martins em pauta

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Ministra confirma uso da máquina pela Governadora Rosalba Ciarlini



rosalba TN
Jornal de Hoje – A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Laurita Vaz, relatora dos recursos da prefeita Claudia Regina e da governadora Rosalba Ciarlini, ambas condenadas por abuso de poder político e econômico nas eleições passadas em Mossoró, negou mais um recurso a Claudia nesta quinta-feira, afastando a possibilidade de a prefeita cassada voltar ao administrar a Prefeitura de Mossoró, hoje sob o comando de Francisco José Júnior (PSD), aguardando a data de realização de novas eleições.
Embora a decisão da ministra tenha se referido a um recurso de Claudia Regina, chama a atenção as referências feitas à participação da governadora Rosalba. Em outras palavras, embora não tenha se manifestado em relação aos recursos da governadora, Laurita Vaz deixou claro seu entendimento quanto à participação da chefe do executivo potiguar no pleito eleitoral mossoroense. Ou seja, Rosalba praticou, sim, abuso de poder econômico, político e midiático nas eleições municipais.
“Na hipótese dos autos, é bastante reveladora da prática de abuso de poder econômico, político e midiático, sendo o conjunto probatório carreado amplo e robusto para fins de confirmação de que as máquinas públicas estadual e municipal atuaram indevidamente em reprovável benefício dos candidatos eleitos, bem como de demonstração de que houve uso indevido de meios de comunicação social”, afirma a magistrada.

Hospital deverá ter urgência e mais 30 leitos novos

Sábado - 08/02/2014 - 18:14h
Em Mossoró


Em visita ao Hospital Municipal São Camilo de Léllis, neste sábado, 08, o prefeito Francisco José Júnior falou sobre algumas melhorias que devem ser implantadas na unidade.
Francisco José (à esquerda) visitou hospital
De acordo com o gestor, uma comissão de estudos foi montada para avaliar a viabilidade da implantação de uma urgência clínica em psiquiatria 24h e criação de 30 leitos para pacientes dependentes de álcool e drogas.
“Nossa intenção é manter uma urgência clínica em psiquiatria, para acompanhar os pacientes e prestar assistência imediata em caso de necessidade. Também estamos vistoriando o Hospital para analisarmos a criação de 30 leitos para dependentes de álcool e drogas”, esclareceu o prefeito.
A secretária da Saúde, Leodise Cruz, explica que estão sendo providenciadas para o São Camilo licitações específicas de medicamentos, alimentação, dieta integral, suplementos alimentares e materiais de limpeza.
“As licitações próprias darão mais autonomia para o funcionamento do Hospital, que não precisará solicitar seus materiais ao almoxarifado da Secretaria. Essas licitações específicas já estão sendo formuladas”, disse a secretária.
O Hospital São Camilo realiza o tratamento e acompanhamento de pessoas com distúrbios psiquiátricos de Mossoró e região. Atualmente, a unidade conta com 160 pacientes internos.
Participaram da visita o diretor do hospital, Edson da Silva, a secretária de Comunicação Social, Mirella Ciarlini, o subsecretário de Desenvolvimento Territorial, José Couto, enfermeiros e funcionários da unidade.
Com informações da Prefeitura de Mossoró.
Fonte: Carlos Santos

Henrique ouvi prefeitos do PMDB em conversas rápidas e separadas

Acontece na manhã deste sábado, em Natal, reunião do presidente do PMDB com os prefeitos da legenda.
O objetivo discutir a aliança partidária e os candidatos a serem apoiados pelo partido.

A sistemática da reunião é de encontros individuais dos gestores com o presidente estadual da legenda, deputado federal Henrique Eduardo Alves.

Henrique questiona o prefeito sobre a aliança com outros partidos e quem prefere para ser a apoiada pelo PMDB ao Senado: a deputada federal Fátima Bezerra (PT) ou a vice-prefeita de Natal Wilma de Faria (PSB).

Fonte : Carlos skarlack

PR resite ao nome de Fernando Bezerra


Na reunião dos dirigentes do PR, na manhã de hoje, foi discutido o nome do ex-senador Fernando Bezerra para o Governo do Estado, como uma indicação do PMDB.

Os republicanos colocaram resistência a indicação. Alguns integrantes da executiva argumentaram o fato de Fernando Bezerra estar afastado da política e as consultas do partido mostrarem dificuldade na viabilização do nome.

