martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 28 de novembro de 2020

Boulos “genocida”... Ciente de que poderia estar infectado, candidato participou de diversos atos de campanha

 Sábado, 28 de Novembro de 2020

O candidato Guilherme Boulos tem demonstrado ser o que sempre aparentou, quando comandava invasões de propriedades privadas. Um sujeito inconsequente e extremamente irresponsável.

Ciente de que poderia estar contaminado pela Covid-19, o candidato do PSOL participou de diversos atos da campanha eleitoral, em eventos onde houve aglomeração.

Deslumbrado e anestesiado com a possibilidade de vencer a eleição paulistana, Boulos colocou em risco a saúde de milhares de pessoas.

Sâmia Bomfim, deputada do PSOL, havia anunciado o teste positivo para a Covid-19.

Antes, porém, a deputada teve contato com Boulos.

Assim, existia a real possibilidade dela ter contaminado o candidato.

E isso, de fato, provavelmente aconteceu. Nesta sexta-feira, Boulos testou positivo.

Antes, porém, ciente do risco, esteve em inúmeras aglomerações e, possivelmente, contaminou inúmeras pessoas.

Quem é o genocida?

Fonte: Jornal da Cidade Online

Site do TSE passa por manutenção preventiva neste sábado para garantir pleno funcionamento no dia de votação do 2º turno

 

Sábado, 28 de Novembro de 2020

Foto: Sérgio Lima/Poder360 – 25.set.2020

O site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) passará por uma manutenção neste sábado (28.nov.2020) e alguns serviços ficaram instáveis, informou a Corte Eleitoral.

Segundo o TSE, essa é uma “manutenção preventiva para garantir o pleno funcionamento no dia de votação do 2º turno”, que será realizado neste domingo (29.nov.2020) em 57 municípios do país. Os serviços como consulta ao local de votação e emissão de certidões poderão ficar instáveis de 16h30 às 19h30 neste sábado (28.nov). O órgão diz que logo depois da manutenção os serviços serão estabilizados e funcionarão normalmente.

No 1º turno das eleições municipais, realizado em 15 de novembro, houve atraso na divulgação dos dados apurados da votação. Segundo o presidente da Corte, ministro Luís Roberto Barroso, a lentidão do sistema ocorreu porque houve um problema em “um dos núcleos de computadores do supercomputador que processa a totalização”.

“O problema que ocorreu deu-se exclusivamente aqui no Tribunal Superior Eleitoral, 1 problema técnico de hardware”, disse em 15 de novembro.

A a pane enfrentada pelo TSE durante a apuração dos votos é creditada, em parte, à Oracle. A empresa de processamento de dados norte-americana foi contratada pela Justiça Eleitoral para fornecer infraestrutura necessária para a contagem de votos. Quando o equipamento falhou, a empresa não forneceu o suporte imediato para resolver o problema.

Apesar do atraso na divulgação, o ministro negou que o problema tenha afetado o resultado das eleições ou ainda tenha sido consequência de fraudes.

“A ideia de que a demora possa trazer algum tipo de consequência para o resultado não faz nenhum sentido”, disse. “No final do dia da votação, a urna imprime o resultado. Ponto. Não há como fraudar”, argumentou.

No dia, o magistrado também reforçou que as urnas não são conectadas à internet e que não há relação com a tentativa de ataque hacker à instituição no dia do 1º turno. Neste sábado (28.nov), a Polícia Federal prendeu, em Portugal, 1 hacker suspeito de invadir sistemas digitais do TSE.

Poder 360

ELEIÇÕES 2020: Confira os resultados das últimas pesquisas realizadas antes do 2º turno em algumas capitais; Covas lidera em São Paulo, Paes no Rio e empate no Recife

Sábado, 28 de Novembro de 2020

Foto: reprodução

Eleitores de 57 cidades no Brasil voltam às urnas no domingo (29) para eleger seus prefeitos. Na véspera do 2º turno, confira os resultados das últimas pesquisas realizadas nas principais capitais do país:

São Paulo

RealTime Big Data/CNN Brasil:

Bruno Covas (PSDB): 54%
Guilherme Boulos (PSOL): 46%

Ibope:

Bruno Covas (PSDB): 57%
Guilherme Boulos (PSOL): 43%

DataFolha:

Bruno Covas (PSDB): 55%
Guilherme Boulos (PSOL): 45%

Rio de Janeiro

RealTime Big Data/CNN Brasil:

Eduardo Paes (DEM): 68%
Marcelo Crivella (Republicanos): 32%

Ibope:

