situações de violência armada”. Quem for identificado em porte de armas ou munição será preso em flagrante, sem prejuízo do crime eleitoral correspondente.

Jovem Pan

Pesquisa Veritá: Bolsonaro tem 44,6% e Lula, 41,6%


Sábado, 01 de Outubro de 2022

Bolsonaro cresce e atinge 44,6% da intenção contra 41,6% de Lula que recuou na quarta rodada de pesquisa para Presidente da República do Instituto Veritá, divulgada neste sábado (01).

O levantamento é resultado da intenção de voto estimulada, ou seja, quando o nome dos candidatos são apresentados ao eleitor. Foram 51.169 entrevistas em 752 municípios brasileiros, de todos os estados mais o Distrito Federal, realizadas de 24 a 29 de setembro com uma margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%.

Não sabem ou não responderam somam 1,4%. Já brancos e nulos resultam em 1%. O registro da pesquisa no TSE é o de número 05980/2022.

OPINIÃO DOS LEITORES

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055