Fonte: Anna Ruth Tribuna do Norte

Homens são presos após jogarem cartas em agência bancária


homens cartas
Tentando fugir do calor e sedentos por um joguinho de baralho, quatro homens acharam que o mais sensato seria abrigarem-se em uma agência bancária para a jogatina. A polícia foi acionada por um cliente que disse que não se sentiu à vontade tentando sacar dinheiro.
“Chegamos à agência e não acreditamos quando vimos quatro homens adultos jogando cartas. Eles trouxeram até mesa e cadeiras!” disse o tenente Henrique M. Nimin, da polícia militar de Porto Alegre.
Os quatro homens foram encaminhados até a 16ª DP e liberados em instantes, já que de fato não apresentavam perigo para a sociedade e confessaram que só queriam tirar uma foto engraçada para colocar no Facebook.

Fonte Robson Pires

VENDAVAL SÚBITO ATINGE SERRINHA DOS PINTOS CAUSANDO MEDO, DESTRUIÇÃO E PREJUÍZOS!

A população serrinhense foi pego de surpresa por um forte vendaval ocorrido na tarde deste sábado, 08/02.

Como nos últimos dias, a tarde deste sábado estava quente e muito abafada. As nuvens pesadas anunciavam uma possível precipitação chuvosa. O que o povo não imaginava era que ela viesse acompanhada por um vento com tamanho poder destrutivo.

Era por volta das 16:30hs quando a ventania atingiu a cidade levando medo a população e resultando em destruição e prejuízos. O vendaval não durou mais que dez minutos, tempo suficiente para derrubar a antena de transmissão da única emissora de rádio existente na cidade (VS FM). Um muro que estava sendo erguido não suportou o vento e foi ao chão; parabólicas foram danificadas; dezenas de casas tiveram parte de seus telhados arregaçados; até mesmo uma caixa d'água popular foi arremessada de sua base.
 
Antena de emissora de rádio foi derrubada pelo forte vento - Imagem: Gilberto Lopes
A ventania foi por toda cidade, contudo a chuva que durou um pouco mais, não foi bem distribuída e, após cessar, antes mesmos que os reparos fossem concluídos mais uma forte pancada de chuva voltou a atingir solo serrinhense.

 

Vale salientar que os danos foram apenas materiais.

MARTINS:VEM AI 2ª COPA DE FUTSAL BLOCO OS BUNEKEIROS

sábado, 8 de fevereiro de 2014


2ª COPA DE FUTSAL BLOCO OS BUNEKEIROS !



ATENÇÃO EQUIPES DE MARTINS SERRINHA DOS PINTOS E REGIÃO VEM AI MAIS UMA EDIÇÃO DA COPA
 FUTSAL OS BUNEKEIROS DE MARTINS, EVENTO QUE VEM SE TORNANDO TRADIÇÃO NA CIDADE
 ACONTECERÁ PRÓXIMO FINAL DE SEMANA. E O CONGRESSO TÉCNICO JÁ TEM DATA MARCADA
 SERÁ NO  DIA 10 DE FEVEREIRO PROXIMA SEGUNDA NO MUSEU APARTIR DAS 19:00Hs

Fonte blog toque esportivo

João Maia reafirma aliança do PR com PMDB nas eleições deste ano


O Partido da República (PR) realizou na manhã deste sábado (08), em Natal, uma reunião com a executiva estadual ampliada do partido para discutir sobre as articulações políticas para 2014. Em mais de duas horas de muita conversa, o PR demonstrou muita união e determinação. Para o presidente estadual do PR, o deputado federal João Maia, a reunião foi importantíssima.
"O PR caminha unido. O partido é a favor da aliança em torno do PMDB e faz questão de que o candidato apresente um programa que atenda o povo, nas áreas de saúde, educação, segurança e geração de emprego e renda para o Estado, com ênfase na interiorização. O candidato deve apresentar um programa para sanear definitivamente as agruras do semiárido do Rio Grande do Norte, que ocupa 90% do seu território, como também ter um projeto claro para dotar o Estado de uma ampla infraestrutura logística: aeroporto, porto, rodovias e ferrovia. O partido quer participar ativamente na campanha e no futuro governo", garante o presidente estadual do PR, João Maia.
12680Reunião da Executiva Estadual do PR
12681E o encontro de João Maia com os líderes do PMDB

Garibaldi participa da entrega de apartamentos do Minha Casa Minha Vida em Parnamirim

