martins em pauta

sábado, 7 de abril de 2018

“Eu não sou mais um ser humano, eu sou uma ideia”, diz ex-presidente

Sábado, 07 de Abril de 2018


Após missa em homenagem a Marisa Letícia, que completaria 68 anos neste sábado (7), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva condenou a atuação da imprensa em relação às acusações contra ele. O discurso durou mais de 55 minutos e foi acompanhado por sindicalistas e apoiadores.

“O sonho de consumo deles [dos veículos de imprensa] é a foto do Lula preso. Fico imaginando o tesão da Globo e da Veja quando isso acontecer. Eles vão ter orgasmos múltiplos”, disse para os militantes que acompanharam o discurso, em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), onde Lula permanece desde quinta-feira (5) à noite.

Lula afirmou também que a grande mídia está determinada em colocá-lo no foco do noticiário. “Tenho mais de 72 horas de Jornal Nacional me atacando. Tenho a Record, a Bandeirantes, a rádio do interior me atacando. Mas quanto mais eles me atacam, mais cresce minha relação com o povo brasileiro”.

O ex-presidente defendeu a regulamentação dos meios de comunicação. “Eles têm que saber que nós fazer uma regulação dos meios de comunicação para que o povo não seja vítima de mentiras”.

Lula incentivou a participação popular por meio de manifestações e protestos em defesa de ideias e propostas. “Minhas ideias estão no ar e não tem como prendê-las. Meu coração baterá pelo coração de vocês”, disse.

“Não pararei porque não eu sou sou mais um ser humano. Eu sou uma ideia, uma ideia misturada com a ideia de vocês. A morte de um combatente não para a revolução”, afirmou.

E chamou cada militante de Lula. “Somos Lula”, disse. A frase “Eu sou Lula” foi ecoada na plateia.

Para Lula, ele foi condenado politicamente por ter tirado muitos da miséria. “Se eu cometi esse crime [de ter tirado brasileiros da miséria], vou continuar sendo criminoso nesse país, porque vou fazer muito mais”, acrescentou.

Judiciário

No discurso, Lula fez críticas ao juiz Sérgio Moro, ao Ministério Público e ao Supremo Tribunal Federal (STF). “A história, daqui uns dias vai provar que quem cometeu crime foi o delegado, o juiz e o Ministério Público. Sairei dessa maior, mais forte e inocente. Quero provar que eles cometeram um crime. Um crime político”, disse.

Ao se referir à condenação pelo triplex em Guarujá (SP), o ex-presidente reiterou não ser dono do imóvel. “Sou o único ser humano que é processado por um apartamento que não é meu. Pensei que o Moro ia resolver isso, mas ele mentiu [me condenando]”, disse, reforçando que “não perdoa” aqueles que o chamaram de ladrão. “Nenhum deles têm coragem ou dorme com a consciência tranquila como eu durmo. Não estou acima da Justiça”, acrescentou. “Certamente um ladrão não estaria exigindo prova [como eu faço]”.

Em relação ao Supremo, Lula criticou a atuação dos ministros. “Quer votar de acordo com a opinião pública largue a toga e dispute a eleição”.

O ex-presidente atribuiu a morte de Marisa Letícia às ações do Ministério Público e da imprensa. “A antecipação da morte da Marisa foi uma sacanagem que a imprensa e o Ministério Público fizeram com ela”, disse. “Não tenho medo deles. Gostaria de fazer um debate com o Moro. E queria que mostrassem as provas e que provassem qual crime que eu cometi”.

O ex-presidente afirmou também que não faz objeções ao trabalho da Lava Jato. “Não sou contra a Lava Jato. Quero que continuem prendendo rico”.

Lula mencionou vítimas da injustiça no país, entre elas a ex-presidente Dilma Rousseff. “Dilma foi a mais injustiçada das mulheres que um dia ousou fazer política nesse país. A Dilma foi a pessoa que me deu a tranquilidade de fazer quase tudo o que consegui na Presidência da República. Sou grato de coração. Serei profundamente, para o resto da vida, repartirei sempre o sucesso da Presidência com você”, disse ao cumprimentar a ex-presidente.

Acompanharam o discurso o ex-prefeito Fernando Haddad, Guilherme Boulos (líder do MTST e pré-candidato a presidente pelo PSOL), Manuela D’Ávila (pré-candidata a presidente pelo PCdoB), Celso Amorim (ex-ministro das Relações Exteriores), Ivan Valente (deputado federal pelo PSOL), João Pedro Stédile (da liderança do MST), Paulo Pimenta (líder do PT na Câmara), Wellington Dias (governador do Piauí) e o ator Osmar Prado.



Agência Brasil / J.Belmont

Ex-presidente Lula se entrega à Polícia Federal

Sábado, 07 de Abril de 2018


Neste momento, ex-presidente Lula entrou em carro e deixa Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Lula saiu do prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), andando.

