martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 9 de outubro de 2021

Eduardo Bolsonaro extermina narrativa da esquerda contra Paulo Guedes (veja o vídeo)

 Sábado, 09 de Outubro de 2021

 

 

“Eu queria só fazer aqui um registro porque ontem, nas Comissões, foi muito falado as questões das offshore do Paulo Guedes, e parece que o pessoal do PT confundiu um pouquinho, porque nem sempre offshore serve para fazer o crime de lavagem de capitais. Offshore nada mais é do que uma empresa aberta no exterior, e não tem crime nenhum nisso”, apontou ele. 
E aproveitou para salientar a diferença entre o atual ministro da Economia, e Antonio Palocci Filho, que ocupou o cargo de ministro da Fazenda durante governo do PT.
“Então, existe uma grande diferença entre pessoas como Palocci, que serviu praticamente na mesma posição, ministro da Fazenda, durante governos do PT anteriormente e está condenado, e o ministro Paulo Guedes, que não cometeu irregularidade nenhuma”, destacou Eduardo.

E expôs o motivo pelo qual o ministro da Economia vem sendo alvo dos ataques da oposição:

“Agora, os nossos opositores, quando eles enxergam a economia nacional indo de vento em popa, números muito melhores na recuperação econômica pós-covid, do que Espanha, França, Japão, Alemanha, o que eles fazem?
Eles tentam agora atacar, voltam suas baterias para a economia.
Viram que a CPI da covid não dá certo, as pessoas se enojam, principalmente por figuras como Omar Aziz, Renan Calheiros, dentre outros, mais sujos do que pau de galinheiro tentando acusar o presidente e o máximo que conseguem é tentar construir uma narrativa de um escândalo de corrupção de compra de vacina em que não foi gasto, sequer, R$ 1”.

E encerrou seu discurso disparando, certeiro:

“Deixar claro aqui, petista quando começa a acusar alguém de corrupção já está errado.
De quem é mesmo aquela frase ‘petista quando não está roubando está mentindo, quando não está mentindo está roubando’?
Alguém disse essa frase ai. Eu não sei quem foi, não, mas eu concordo com ela”.

Confira:

Prestes a se livrar das amarras da CNN, Coppolla traça seu novo caminho e deve reaparecer em novembro

 Sábado, 09 de Outubro de 2021

O contrato de Caio Coppolla com a CNN Brasil, que termina no início do próximo mês, não será renovado.

Colocado na ‘geladeira’ pela emissora, a cláusula contratual de exclusividade emudeceu o comentarista político.

Felizmente, com o término do contrato, Coppolla poderá retornar e parece já ter o seu destino traçado.

Uma grande empresa de comunicação, que costuma ser bem mais democrática que a CNN, deve fechar com o brilhante comentarista, o ‘triturador’ de advogados esquerdistas.

Vamos aguardar...

Fonte: Jornal da Cidade Online

O corte de verbas públicas e o prejuízo estrondoso da Rede Globo

Sábado, 09 de Outubro de 2021

Enfrentando uma grave crise desde o final de 2019, a Rede Globo tentou várias formas de reverter a situação, incluindo cortes de gastos com alimentação de funcionários, dispensa de parte do elenco e reformulação da grade de programação durante o ano de 2020 e o primeiro semestre deste ano.

A emissora chegou a informar que teve uma ‘diminuição de R$ 281 milhões em pessoal como resultado das iniciativas contínuas de corte de custos, explicadas principalmente pela diminuição no número de funcionários devido à reestruturação corporativa desde 2019 e o menor custo de elenco’.

Mesmo assim, os resultados não foram positivos. A empresa registrou um prejuízo de R$ 144 milhões nos primeiros seis meses deste ano. O resultado foi ainda pior do que o registrado no mesmo período de 2020, quando o prejuízo foi de R$ 51 milhões.