Eduardo Paes (DEM): 68%
Marcelo Crivella (Republicanos): 32%

DataFolha:

Eduardo Paes (DEM): 68%
Marcelo Crivella (Republicanos): 32%

Recife

RealTime Big Data/CNN Brasil:

Marília Arraes (PT): 50%
João Campos (PSB): 50%

Ibope:

Marília Arraes (PT): 50%
João Campos (PSB): 50%

DataFolha:

Marília Arraes (PT): 50%
João Campos (PSB): 50%

Porto Alegre

RealTime Big Data/CNN Brasil:

Sebastião Melo (MDB): 52%
Manuela d’Ávila (PCdoB): 48%

Ibope:

Sebastião Melo (MDB): 51%
Manuela d’Ávila (PCdoB): 49%

Fortaleza

Ibope:

Sarto (PDT): 61%

Capitão Wagner (Pros): 39%

João Pessoa

Ibope:

Cícero Lucena (PP): 58%

Nilvan Ferreira (MDB): 42%

Homem morre estrangulado por três mulheres: "vítima" teria invadido a casa da ex com uma faca

Sábado, 28 de Novembro de 2020


Adicionar legenda

O homicídio consumado aconteceu na rua E, Bloco 53, casa 02, no Residencial Padre José, na noite desta quinta-feira, 26 de novembro, em Teixeira de Freitas. Segundo informações, a PM foi acionada para atender um caso de violência doméstica e ameaças, e quando a guarnição chegou no local, encontrou no interior da residência, três mulheres imobilizando o acusado.

Ainda segundo a Polícia Militar, as mulheres imobilizaram o agressor, dando um golpe de "gravata" no pescoço dele. Após intervenção dos policiais, foi cessado a imobilização por parte das mulheres e os militares perceberam que o homem já não esboçava nenhuma reação e apresentava um forte sangramento no nariz. Os militares chamaram o SAMU para que desse socorro à vítima.

O SAMU esteve no local, mas nada pôde fazer, apenas confirmou o óbito. Uma das mulheres relatou que é ex-mulher da vítima e tem um filho com ele, e que vinha sendo ameaçada constantemente por ele. Nesta quinta, o pai (vítima) chegou e pediu para ver o filho, porém, chegou armado com uma faca em punho, agredindo as ocupantes da casa, fazendo ameaças de morte e inclusive desferiu um murro em uma criança de 08 anos que também estava na residência.

Segundo os relatos, a ex-mulher e as duas amigas, conseguiram derrubar a vítima, identificada como Paulo Henrique de Jesus Machado, vulgo "PH", 21 anos, que ficou imobilizado. O uso excessivo da força na imobilização acabou provocando a morte dele por estrangulamento. A Polícia Civil foi acionada e o delegado plantonista, Bruno Ferrari, esteve no local e autorizou a remoção do corpo para o IML de Teixeira de Freitas, para exames de necropsia.

Posteriormente, o corpo será liberado aos familiares para sepultamento. As autoras foram conduzidas e apresentadas na delegacia da Polícia Civil de Teixeira de Freitas, juntamente com a faca usada pelo "PH". Após oitiva, o delegado plantonista, Bruno Ferrari, liberou autoras, identificadas como, Joicy dos Santos Nunes, 23 anos; Milla Jhene Oliveira da Silva, 18 anos e Andressa de Oliveira Pereira, 24 anos. Elas irão responder em liberdade.

Por: Lenio Cidreira/Liberdadenews

Vaza depoimento: Adélio faz revelações incríveis e diz por que tentou matar Bolsonaro (veja o vídeo)

 Sábado, 28 de Novembro de 2020

Foi divulgado nesta sexta-feira, 27, um vídeo de Adélio Bispo de Oliveira, o autor da facada contra o presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral em 2018.

No depoimento, o criminoso afirma que esteve próximo do vereador Carlos Bolsonaro em um clube de tiro em Florianópolis tempos antes. Porém, não havia recebido “ordem divina” para atentar contra o filho do presidente.

“Eu não tinha pensado. Quando ele [Deus] disse, eu fiquei até surpreso”, disse.

No vídeo, Adélio Bispo fala que a Maçonaria é mantida com recursos do estado:

“George Soros não passa de um laranja da maçonaria. Bill Gates não passa de um laranja da maçonaria”.

O criminoso conta que agiu por “ordem divina” e que tinha desprezo pelo então candidato porque Bolsonaro, católico, tinha se “infiltrado” no meio evangélico para angariar votos.