Fonte: Blog do BG

Procurador pediu prisão de Lula para ‘estancar sensação de onipotência’

Sábado, 07 de Abril de 2018

por Renato Onofre e Luiz Vassallo | Estadão Conteúdo
Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

O procurador da República da 4ª Região, Maurício Gerum, que requereu a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, afirmou que a medida seria necessária para estancar a sensação de onipotência do petista. O pedido foi protocolado na quinta-feira (5) após o Supremo Tribunal Federal rejeitar, por 6 a 5, habeas corpus preventivo para que Lula recorresse em liberdade até o fim de todos os recursos. O pedido de Gerum teve peso importante na decisão do TRF-4, o Tribunal da Lava Jato, de comunicar o juiz Sérgio Moro do cumprimento da pena aplicada a Lula no processo do triplex - 12 anos e um mês de reclusão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Apenas 19 minutos depois de ser comunicado pelo TRF-4, Moro ordenou a prisão de Lula. Eram 17h50 da quinta (5). Ao requerer a prisão de Lula, Gerum ressaltou. "Em razão de sua exitosa trajetória de vida, de seu carisma pessoal incomparável e do exercício de dois mandatos na Presidência da República, com diversos avanços na sociedade brasileira, o processo e o julgamento do réu Luiz Inácio canalizou a atenção de um número muito expressivo de pessoas, acirrando paixões e ódios". O procurador diz ser visível que o réu Luiz Inácio tem invariavelmente utilizado sua grande capacidade de articulação política para enfrentar, de forma ostensiva e acintosa, a ação penal e as condenações que sofreu. Impressiona especialmente que na madrugada de hoje, após a decisão da mais alta corte deste país, o Partido dos Trabalhadores tenha expressamente afirmado em subtítulo de nota oficial, que "Nossa Constituição foi rasgada por quem deveria defendê-la e a maioria do STF sancionou mais uma violência contra o maior líder popular do país, Lula", dizendo ainda que "a maioria do STF ajoelhou-se ante a pressão escandalosamente orquestrada pela Rede Globo." Para Gerum, é evidente que se trata de uma ação orquestrada, da qual Luiz Inácio participa ativamente, com dois objetivos básicos; evitar a prisão do prócer do partido, e o cumprimento de sua pena, e viabilizar sua candidatura à Presidência da República, em flagrante afronta às decisões do Poder Judiciário e à própria Lei, que veda a candidatura de condenados em duas instâncias. "O passar do tempo trouxe não só a confirmação da condenação por este Tribunal, e com ela a certeza da responsabilidade criminal do réu, mas também um quadro agravado, como se viu, de recalcitrância e desprezo à jurisdição criminal. Por isso se pode dizer que, para além da prisão como decorrência da condenação em segunda instância, há elementos suficientes a exigir a segregação preventiva", anotou. "Assim, assume especial importância a presteza no início do cumprimento da pena, não só para estancar essa sensação de onipotência, mas também para evitar que esses movimentos manipulatórios das massas atinjam níveis que tragam dificuldades extremas para fazer valer a lei penal", concluiu.

77° Homicídio em Mossoró 2018: Mecânico é morto a tiros em via pública no Alto da Conceição.

Sábado, 07 de abril de 2018


A cidade de Mossoró no Rio Grande do Norte registra mais um homicídio a bala, elevando para 77 o número de assassinatos na cidade neste ano de 2018.

O crime aconteceu na manhã deste sábado 07 de abril de 2018, na Rua Coronel Gurgel, próximo a Rádio Difusora no Bairro Alto da Conceição.

O mecânico de autos, identificado como Matheus Vitor Nascimento, 19 anos de idade,foi alvejado com cerca de sete tiros e morreu no meio da rua.


Segundo testemunhas, o jovem estava trabalhando na oficina mecânica de um parente, quando dois homens chegaram de moto e de armas em punho desceram entraram na oficina, anunciaram um assalto.

Matheus ao perceber a situação tentou correr, mas acabou sendo baleado e morto. Um primo dele conhecido como Heider Neto também foi baleado e socorrido pra o Hospital Tarcísio Maia, e passa bem.

A Polícia Militar fez o trabalho de isolamento de local de crime, as equipes do ITEP de Mossoró e Delegacia de Plantão da Polícia Civil estiveram no local. Após a perícia o corpo do jovem mecânico foi removido para sede do ITEP onde será necropsiado.

Mossoró chegar o 77º Crime de Homicídio do ano de 2018, mais um crime que será investigado pela Divisão de Homicídios de Mossoró. A Polícia Civil desconhece até o momento a motivação do crime bem como a identidade dos assassinos.





Jovem vítima de acidente de trânsito durante passeio de moto na zona rural de Mossoró, morre no HWR

Sábado, 07 de Abril de 2018


O jovem Diego Axel Freire Nogueira, morreu na madrugada deste sábado 07 de abril de 2018, no Hospital Wilson Rosado, onde estava internado desde o dia 18 de março, quando sofreu um acidente de trânsito na zona rural de Mossoró.

Diego participava de um passeio de motos com vários outros colegas, na região da Serra Mossoró e quando retornava pra casa, sobrou em uma curva, nas proximidades da antiga Fazendo São João, perdeu o controle e caiu de sua motocicleta.

O jovem que ficou gravemente ferido, foi socorrido por uma ambulância de Suporte Avançado do Samu, para o Hospital Regional Tarcísio Maia e em seguida transferido para o Hospital Wilson Rosado, onde estava internado em uma UTI, desde então.

Na madrugada de hoje, Diego Axel não resistiu e morreu naquela unidade hospitalar. O corpo do jovem será encaminhado ao Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), onde será necropsiado e depois liberado para que os familiares providencie o velório e enterro.

Diego Axel trabalhava no setor de licitações da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) e era bem relacionado na sociedade mossoroense. Amigos usaram as redes sociais da família dele para lamentar sua partida prematura.


Fonte: Fim da Linha

Mais duas mulheres assassinadas no Ceará em 24 horas

Sábado, 07 de Abril de 2018

Subiu para 148 o número de mulheres assassinadas no Ceará neste ano. Mais dois crimes do gênero foram registrados nas últimas 24 horas, ambos na Região Metropolitana de Fortaleza. Em São Gonçalo do Amarante, uma mulher que trabalhava com tatuagens, foi morta a tiros no Centro do Distrito do Pecém. Já em Tabatinga, na cidade de Maranguape, uma adolescente foi arrastada de dentro da casa da avó e morta com vários tiros disparados à queima-roupa. Os dois casos têm características de execuções sumárias praticadas por facções criminosas.