12679
O ministro da Previdência, Garibaldi Filho, participou hoje à tarde (07) da entrega de 984 apartamentos construídos através do Programa Minha Casa Minha Vida em Parnamirim. As novas habitações vão beneficiar cerca de 4 mil pessoas. Durante a entrega das moradias capitaneada pelo prefeito do município, Maurício Marques, estiveram presentes o vice-governador Robson Faria, deputada federal Fátima Bezerra, vereadores e secretários de Parnamirim.
Durante seu discurso, o ministro Garibaldi Filho parabenizou primeiramente as famílias que foram agraciadas pelo programa que, segundo Garibaldi, vêm ajudando a diminuir o déficit habitacional pelo país. "O município de Parnamirim está crescendo muito e não poderia ficar de fora do programa. Mas, mais importante do que crescer, é  garantir a felicidade de sua população. Para isso acontecer é preciso que a prefeitura faça o seu dever de casa, pois por mais que haja recurso financeiro, é preciso um bom administrador que saiba preparar bons projetos e saiba, além de tudo, gerenciar esses projetos transformando-os em realidade", comentou Garibaldi Filho.
E complementou: "O programa Minha Casa Minha Vida é uma iniciativa do ex-presidente Lula e teve a continuidade da nossa presidenta Dilma, que potencializou o programa. Em Parnamirim, esse trabalho teve início com o ex-prefeito Agnelo e hoje tem em Maurício Marques essa continuidade. Além deles, ressalto ainda o trabalho da nossa bancada federal, salientando os nomes da deputada Fátima Bezerra e do deputado Henrique Eduardo,

Fonte: Dantas Dantas


Defensoria Pública garante bloqueio de contas do Estado para pagamento de cirurgia em criança cardiopata

O juiz da 5ª Vara de Fazenda Pública da Comarca de Natal, Luiz Alberto Dantas Filho, deferiu, na última quinta-feira (6), um pedido liminar impetrado pela Defensoria Pública do Rio Grande do Norte (DPE/RN), garantindo o bloqueio das contas do Governo do Estado com o objetivo de levantar o montante de R$ 291.545,00, necessários para custear cirurgia cardíaca do menor A. L. S. M., de apenas seis meses de idade e que nasceu com uma cardiopatia congênita grave.
De acordo com a defensora pública Cláudia Carvalho Queiroz, autora da ação, ainda no mês de janeiro a Justiça Estadual havia determinado ao Estado que realizasse a cirurgia em caráter de urgência, tendo em vista a gravidade do estado de saúde da criança. Porém, o Governo acabou descumprindo a decisão, o que acabou gerando um novo pedido por parte da Defensoria Pública, desta vez solicitando o bloqueio das contas estaduais. Com a decisão do juiz, o bloqueio do recurso acontece de forma imediata, possibilitando que o procedimento cirúrgico seja realizado imediatamente. Ainda segundo a defensora pública Cláudia Queiroz, o dinheiro bloqueado é depositado diretamente na conta do hospital que irá realizar a cirurgia.

Fonte:marcos Dantas

                                                       
                                     




Polícia prende oito por ataque a filho de Alckmin

São Paulo


Suspeitos foram presos em Campinas. Segundo a polícia, trata-se de um crime comum

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin
Casa Militar pressiona para que governador e sua família aceitem reforço na segurança (Eduardo Biermann)
A polícia prendeu na sexta-feira oito homens suspeitos de terem cercado o carro que levava o filho e a neta do governador Geraldo Alckmin (PSDB), no último domingo, no Morumbi. O bando foi preso em uma residência no bairro Campo Belo, em Campinas, e levado para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na capital.
Segundo os investigadores, dois dos detidos estariam diretamente envolvidos na ação. Com eles foram apreendidos armas, telefones e uma lista de celulares — que indicou a ligação entre os acusados. A polícia conclui que a abordagem, que terminou em tiroteio com a escolta de Thomaz Alckmin, foi um crime comum. Apesar de o inquérito ainda não ter sido encerrado, os agentes do Deic e da Casa Militar já descartaram outras motivações.
A Secretaria da Segurança Pública não dá mais detalhes da investigação para não atrapalhar as buscas e limita-se a dizer que a motivação só será avaliada após as prisões. Também evita dizer que o caso está esclarecido. A polícia chegou a mostrar nesta semana um suspeito detido para os PMs que faziam parte da segurança do filho e da neta do governador no momento da ação. Ele não foi reconhecido pela equipe.
Leia também:
Alckmin rejeita carro blindado após filho sofrer tentativa de assalto
Filho de Alckmin é cercado por criminosos em São Paulo