“Ele é um impostor, meramente um impostor”, afirmou.

Adélio Bispo permanece na Penitenciária Federal de Campo Grande.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Tedros ressalta importância da atividade física e 'avaliza' Bolsonaro que incluiu academias como atividade essencial

 Sábado, 28 de Novembro de 2020

Cinco milhões de vidas poderiam ser salvas no planeta, anualmente, se as pessoas desenvolvessem o hábito de se exercitar, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), ao traçar diretrizes orientadoras para a área.

O combate ao sedentarismo deve ser praticado, mesmo por pessoas que já tenham alguma doença. Adultos podem fazer de duas horas e meia a cinco horas por semana de exercício vigoroso ou moderado. Crianças e adolescentes podem fazer um pouco mais: uma hora por dia.

Apesar de necessário, poucas pessoas realizam atividade física regularmente. A OMS estima que um em cada quatro adultos não pratica exercício suficiente. Entre os adolescentes, o índice é surreal: quatro em cada cinco.

Por não tratar o corpo adequada e antecipadamente, os prejuízos são grandes, inclusive, economicamente, para os governos, que investem alto em tratamentos paliativos.

“Globalmente, estima-se que isso custe US$ 54 bilhões em cuidados diretos de saúde e mais US$ 14 bilhões em perda de produtividade”, salienta o relatório, informando que a atividade física regular previne e controla doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e o câncer.

Além de todos os benefícios, a prática de atividades diminui a depressão e a ansiedade, aumenta a concentração e melhora a memória e saúde do cérebro. Até mulheres grávidas e aquelas em pós-parto são incentivadas a se exercitar, assim como os que convivem com alguma deficiência.

Para os idosos, uma rotina diária de exercício contribui para a coordenação e o equilíbrio, fortalecimento muscular e previne quedas.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que ser fisicamente ativo é fundamental para a saúde e o bem-estar:

"Pode ajudar a adicionar anos à vida e vida a anos."

Tedros ainda lembrou que cada movimento conta, especialmente em meio às restrições associadas à pandemia de covid-19.

"Devemos todos nos mover todos os dias, com segurança e criatividade".

A afirmação vai ao encontro com o que fez o presidente Jair Bolsonaro em maio deste ano quando editou um novo decreto incluindo academias entre as atividades essenciais durante a pandemia.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Acredite... Fachin dá 5 dias para o governo do Rio explicar operações policiais nas favelas

 Sábado, 28 de Novembro de 2020

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), oficiou hoje (26) o governo do Rio de Janeiro para que apresente, no prazo de cinco dias, as justificativas para a realização de operações em favelas, depois de um aumento recente no número de mortes por intervenção policial no estado.

Fachin determinou que o governo fluminense forneça todas justificativas apresentadas pelas autoridades policiais para realizar ao menos nove operações policiais nos últimos meses. Ele também ordenou que as autoridades estaduais apresentem os ofícios que detalharam os cuidados tomados na realização das diligências

Em junho, o ministro concedeu uma liminar determinando que, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus, as operações policiais em favelas do Rio de Janeiro sejam realizadas somente em situações excepcionais, devendo para isso ser justificadas por escrito junto ao Ministério Público. A decisão foi confirmada e endurecida pelo plenário do Supremo em agosto.

No despacho desta quinta-feira (26), Fachin determinou ainda que o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) encaminhe ao Supremo, no prazo de cinco dias, o teor das investigações abertas para a apurar todas as mortes decorrentes de intervenções policiais ocorridas desde a concessão da liminar.

A decisão de Fachin ocorre após uma coalizão de partidos e entidades pedirem providências ao Supremo. Na petição, são descritas nove operações policiais que ocorreram mesmo com as restrições do Supremo.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Bolsonaro manda aviso a “vagabundos”: “Durmo armado” (veja o vídeo)

 Sábado, 29 de Novembro de 2020

O caso Adélio Bispo é uma demonstração inequívoca dos riscos que o presidente Jair Bolsonaro corre diariamente.

Nesse sentido, não obstante seus frequentes contatos com a população, sua segurança está bastante reforçada e é extremamente treinada.

E nesta sexta-feira (27), o presidente fez questão de mandar um duro recado para a “vagabundagem”...

Jair Bolsonaro afirmou que dorme armado até mesmo no Palácio da Alvorada, sua residência oficial, que provavelmente é um dos lugares mais seguros e vigiados do país.