Era por volta de 16h10 quando Natália Alves de Lima, 29 anos, natural de Parnaíba (PI), foi atacada por dois homens que chegaram em uma motocicleta no Centro do Distrito do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (a 55Km de Fortaleza). Um deles (o garupa) sacou uma pistola e disparou vários tiros contra a mulher no momento em que ela estava próxima a um ponto de ônibus na frente de um supermercado.

A Polícia descartou a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte), já que os assassinos não roubaram nada da vítima. Natália era tatuadora e muito conhecida no Pecém pelo seu trabalho. O corpo dela ficou estendido no meio da rua até ser periciado e recolhido pela equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce). Pelo menos, um dos tiros, atingiu a cabeça da vítima.

Arrastada

O segundo assassinato aconteceu por volta de 23h37 no Distrito de Tabatinga, no Município de Maranguape (a 27Km de Fortaleza). Uma adolescente de apenas 15 anos, foi seqüestrada por um grupo de homens armados e encapuzados, que invadiu a residência da avó da garota.

Sheyla Maria Mesquita de Sousa, 15 anos, foi levada até um matagal nas proximidades da residência da avó e executada sumariamente com vários tiros de pistola. Sheyla morava em Maracanaú e havia ido passar alguns dias na companhia da avó. O crime ainda é misterioso. Há suspeitas de que a garota saiu de Maracanaú por ter sido ameaçada de morte por membro de uma facção. (Fernando Ribeiro)

FOTO E VÍDEO: Marginais colocam grampos e objetos em pista na altura da Ponte Nova, pneus de vários carros são furados e Força Nacional monitora local

Sábado, 07 de Abril de 2018

Fonte: Blog do BG

No fim da tarde desta sexta-feira(07), pelo menos 10 carros tiveram seus pneus furados na altura da Ponte Nova, sentido Zona Norte. Segundo testemunhas, grampos teriam sido colocados na pista por marginais. Até mesmo pedaços de ferro teriam sido encontrados. O propósito, até o momento é desconhecido. Não houve registro de assalto. A Força Nacional se encontra no local. Imagens abaixo cedidas.


FOTO: ‘Artista canibal’ que pintou telas com restos de vítimas é preso na Venezuela

Sábado, 07 de Abril de 2018


Luis Alfredo Hernández González foi preso na quinta-feira por ter assassinado e devorado os restos mortais de um homem na cidade de Barlovento, localizada a duas horas de Caracas. Autoridades do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (CICPC) têm chamado o jovem assassino de “artista canibal”, porque González tinha usado o sangue e cinzas da vítima, um fazendeiro que estava desaparecido há dias, como tinta para pintar uma tela.

González — um homem de cabelos escuros, desgrenhado e de olhos arregalados — admitiu o crime em interrogatórios policiais. Depois de confirmar que desmembrou e devorou a maior parte do proprietário da fazenda, o assassino argumentou que a vítima tinha o “contratado” para executar um estranho “serviço funerário”, que consistia em “matá-lo, devorá-lo e usar seu sangue e cinzas para pintar telas”, explicou Douglas Rico, diretor do CICPC.

Na fazenda da vítima, foram encontrados restos de ossos, documentos pertencentes a pessoas de fora da propriedade e pinturas. Rico informou que está investigando se esses documentos coincidem com a identidade de cidadãos declarados desaparecidos na Venezuela. A polícia também irá praticar exames de antropologia forense para as “obras de arte” encontradas no site. Não está descartada a possibilidade que González seja um serial killer.

A identidade da vítima ainda não foi revelada e também não foi indicado se o canibal confessou ser o autor de outros homicídios. A frieza das declarações sugerem é um criminoso com transtornos mentais graves.

A prisão de González evoca outra ocorrida no estado fronteiriço de Táchira em 1999. Na ocasião, Dorangel Vargas Gomez, um morador de rua, assassinou e comeu os restos de pelo menos dez pessoas.

Extra – O Globo / Blog do BG

Dono da Pague Menos pode ser preso a qualquer momento por determinação da Justiça

Sábado, 07 de Abril de 2018

Deusmar Queirós foi condenado a 9 anos por crime contra o sistema financeiro nacional.

O maior empresário farmacêutico do Nordeste e o segundo do Brasil, Deusmar Queirós vai para a cadeia. Ele já foi condenado em segunda instância. O juiz federal Danilo Fontenele decretou a prisão do dono da Pague Menos na semana passada.

Ele ainda não foi preso porque conseguiu uma liminar. Mas com o desenrolar do caso de Lula, a situação de Deusmar deve ter o mesmo final.

O empresário cearense pode ser preso a qualquer momento. Diferente de Lula, Deusmar não deve fazer discurso antes de descer para o presídio. (Cearanews7)

Prefeito de Natal anuncia renúncia ao cargo e pré-candidatura ao Governo do RN

Sábado, 07 de Abril de 2018


O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), anunciou na manhã desta sexta (6) a renúncia ao cargo e a pré-candidatura ao governo do Rio Grande do Norte. O vice-prefeito Álvaro Dias (MDB) assume o cargo.

“Estou renunciando à Prefeitura de Natal para ser candidato na eleição desse ano, estou atendendo a um chamado do povo”, disse Alves em coletiva de imprensa realizada no Parque da Cidade.

Carlos Eduardo foi reeleito prefeito de Natal em 2016 com 63,42% dos votos válidos.

