martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 19 de setembro de 2020

VÍDEO: Aos 107 anos, idosa vence infartos, câncer, covid e quer tomar cerveja

Sábado, 19 de Setembro de 2020

Dona Maria Sirina da Silva é uma fortaleza! Após dois infartos e um câncer, agora ela venceu a Covid-19 e quer comemorar tomando cerveja! Quem vai negar?

Com bom humor, a idosa de 107 anos, moradora de Marumbi, no Paraná, revelou em vídeo que está ansiosa pra tomar o primeiro gole!

“Foi difícil passar pelo corona. Vamos beber, se Deus quiser, umas duas cervejas”, disse Dona Maria Sirina num vídeo gravado por uma das netas.

“Ela é uma mulher muito forte, guerreira, não se abate facilmente não viu. Disse que não vai morrer porque tem que cuidar dos filhos [risos]. Acredita que ela nem teve sintomas? Se curou em casa. É uma coisa muito emocionante”, disse a neta Marilsa Aparecida dos Santos, de 50 anos.

“Hoje a gente se ajuntou e nós choramos junto com ela. Ela é uma pessoa muito querida e muito forte. Tem uma fé muito grande”, afirmou a neta.

Covid-19

Maria e outros sete familiares foram contaminados pelo novo coronavírus e todos se recuperaram.

A preocupação da família era com a centenária que, por conta da idade e do tratamento que faz há 6 anos contra o câncer na virilha.

Há um ano e meio, sofreu dois infartos em um período de 15 dias.

Mas Maria enfrentou tudo com força, coragem e saúde.

E de acordo com a neta Marilsa, a centenária não precisou nem ir para o hospital.

Maria Sirina da Silva tem 4 filhos, 11 netos, 4 bisnetos e 4 tataranetos.

Só Notícia Boa

Percentual de eleitores idosos é o maior desde 1992; brasileiros com mais de 60 anos já representam 20% do eleitorado

Sábado, 19 de Setembro de 2020


Foto: reprodução

Um a cada cinco eleitores aptos a votar nestas eleições é idoso e, portanto, faz parte do grupo de risco do novo coronavírus. No total, são 30 milhões de pessoas a partir de 60 anos – o equivalente a 20% do eleitorado, o maior percentual já registrado desde 1992. É o que aponta um levantamento feito pelo G1 com dados do eleitorado disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A série histórica com estes dados começa em 1992 e, portanto, não é possível conferir informações sobre a faixa etária do eleitorado antes disso. O TSE considera a idade do eleitor no primeiro turno da eleição. Neste ano, o primeiro turno será em 15 de novembro; e o segundo turno, em 29 de novembro.

Nestas eleições, os idosos terão horário preferencial no dia da votação (das 7h às 10h), e as seções eleitorais devem adotar uma série de medidas para evitar a disseminação da Covid-19, como o uso do álcool em gel e as recomendações de levar a própria caneta e manter a distância de pelo menos 1 metro do outro eleitor na fila. Também é obrigatório usar máscara facial no local da votação.

A participação dos idosos no eleitorado brasileiro tem crescido nas últimas décadas. Em 1992, por exemplo, esse público representava 10% do eleitorado. Em 2000, era 13%. Em 2010, 15%. Nestas eleições, 20%.

Em números absolutos, a quantidade de eleitores idosos saltou de 9,5 milhões em 1992 para 30,2 milhões em 2020, segundo os dados do TSE, que podem apresentar diferenças em razão dos processos de atualização dos cadastros de eleitores.

Essa tendência observada entre os eleitores reflete o fenômeno da transição demográfica que o Brasil está vivendo, segundo o demógrafo do IBGE Marcio Mitsuo Minamiguchi. Isso deve continuar até 2060, quando o Brasil deverá ter cerca de 30% de pessoas acima de 60 anos.

G1

No RN, 70% dos crimes têm relação com roubo, porte ilegal de armas e drogas

Sábado, 19 de Setembro de 2020

Foto: reprodução

A maior parte das sentenças criminais proferidas no Rio Grande do Norte estão relacionadas a roubo/furto (patrimônio), armas (porte) e drogas.