Abordagem — O filho e a neta do governador ficaram no meio do fogo cruzado entre a escolta e um grupo de quatro homens armados que os abordaram no Morumbi. Thomaz dirigia um Hyundai i30 e levava a filha de 9 anos para a casa da mãe, às 21h20, quando o motorista de um Nissan Tiida, que seguia à frente, fez uma manobra (cavalo de pau) e fechou a passagem.
A abordagem aconteceu em uma alça de acesso da Marginal do Pinheiros. Ao sair do Nissan, os bandidos teriam gritado "Mata!" duas vezes. A investigação apontou que esses gritos foram direcionados para os próprios PMs, quando os bandidos perceberam que estavam diante de policiais. Havia quatro PMs em dois veículos atrás do carro do filho do governador. O veículo não era blindado.
Segundo a polícia, os seguranças se posicionaram de forma a garantir que pai e filha saíssem ilesos. Policiais acreditam que ao menos um dos bandidos tenha sido ferido: o carro foi encontrado 400 metros depois, com manchas de sangue. Eles teriam fugido para a Favela Real Parque, próxima do local da abordagem. A vistoria realizada nos veículos usados pelas vítimas e pela escolta não encontrou nenhum projétil que tivesse acertado os automóveis.
Repercussão — O caso reforçou o clima de tensão entre a Casa Militar e assessores de Alckmin. Os militares pressionam para que o governador e a família aceitem reforço da segurança. Em várias ocasiões, porém, o filho pediu dispensa da escolta e o próprio governador usa carros sem blindagem.
(Com Estadão Conteúdo)

'Querem me desmoralizar', diz médica cubana

Mais Médicos

Ramona Matos Rodriguez, de 51 anos, mostrou o que o governo brasileiro sempre escondeu: o contrato diferenciado firmado com médicos de Cuba


A médica cubana Ramona Matos Rodriguez fala à imprensa sobre seu pedido de asilo político, no Salão Verde da Câmara
A médica cubana Ramona Matos Rodriguez (José Cruz/Agência Brasil)
Há uma semana, a médica cubana Ramona Matos Rodriguez, de 51 anos, fugiu da cidade de Pacajá (PA), onde estava desde outubro trabalhando em um posto de saúde, e viajou para Brasília. Saiu de casa cedo, levando apenas uma pequena mala com roupas e toda a documentação necessária para comprovar o que o governo brasileiro sempre escondeu: o contrato diferenciado firmado com profissionais de Cuba para ingressarem no programa Mais Médicos, futura bandeira eleitoral de Dilma Rousseff. Enquanto todos os profissionais recebem 10.000 reais por mês, os cubanos têm salário de 400 dólares – cerca de 1.000 reais. Segundo ela, há uma promessa de que outros 600 dólares seriam depositados em uma conta bancária em Havana – o que Ramona diz não acreditar. Não demorou para ela ser alvo de ataques dos defensores do programa governista. O mais exaltado – e grosseiro – foi o deputado José Geraldo (PT-PA), que subiu à tribuna para acusar a médica de abusar do álcool e "levar um homem estranho" para casa. “Querem me desmoralizar para tirar o foco das denúncias do Mais Médicos”, disse Ramona ao site de VEJA. “Em Pacajá, não tinha liberdade para sair na rua", completou. Leia a entrevista ao site de VEJA.
A senhora conseguiu retirar a carteira de trabalho e a Associação Médica Brasileira  (AMB) pretende lhe convidou para trabalhar. Pretende aceitar? A AMB não fez uma proposta formal de trabalho. Eu vi as notícias que falaram sobre isso, mas até agora nada me foi dito. Eu penso em aceitar, claro, até porque estou esperando a resposta do Conare [Comitê Nacional para os Refugiados] sobre o pedido de refúgio e isso pode durar vários meses. Também estou esperando resposta da Embaixada Americana sobre pedido de asilo político, que foi o primeiro que fiz quando cheguei a Brasília, e isso demora de três a quatro meses. Neste tempo, preciso trabalhar, custear as minhas coisas e por isso eu quis tirar a carteira de trabalho, para poder viver. Na associação, eu me sentiria mais respaldada e, como não posso ser médica aqui, gostaria de conseguir um trabalho na área da saúde.