A emissora divulgou um documento onde afirma que registrou um ‘aumento de 48 milhões nas despesas pessoais, explicado principalmente por indenizações e também por reajustes salariais anuais do sindicato trabalhista em acordos coletivos de trabalho’.

Além disso, conforme apontou a empresa, “custos e despesas foram 36% superiores ao primeiro semestre de 2020, impactados pelo retorno de eventos esportivos ao vivo e pela amortização de direitos esportivos de R$ 503 milhões, devido ao grande reescalonamento de jogos que afetou todas as competições do futebol brasileiro no ano de 2021”.

Outro ponto que pesou foi o gasto com gravações de programas e novelas, que passaram a adotar protocolos de segurança contra a Covid-19.

Todas as ponderações são válidas, mas o fato incontestável é que o corte de verbas públicas está causando um estrago monumental na emissora.

Que situação...

Fonte: Jornal da Cidade Online

O "passaporte toxicológico" e a esquerdalha em pânico! (veja o vídeo)

 Sábado, 09 de Outubro de 2021



O projeto é um contraponto a outro que foi enviado por vereadores do PSOL, exigindo que se estabeleça a obrigatoriedade do passaporte vacinal (relacionado ao medicamento aplicado contra o coronavirus), para que as pessoas frequentem livremente, tanto espaços públicos como privados.Segundo o autor da proposta do "passaporte toxicológico", vereador Nikolas Ferreira, o documento seria atualizado com exames periódicos. Diante disso, segundo o vereador, tem muita gente já entrando em desespero, caso a lei seja aprovada.

E imaginem o alvoroço dos esquerdopatas, que aparelham as repartições públicas, se criarem uma lei como esta, com validade para todo o território nacional!

Veja o vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

CPI ataca classe médica e nega a própria ciência, enquanto acusa os outros de negacionistas (veja o vídeo)

 Sábado, 09 de Outubro de 2021

O senador Marcos Rogério fez um forte desabafo durante entrevista coletiva, nesta sexta-feira (8), sobre os rumos que a CPI tomou, perseguindo a tudo e a todos, sem qualquer medida ou análise da realidade.

Nesta semana, segundo ele, evidenciou-se, ainda mais, a busca incessante por “culpados”, mas, desta vez, com ataques diretos à classe médica brasileira, na condenação da prática da livre medicina, algo comum em todo o mundo e na própria história da ciência médica, essencial para se encontrar a cura de inúmeras doenças e o desenvolvimento de novos medicamentos.

O parlamentar ressaltou a importância do trabalho realizado pelos profissionais de saúde em todo o país, que se expuseram heroicamente diante do desconhecido, para salvar vidas e encontrar soluções para algo totalmente novo, mas que os que comandam a CPI, cegados pela ânsia em derrubar um governo, não querem enxergar.

Talvez, Renan, Omar e todos os senadores esquerdopatas que lhes manipulam, pensem que as vacinas e medicamentos aparecem como "num passe de mágica", sem qualquer pesquisa ou esforço envolvendo cientistas, médicos e, claro, pacientes.

Estão jogando no lixo todo o legado de proeminentes figuras da história da medicina mundial, como Carlos Chagas, Albert Sabin e Jonas Salk, entre tantos outros!

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

URGENTE: Jefferson denuncia que crise criada no PTB tem o objetivo de deixar Bolsonaro sem legenda em 2022 (veja o vídeo)

 Sábado, 09 de Outubro de 2021

Definitivamente, política não é para amadores, ainda mais no Brasil.

Estamos a menos de um ano das eleições de 2022 que devem ser as eleições mais disputadas para Presidente da República de nossa história.

De um lado Bolsonaro, franco favorito, e de outro lado, Lula, o representante do sistema que se revezou no poder desde 1985.

O 7 de setembro, o 12 de setembro e o último 2 de outubro deixaram claro o favoritismo de fato, real, de Bolsonaro.

Para tirá-lo do Poder em 2018, tentaram por fim a sua vida.