Esses crimes representam 70% das condenações na Justiça do Estado, segundo a pesquisa Caleidoscópio Penal, que analisou 53.865 ações penais válidas publicadas ao longo de 13 anos, entre o terceiro trimestre de 2007 e o primeiro trimestre de 2020.

O resultado levanta questionamentos em relação aos outros tipos de crimes, como homicídios, que estão agrupados nos 30% restantes das sentenças analisadas. Leia a reportagem completa na Tribuna do Norte.

Pacote com ricina é enviado a Donald Trump e interceptado por autoridades

Sábado, 19 de Setembro de 2020

Foto: Kevin Lamarque – 10.ago.2020 Reuters

Um pacote contendo a substância tóxica ricina e endereçado ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi interceptado pela polícia no início desta semana, de acordo com dois policiais.

Dois testes foram feitos para confirmar a presença de ricina. Toda a correspondência enviada à Casa Branca é classificada e filtrada em uma instalação externa.

O FBI e o Serviço Secreto estão investigando o assunto.

A ricina é um composto altamente tóxico extraído da mamona e que é usada por terroristas. Se ingerido, causa náuseas, vômitos e sangramento interno do estômago e intestino, seguido de insuficiência hepática, baço e rins, e morte por colapso do sistema circulatório.

A CNN entrou em contato com a Casa Branca e o Serviço Secreto, mas eles ainda não retornaram.

CNN Brasil

Bolsonaro passará por cirurgia na próxima sexta-feira em São Paulo

Sábado, 19 de Setembro de 2020

Foto: Joédson Alves/EFE – 16.09.2020

O presidente Jair Bolsonaro será submetido, na próxima sexta-feira (25), a uma cirurgia para retirada de cálculo na bexiga.

O procedimento será realizado pelo urologista Miguel Srougi no Hospital Vila Nova Star, da Rede DOr São Luiz, em São Paulo.

A cirurgia é considerada simples e a previsão é de que o presidente fique de um a dois dias hospitalizado.

A informação foi confirmada ao Estadão por fontes médicas e do Palácio do Planalto.

Procurada, a Secretaria Especial de Comunicação informou que “ainda não há detalhes sobre o assunto até o momento”.

Bolsonaro viajará ao Rio de Janeiro antes de se submeter a sua sexta cirurgia, desde 2018.

Na quarta-feira (23), o chefe do Executivo fará uma visita à Aman (Academia Militar das Agulhas Negras), em Resende (RJ), onde deve passar a noite.

No dia seguinte, está programada a presença do presidente em um evento na Superintendência da PRF (Polícia Rodoviária Federal) no Rio.

A necessidade da nova cirurgia foi contada pelo chefe do Executivo a apoiadores no Palácio da Alvorada, em 1º de setembro. Bolsonaro disse que estava com um cálculo na bexiga “maior que um grão de feijão”.

“Esse cálculo aqui é de estimação. Eu tenho há mais de cinco anos, está na bexiga. É maior que um grão de feijão. Resolvi tirar porque deve estar aí ferindo internamente a bexiga”, afirmou na ocasião.

No dia anterior à declaração, Bolsonaro havia ido ao serviço médico do Palácio do Planalto.

Na última terça-feira, 15, antes de iniciar o expediente, Bolsonaro compareceu novamente ao consultório localizado no anexo do Palácio do Planalto.

Nas duas recentes idas ao serviço médico, a Secretaria Especial de Comunicação não deu detalhes sobre o estado de saúde do presidente.

Nestes dias, os compromissos oficiais do dia não foram afetados e seguiram sendo cumpridos normalmente pelo mandatário.

Em 12 agosto, após participar da cerimônia que antecedeu o embarque da missão brasileira de ajuda humanitária ao Líbano, Bolsonaro – que havia testado positivo para a covid-19 em 7 de julho – fez um check-up no Hospital Nova Star em São Paulo.

Recuperado do coronavírus, ele foi avaliado por um cirurgião geral, cardiologista e dois infectologistas.

Na ocasião, o hospital divulgou boletim informando que o presidente “passou por avaliação da equipe médica multiprofissional, está assintomático com exames laboratoriais e de imagem normais”.

