martins em pauta

sábado, 4 de maio de 2019

BURGER KING TENTA LACRAR PRA CIMA DE BOLSONARO E É BOICOTADO POR BRASILEIROS

Sábado, 04 se Maio de 2019


A rede de fast food, Burger King, tentou “lacrar” pra cima do presidente Jair Bolsonaro, através das suas redes sociais. Ontem (03/05), a empresa resolveu alfinetar a decisão do presidente de tirar do ar a propagando do Banco do Brasil.

Fonte: PORTAL BR7

Suspeito chora ao levar mata-leão de mulher durante assalto em SP

Sábado, 04 de Maio de 2019




Adolescente havia roubado o celular da vítima que, para recuperar o aparelho, aplicou um 'mata-leão' no suspeito. A Polícia Militar foi acionada e ele foi levado para a delegacia.

Uma moradora de Praia Grande, no litoral de São Paulo, surpreendeu um menor que tentava assaltá-la. Lutadora de jiu-jitsu, a jovem imobilizou o suspeito com um 'mata-leão' e só o soltou com a chegada da polícia. Um vídeo obtido pelo G1 mostra o suspeito rendido, pedindo ajuda, enquanto a vítima e testemunhas aguardam a chegada das autoridades.

Segundo o delegado Alexandre Comin, que fez o registro do caso na Delegacia Sede da cidade, o ataque ocorreu no bairro Jardim Melvi. De acordo com o depoimento da vítima, ela caminhava tranquilamente pelo bairro quando foi abordada pelo suspeito, que é menor de idade. Ele roubou o celular da mulher e tentou fugir.

Na fuga, a vítima gritou e o marido, que estava próximo, pegou o carro e os dois foram atrás do menor para tentar recuperar o pertence. De acordo com o delegado, em determinado momento, o motorista conseguiu fechar o suspeito e a mulher desceu do carro para imobilizá-lo até a chegada da polícia.

Com um 'mata-leão', a vítima, que faz aulas de jiu-jitsu, imobilizou o menor, como é possível ver nas imagens. Depois de rendido, o adolescente chega a chorar enquanto aguardava a chegada da Polícia Militar. O menor foi encaminhado pelos policiais para a Delegacia Sede, onde foi registrada a ocorrência.

[VÍDEO] HOMEM REAGE A ASSALTO CONTRA DOIS ASSALTANTES NO INTERIOR DO RN USANDO CABO DE VASSOURA

Sábado, 04 de Maio de 2019

Caso foi registrado em Lagoa Salgada, a 60 quilômetros de Natal, por volta das 6h. Apesar do ato imprudente, os bandidos conseguiram roubar o mercadinho

Foto: Reprodução/Youtube

Um homem reagiu a um assalto com um cabo de vassoura no município de Lagoa Salgada, na região Agreste do Rio Grande do Norte, na manhã desta sexta-feira 03 de maio de 2018. 

A dupla chega de moto e invadem o mercadinho por volta das 6hs. Um deles estava armado com uma escopeta de fabricação caseira. Toda a ação foi registrada pelo sistema de câmeras de segurança.
Após o anúncio do assalto, um homem que estava próximo ao balcão reagiu com um cabo de vassoura e tentou conter os assaltantes. Os criminosos tentaram atirar contra a vítima, mas a arma, uma escopeta artesanal, teria falhado no momento do disparo. Apesar da atitude imprudente da vítima, os criminosos conseguiram roubar o dinheiro da caixa registradora e fugiram em seguida.



Fonte: Passando na Hora

Operação contra facção apreende quase R$ 900 mil e prende 15 na região de Sorocaba

Sábado, 04 de maio de 2019 


Quase R$ 900 mil foram apreendidos em operação (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma operação do Ministério Público (MP) e da Polícia Militar prendeu 15 pessoas e apreendeu quase R$ 900 mil nesta sexta-feira, 3, na região de Sorocaba (SP). Os alvos são membros de uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios.

Dos 15 mandados de prisão expedidos pela Justiça, 13 foram cumpridos. Outras duas pessoas foram presas em flagrante por estarem com 147 tabletes de maconha e cinco sacos de pasta base. A droga foi levada para o DP da Zona Norte, e os R$ 870 mil apreendidos foram levados ao Banco do Brasil.

Segundo a polícia, todo o dinheiro foi encontrado com apenas um dos suspeitos. Promotores e policiais militares também apreenderam 15 celulares, um carro, armas e drogas na região.

A operação, chamada de Jiboia, é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP. Nos últimos meses, os suspeitos foram investigados por exercerem funções na facção ligadas ao tráfico de drogas, ao cadastramento de armas, ao recolhimento de valores para a organização e à realização de julgamentos nos “tribunais do crime”.