“Fizemos decreto, instrução normativa. Mas o decreto não pode ir além da lei. Uma arma legal dá tranquilidade. Eu mesmo aqui, com segurança, eu durmo armado. Quando não era presidente, também dormia armado”, disse.

E continuou:

“Pessoal fala que mata, (mas) salva vidas. Pessoa armada é respeitada.”

Confira:

  • Jornal da Cidade Online

As revelações constrangedoras do ator Oscar Magrini sobre a Rede Globo: o quarto do pó e do c* (veja o vídeo)

Sábado, 28 de Novembro de 2020

Segundo ele, nas dependências da emissora havia um local destinado ao uso de drogas e sexo.

A revelação foi feita quando Maria Zilda comentou sobre o “teste do sofá”:

– Meu amigo falou: Cleyde (Cleyde Yáconis, atriz), ele quer fazer novela na Globo. Aí ela me olhou e falou assim: para entrar, você precisa participar do quartinho do PC. Eu falei: PC? Quem é? Ela respondeu: É o quartinho do pó e do c* – disse Magrini sobre a experiência que teve em 1988.

O ator revelou ainda que, na ocasião, foi questionado se cheirava cocaína ou se tinha relação sexual pelo orifício anal. O ator contou que a resposta foi não para as duas perguntas e, então, Cleyde teria dito que ele não entraria para a emissora.

Segundo Maria Zilda, o assunto não era segredo entre os que trabalhavam na Globo:

– Eu sei muito bem como aquilo funcionava, fui casada com diretor – disse ela, referindo-se à Roberto Talma.

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Sobreviventes da Covid-19 relatam perda de dentes depois da infecção

Sábado, 28 de Novembro de 2020 


Sobreviventes da Covid-19 relatam perda de dentes depois da infecção
Foto: Reprodução / Metrópoles

Quase um ano após o começo da pandemia de coronavírus, médicos e pesquisadores ainda estão descobrindo como o vírus age. A observação do grupo de pacientes com Covid-19 persistente, que sentem os sintomas da doença por muitos meses, ainda oferece novas informações sobre o Sars-CoV-2 todos os dias — a última notícia é que alguns experimentam queda nos dentes.

 

De acordo com o Metrópoles, nos Estados Unidos, há vários relatos de pessoas que perderam dentes sem nenhum sangramento.Uma das mulheres estava tomando sorvete quando o dente caiu e um garoto de 12 anos perdeu um dos dentes permanentes. Outros pacientes contam ainda que a gengiva ficou sensível, que alguns dentes ficaram cinza ou frágeis o suficiente para perder lascas. A maioria dessas pessoas tem sintomas como dedos dos pés inchados e queda de cabelo.

 

Não é comum que dentes caiam sem sangramento, diz William Li, diretor médico de uma ONG americana que estuda doenças dos vasos sanguíneos, ao New York Times. Segundo ele, este sintoma pode ser sinal de algo errado nos vasos sanguíneos das gengivas — nesse caso, o dente pode acabar morrendo e cair sem dor.

 

No restante do corpo, pacientes com quadros graves da infecção produzem muitos coágulos e trombos, o que pode estar acontecendo também na boca.

 

“A gengiva é muito sensível a reações hiper inflamatórias, e pacientes com Covid-19 persistente certamente se encaixam nesta categoria”, explica o dentista Michael Scherer. Os especialistas chamam atenção ainda para a saúde bucal: pessoas que já tinham problemas odontológicos podem ter pré-disposição à queda dos dentes.

Siderúrgicas dizem que possibilidade de faltar aço 'é zero'

Sábado, 28 de Novembro de 2020 


por Nicola Pamplona | Folhapress

Siderúrgicas dizem que possibilidade de faltar aço 'é zero'
Foto: Reprodução / O Petroleo

As siderúrgicas brasileiras dizem já ter atingido uma capacidade de produção superior à registrada antes da pandemia e rechaçam a possibilidade de desabastecimento do insumo, que vem sendo apontada pelo setor de construção como um dos gargalos da retomada.

O setor quer evitar medidas do governo para facilitar as importações de produtos siderúrgicos, a exemplo do que já ocorreu com produtos alimentícios, que também enfrentaram dificuldades na oferta durante o ano.

"É zero a possibilidade de desabastecimento de aço. A prioridade absoluta do setor é abastecer o mercado interno", afirmou o presidente do IABr (Instituto Aço Brasil), Marco Polo de Melo Lopes, em entrevista nesta sexta (27).