R7

Coronavírus: Brasil registra 739 óbitos e 33 mil casos nas últimas 24h; São 136 mil mortes e 4,5 milhões de infectados

Sábado, 19 de Setembro de 2020


Foto: reprodução

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (19):

– Registro de 739 óbitos nas últimas 24h, totalizando 136.532 mortes;

– Foram 33.057 novos casos de coronavírus registrados, no total 4.528.240 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 3.820.095, com o registro de mais 30.956 pacientes curados. Outros 571.613 pacientes estão em acompanhamento.


POLÍCIA CIVIL PRENDE TRIO COM QUASE 67 KG DE MACONHA

Sábado, 19 de Setembbro de 2020

A ação aconteceu na capital cearense e no município de Itaitinga, localizado na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).


Três homens, que não tiveram as identidades reveladas, foram presos nessa quinta-feira (17), suspeitos de tráfico de drogas, na capital cearense e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Na ação, foram apreendidos 66,7 kg de maconha. Parte do entorpecente foi encontrado dentro de uma geladeira, segundo a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

A Polícia Civil informou que as capturas aconteceram após uma intensa investigação, que aponta o trio como integrantes de uma organização criminosa. O primeiro suspeito foi preso enquanto conduzia um veículo no bairro Jangurussu, em Fortaleza. Ao ser parado, durante a abordagem, os policiais encontraram cerca de 4 kg da droga em um compartimento falso, no carro.

Em seguida, continuando com as diligências, a Polícia foi em direção a uma residência localizada em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. Lá, de acordo com o delegado Bruno Ronchi, foi encontrada o resto da droga, que estava distribuída no forro, em um cômodo e em uma geladeira, do imóvel. 

De acordo com o delegado, na residência, outras duas pessoas foram capturadas. Uma delas, inclusive, chegou a ser presa em 2017. "A equipe já estava mapeando a movimentação dessa organização criminosa e fomos até a casa que já estava mapeada também". 
Distribuição da droga

Conforme Bruno Ronchi, a droga era distribuída em algumas regiões do Ceará, como em Fortaleza, e cada suspeito tinha uma função no crime. Enquanto um era responsável pela distribuição, um realizava entregas e outro armazenava os entorpecentes. 

"Essa apreensão é uma pancada muito forte no crime. Acredito que eles perderam em torno de R$ 150.000 em entorpecentes. Com certeza, é o enfraquecimento de uma parte da facção criminosa", afirmou o delegado. 

De acordo com Bruno, as investigações sobre o caso ainda irão continuar. O delegado informou que, além da droga e do veículo utilizado para o transporte dela, foi apreendido um caderno de anotações dos suspeitos, utilizado no comércio dos entorpecentes.

(DN)

Juíza determina uso de tornozeleira eletrônica e recolhimento noturno a Flordelis

 Sábado, 19 de Setembro de 2020


Juíza determina uso de tornozeleira eletrônica e recolhimento noturno a Flordelis
Foto: Michel Jesus/Agência Câmara

Uma determinação judicial da da 3ª Vara Criminal de Niterói, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (18) indica que deputada federal Flordelis (PSD-RJ) passe a ser monitorada por tornozeleira eletrônica e fique em recolhimento domiciliar das 23h às 6h.

 

A decisão foi tomada pela juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói.

 

A deputada Flordelis e os filhos são réus em processo sobre a morte do marido da parlamentar, pastor Anderson do Carmo. 

 

O religioso foi assassinado dentro da casa que vivia com a família em Niterói, em junho do ano passado. A deputada é acusada de ser a mandante do crime, mas não pode ser presa em razão de sua imunidade parlamentar.

Estudo espanhol sugere que gatos contraem e transmitem Covid-19, mas adoecem pouco

Sábado, 19 de Setembro de 2020  


Estudo espanhol sugere que gatos contraem e transmitem Covid-19, mas adoecem pouco
Foto: Doris Metternich / Pixabay

Gatos domésticos podem contrair e transmitir a Covid-19, segundo sugere um estudo espanhol. De acordo com O Globo, cientistas analisaram um caso de um felino na Catalunha, cujo dono morreu vítima do novo coronavírus. O animal, que se chamava Negrito e que também acabou falecendo, foi diagnosticado com o Sars-CoV-2, mas a contaminação não teria sido a causa da morte. 