O plano agora parece ser outro…

Empurrar Bolsonaro para um partido e na hora H, não lhe dar a legenda.

Por trás desta maquiavélica e engenhosa trama está ninguém mais, ninguém menos, do que Renan Calheiros e a própria filha de Roberto Jefferson, do PTB.

A ideia é evitar a filiação de Bolsonaro ao PTB e ele, filiado ao PP ou ao PL, na última hora não seria aprovado para concorrer à presidência.

Veja a denúncia de Roberto Jefferson na íntegra:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Vidas ou contratos milionários? O Rio terá Carnaval... (veja o vídeo)

Sábado, 08 de Outubro de 2021


Eduardo Paes está cobrando o passaporte sanitário na cidade, mas parece não estar preocupado com o distanciamento social daqui a apenas 4 meses.

Bolsonaro não perdeu a oportunidade:

“Qual a garantia que você tem que estará tudo bem em 2022? Ou são os contratos milionários com a imprensa que você defende?”

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Haddad já vetou distribuição gratuita de absorventes quando foi prefeito de São Paulo

 Sábado, 09 de Outubro de 2021

Foto: Roberto Casimiro/Estadão Conteúdo

A decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de vetar o trecho de um projeto que previa a distribuição gratuita de absorventes a pessoas de baixa renda foi alvo de polêmica nesta semana e recebeu críticas da oposição, entidades e especialistas. O chefe do Executivo disse que foi “obrigado” a vetar a proposta porque o projeto não apresentava fonte de custeio. “Quando qualquer projeto cria despesa, o congressista sabe que tem que apresentar a fonte de custeio. Quando não apresenta, se eu sanciono, eu estou incluso no artigo 8 da Constituição, crime de responsabilidade”, justificou.

Bolsonaro, no entanto, não foi o primeiro político a vetar a medida. Quando esteve à frente da Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad (PT) vetou proposta parecida (veja aqui). A informação foi levantada pelo programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan, em parceria com a Revista Oeste.

Em 21 de dezembro de 2015, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto que obrigava o Poder Executivo a fornecer absorventes higiênicos a pessoas com renda inferior a dois salários mínimos. Em fevereiro do ano seguinte, Haddad vetou. Na justificativa, o então prefeito disse que a proposta era insuficiente para a precaução de enfermidades e que não havia fundamento técnico-científico para que se tornasse um programa municipal. “Finalmente, a consecução da medida demandaria o planejamento, aquisição, armazenamento, distribuição e dispensação dos absorventes às munícipes, a acarretar significativas despesas ao erário público, em prejuízo dos investimentos com recursos efetivamente indispensáveis à saúde da mulher, tais como medicamentos e materiais médico-hospitalares, não constituindo, ademais, atribuição da Secretaria Municipal da Saúde o fornecimento de produtos de higiene”, declarou.

Jovem Pan

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Claro, no Brasil, existe uma péssima e injustiça, distribuição de renda. Não se discute isso. Agora, se a moda pega. Daqui a pouco, teremos programa de calcinha, sutiã etc. Proposta politiqueira e irresponsável. Eita Brasil! João Macena.

  2. É o Mito até 2026!
    Chora não, petralhada fedorenta!
    Essa será a última cacetada no 9 dedos barbudo! Com essa ele se enterra de vez!!

    1. Se o “mito “, como diz vc se eleger em 2022 e ficar presidindo o Brasil até 2026, quem se enterra de vez somos nós , o povo brasileiro.O governo de Jair está perdido, cada dia mais está se afundando, a inflação está exorbitante, a população brasileira não aguenta mais tanta carestia. Triste realidade a nossa 😧.

  3. Projeto de um petista para tumultuar o ambiente político, só o que eles sabem fazer ultimamente. Não apresentou de onde iria sair o dinheiro para custear o projeto e depois joga na mídia que o presidente é negacionista, igual a alguns aqui.