Carlos Eduardo Nunes Alves nasceu no Rio de Janeiro em 5 de junho de 1959, tem 57 anos. É filho do político e jornalista, Agnelo Alves. Desde os dois anos de idade reside em Natal. Se formou em Direito pela Faculdade Católica Santa Úrsula, no Rio de Janeiro. Recém-formado, logo iniciou sua atuação política.


Voltou a Natal e se elegeu deputado estadual pelo PMDB em 1986, tendo ocupado uma cadeira na Assembleia Legislativa por quatro legislaturas e chegou a ser líder da oposição. Em 1996, assumiu a antiga Secretaria Estadual do Interior, Justiça e Cidadania e implantou nove Centrais do Cidadão, construiu os presídios de Alcaçuz e de Caicó, e implantou o Hospital de Custódia e a Casa Albergue.

Em 2000, Carlos Eduardo foi eleito vice-prefeito de Natal na chapa encabeçada por Wilma de Faria e em 2002 assumiu a Prefeitura de Natal com a renúncia da titular para disputar e vencer o Governo do Estado. Em 2004, foi reeleito prefeito. Em 2012, foi eleito prefeito novamente tendo Wilma de Faria como vice-prefeita. E em 2016, reeleito com 63,42% dos votos válidos.

VIA G1/RN / Natelense

PSOL denuncia Robinson Faria por campanha eleitoral antecipada


Sábado,07 de Abril de 2018



O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) entrou , nesta quarta-feira (05) com representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE)contra o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, por uso da máquina pública do governo estadual para fazer campanha eleitoral antecipada. O principal foco da representação é uma atividade oficial do governador, no dia 16/03, durante a inauguração de Restaurante Popular na cidade de Alexandria/RN.

O PSOL entregou junto com a representação, vídeos em que Robinson usa o evento para promover sua candidatura. Nos vídeos, o governador fala das obras públicas promovidas pelo governo como se fossem dele. Para o PSOL, Robinson deixou claro para a população presente sua candidatura nas próximas eleições, se utilizando de um espaço público, e da entrega de obra do governo, para atacar a imagem de outros políticos e demonstrar seu intento de continuar no cargo que hoje ocupa.

Ainda de acordo com a representação do PSOL, em um período pré eleitoral, o artigo 73 da lei n° 9504/97, veda completamente a promoção pessoal em favor do candidato, partido político ou coligação, além de proibir distribuição gratuita de bens e serviços de caráter sociais custeados ou subvencionados pelo poder público.

Em um dos trechos do discurso, o governador Robinson Faria faz autoelogio e diz que é ele quem faz as obras, na verdade realizadas com verbas do Governo do Estado. “Eles criticando Robinson e Robinson respondendo e entregando mais restaurantes populares, entregando mais café trabalhador e já gerei 50 mil empregos no estado através do microcrédito, eles atacando e eu trabalhando para o povo, o meu patrão não são os políticos.”

Em outro momento, Robinson critica seu isolamento e descreve articulação eleitoral para montar as chapas para as próximas eleições. “ Agora esse povo fica em Brasília, fica nos gabinetes, nos alpendres tomando uísque, montando chapa, montando acordão um, dois, três, quatro. Eles politicando e eu trabalhando, montando chapa de todo jeito, querendo deixar eu sozinho, querendo me isolar.”

Ainda no discurso de inauguração do Restaurante Popular, em tom de exaltação, o governador diz que “na hora certa o coração do povo vai falar mais alto”, o que para o PSOL é uma clara referência as próximas eleições.

O PSOL pede, na representação, a cassação do diploma do governador Robinson Faria afastando das suas funções até o julgamento da ação. Também faz requerimento para que o governador seja multado e que, diante da gravidade do fato, se abstenha de realizar inaugurações ou qualquer ato similar até o fim do pleito eleitoral desse ano. O PSOL protocolou a ação no TRE e acompanhará, junto de sua assessoria jurídica, o desenrolar do processo.

VIA BLOG DO BG 

Comitê de Direitos Humanos da ONU avaliará pedido da defesa de Lula

Sábado, 07 de Abril de 2018


O Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) avaliará o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre uma medida cautelar para evitar que ele seja preso nesta sexta-feira (6). A notícia é da EFE.

A informação foi transmitida pela porta-voz da entidade, Julia Gronnevet, que não divulgou a data em que ocorrerá a análise.

A solicitação foi assinada pelos advogados do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins, Valeska Teixeira Zanin e Geoffrey Robertson, que querem que o Comitê de Direitos Humanos da ONU faça um pedido ao governo brasileiro para impedir que Lula seja preso antes de esgotados todos os recursos jurídicos possíveis.

O ex-presidente foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

Agência Brasil / Blog do BG

Prédio de Cármen Lúcia em BH tem atentado por militância pró-Lula

Sábado, 07 de Abril de 2018





Jogaram tinta no predio da Carmen Lucia em BH
8


A fachada do prédio em Belo Horizonte que mora a ministra Carmen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), foi manchada de tinta vermelha nesta sexta-feira (6) em protesto organizado por militantes do MST (Movimento Sem Terra), reportou o R7.

Por volta das 16h30, centenas de sem-teto desceram de três ônibus e gritaram frases em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A presidente do STF se tornou um dos alvos dos militantes do PT e de organizações ligadas à legenda, como o MST, por causa do voto que negou o habeas corpus preventivo ao ex-presidente, na quarta-feira passada (4).


Fonte: Blog do BG

FOTOS: Marginais vandalizam afiliada da Rede Globo em João Pessoa em ato pró-Lula

Sábado, 07 de Abril de 2018

Em dia de tensão no Brasil inteiro, marginais travestidos de manifestantes vandalizaram a afiliada da Rede Globo em João Pessoa em ato que deveria ter servido ao propósito de defender o ex-presidente Lula.