O que mudou em relação à rotina em Pacajá? É uma mudança radical. Eu não podia fazer o que estou fazendo aqui, que é me expressar livremente. Não podia dizer o que sentia ou o que pensava nem com as duas médicas cubanas que moravam comigo, porque elas poderiam relatar ao nosso superior. Também não tinha liberdade para sair na rua ou ir para qualquer lugar. Tinha de pedir permissão para um médico cubano que era um coordenador do programa. A minha vida em Pacajá era de trabalho, eu trabalhava com muitos pacientes, era a única médica do posto de saúde, e gostava muito. Aqui estou tranquila porque estou protegida, mas estou muito ansiosa por tudo o que está acontecendo. Não consigo dormir. De noite fico muito nervosa, durmo no máximo quatro horas.

Mas quando a senhora pedia permissão para sair, eles autorizavam? Eu nunca pedi porque sabia que não iam autorizar. Não tinha liberdade de pedir. As cubanas que moravam comigo diziam que se eu quisesse ir para algum lugar, deveria informá-las para que pedissem ao nosso coordenador. Não sei qual a relação entre as médicas e o coordenador, não me interessava, mas não tinha boa relação com elas.

A senhora mantinha contato com sua filha em Cuba? Sim, eu telefonava de um orelhão. Aqui em Brasília tenho falado com ela todos os dias, de uma a duas vezes. Ela me disse que a minha irmã que morava na minha casa foi desalojada pela polícia e pelo Partido Comunista. Minha casa era do Estado, eu sabia que isso iria acontecer. Minha filha mora em outro lugar e conta que eles a visitam todos os dias, perguntam se sabia que eu desistiria do programa. Ela responde que não sabia nada, o que é verdade.

Ela está com medo? Sim. Até agora não aconteceu nada com ela. Mas é algo psicológico... Quando uma pessoa bate à sua porta todos os dias e te faz muitas perguntas....

Teme por sua filha? Claro. Ela está se formando na faculdade, também em medicina. Ela tem de fazer trabalhos, provas, e temo que qualquer coisa que ela faça tomem seu diploma ou atrapalhem sua formação.

Um deputado afirmou que a senhora foi flagrada embriagada e "levou um homem estranho" para a casa onde se hospedava. Tenho o sentimento de que querem me desqualificar. Querem me desmoralizar para tirar o foco das denúncias do Mais Médicos. Tudo o que disseram é mentira. Vi que quem disse isso [ao deputado] foi um presidente do Conselho de Saúde de lá. Eu não o conheço. E se eu fosse alcoólatra, levasse homens para a minha casa e não sei mais o que falaram de mim, será que eles não iriam me punir ou aplicar uma advertência? Isso é uma mentira, uma farsa. Não bebo, não tenho marido, não coloco homens no meu quarto. Estão tentando desviar a atenção.

Desviar o foco do quê? A denúncia que fiz sobre o salário menor que os cubanos recebem, sobre o tratamento discriminatório com os médicos cubanos.

A senhora tem mantido contato com seus colegas cubanos? Não, não quero prejudicá-los. Se eu telefonar para os meus amigos cubanos, vou prejudicá-los porque estarão conversando com uma desertora, uma traidora. Eu não quero causar nenhum problema aos meus amigos. Mas o que eu fiz foi por todos, para que todos os cubanos tenham direito aos mesmos benefícios que médicos de outros países têm. Mas eu sei o que aconteceria com eles se tivermos contato, não se pode ter relações com pessoas desertoras.

A senhora avalia que a sua atitude pode mudar a realidade dos cubanos que estão no Brasil? Acredito que sim. Não posso afirmar que eles vão passar a receber 10.000 reais por mês, isso depende de muita gente. Mas penso que isso é possível. Eles são médicos e têm os mesmos direitos de todos. O que me move é a liberdade de expressão, a liberdade de denunciar tudo isso para que não siga acontecendo com outras pessoas.

Para onde vai o dinheiro que vocês estão deixando de receber? Não sei. As pessoas no Brasil dizem que esse dinheiro vai para o regime cubano, mas nós jamais soubemos dos detalhes do programa. Nem a nova leva de médicos que chegou na última semana a São Paulo sabe quanto vai ganhar. É tudo demasiadamente obscuro.