A entrevista foi concedida antes de reunião com o presidente Jair Bolsonaro e ministros Walter Braga Netto (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia) e Bento Albuquerque (Minas e Energia), em que o setor quer tentar evitar a facilitação das importações.

Melo Lopes defendeu que a produção atingiu 2,78 milhões de toneladas em outubro, superior aos 2,74 milhões de fevereiro. As vendas no mercado interno, de 1,894 milhão de toneladas, também é superior às do período pré-pandemia.

"A situação caminha para voltar à normalidade, tanto em aços planos [mais usados pelas indústrias automotiva e de eletrodomésticos] quanto em aços longos [usado pela construção civil]", afirmou o vice-presidente da Gerdau, Marcos Faraco, que preside do conselho diretor do IABr.

O instituto alega que as dificuldades de abastecimento após o fim do período mais agudo da crise foram conjunturais, refletindo um crescimento da demanda em um momento de estoques baixos na cadeia de suprimento.

Em abril, o setor produziu 1,95 milhão de toneladas, 29% a menos do que em fevereiro, último mês antes da pandemia. O IABr diz, porém, que os 8 altos fornos e 13 aciarias que paralisaram as operações durante a pandemia já retomaram as operações.

"Vivemos uma retomada em V maiúsculo e um desenquadramento bastante conjuntural entre oferta e demanda, que vai se ajustando com o passar das semanas", argumentou Faraco.

Já a alta de preços dos produtos siderúrgicos, outra reclamação dos consumidores, resultaria da alta das cotações internacionais dos principais insumos, segundo a entidade. Minério de ferro, carvão e sucata acumulam alta de 78,9%, 20,2% e 33,9% no ano, respectivamente.

Melo Lopes diz que o setor revisou diversas vezes suas projeções de vendas este ano e, diante da retomada do consumo, já prevê fechar 2020 vendendo 0,5% a mais do que em 2019. A estimativa de recuo na produção, que em abril chegava a 18,8%, agora é de 5,6%,.

Para 2021, o IABr vê alta de 5,3% nas vendas. O índice de confiança calculado pelo instituto vem batendo recordes históricos, ressaltou Melo Lopes, chegando em outubro à marca de 85,2, quase 70 pontos acima dos 16,3 registrados em abril.

O executivo disse não temer grandes impactos de uma segunda onda de contaminações sobre a indústria siderúrgica, alegando que o conhecimento adquirido sobre o coronavírus pode evitar a necessidade de fechamento de fábricas ou de projetos de construção civil.

O setor quer discutir com o governo também medidas para garantir isonomia com importações e o uso de mecanismos de defesa comercial para evitar a invasão do mercado nacional por aço importado em um momento de grande ociosidade na capacidade global de produção.

Na entrevista, Melo Lopes criticou a possibilidade de acordo comercial com a Coreia do Sul, em negociação com o governo, dizendo que "não traz qualquer ganho" para a indústria brasileira.

Auxílio Emergencial: governo divulga novo calendário para quem foi reavaliado

Sábado, 28 de Novembro de 2020

Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O governo divulgou nesta sexta-feira (27) um novo calendário dos pagamentos e saques do Auxílio Emergencial para trabalhadores que tiveram o pedido reavaliado em novembro, decorrente de atualizações de dados governamentais, e que realizaram o procedimento de contestação após ter o benefício negado. O lote contempla um público de 122 mil novos beneficiários.

São 3 públicos:

quem fez o procedimento de contestação por meio da plataforma digital entre os dias 26 de agosto e 16 de outubro de 2020

quem fez o procedimento de contestação por meio do endereço eletrônico da Dataprev entre os dias 27 de julho e 19 de outubro

quem teve o pagamento reavaliado em novembro de 2020, decorrente de atualizações de dados governamentais e verificações por meio de bases de dados oficiais

Segundo portaria do Ministério da Cidadania publicada no Diário Oficial da União, esse público receberá o crédito da primeira parcela de R$ 600 em poupança social a partir da próxima segunda-feira (30). O prazo se estenderá até 12 de dezembro, de acordo com a data de nascimento.

Já os pagamentos referentes à segunda, terceira, quarta e quinta parcelas serão feitos entre 13 e 29 de dezembro. Veja abaixo o calendário:

Governo divulgou nesta sexta-feira (27) um novo calendário dos pagamentos e saques do Auxílio Emergencial — Foto: Reprodução

O calendário para saques e transferências bancárias começará no dia 19 de dezembro e se estenderá até 27 de janeiro, de acordo com a data de nascimento. Veja tabela abaixo:

Foto: Reprodução

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Com G1

Brasileiros devem pagar R$ 21,5 bilhões este ano para bancar estatais zumbis

Sábado, 28 de Novembro de 2020

Foto: Freepik

Segundo dados do Tesouro, a conta para bancar as estatais que dependem de recursos públicos para sobreviver deve chegar a 21,5 bilhões de reais este ano. Em 2019, essa despesa alcançou cerca de 18,3 bilhões de reais. O Tesouro não explicou o motivo do aumento previsto para este ano.