Grande quantidade de dinheiro foi apreendida em Sorocaba (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

A ação buscou pessoas que assumiram a posição de liderança da facção nas ruas, por causa da transferência da cúpula para presídios fora do estado de São Paulo. O envio de presos a outros estados aconteceu no início deste ano, por decisão judicial que acatou feito pelo Gaeco.

Segundo o Gaeco, na região foram cumpridos mandados nas cidades de Sorocaba, Itapetininga e Tatuí (SP). Além dos 15 mandados de prisão, a Justiça expediu outros 19 mandados de busca e apreensão.

Em todo o estado de São Paulo, os agentes do grupo especial cumprem mais de 80 mandados em 20 cidades – são cerca de 50 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão. Houve ações na capital e cidades do litoral paulista, além das regiões de Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. (Com informações G1 Sorocaba e Jundiaí).

Fonte: Costa Branca News

Criminosos roubam carro, notam que havia criança dentro e a abandonam em Salvador

Sábado, 03 de Maio de 2019

Foto: Ilustrativa / Reprodução / IG Carros

Uma criança de dois anos foi deixada em uma rua do bairro de São Gonçalo do Retiro, em Salvador, na noite desta quinta-feira (2), por assaltantes de que roubaram o carro da mãe dela.

O crime aconteceu no bairro do Doron. A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que a criança foi encontrada por agentes da Operação Gêmeos da Polícia Militar. A mãe da garotinha tinha sido abordada pelos assaltantes no bairro do Doron.

Segundo informações da polícia apuradas pelo G1, a guarnição iniciou buscas para tentar prender os criminosos após receber informações do Centro Integrado de Comunicações (Cicom). Nenhum suspeito, no entanto, foi localizado.

Sérgio Moro inaugura Centro Integrado de Inteligência em Brasília

Sábado, 04 de Maio de 2019


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, inaugurou hoje (3) o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Nacional (CIISPN), em Brasília. O órgão vai integrar e coordenar informações de segurança e operações com outros órgãos de inteligência nos estados. De acordo com o ministro, o centro é estratégico para o combate a organizações criminosas.

“A integração é tudo em matéria de segurança pública. Estamos insistindo muito nessa política e acredito que com isso nós conseguimos fazer mais com menos”, disse Moro. "As vezes a polícia de um estado não se comunica com a de outro estado ou com a Polícia Federal. E uma das principais ideias aqui é fortalecer essa troca de informações", acrescentou.

A unidade de inteligência é composta por agentes das polícias civis e militares, órgãos federais e outras instituições especializadas no combate às organizações criminosas, como o Ministério Público e o Poder Judiciário.

Esse é o segundo centro de integrado de inteligência. O primeiro, voltado para a Região Nordeste, foi inaugurado no ano passado, em Fortaleza (CE), pelo então ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Na próxima semana, Moro inaugura, em Curitiba (PR), o centro da Região Sul. A intenção do governo é que exista um centro em cada uma das regiões do país.

Entre os objetivos dos centros estão a integração entre os agentes de segurança pública para produção de conhecimentos estratégicos e o acesso integrado dos conteúdos das bases de dados das diversas instituições e órgãos que compõem a estrutura de segurança pública.

“Essa unidade não é só questão de espaço físico. Você convoca policiais de diferentes estados e do Distrito Federal e isso faz com que diferentes experiências estejam reunidas e vai construindo laços de confiança e integração”, disse o ministro.
Coaf

Questionado sobre a possibilidade de o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sair da Justiça e retornar para a Economia, o ministro disse que não há nenhum movimento dentro do governo para fazer a mudança.

“Não existe nenhuma área do governo defendendo o retorno, a posição do governo foi externada na Medida Provisória [870/19]. Foi o governo quem editou a MP transferindo o conselho da então Fazenda para o Ministério da Justiça e Segurança Pública”, disse o ministro. “Achamos que o Coaf fica melhor aqui e não tem nenhum movimento dentro do governo [para mudar]. Vocês podem perguntar o ministro Paulo Guedes que ele vai dizer que não tem nenhum interesse no conselho”.

Moro disse que a discussão em relação ao Coaf, travado no Congresso Nacional, resulta de incompreensão sobre a atuação do conselho na Justiça. “É importante o Coaf estar aqui na Justiça e Segurança Pública porque ele tem informações essenciais em matéria de lavagem de dinheiro e que nos serão extremamente úteis para combater principalmente as organizações criminosos. Se você não tem o rastro do dinheiro fica muito difícil combater essas grandes organizações criminosas”, disse.


(Agência Brasil)

Jornalista relata “ao vivo” todas as nuances da relação amorosa entre Lula e Rose (Veja o Vídeo)

Sábado, 04 de Maio de 2019


A tórrida relação amorosa envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Rosemary Noronha sempre foi tratada com reservas pela mídia amestrada. Um assunto proibido.