A senhora já ouviu falar sobre o contrato com a Organização Panamericana da Saúde (Opas)?  Não. O contrato que fechamos foi com a Sociedade Mercantil Cubana Comercializadora. Não sei nem que entidade é essa. Três dias antes de vir, nos deram o contrato e assinamos. Quando fui para a Bolívia, não foi por essa sociedade. Foi uma missão médica humanitária. Esse é diferente, um contrato que eu não sabia com quem eu estava fechando. O Ministério da Saúde de Cuba que intermediou.
O plano da senhora é voltar para os Estados Unidos? Meu plano é ser livre. Agora tenho de trabalhar para me manter. A primeira petição que fiz foi para ir para os Estados Unidos participar do Parole [programa que recebe médicos desertores], estou esperando uma resposta da Embaixada Americana que disse que eu teria de esperar de três a quatro meses. Essa é a minha vontade maior. Mas, nesse intervalo, entrei com o pedido de refúgio no Brasil porque estava com medo de me deportarem. A Polícia Federal foi até a minha casa, tinham rastreado as minhas ligações e sabiam que eu estava em Brasília. Se me mandarem para Cuba, serei presa.

O ministro da Justiça nega que a Polícia Federal tenha monitorado a senhora. Na última terça-feira, recebi um telefonema da pessoa que me ajudou a fugir e ela me disse que a Polícia Federal tinha ido a casa dela, que não era a casa que eu morava, porque tinham rastreado as minhas ligações. Eles disseram que sabiam que eu tinha ligado para ela e que ela me ajudou a fugir. Os policiais disseram ainda que sabiam onde eu estava e que viriam me buscar em Brasília. Também acionaram a amiga que me buscou no aeroporto quando eu cheguei aqui.

A senhora já sabia que receberia menos. O que a levou a fugir após quatro meses? A gente sempre tem de estudar como fugir. Em dezembro eu enviei um e-mail à Embaixada Americana perguntando qual o procedimento para conseguir o visto. Eles me falaram quais documentos eu precisaria levar e quando eu já estava com tudo pronto e tive a garantia de que não estavam me vigiando, fugi. Falei para as cubanas que moravam comigo que estava me sentindo só e que uma amiga me chamou para uma fazenda. Às 7h, bati na porta delas e avisei que estava saindo. Deixei tudo para trás. Agora eu sou livre.

Marcela Mattos, de Brasília

Choque entre caminhão brasileiro e ônibus deixa 17 mortos na Argentina

A maioria das vítimas morreu incinerada após os veículos queimarem com o impacto da colisão

Choque entre caminhão brasileiro e ônibus deixa 17 mortos na Argentina
Choque entre caminhão brasileiro e ônibus deixa 17 mortos na Argentina   (AFP)
Pelo menos 17 pessoas morreram e mais de dez ficaram feridas na sexta-feira na batida frontal entre um ônibus e um caminhão com placa brasileira que circulava na contramão por uma estrada na província argentina de Mendoza, no oeste do país, informaram fontes oficiais.
A maioria das vítimas morreu incinerada após os veículos queimarem com o impacto da colisão, declarou à imprensa o governador da província, Francisco Pérez.
O ministro da Saúde de Mendoza, Matías Roby, detalhou que o acidente aconteceu quando o ônibus, no qual viajavam 30 pessoas, 'foi atingido de frente por um caminhão com placa brasileira que aparentemente tinha sido roubado'.
Os feridos, entre eles uma grávida em estado grave, foram transferidos a diferentes hospitais de Mendoza, acrescentou o ministro provincial.
O acidente fatal aconteceu na Rota 7 na altura da cidade de San Martín, 45 quilômetros ao leste de Mendoza e 1.100 quilômetros ao oeste de Buenos Aires.
(Com Agência Efe)

Polícia Federal prende São-bentense com 80 quilos de Maconha na Paraíba


Jozivan Antero / Patosonline.com - A Polícia Federal conseguir tirar de circulação cerca de 80 quilos de maconha que seria distribuída em várias cidades do sertão paraibano. A operação aconteceu nesta sexta-feira, dia 07, por volta das 10:00h da manhã na cidade de Cajazeiras-PB.

A droga encontrava-se em um ônibus que estava vindo de São Paulo com destino a Paraíba e que passaria em diversas cidades do sertão, entre essas a cidade de Patos. A maconha estava camuflada dentro de cadeiras de balanço para crianças no espaço do acolchoado. A maconha estava prensada e embalada com papel alumínio e plástico para inibir o odor.