Atualmente, 18 estatais dependem dos cofres públicos para pagar suas contas. Há empresas como a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa, (Amazul) criada em 2013 para atuar no setor de energia nuclear, a Imbel, voltada à construção de material bélico, e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

“Os recursos direcionados à manutenção das estatais deficitárias são dinheiro do contribuinte”, diz Juliana Damasceno, pesquisadora da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Os aportes são contabilizados nas despesas obrigatórias, já que envolvem o pagamento de salários e encargos, e no teto de gastos.

Os recursos para manter as estatais deficitárias representam quase 20% desse total. E é três vezes menos do que o montante direcionado a obras de infraestrutura, estimado em 7,37 bilhões de reais este ano.

Do total de recursos que deverá ser empregado este ano para o custeio de estatais dependentes dos cofres públicos, cerca de 13,6 bilhões de reais deverão ser destinados aos gastos com a folha de pagamento.

Na Embrapa, uma das estatais que recebe aportes do Tesouro, o salário médio é de 12.728 reais, segundo um levantamento do Ministério da Economia realizado recentemente. Na Nuclep, fabricante de componentes para usinas nucleares que também não se sustenta sozinha, os funcionários recebem em média 13.738 reais por mês.

O Ministério da Economia planeja vender a CBTU e a Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensburb), que também está na lista de estatais que consomem recursos públicos para pagar suas contas, no final de 2021. O Centro Nacional de Tecnologia Avançada (Ceitec), mais conhecido como a fábrica de chips do governo brasileiro, deve ser liquidado este ano.

O Ceitec recebeu cerca de 66,8 milhões de reais da União em 2019 para pagar suas despesas. De acordo com o Tesouro, a empresa nunca conseguiu andar pelas próprias pernas e sempre dependeu de recursos públicos.

Mais duas estatais que hoje dependem de recursos públicos para seguir em frente foram alvo de rearranjos do governo. A Empresa de Planejamento e Logística (EPL), criada em 2012 durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, e a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias devem se tornar uma só empresa no ano que vem.

A nova companhia, batizada de Infra S/A, terá a missão de modelar estudos técnicos para programas de concessão e licitação de infraestrutura, conforme foi anunciado pelo ministro Tarcísio Gomes. Segundo fontes do mercado, hoje há mais demanda por esse tipo de projeto do que estudos e editais disponíveis na praça.

O governo estuda como proceder com as demais estatais que pesam para os cofres públicos. Nos bastidos, comenta-se que mesmo algumas estatais que não constam da lista do Tesouro dependem de verbas públicas para continuarem operacionais.

Seria o caso principalmente de empresas que mantêm contratos com o próprio governo. Os gastos da União com as estatais com deficiências de gestão e receita ultrapassaria, portanto, os 21,5 bilhões de reais previstos para este ano.

Exame

Mulher destrói 500 garrafas de cerveja, gim e vinho em supermercado

Sábado, 28 de Novembro de 2020

Foto: reprodução/Twitter

Durante cinco minutos, uma mulher ficou incontrolável em um supermercado em Stevenage (Inglaterra) na tarde da última quarta-feira (25/11). Esse foi o tempo que durou o seu ataque de fúria, que acabou destruindo ao menos 500 garrafas de bebidas alcoólicas, especialmente de cerveja, gim e vinho. O ato foi testemunhado pelo apresentador de TV britânico Lee Clark.

“Nunca tinha visto algo assim na minha vida”, disse ele ao “Sun”.

Durante a quebradeira, a mulher, que usava um capuz, manteve-se em silêncio.

“Ela não disse uma palavra o tempo todo e estava com uma expressão muito vazia. Um homem disse a ela para se acalmar, então ela jogou uma garrafa de gim que o atingiu numa perna”, completou Lee.

A fúria só foi contida quando um segurança interveio e dominou a mulher até a chegada da polícia. A direção do supermercado não esclareceu por que a reação demorou tanto.

Ainda não foi esclarecido o que motivou o ataque.

Assista abaixo:

Blog Page Not Found – Extra

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055