Não obstante ser um caso que praticamente se tornou de conhecimento público e que pode trazer inúmeras revelações relacionadas a Organização Criminosa chefiada pelo presidiário de Curitiba, a própria Justiça não deu ainda a Rose o tratamento adequado, pois a mulher, além de amante, teria sido uma verdadeira comparsa de Lula no mundo do crime.

O respeitado e bem informado jornalista Augusto Nunes entra fundo no caso amoroso de Lula e Rose, conta as nuances do relacionamento e fala sobre os crimes cometidos.

Veja o vídeo:
da RedaçãoFonte: Jornal da Cidade Online

Gabriela Hardt vence novo embate contra Gleisi

Sábado, 04 de maio de 2019


A deputada Gleisi Hoffmann, inconformada com a sentença da juíza Gabriela Hardt que impôs uma segunda condenação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo cometimento dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, encampou uma ‘Reclamação Disciplinar’ com o objetivo de causar algum prejuízo a magistrada.

Para tanto, a presidente do PT usou a decisão de Gabriela Hardt que homologou o acordo realizado entre o Ministério Público Federal e a Petrobras.

Gleisi e outros petistas pediram a declaração da ilegalidade da conduta da magistrada e que, em função disso, ela fosse penalizada com a aplicação de sanções como advertência, censura e remoção compulsória (aposentadoria compulsória).

Mera retaliação como vingança pela decisão corajosa da juíza que impôs a segunda condenação ao meliante Lula.

Pois bem, a reclamação não prosperou no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tamanha a sua inconsistência e fraqueza de argumentos.

O desembargador Ricardo Teixeira do Valle Pereira, a quem coube a análise do caso, afirmou que os fatos narrados no documento ‘não ensejam atuação correcional, uma vez que não há qualquer indício de violação aos deveres elencados na Lei Orgância da Magistratura (Loman)’.

Moral da História: Gabriela Hardt 2 a zero contra a Organização Criminosa travestida de partido político.




Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Projeto quer acabar com as mordomias do STF e de toda administração pública

Não vêm de hoje as críticas relacionadas aos excessos cometidos pela administração pública quando o assunto versa sobre o dinheiro dos contribuintes.

Embora a maior parte das reprovações recaiam sobre a conduta dos parlamentares, recentemente o Supremo Tribunal Federal foi alvo dos mais duros ataques (até justos, diga-se de passagem) por abrir uma licitação para comprar lagosta, camarão e vinhos para festas e recepções na corte.

O valor total da oferta divulgada é de R$ 1,134 milhão.

O senador Reguffe (sem partido-DF) usou a tribuna do Senado para reforçar o coro daqueles que se sentiram indignados com os abusos realizados pelo Supremo.

De acordo com estudo da ONG Contas Abertas que fora apresentado pelo senador, a administração pública federal gasta, por ano, mais de R$ 1,6 bilhão com combustível, pedágio, manutenção, aluguel e leasing de veículos. Para Reguffe, esses gastos não se justificam de nenhuma forma. Para tanto, pediu apoio ao PLS 547/2018, de sua autoria, que dá fim ao uso de carros oficiais no Brasil, excetuando-se apenas o presidente da República, na condição de chefe de Estado.

Em consulta realizada no próprio site do Senado, embora com pouca participação popular, 100% dos participantes foram favoráveis à proposta, como pode ser visto na imagem a seguir:


Ainda, o senador Reguffe aproveitou a oportunidade e criticou o excesso de renúncias fiscais, de incentivos e desonerações concedidas pelo governo federal a bens e serviços sem um critério justo. Somente em 2019, advertiu o parlamentar, R$ 306,4 bilhões deixarão de entrar nos cofres públicos por causa disso. Inclusive destacou que os produtos que necessitam de incentivos, como os remédios, não têm desoneração fiscal. No entanto, os automóveis e outras áreas menos prioritárias têm.

De acordo com o projeto, fica proibida a utilização de veículos oficiais por autoridades públicas, com exceção do Presidente da República, na condição de Chefe de Estado Brasileiro (art. 1º).

A lei será aplicada aos veículos oficiais de representação à disposição de autoridades públicas, não se aplicando aos veículos oficiais utilizados na prestação direta de serviços públicos específicos à população. De acordo com a justificativa, “o projeto de lei tem por objetivo limitar apenas ao Presidente da República, na condição de Chefe de Estado e mandatário maior da nação, o direito a veículo oficial custeado pelos cofres públicos da União”.