Durante apreensão das drogas também foi preso um homem identificado apenas por Francisco, 26 anos, natural de São Bento – PB. A bagagem do ônibus estava em nome do referido passageiro que disse não saber que “as cadeirinhas” estavam com droga.

Francisco trazido para a cidade de Patos onde se encontra a disposição das autoridades da Polícia Federal. Em contato com o Delegado Federal Dr. Antônio Glauter foi dito que se chegou até o acusado através de denúncias. O suspeito, que estava bastante nervoso, entrou em contradição sobre o destino das cidades e quem seria o receptor. O acusado não tinha passagem pela polícia.

Prefeitura de Apodi divulga bandas do Carnaval, Grafith é uma delas


A Prefeitura de Apodi divulgou nesta sexta-feira, 7, as bandas do Carnaval 2014, em evento aberto para a população e imprensa local. Neste ano, o prefeito Flaviano Monteiro garante realizar o maior e mais barato Carnaval da cidade, desde que a administração assumiu o festejo de momo em 1996. Esta afirmativa tem dois motivos: o primeiro é que como não haverá Carnaval em Tibau, a probabilidade de um público recorde é bem provável.

A outra questão diz respeito à medida tomada pelo executivo que limitou em R$ 500 mil os gastos públicos oriundos do orçamento próprio, o que é considerado pouco para o mais tradicional Carnaval do Oeste. Para complementar a receita da festa, a Prefeitura está fechando parceria com empresas que entrarão com patrocínio e assumindo os camarotes da festa.

Juntando isso com a participação dos comerciantes e ambulantes que pagam taxa à administração, a expectativa é de arrecadar o complemento que garantirá que todas as despesas do evento sejam cobertas. 

Confira a lista das bandas contratadas:


Tabakana

Nilson Viana e banda Zunzumbaba

Forró do Lance

Pedro Lucas

Arretado Elétrico

Galera Beach

Luizinho Nobre

Serginho

Renário Forrozeiro

Pegada de Luxo

Flávio e Pizada Quente

Dan Ventura e os meninos

Grafith

Banda Fantasmão

Fonte: jair Sampaio

Câmeras flagram assassino de militar da reserva em bairro de Natal


Portal BO - Um militar da reserva de 74 anos foi assassinado na tarde desta sexta-feira(7), na porta de um comércio, na rua Querginaldo Cavalcante, no bairro de Nova Descoberta, zona Sul de Natal. Severino da Fonseca Dantas reagiu a ação de um assaltante que tentou levar um veículo tipo Corolla de propriedade do idoso. 

O criminoso chegou em um outro carro, um Celta, com um comparsa e fugiu sem nada levar. As imagens mostram que um dos criminosos desceu do Celta branco e foi ao encontro da vítima com um capacete na mão. Ao se aproximar, os suspeito colocou o capacete na cabeça e tomou as chaves do carro do aposentado.

Ao tentar ligar o veículo, o alarme disparou e, com isso, o ladrão saiu do carro. Neste momento, o militar da reserva teria atirado contra o assaltante. Este então revidou, atirando seis vezes. Um dos disparos atingiu a vítima, que chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital. Os dois bandidos fugiram e estão sendo procurados pela polícia.



O Ministério Público estará disposto a tratar sobre o auxílio paletó como propõe o ex-senador Fernando Bezerra?


sábado, 8 de fevereiro de 2014


Em entrevista que nos concedeu e que será publicada, na íntegra, neste final de semana, no Portal Difusora, o ex-senador Fernando Bezerra, do PMDB, revelou que se vier a aceitar o convite para disputar o Governo do Estado, vai tratar de alguns assuntos com instituições como o Ministério Público.

É que ele considera que para reconstruir o Rio Grande do Norte, se faz necessário que todos participaram, com uma parcela de contribuição.

E citou como exemplo a questão do Ministério Público que paga até "auxílio paletó" aos membros.

Fernando Bezerra anuncia que confirmando sua candidatura, vai convidar o comando do MP do Estado, para tratar de questões como o auxílio paletó - confira trechos da entrevista de Fernando Bezerra AQUI

Resta perguntar qual a posição do Ministério Público?

Fonte: Carlos Skarlack

Cantor Leonardo sofre acidente de carro em Goiânia



O cantor Leonardo sofreu um acidente na tarde desta sexta-feira em Goiânia. Sua mulher, Poliana Rocha, estava dirigindo o carro, que se envolveu em um engavetamento na BR-153, enquanto os dois seguiam do escritório para casa. As informações foram confirmadas por sua assessoria de imprensa.