 

Levado para um hospital veterinário, o gato apresentou inicialmente problemas respiratórios graves. Para evitar mais sofrimento ao animal, os profissionais decidiram por aplicar a eutanásia no felino. Encaminhado à necrópsia, para um estudo detalhado em busca de evidências, foi constatado, no entanto, que Negrito sofreu uma "cardiomiopatia hipertrófica", sem relação com a Covid-19. 

 

A análise, que foi divulgada na revista científica americana PNAS, na última sexta-feira (18), deixa claro que ainda não há certezas sobre o papel do felino na cadeia de transmissão da doença. Ao analisar a presença do vírus no animal, inclusive, não foi encontrado o Sars-CoV-2 nos tecidos cardíaco e de outros órgãos, limitando a presença apenas no focinho e vias aéreas superiores.  

 

"Apesar de ser ser altamente especulativa a possibilidade de o Sars-Cov-2 agravar doenças pré-existentes em gatos e outros animais, seria importante certificar se isso pode ocorrer”, destacaram os cientistas. Negrito chegou a ser adotado por parentes do falecido dono, que também foram diagnosticados com a Covid-19. Outro ponto ainda ser analisado é se o gato foi vítima de “zoonose reversa”, quando neste caso o vírus passou do humano para o animal. 

Governo de SP libera volta do ensino médio em 7 de outubro mediante aval de prefeitos

 Sábado, 19 de Setembro de 2020


por Everton Lopes Batista | Folhapress

Governo de SP libera volta do ensino médio em 7 de outubro mediante aval de prefeitos
Foto: Reprodução / G1

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta (18) que o estado permitirá a retomada das aulas presenciais no dia 7 de outubro para o ensino médio e para a educação de jovens e adultos (EJA) no estado, tanto na rede estadual quanto na privada. A palavra final, contudo, caberá ao prefeito de cada município.

O anúncio foi feito em entrevista coletiva realizada pelo governo do estado nesta sexta-feira (18) para tratar da pandemia de coronavírus em São Paulo. Em nota posterior, o governo enfatizou que "as prefeituras são autônomas para decidir se vão ou não acompanhar o cronograma estadual. Os municípios podem adotar calendários mais restritivos, de acordo com dados epidemiológicos locais".

Com as declarações, o governador parece se distanciar da posição anunciada na véspera pelo prefeito Bruno Covas, seu correligionário no PSDB, que determinou que apenas atividades extracurriculares sejam retomadas em outubro e prometeu nova avaliação a respeito da possibilidade da abertura para aulas na capital em 3 de novembro.

Com pressões cruzadas dos donos de escolas particulares e dos sindicatos de professores, com os pais e alunos no meio, há uma disputa política em curso.

Tem sido comum que os prefeitos, às vésperas de eleições municipais, balizem suas decisões sobre a retomada por meio de pesquisas de opinião e enquetes online. O grupo de educadores e especialistas que defende a retomada, porém, tem crescido conforme se ampliou o número de setores com atividades permitidas após uma longa quarentena.

Além de condicionar a retomada à decisão dos prefeitos, Doria afirmou ainda que a retomada só será permitida após as escolas estaduais submeterem um plano de retorno para a aprovação da Secretaria de Educação do estado. Ele também disse que, embora as escolas tenham autonomia para organizar a retomada de aulas presenciais do ensino médio, é recomendável que priorizem o terceiro ano e o EJA.

No ano letivo final, que pode adentrar por 2021, é mais difícil se administrar a perda de conteúdos do que em outros anos.

O governador informou que serão gastos R$ 50 milhões do programa Dinheiro Direto na Escola na compra de materiais essenciais ao funcionamento das atividades presenciais para a rede estadual.

Desde 8 de setembro, é permitido que as escolas realizem presencialmente atividades de acolhimento e reforço, mas não aulas, se o prefeito local avalizar. De acordo com Rossieli Soares, secretário de Educação do estado, cerca de 140 escolas estão com atividade de acolhimento e reforço escolar --menos de 1/4 do total.

Para a capital, Covas permitiu a reabertura de escolas para atividades extracurriculares a partir de 7 de outubro. Na mesma data, estará liberado na cidade a retomada das aulas presenciais nas universidades, contanto que seguidos protocolos de segurança como a limitação da lotação a 35% dos alunos.

Segundo Bruno Caetano, secretário municipal de Educação, os detalhes da retomada das atividades extracurriculares presenciais serão publicados pela pasta na próxima semana.