Nas imagens abaixo é possível identificar o dano ao patrimônio privado. A emissora precisou pedir reforço para segurança de seus empregados.






'Pedido de prisão é mais arbitrário do século', afirma advogado do ex-presidente Lula

Sábado, 07 de Abril de 2018 

por L. Vassallo, R. Galhardo, R. Brandt, F. Macedo, D. Weterman | Estadão Conteúdo
Foto: Reprodução / TV Justiça

O criminalista José Roberto Batochio, defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quinta-feira (5) que o pedido de prisão do petista decretado pelo juiz Sérgio Moro representa um "açodamento" e que é "a mais rematada expressão do arbítrio no século 21". Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, outro defensor do ex-presidente, disse que o mandado de prisão contraria decisão do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4). Segundo Zanin, o TRF-4, em julgamento de 24 de janeiro, "condicionou a providência (ordem de prisão) - incompatível com a garantia da presunção da inocência - ao exaurimento dos recursos possíveis de serem apresentados para aquele tribunal, o que ainda não ocorreu". A defesa tentou evitar a prisão de Lula com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal, mas o pedido foi negado pelos ministros, por 6 votos a 5 na quarta-feira, 4. Os advogados queriam que a pena só fosse cumprida após o trânsito em julgado, ou seja, após encerradas todas as possibilidades de recursos nos tribunais superiores, o que foi rejeitado. Era possível ainda apresentar um último recurso ao TRF-4, que não tem, porém, o poder de reverter a condenação. O prazo de 12 dias para a apresentação desse recurso terminará na próxima terça-feira. No despacho, Moro criticou o uso de recursos judiciais para adiar o cumprimento de pena. O ex-presidente foi orientado por aliados a não se entregar à Polícia Federal em Curitiba, como determinou o magistrado, e aguardar em São Bernardo do Campo, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, cercado de apoiadores, o cumprimento da ordem de prisão. A ideia não é resistir à prisão, mas tentar garantir uma imagem positiva, do ponto de vista político, do momento em que Lula será detido. Segundo um petista, a questão é "semiótica". Lula e PT querem adotar o discurso de que ele é um preso político. Até o início da madrugada desta sexta-feira (6), no entanto, o petista continuava reunido com aliados e advogados no sindicato e a decisão se Lula se entregaria ou aguardaria a chegada da PF ainda não havia sido tomada. Um segundo grupo, minoritário, defendia a ida do ex-presidente a Curitiba para não passar a impressão de que estaria afrontando a Justiça. Questionado sobre isso pelo jornalista Kennedy Alencar, da rádio CBN, antes da decisão de Moro, Lula disse que consultaria seus advogados. O ex-presidente foi surpreendido com as decisões do TRF-4 e de Moro. Pela manhã, cerca de 20 pessoas se reuniram no Instituto Lula, em São Paulo, para analisar a situação depois da derrota no STF. Segundo um participante da reunião, apenas três pessoas alertaram para a possibilidade de Moro ordenar a prisão antes do dia 10. Os outros disseram que não havia risco antes disso. No início da tarde, parte deste grupo levou a Lula o extrato das análises, entre elas a ausência de risco de antecipação da prisão. A partir disso, o ex-presidente e o PT definiram um calendário de ação política que previa a primeira declaração pública do petista depois de o STF negar o habeas corpus apenas no início da noite desta sexta, além de atos na segunda-feira. A ideia da direção do PT era convidar os demais pré-candidatos de esquerda, artistas, intelectuais e fazer um ato em defesa de Lula e da democracia. Os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Martins se reuniram com o ex-presidente no Instituo Lula por cerca de duas horas. Em seguida, falaram com a imprensa, ainda sem informação do despacho de Moro. Após a entrevista, os dois saíram do prédio, mas retornaram minutos depois com a informação sobre a decisão do juiz. Na entrevista, Zanin afirmou que a defesa tinha instrumentos para suspender qualquer medida adotada com base na decisão do TRF-4, evitando medida de restrição de direitos do petista. Ele citou a possibilidade de Recurso Especial no Superior Tribunal de Justiça e Recurso Extraordinário no Supremo. O advogado de São Bernardo Adinaldo Martins, que não integra a defesa do ex-presidente, entrou nesta quinta-feira com um habeas corpus no STF para garantir que Lula permaneça em liberdade até o plenário da Suprema Corte analisar duas ações diretas de constitucionalidade (ADCs) de relatoria do ministro Marco Aurélio Mello. As ações tratam de forma ampla e abrangente da questão da possibilidade de execução provisória de pena, como a prisão, após condenação em segunda instância. A presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, resiste a levar as ações para julgamento pelo plenário, que ainda não analisou o mérito. O habeas corpus foi sorteado eletronicamente para o ministro Marco Aurélio Mello, que vai analisar o pedido.

Polícia quebra sigilo telefônico de vereadores para apurar vínculo com morte de Marielle

Sábado, 07 de Abril de 2018


Foto: Divulgação

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil conseguiu na Justiça a quebra do sigilo telefônico de vereadores da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, para apurar possível ligação com a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março passado. Os investigadores querem saber se o número do celular do motorista do carro usado no crime fez contatou com algum dos parlamentares nas horas próximas à execução. As informações são do site The Intercept Brasil. Até agora, oito vereadores foram ouvidos, mas todos na condição de testemunhas. O mais recente aconteceu nesta quinta-feira (6), quando Jair Barbosa Tavares, o Zico Bacana (PHS), foi convocado para explicar por que recebeu em seu gabinete três homens - entre eles um ex-policial militar indiciado na CPI das Milícias, na qual Marielle atuou -, horas antes do crime. Ele disse que não lembrava da participação de Marielle na CPI das Milícias, nem mantinha muito contato com a vereadora do PSOL. De acordo com a publicação, Zico Bacana estava sumido da Câmara desde o assassinato da vereadora. No dia seguinte aos homicídios, enquanto os corpos eram velados no salão nobre da Câmara, o parlamentar comemorava o nascimento de um filho. Na última quarta-feira (4), Zico Bacana voltou à Câmara com a certidão de nascimento do bebê, para justificar as ausências nas últimas seis sessões.