Conforme apresentado no texto do projeto, conforme divulgado pelo Ministério do Planejamento em fevereiro de 2018, no âmbito do Poder Executivo Federal, atualmente 110 (cento e dez) autoridades têm a sua disposição um veículo oficial custeado pelos cofres públicos. Não obstante, o considerável número de cento e dez pessoas que ainda gozam de tal prerrogativa no âmbito do Poder Executivo Federal, esse quantitativo deve ter aumento exponencial ao se levar em consideração a frota à disposição de autoridades dos outros Poderes.

Quanto ao Poder Judiciário, deve-se levar em conta os 5 Tribunais Superiores: STF, STJ, TST, TSE e STM, além de 5 Tribunais Regionais Federais (TRFs), 24 Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs), além do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, todos mantidos pela União. Aqui, cabe a inclusão do Conselho Nacional de Justiça. Há inclusive que se considerar o Ministério Público da União (MPU), que compreende os seguintes ramos: Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Militar (MPM), Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), além do Conselho Nacional do Ministério Público, também custeados com recursos orçamentários federais.

Embora o texto do projeto verse tão somente sobre o uso desenfreado de carros oficiais, é uma amostra das mudanças que poderão ocorrer sobre os políticos e agentes públicos em geral pelos próximos anos. Um tipo como Renan Calheiros certamente deve olhar para o passado com saudosismo, lembrando-se dos tempos em que fazia implante capilar com avião oficial e sustentava uma amante com a folha de pagamentos do Senado.

Cesar Augusto Cavazzola Junior

Advogado (OAB/RS 83.859). Mestre em Direito (Unisinos - 2015). Colunista e Editor da Mídia Lócus. Autor dos livros “Manual de Direito Desportivo” (EDIPRO, 2014), “Bacamarte” (Giostri, 2016) e coautor de outras obras jurídicas. Contato: cesar.cavazzola@gmail.com

Integrante da Lócus Online
Fonte: Jornal da Cidade Online

Sergio Moro revela o motivo da escalada de assassinatos de 1998 a 2016

Sábado, 04 de Maio de 2019

PGR quer execução imediata da pena de condenado por tentativa de homicídio da mulher em 1998

Escreveu ele:
Retrato da falência do sistema. Alguma dúvida do motivo da escalada de assassinatos no Brasil entre 1998 e 2016? Remédio: Projeto de lei anticrime. Execução imediata das sentenças do Tribunal do Júri.
Sergio Moro chamou a atenção para impunidade do sistema atual e exemplificou com um caso em que a PGR quer execução imediata da pena de um condenado por tentativa de homicídio a mulher em 1998.
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, quer a execução imediata da pena aplicada a um homem condenado por tentativa de homicídio de sua mulher, em 1998. Marcelo Fontenele Maia foi denunciado pelo crime em 1999, condenado em 2007 e ainda não começou a cumprir a pena. Dodge destaca que, em quase 21 anos desde a ocorrência do crime e quase 12 anos após a condenação pelo júri, a defesa tem interposto “sucessivos e descabidos recursos e habeas corpus, marcantemente protelatórios”, para evitar o cumprimento da condenação. Nesse contexto, a PGR também pede a aplicação de multa por litigância de má-fé.
Este caso é só um exemplo no meio de um mar de impunidade que assola a justiça brasileira.
Não resta dúvida que o Projeto de Lei Anticrime precisa ser aprovado urgentemente.
da RedaçãoFonte: Jornal da Cidade Online

“Só o amor constrói”, diz Bolsonaro no Twitter ao exibir comentários de ódio e desejo por morte a Silvio Santos após o apresentador receber o presidente

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro gravou nessa quinta-feira(02) uma entrevista ao Programa Silvio Santos, do SBT. A participação será transmitida no domingo(05). Em seu Twitter, o presidente chamou Silvio Santos de “maior comunicador deste país”. Segundo Bolsonaro, no programa, ele irá falar sobre “assuntos de interesse de todos os brasileiros, incluindo a Nova Previdência”.
Ainda no microblog Twitter, Bolsonaro mostrou nesta sexta-feira(03) mensagens de ódio em redes sociais contra o apresentador e dono do SBT, após ter dado espaço ao presidente com gravação, conforme noticiários, repleta de bom humor e bom relacionamento da dupla. “Só o amor constrói”, disse o capitão sobre os comentários desrespeitosos a Silvio Santos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo
    Quem é mesmo que vomita ódio contra seus opositores?
    Quem é mesmo que deseja o mal as pessoas só porque tem ligação com opositor político?
    Quem é mesmo que não sabe dialogar?
    Quem é mesmo que não sabe ser oposição de forma civilizada e construtiva?
    Quem é mesmo que dá apoio a corrupto e a libertinagem como forma de vida?
    Muito bom essas reações públicas, revelando de forma incontestável o caráter da oposição que julga, culpa e acusa os outros daquilo que ele é!
    Caiu a máscara! Estamos testemunhando a verdadeira face da esquerda.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055