  4. Isso aí é interesse de uma determinada empresa que patrocina quem estar esperniando, como Felipe Neto e outros. Além de fazer campanhas pra fornecer, aproveitam a negativa do presidente pra acusá-lo

Sindicato denuncia que paciente foi operado sem anestesia por desabastecimento em hospital do RN; Em nota, Governo nega

Sábado, 09 de Outubro de 2021

Foto: reprodução

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde) fez uma grave denúncia relacionado ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, principal unidade para atendimento de urgência e emergência da região.

Segundo o Sindsaúde, um paciente idoso passou por momentos de ‘tortura’ no hospital por falta de anestesia. “Um paciente idoso que estava internado em uma UTI precisou passar por um procedimento sem anestesia. Mesmo em coma, o homem se contorcia de dor e os profissionais precisam terminar o procedimento para salvar sua vida. Como fica o paciente diante desta tortura?”, relatou o diretor do sindicato, João Morais.

“Os servidores não aguentam mais trabalhar sem o mínimo e os pacientes não podem seguir sem um atendimento digno!”, destacou o dirigente.

De acordo com o sindicato, estariam faltando os seguintes itens:

  • Fio para sutura de todos os tipos,
  • Anestésico para anestesia local,
  • Vários tipos de antibiótico,
  • Fita para fazer o exame de glicemia (HGT),
  • Soro Ringer simples e Ringer Lactato,
  • Luva de procedimento, os profissionais estão usando luva de estéril há mais de um mês,
  •  Bomba de seringa multivias,
  • Eletrodos,
  • Equipo para Bomba de Infusão fotossensível e normal,
  • Jelco de todos os números,
  • Placa de hidrocolóide,
  • Curativos especiais para Escara,
  • Plasil e bicarbonato de sódio,
  • Sonda nasogástrica e sonda vesical,
  • Bolsa que conecta na sonda,
  • Cânula de traqueostomia, inclusive, a família dos pacientes que estão comprando,
  • Lâmina de bisturi todos os tamanhos,
  • Agulha 40×12,
  • Cateter duplo lumen,
  • Oxivir que serve para limpar as camas dos pacientes,
  • Hidrogel,
  • Papel toalha e copo descartável para a copa.

Governo do Estado desmente

Em nota divulgada para a imprensa, o Governo do Estado confirmou a falta de alguns itens listados pelo sindicato, mas descartou que qualquer paciente tenha passado por alguma cirurgia sem anestesia.

NOTA

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que, a respeito da questão dos insumos do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), não há falta de todos os materiais listados pelo sindicato, como no caso de fios de sutura, luvas, eletrodos e fita de HGT, por exemplo. 

Com relação ao restante dos insumos, a Sesap, por meio da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) está trabalhando para regularizar o abastecimento.

Estão em tramitação na Sesap processos emergenciais e de licitação para regularização do abastecimento. A Sesap ressalta que não houve prejuízo nos atendimentos hospitalares no HRTM e nenhum paciente foi cirurgiado sem anestesia.

Portal Grande Ponto

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Creio que o Sindsaude não seria irresponsável em fazer uma denúncia gravíssima como essa!!!
    Isso é caso de polícia e de uma crueldade sem limites, mas para o desgoverno pretalha é refresco!!!

STF decide que presidente não é obrigado a nomear mais votado da lista tríplice para reitores

 Sábado, 09 de Outubro de 2021

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou um pedido para que, na nomeação dos reitores e dos vice-reitores das universidades federais e dos diretores das instituições federais de ensino superior, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), fosse obrigado a indicar os nomes mais votados nas listas tríplices enviadas pelas instituições. Desde o início do atual governo, já foram nomeados 19 reitores que não estavam no topo da relação.

A decisão foi tomada em julgamento realizado pelo plenário virtual da Corte, encerrado nesta sexta-feira. O Partido Verde (PV), autor da ação analsada, questionava dispositivos da lei que prevê a elaboração de listas tríplices pelas instituições e apontava que o governo federal estaria nomeando candidatos menos votados sem qualquer justificativa técnica ou científica.