Juiz de Execuções Penais vai fiscalizar prisão domiciliar de Maluf por ordem de Toffoli

Sábado, 07 de Abril de 2018 

Foto: Agência Brasil

A prisão domiciliar do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) será fiscalizada pelo juízo das Execuções Penais de São Paulo, por determinação do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF). Toffoli assentou a competência da Vara de Execuções Penais a pedido da defesa do deputado, em um habeas corpus. A liminar que garante a prisão domiciliar de Maluf foi deferida pelo ministro por problemas de saúde. Toffoli verificou que os laudos médicos apresentados nos autos após a concessão da liminar descrevem problemas agudos relacionados a infeção respiratória, câncer de próstata em fase de tratamento e possível hemorragia digestiva, recomendando internação, exames e tratamento. Diante desse quadro, o ministro reafirmou o entendimento liminar de que o condenado padece de graves patologias. “A prisão domiciliar por razões humanitárias, por força da matriz constitucional da dignidade da pessoa humana (Constituição Federal, artigo 1º, inciso III), encontra amparo jurisprudencial do Supremo Tribunal Federal, inclusive para aqueles que cumprem pena em regime inicialmente fechado”, destacou. Segundo o ministro, a prisão domiciliar não impede a possibilidade de Maluf fazer tratamento ambulatorial ou de ser internado, diante da gravidade de seu estado de saúde, com a supervisão do juízo de execução.

Brasil tem 328 mortos por febre amarela, confirma Ministério

Sábado, 07 de Abril de 2018 

Foto: Reprodução / Reclame Aqui

O Ministério da Saúde divulgou dados confirmando 328 mortes em razão da febre amarela entre 1º de julho do ano passado e 3 de abril deste ano. No mesmo período, foram confirmados 1.127 casos da doença no país, um aumento em relação ao ano anterior, quando o registro era de 220 óbitos e 691 casos. De acordo com o Estadão, o ministério recebeu notificações de 4.548 casos suspeitos da doença, sendo 2.441 descartados e 980 em investigação. O atual ministro da saúde, Gilberto Occhi, destacou que "embora os casos do atual período de monitoramento tenham sido superiores à sazonalidade passada, o vírus da febre amarela hoje circula em regiões metropolitanas do país com maior contigente populacional, atingindo 35,9 milhões de pessoas que moram, inclusive, em áreas que nunca tiveram recomendação da vacina". Os informes da febre amarela seguem, desde 2017, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

MARTINS-RN: ATENÇÃO! ARVORE CAI NA SERRA E INTERDITA RN-117 ENTRE A CIDADE E O SITIO PICO DOS CARROS SENTIDO UMARIZAL.

Sexta, 06 de Abril de 2018

Imagem ilustrativa

Atenção, durante a noite desta sexta, 06 evitem descer ou subir a serra de Martins-RN pela RN-117, mais precisamente no meio da Serra, uma grade arvore caiu devido as fortes chuvas das ultimas horas e interditou a RN-117. Não dá para descer ou subir nem mesmo moto no sentido o Martins /Sitio Pico dos caros sentido a cidade de Umarizal. Esperamos que o pessoal da prefeitura resolva o mais rapidamente possível esse problema. 

O Blog Martins em Pauta.com, pede atenção dobrada a todos que descem e sobem a serra, principalmente no momento da chuva, pois em muitos locais as valas estão obstruídas e a água corre na pista como um riacho, e ainda por cima pode acontecer desmoronamento.

Veja Como já aconteceram vários pontos da serra.  todo cuidado é pouco! Praticamente toda chuva fica assim, todo cuidado é pouco ao descer e subir a serra.







vejam  essa arapuca na curva do bolo! arvores  praticamente despercebidas para muitos, arvores prestes a despeçarem e atingir carros e motos que passam no local. O Vereador Francisco Avelino de Carvalho, Cabecinha-PHS, já pediu providencias através de requerimento na Câmara Municipal aprovado por unanimidade, mas a prefeita não está nem ai para o problema.  Só Deus na Causa para proteger os inocentes.




PF continuará negociando com Lula após encerrado prazo de prisão

Sexta, 05 de Abril de 2018

Ex-presidente Lula tinha até as 17h desta sexta para se apresentar à Polícia Federal em Curitiba, segundo determinou juiz Sérgio Moro.


Delegados da Polícia Federal em São Paulo estão conversando com advogados de Luiz Inácio Lula da Silva para negociar a rendição do ex-presidente na capital paulista. O prazo determinado pela Justiça Federal para o petista se entregar voluntariamente em Curitiba (PR) se encerrou às 17h desta sexta-feira (6).


A conversa, que já dura pelo menos duas horas, busca evitar uma operação policial para executar a ordem de prisão contra o petista, que está no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, desde a noite de quinta-feira (5). 

Segundo apurou o R7, Lula pode se entregar na sede da PF em São Paulo, ou ir diretamente ao aeroporto de Congonhas, onde já existem equipes da PF de prontidão. Uma aeronave já está abastecida e pronta para levá-lo a Curitiba.