Os dois já estão em casa, passam bem e “nem precisaram de atendimento médico”. Ainda segundo sua assessoria, ninguém se feriu gravemente.
No início da noite, rumores circulavam na internet sobre a morte do cantor no acidente, o que já foi desmentido.

Fonte: O Globo

Município de Lajes disponibiliza internet em praça pública desde 2009



web-internetSobre a postagem “Prefeitura de Lajes deveria colocar Internet Livre para o povo”, publicada na manhã de hoje, o blogue recebeu a seguinte informação:
Desde 2009, o município de Lajes disponibiliza em praça pública internet wi-fi gratuitamente aos cidadãos, além estar inserido no programa “Cidades Digitais”, do ministério das Comunicações. Segundo edital publicado, será oferecido sinal em vários espaços públicos e integrará todos os órgãos da administração municipal.


Fonte :Robson Pires

Cuidado com os fracassados



abutresQuase caí nessa conversa no início deminha carreira. Fracassados detestam ficarsolitários. Por isso, eles fazem de tudo para arrastar o máximo possível de pessoas para o mesmo buraco em que eles estão. O principal campo de batalha onde eles atuam fica exatamente namente de seus alvos, onde eles promovem a construção de vários paradigmas.
Sua principal arma nesta guerra a fim de povoar o buraco que frequentam são asconversas negativas, argumentos desmotivadores, chacotas com os que ainda sonham e as teorias que desestruturam a meritocracia. São especialistas em fazerem-se devítimas.
Para eles, o merecido lucro por um bom trabalho é um palavrão, pois é imediatamente associado à exploração dos indefesos. Suas maiores aspirações são a busca por privilégios. Fique de olhos bem abertos e de preferência, fique bem longe deles.
Por Flávio Augusto

Comissão do Senado votará antecipação de feriados para segunda-feira



feriadoA Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado se reúne na terça-feira (11), a partir das 11h, para deliberar sobre uma pauta que inclui o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 296/2009, que antecipa para as segundas-feiras os feriados que caírem entre terças e sextas-feiras.
De autoria do deputado Milton Monti (PR-SP), o projeto abre uma exceção para cinco feriados: o Dia da Confraternização Universal (1º de janeiro), o Carnaval, a Sexta-Feira Santa, o Dia da Independência (7 de Setembro) e o Natal (25 de dezembro). Também determina que se houver mais de um feriado na mesma semana, a comemoração do segundo passará para a semana seguinte.

Estudante de medicina da Paraíba perde matrícula no curso por fraude



Um estudante de medicina de 22 anos perdeu a matrícula no curso porque, segundo a Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba, ele ingressou no curso mediante fraude no vestibular. O jovem chegou a apelar para o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), que, nesta quinta-feira (6), negou provimento à apelação e o manteve desmatriculado.
A instituição informou que constatou, por meio de exame papiloscópico e comparação de fotografias, que outra pessoa teria realizado as provas no lugar do rapaz. No dia 18 de setembro de 2012, o aluno foi impedido de entrar na faculdade e de ter acesso ao sistema acadêmico do curso. Em seguida, ele foi desligado da instituição e entrou com um mandado de segurança. O Juízo da 1ª Vara Federal da Paraíba indeferiu a liminar no mandado de segurança e o estudante apelou ao TRF5, alegando que teria ocorrido cerceamento de defesa.

Fonte: Robson pires

Uma noite mal dormida já traz danos ao cérebro e apetite



noite-mal-dormidaOs malefícios de dormir mal são muitos. A privação de sono crônica pode aumentar os riscos de você ter uma hipertensão, AVC, diabetes, depressão ou mesmo engordar. Mas quantas horas de sono afinal cada pessoa precisa? Isso, na verdade, é muito relativo, para alguns pode ser seis horas, para outros dez! “A média na população seria de sete horas e meia de sono ao dia, mas o ideal seria acordarmos com a sensação de que dormimos o suficiente, ou seja, descansados”, explica a otorrinolaringologista e médica especialista em sono, Angela Beatriz Lana.
O problema é que apenas uma noite mal dormida já pode ocasionar uma série de problemas e, de acordo, com a especialista, um terço da população está dormindo 2 a 3 horas a menos do que precisa. Quer saber mais? Veja alguns dos malefícios da restrição de sono, mesmo por uma noite.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055