A maioria dos ministos seguiu o voto do decano, ministro Gilmar Mendes. Para ele, o presidente pode aceitar ou rejeitar o nome sugerido, e esse espaço de decisão não poderia ser anulado em nome da autonomia universitária.

“Ao realizar sua escolha vertida em nomeação de reitor, não se busca vigiar ou punir a universidade, muito menos gerenciá-la, porém se intenciona contrabalancear eventuais deficiências do sistema de seleção de agentes públicos por cooptação da própria corporação a ser chefiada”, afirmou.

Os ministros Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Dias Toffoli, Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Nunes Marques também votaram contra o pedido do PV.

“Presumir-se que a livre escolha, entre os três indicados pelo próprio colegiado, seria, pela opção subjetiva do presidente da República, um ato político ilícito, é deixar de lado a vontade da própria congregação”, afirmou Alexandre. Ele ressaltou que os outros dois nomes são incluídos na lista porque os membros da própria universidade “inferiram sua capacidade e legitimidade para a chefia da instituição”.

Já para Cármen, o mecanismo previsto pelas normas “assegura a participação da comunidade acadêmica no processo de escolha do reitor e do vice-reitor, segundo procedimento definido também em normas que reforçam a autonomia universitária, constitucionalmente reconhecida”.

Ficou vencido o relator, Edson Fachin, que acatou o pedido do PV para garantir o respeito à organização e ordem da lista tríplice. O ministro destacou que “a nomeação de reitores e vice-reitores não pode ser interpretada como dispositivo para o desenvolvimento de agendas políticas, ou como mecanismo de fiscalização”. Ele foi acompanhado pelo ministro Ricardo Lewandowski, com ressalvas mínimas.

Em fevereiro, o STF já havia adotado posicionamento semlehante ao negar um pedido feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para obrigar o presidente da República a escolher como reitor das instituições federais de ensino superior o professor que encabeça a lista tríplice escolhida em votação interna.

O Globo


Toffoli arquiva pedido de investigação contra Paulo Guedes e Campos Neto por offshore

 Sábado, 09 de Outubro de 2021

Foto: Jorge William / Agência O Globo/19/11/2020

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou um pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para que fosse solicitada à Procuradoria-Geral da República uma investigação sobre as empresas offshore do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

De acordo com o despacho de Dias Toffoli, “cabe salientar que a Procuradoria-Geral da República, detém, privativamente, a atribuição de promover a ação penal pública em face dos alegados crimes praticados por autoridades com foro por prerrogativa de função, caso de ministros de Estado”.

Ainda de acordo com o ministro do Supremo, “não há como o Judiciário substituir a atividade” do MPF e exercer ” juízo valorativo sobre fatos alegadamente criminosos”. Toffoli lembrou que “tampouco cabe ao Judiciário que ‘solicite a abertura de investigação’ como constou na inicial”.

Com informações de iG

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Contra fatos
    Não há argumentos
    Justiça foi feita
    Ministros íntegros
    Tem uns condenados andando solto por aí
    Iludindo uns coitados que ainda acreditam em sua falsa palavra.
    Tenho pena dessa gente sofredora
    Se tivessem estudado, saberiam distinguir o joio do trigo

    1. Colocam a raposa pra tomar conta do galinheiro e ainda aparece defensor, haja cumplicidade

  2. O que tem de errado aí? Arquivou por não ter nada de errado, ora!
    É ruim o STF, apadrinhar alguém do governo federal!

  3. Acho que os patriotas conservadores defensores dos bons costumes farão uma grande manifestação usando as camisetas da CBF em todo o Brasil. Será que BANDIDO BOM É BANDIDO NO MINISTÉRIO E SOLTO???? Acho que esse negócio de BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO está fora de moda…..É melhor deixar essa estória pra lá.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055