De acordo com o secretário, mais de 160 escolas da rede municipal desenvolviam alguma atividade do tipo antes da pandemia, alcançando cerca de 160 mil alunos. Escolas que não possuem as atividades estruturadas poderão contar com apoio da secretaria para implementação das ações.

Para o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, os números da pandemia no estado estão diminuindo, mas ainda não permitem relaxamento nos protocolos de segurança pessoal para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

"As medidas de proteção individual continuam e continuarão necessárias, especialmente nas escolas. O respeito a essas medidas trará um ambiente mais seguro para todos", afirmou.

Homem faz esposa refém e tenta matá-la na frente de PMs, confira vídeo

Sábado, 19 de Setembro de 2020



Um homem descontrolado fez a própria esposa refém e quase a assassinou na frente de dois policiais na tarde dessa quinta-feira (18), no município de Paiçandu, localizado no Paraná.

A negociação foi filmada pela câmera de segurança da farda de um dos PMs. Nas imagens é possível perceber que a mulher está sentada em uma cadeira de madeira, enquanto o companheiro ameaça a todo instante golpeá-la.

Ele chega a simular a ação várias vezes, deixando a vítima ainda mais desesperada. Em alguns momentos, o marido grita: “Porque você chamou a polícia você vai morrer. Não falei que você ia morrer, eu vou te matar?”.

Os policiais tentam acalmar o homem, mas ele parece irredutível. Ele se agarra a vítima com força e no momento em que se preparava para cravar a faca nela, a cadeira tomba e os dois caem no chão e a mulher acaba sofrendo um corte no braço.

A tensão só termina quando os policiais “voam” para cima do agressor e conseguem tomar a faca dele. Ele foi preso em flagrante e já passagens pelo mesmo crime cometido contra outras mulheres.

(Portal do Holanda)


Deputados querem cortar benefícios de juízes, procuradores e promotores em reforma administrativa

Sábado, 19 de Setembro de 2020

Foto: Ana Volpe/Agência Senado/Arquivo

O chamado alto escalão do funcionalismo público está na mira de deputados dispostos a ampliar o alcance da reforma administrativa, que prevê alterações na forma como os servidores públicos são contratados, promovidos e demitidos. Mudanças como limitar as férias de todos os agentes públicos a 30 dias por ano, inclusive para juízes, além do fim de privilégios, como aposentadoria compulsória como punição para quem já está trabalhando, estão entre as emendas (sugestões de alterações do texto) que devem ser incluídas na tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

Entregue depois de muita espera, o texto do governo foi considerado tímido por alguns parlamentares. Um dos motivos é que juízes, promotores, procuradores, desembargadores, deputados e senadores ficaram de fora das mudanças propostas.

Como os novos membros do Judiciário e Legislativo não serão atingidos, eles manterão benefícios que devem ser extintos para os futuros servidores, como as férias superiores a 30 dias, licença-prêmio (direito a três meses de licença para tratar de assuntos de interesse pessoal a cada cinco anos) e adicionais por tempo de serviço. Isso significa, por exemplo, que um juiz não poderá ser atingido, mas o servidor da área administrativa de um tribunal terá de obedecer às novas regras.

Já os parlamentares ficaram de fora da reforma administrativa porque são cargos políticos eletivos, com duração fixa (oito ano para senadores e quatro anos para deputados federais e estaduais e vereadores).

“Entendemos ser razoável e oportuno incluir todos os agentes públicos nas vedações propostas. Certo de que é desejo da sociedade que a reforma alcance todos os Poderes”, disse o líder do Podemos na Câmara, Léo Moraes (RO).

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) também quer a inclusão de magistrados na reforma administrativa e o fim de privilégios para essas categorias. O Novo vai apresentar cinco emendas para “preencher as lacunas deixadas no texto”. Além da inclusão de membros do Judiciário e do Ministério Público, o partido quer que os servidores que já estão na ativa também passem a cumprir as novas regras, mantendo os “direitos adquiridos”. Também quer estipular o teto (hoje em R$ 39,2 mil) como o limite das remunerações, incluindo verbas indenizatórias e seleção para cargos de confiança e proibição da venda de férias.