Na capital paranense, um helicóptero levaria Lula do aeroporto Afonso Pena até a Superintendência da Polícia Federal, onde uma cela especial foi preparada para o ex-presidente.

A recomendação da equipe de advogados de Lula é para que ele se entregue. mas um membro da cúpula do PT informa que Lula vai tomar a decisão por conta própria.

Em Curitiba, o delegado da Policia Federal Igor Romário de Paula confirmou que não está descartada a possibilidade de se negociar com a defesa do ex-presidente, mas que isso cabe aos agentes em São Paulo, responsáveis pela negociação neste momento.

— Não se descarta, após as 17h, tentar uma negociação para que uma apresentação seja feita. Mas isso a equipe que está no lugar que vai avaliar a melhor conduta pra que não exista confronto.

A declaração foi feita após uma reunião entre Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento de Inteligência do Paraná e Polícia Rodoviária Federal sobre o esquema de segurança.

Romário de Paula também disse que é pequena a chance de a Polícia Federal entrar no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para prender Lula.

— A hipótese [de entrar no sindicato dos metalúrgicos para prender Lula] é remota nesse momento.

Ainda segundo o delegado, caso o ex-presidente não se entregue, ele acredita que não deve demorar para que a ordem de prisão seja cumprida pela Polícia Federal.

— Eu não acredito que se prolongue por muito tempo. Mas estão sendo consideradas uma série de coisas para evitar confronto. Este tipo de prisão gera ânimos exaltados de vários lados.

Ele também comentou que não acredita que Lula represente algum risco, mas que, se for preciso, será feito o uso de algemas.

— Se houver risco, as algemas podem e devem ser usadas.

Pouco depois das 17h a sede da PF em Curitiba foi fechada e os jornalistas retirados do saguão. O local costuma fechar geralmente às 18h30. (R7)

PM registra ataques a bancos em duas cidades da região Oeste potiguar

Sexta, 06 de abril de 2018

Explosão deixou agência bancária destruída em Antônio Martins (Foto: Cedida)


Dois bancos de municípios da região Oeste potiguar foram alvo de bandidos na madrugada desta sexta-feira (6). Em Antonio Martins, criminosos explodiram um caixa eletrônico e atiraram em uma base da PM. Já em Felipe Guerra, um terminal eletrônico foi arrombado. Segundo a Polícia Militar, ninguém foi preso.

Antônio Martins

Moradores de Antônio Martins disseram que os criminosos chegaram na cidade atirando. Com a explosão, uma agência do Banco Bradesco ficou destruída.

Durante a ação, uma parte do grupo atirou na base da PM. Na fuga, os bandidos espalharam grampos de ferro pelas estradas que dão acesso à cidade. Pontiagudos, os grampos são usados para furar os pneus de carros. Assim, a polícia também teve dificuldade para partir em busca dos criminosos, que conseguiram escapar.

Felipe Guerra

Segundo a Polícia Militar, bandidos tentaram arrombar um caixa eletrônico usando um maçarico. A ação criminosa só foi percebida no início da manhã desta sexta-feira (6). A PM não soube informar se eles conseguiram levar alguma quantia em dinheiro.


*G1 RN / Nosso Paraná RN

Lula não é considerado foragido, diz Justiça Federal

Sexta, 06 de Abril de 2018 

Foto: Reprodução / UOL

A assessoria de imprensa da Justiça Federal no Paraná esclareceu que mesmo após o fim do prazo determinado pelo juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é tratado como foragido da Justiça porque não há componentes de fuga. De acordo com a Agência Brasil, o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Antônio Boudens explicou que "a condição de foragido é específica. Tem que haver componentes de fuga, de rejeição de apresentação. Terminou o prazo para que ele se apresente voluntariamente. Como não aconteceu, o mandado será cumprido". Boudens se reuniu hoje (6) com o superintendente da Polícia Federal no Paraná, delegado Maurício Valeixo, para pedir reforço na segurança dos agentes que devem cumprir o mandado de prisão de Lula. De acordo com Boudens, a ordem de prisão foi muito rápida e não houve tempo hábil para que os policiais planejassem a execução.

STJ rejeita pedido de habeas corpus da defesa de Lula

Sexta, 06 de Abril de 2018

por Teo Cury, Amanda Pupo e Rafael Moraes Moura | Estadão Conteúdo
Foto: Filipe Araújo/ Fotos Publicas


O ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), relator da Lava Jato no tribunal, negou nesta sexta-feira (6), o pedido de medida liminar no habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), informou a assessoria do tribunal. No habeas corpus preventivo do petista, os advogados pediam que fosse concedida liminar para suspender execução provisória da pena até que o julgamento de mérito deste habeas corpus seja realizado. A defesa de Lula argumentava ser "impossível" aguardar o julgamento de mérito visto que o ex-presidente deve se encaminhar à Polícia Federal em Curitiba atéàs 17h desta sexta-feira. A defesa pedia que, caso o requerimento não seja atendido, a prisão seja suspensa até que Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) faça o exame de admissibilidade dos recursos extraordinários, no caso de "não ser atribuído a tais apelos eficácia suspensiva". Os advogados pediam ainda para que, se não aceitar a nenhum dos primeiros pedidos, Fischer concedesse medida liminar para garantir a Lula o direito de aguardar em liberdade até eventual oposição e julgamento de embargos de declaração contra a decisão que negou, em 26 de março, os primeiros embargos no tribunal. Segundo o documento, a oposição dos novos embargos ocorrerá no dia 10 de abril. A defesa de Lula entrou, nesta sexta-feira, com o pedido no STJ. O petista, condenado a 12 anos e um mês de prisão no processo do caso triplex do Guarujá, tem até as 17 horas de hoje para se apresentar "voluntariamente" à PF em Curitiba. O juiz Sérgio Moro, da 13° vara criminal de Curitiba, decretou a prisão de Lula ontem. Os advogados alegam que TRF-4 foi "movido pela gana de encarcerar", por autorizar Moro a decretar prisão antes de serem apresentados novos embargos de declaração ou ser publicado o acórdão da decisão do Supremo Tribunal Federal que negou o habeas corpus a Lula nesta quarta-feira (4). A defesa também destaca que a decretação foi feita "cerca de vinte minutos" após notificação do tribunal de segunda instância. "O cenário em questão, além de demonstrar uma ímpar agilidade dos órgãos jurisdicionais envolvidos, evidencia o ilegal constrangimento imposto ao Paciente", diz a defesa, afirmando que determinação contraria o próprio TRF-4, segundo o qual a execução se dá após "encerrada a jurisdição criminal de segundo grau". Segundo os advogados, ainda não houve exaurimento no TRF-4. De acordo com a defesa, Lula ainda não foi formalmente intimado da decisão que rejeitou seus embargos de declaração no dia 26 de março. Assim, alega que pode ainda entrar com novos embargos contra essa decisão do TRF-4, "(sem contar os apelos extraordinários), os quais - talvez seja necessário lembrar - possuem efeito suspensivo". A defesa cita que, a partir do julgamento de seu habeas corpus no Supremo, depreende-se que "há maioria no Supremo Tribunal Federal no sentido de condicionar a execução provisória" somente após manifestação do STJ. As posições dos ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli, que votaram nesse sentido, são destacadas no texto. Felix Fischer foi o relator original do pedido preventivo de liberdade de Lula feito ao STJ ao final de janeiro. Mas, em função do recesso, a decisão que negou aquele habeas corpus liminarmente foi do vice-presidente do tribunal, Humberto Martins. Fischer relatou o processo de Lula quando a Quinta Turma do STJ precisou enfrentar o mérito do pedido do ex-presidente. Lá, em 6 de março, os cinco ministros da turma negaram, unanimemente, o habeas corpus do ex-presidente. Logo após a decisão monocrática de Martins em 30 de janeiro, antes da Quinta Turma analisar o pedido, a defesa de Lula entrou com habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF). Em 9 de fevereiro, o relator da Lava Jato na Suprema Corte, ministro Edson Fachin, rejeitou liminarmente o pedido e submeteu o processo para julgamento de mérito do plenário. Os 11 ministros da Corte começaram a analisar o habeas corpus no dia 22 de março, depois da presidente Cármen Lúcia pautar o processo no dia anterior, após muita pressão da defesa e dos setores que queriam ver rediscutida a jurisprudência que autoriza a prisão após condenação em segunda instância. O julgamento não acabou naquele dia e foi retomado nesta quarta-feira, dia 4, quando a Corte negou o habeas corpus e abriu caminho para a execução da pena de Lula. Um dia depois, na quinta-feira, após ofício do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Moro decretou a prisão do ex-presidente.

Lula não é considerado foragido, diz Justiça Federal

Sexta, 06 de Abril de 2018 

Foto: Reprodução / UOL

A assessoria de imprensa da Justiça Federal no Paraná esclareceu que mesmo após o fim do prazo determinado pelo juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é tratado como foragido da Justiça porque não há componentes de fuga. De acordo com a Agência Brasil, o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Antônio Boudens explicou que "a condição de foragido é específica. Tem que haver componentes de fuga, de rejeição de apresentação. Terminou o prazo para que ele se apresente voluntariamente. Como não aconteceu, o mandado será cumprido". Boudens se reuniu hoje (6) com o superintendente da Polícia Federal no Paraná, delegado Maurício Valeixo, para pedir reforço na segurança dos agentes que devem cumprir o mandado de prisão de Lula. De acordo com Boudens, a ordem de prisão foi muito rápida e não houve tempo hábil para que os policiais planejassem a execução.

76º Homicídio em Mossoró 2018: Popular é morto a tiros no Bairro Lagoa do Mato

Sexta, 06 de Abril de 2018


Mais um homicídio abala é registrado em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O crime foi registrando por volta das 14h30min da tarde desta sexta-feira 06 de abril de 2018 na Avenida Rio Branco, na Lagoa do Mato, região do Belo Horizonte.

Djailson Praxedes Dantas, 46 anos, foi executado com cinco tiros de pistola 380, todos na região da cabeça. A vítima tinha acabado de chegar em sua casa, onde funciona um lava-jato, quando foi surpreendida por dois homens que chegaram em uma moto, invadiram o imóvel e efetuaram os disparos.

De acordo com informações de testemunhas, os criminos após matarem a vítima saíram atirando para o alto e fugiram em sentido ignorado.

A Polícia ainda não tem informações sobre a motivação do crime, mas informou que a vítima tinha antecdentes criminais. Djailson já havia sido preso por porte ilagal de arma de fogo.

Agentes da Divisão de Homicídios foram ao local do crime, onde conversaram com familiares, para apartir de depoimentos traçar uma linha de investigação.

A equipe do ITEP realizou o trabalho de perícia no local e recolheu várias capsulas de pistola calibre 380 que ficaram espalhadas pelo chão. O corpo de Djailson Praxedes, foi removido e encaminhado ao setor de medicina legal, no ITEP para ser necropsiado e depois liberado para sepultamento.

Com mais um crime de homicídio registrado em Mossoró, a cidade passa a contabilizar 76 assassinatos, neste ano de 2018.








Fonte: Fim da Linha

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055