Da base do governo, a deputada Caroline de Toni (PSL-SC) vai na mesma linha, para inclusão de políticos, juízes e membros do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público na reforma. Em sua justificativa, a parlamentar afirma que essas categorias não podem passar ao largo das novas regras. “Não há elemento razoável para se supor que as categorias listadas estejam liberadas de dar sua cota de sacrifício para que a máquina administrativa seja mais eficiente e menos onerosa para o cidadão”, disse.

Os deputados precisam ainda reunir 171 assinaturas para cada uma das emendas, para que os pedidos possam ser analisadas pelo relator da PEC. Todos estão em fase inicial de busca desse apoio.

A bancada do Cidadania está preparando um pacote de emendas. O principal ponto é fazer com que as regras que irão valer para servidores em geral alcancem magistrados e membros do Ministério Público. “Precisamos acabar com as distorções no serviço público brasileiro. Nesse sentido, apresentaremos emenda estendendo as mesmas regras, previstas no texto original da reforma, para juízes e procuradores. Todos estes agentes servem ao povo e, como tais, precisam se adaptar ao texto constitucional que estamos apreciando”, disse o líder da bancada na Câmara, Arnaldo Jardim (SP).

A equipe econômica tem se defendido de não ter incluído membros de outros Poderes na reforma sob o argumento de que a Constituição não permite ao Poder Executivo propor uma nova regra para membros de outros Poderes, como é o caso de juízes, magistrados, parlamentares e procuradores. A inclusão dessas categorias ficaria a cargo do próprio Congresso Nacional durante a tramitação do texto.

O advogado Maurício Zockun, sócio do Zockun & Fleury Advogados e presidente do Instituto Brasileiro de Direito Administrativo (IBDA), rechaça o argumento do governo. “É equivocada essa ideia de que uma Proposta de Emenda à Constituição que pretenda mudar o regime funcional de magistrados, membros do Ministério Público deveria partir desses poderes. Isso não é verdade. A história demonstra o contrário”, afirma.

Zockun lembra que a reforma do Judiciário promulgada em 2004 foi feita a partir de uma PEC apresentada pelo então deputado Hélio Bicudo – o texto teve apensadas outras propostas, incluindo uma do próprio Executivo para ampliar atribuições da Justiça Federal. Em 2005, o próprio Supremo Tribunal Federal (STF) julgou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) e declarou a inexistência de qualquer “vício formal” na proposta apresentada por outros Poderes que não o Judiciário.

Estadão Conteúdo

Com ministro do Turismo, já são sete as autoridades com Covid após posse de Fux

Sábado, 19 de Setembro de 2020 


por Gustavo Uribe | Folhapress

Com ministro do Turismo, já são sete as autoridades com Covid após posse de Fux
Foto: Reprodução / Poder360

O Ministério do Turismo informou nesta sexta-feira (18) que Marcelo Álvaro Antônio foi diagnosticado com o novo coronavírus. A pasta ressaltou que o ministro está assintomático e que passará a trabalhar de sua casa, "adotando todos os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde".

 

Com o ministro, já são sete as autoridades que receberam diagnóstico da doença após terem participado da cerimônia de posse de Luiz Fux na presidência do STF (Supremo Tribunal Federal).

 

Além de Álvaro Antônio e Fux, contraíram a Covid o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o procurador-geral da República, Augusto Aras, os ministros Luís Felipe Salomão e Antonio Saldanha Palheiro, ambos do STJ (Superior Tribunal de Justiça), e a ministra Maria Cristina Peduzzi, do TST (Tribunal Superior do Trabalho).

 

Álvaro Antônio é também o nono ministro da equipe de Jair Bolsonaro que recebeu o diagnóstico do coronavírus, sem contar o próprio presidente e a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

 

Na cerimônia realizada na semana passada no Supremo, havia 48 convidados de Fux no plenário. O local comporta até 250 pessoas.

 

Assessores de autoridades presentes, servidores do tribunal e os dragões da independência que fazem a recepção em cerimônias oficiais, porém, se acumularam do lado de fora, em muitos casos sem respeitar o distanciamento recomendado.

 

O Supremo reservou um espaço na área externa para profissionais da imprensa. Depois da solenidade, Fux ainda recebeu pessoas mais próximas em um coquetel no gabinete da presidência da corte. Pessoas que estiveram no encontro calculam que havia ali cerca de 30 pessoas.

 

Na cerimônia, inicialmente Fux estava de máscara, mas a retirou logo no começo para ler o termo de posse, assim como a ministra Rosa Weber, que assumiu a vice-presidência do STF. Depois, ambos colocaram novamente a proteção facial para o restante do encontro.

 

O ministro Marco Aurélio, que estava no assento que sempre ocupa no plenário, foi o responsável por falar em nome do STF para saudar a posse do colega. Ele também retirou a máscara para discursar.

 

O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz, fez um discurso para saudar Fux em nome da advocacia. Ele também retirou a máscara no momento de usar a tribuna. Os demais convidados que estavam na plateia permaneceram com a proteção facial durante a solenidade.

 

Toffoli, que passou o comando do STF a Fux, foi o único a não retirar a proteção ao usar o microfone.

 

Em um perfil nas redes sociais, a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) publicou uma foto do dia do evento no STF, na qual os dois ministros do STJ apareceram, sem máscara facial, ao lado da presidente da AMB, a juíza Renata Gil, que não usava proteção.

 

Segundo a assessoria de comunicação do Supremo, 157 funcionários já foram diagnosticados com Covid-19 desde o início da pandemia. O órgão diz que não foi identificado caso de transmissão na corte. Ao todo, o STF tem 1.783 funcionários.

Em visita a Roraima, secretário dos EUA diz que 'vamos tirar' Maduro 'de lá'

Sábado, 19 de Setembro de 2020 


Em visita a Roraima, secretário dos EUA diz que 'vamos tirar' Maduro 'de lá'
Foto: Juliana Dama/G1

No Brasil para uma visita à capital de Roraima, Boa Vista, o secretário do governo norte-americano, Mike Pompeo, fez críticas ao presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, e afirmou: "Vamos tirá-lo de lá". O secretário esteve em companhia do ministro brasileiro de relações Exteriores, Ernesto Araújo. 


De acordo com o G1, Pompeo afirmou que os Estados Unidos querem "representar as pessoas da Venezuela" e que a missão do país é "assegurar que a Venezuela tenha uma democracia". "Não devemos esquecer que ele está destruindo seu próprio país e também é um traficante de drogas. Está impactando na vida dos EUA. Mas vamos tirá-lo de lá."


A embaixada americana no Brasil afirmou que o encontro tinha como objetivo discutir a imigração venezuelana no país. 


O secretário também irá se encontrar com o presidente Ivan Duque, em Bogotá. Com o encontro ele terá visitado todos os países que fazem fronteira com a Venezuela. 


A passagem de Pompeo fez parte de uma agenda com encontros de líderes da América Latina.
A visita do secretário foi criticada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Ele afirmou que o comportamento não "condiz com a boa prática diplomática internacional e afronta as tradições de autonomia".


"Como Presidente da Câmara dos Deputados, vejo-me na obrigação de reiterar o disposto no Artigo 4º da Constituição Federal, em que são listados os princípios pelos quais o Brasil deve orientar suas relações internacionais", disse.

Anvisa permite dobrar número de voluntários em testes de vacina da Pfizer no Brasil

 Sábado, 19 de Setembro de 2020 


Anvisa permite dobrar número de voluntários em testes de vacina da Pfizer no Brasil
Foto: Reprodução / G1


A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou nesta sexta-feira (18) a ampliação, no Brasil, dos testes clínicos de uma potencial vacina contra a Covid-19 em desenvolvimento pela farmacêutica Pfizer.

 

Com a medida, o número de participantes brasileiros passará de 1.000 para 2.000, segundo a Folha de São Paulo. 

 

Os testes são feitos em São Paulo e Bahia. Inicialmente, o estudo previa envolver até 29 mil voluntários em diferentes países, incluindo o Brasil. Agora, a previsão é que o total de participantes seja ampliado para 44 mil, de acordo com a empresa.

 

Além da ampliação no número de voluntários, a agência deu aval também para uma mudança na faixa etária dos participantes, cuja idade mínima passa de 18 anos para 16 anos.

 

A mudança ocorre após solicitação do laboratório, que conduz testes em conjunto com a empresa alemã de biotecnologia BioNTech. Além da possível vacina da Pfizer, o Brasil tem outros três estudos clínicos em andamento de potenciais imunizantes contra a Covid.

 

O primeiro a obter aval para testes foi a vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford com a farmacêutica AstraZeneca, o que ocorreu ainda em junho.

 

Em seguida, tiveram autorização para estudos a empresa chinesa Sinovac, que conduz pesquisas em parceria com o Instituto Butantan, a empresa norte-americana Pfizer e a Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson.

 

Essa não é a primeira mudança em testes clínicos de vacinas.

 

Na terça (15), a agência autorizou a ampliação do número de voluntários que devem fazer parte, no Brasil, de estudos da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. Com isso, o total de participantes no país deve passar de 5 mil para 10 mil.

 

Além de permitir que seja ampliado o número de participantes, a agência também autorizou uma mudança na faixa etária de testes da vacina, que passa a incluir participantes maiores de 69 anos.

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

SÓ EM 2021: Presidente da Fifa descarta de vez Mundial de Clubes neste ano

Sexta, 18 de Setembro de 2020

 Foto: Reprodução / Fifa TV

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (18), a FIFA descartou a realização do Mundial de Clubes neste ano, programado para dezembro. A Federação espera que o evento possa ser realizado no início de 2021.

Após o Congresso anual da FIFA, ocorrido hoje, o presidente Gianni Infantino foi questionado sobre o impacto da pandemia do novo coronavírus na competição.

“Como algumas confederações não vou conseguir concluir suas competições continentais até dezembro deste ano, é improvável que o evento aconteça na data programada originalmente”, disse.

“Mas estamos discutindo fazer no Catar no começo do ano que vem, depois de consultar todas federações e clubes participantes, tomando a melhor decisão para o futebol. Hoje, estamos em uma situação em que há coisas mais importantes que o esporte e devemos levar isso em consideração”, concluiu.

Este será o último Mundial de Clubes no antigo formato, com os campeões de cada continente e o campeão nacional do país-sede.

O novo modelo deve contar com 24 times (oito da Europa, seis da América do Sul e as demais divididas entre os demais continentes)  e estava previso para acontecer no ano que vem, na China.

Com o adiamento da Copa América e da Eurocopa deste ano para 2021, Infantino afirmou que essas duas competições criam impasse no calendário para a realização do novo Mundial.

CNN Brasil

 

Governo federal já repassou R$ 25,8 bilhões para Estados combaterem a covid-19

 Sexta, 18 de Setembro de 2020

Foto: Sérgio Lima/Poder 360

Dos R$ 85,5 bilhões repassados pelo governo federal em 2020 para Estados e municípios, R$ 25,8 bilhões foram transferidos para o combate à covid-19. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (18), pelo Ministério da Saúde.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Antônio Elcio Franco, explica que os demais R$ 59,7 bilhões foram destinados para o financiamento do SUS (Sistema Único de Saúde).

Os dados mostram ainda que dos R$ 41,7 bilhões autorizados pelas 10 medidas provisórias, R$ 34,4 bilhões já foram empenhados e R$ 30,5 bilhões pagos.

“Muitos recursos referem-se a programas que foram estabelecidos para o enfrentamento da pandemia e requerem a adesão dos Estados e municípios. Então, ainda aguarda a adesão e a habilitação de leitos de UTI”, explicou Franco.

Leitos

A pasta destaca ainda que já foram habilitados também 13.563 leitos de UIT no território nacional para o tratamento exclusivo da pandemia. “São leitos que ficaram reservados nas unidades de saúde para atender o paciente de covid”, disse o secretário.

Franco diz que que o repasse foi feito de forma antecipada para cobrir uma despesa de 90 dias, no valor de R$ 1.600 por dia, totalizando R$ 1,9 bilhão. “Com isso, os Estados e o municípios conseguem custear a manutenção do leito para atender o agravamento do estado clínico de um paciente que precise ocupar aquele leito”, afirmou ele.

Houve também a prorrogação por 30 dias de 5.988 leitos de UTI para o tratamento de pacientes diagnosticados com a covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, a prorrogação leva em conta a situação específica de cada Estado.

Também já foram atendidos os pedidos de 27,606 milhões de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual para combater a pandemia, de acordo com o Ministério da Saúde.

R7

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055