martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 24 de setembro de 2022

Bolsonaro tira onda, escancara incapacidade intelectual do ex-presidiário e conclui: "É muita água batizada" (veja o vídeo)

Domingo, 25 de Setembro de 2022




Na conversa com o apresentador do SBT, levada ao ar na noite desta quinta-feira (22), o molusco esbravejou contra o ‘Casa Verde e Amarela’:

"Eu quero construir casa para o povo pintar do jeito que ele quiser, verde, amarela, branca, azul, vermelha… até vermelha eu quero que pinte… Inventar ‘carteira verde e amarela’, ‘casa verde e amarela’, porra, vamos deixar o povo pelo menos o direito de escolher a cor, cara…", diz sem noção e com uma raiva incontida.

Desconcertado, Ratinho ainda tenta esclarecer que o descondenado estava equivocado e que a cor das casas não tinha qualquer relação com o nome do programa habitacional, mas Lula insiste e continua falando sem parar.

Bolsonaro aproveitou a gafe para divulgar o grande trabalho realizado em seu governo na área de habitação e escancarar todo o preconceito do marido da Janja:

"Mula acha que o programa Casa Verde e Amarela, que já entregou mais de 1,2 milhão de moradias às famílias humildes desde 2019, obriga as pessoas a pintarem suas casas de verde e amarelo. E ainda diz que é o povo do interior de São Paulo que é ignorante. É muita água batizada!"

Vale a pena assistir:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

VÍDEO: Inauguração da Havan impedida em Natal ganha destaque nacional na Jovem Pan

Sábado, 24 de Setembro de 2022

A inauguração da loja Havan em Natal, que foi impedida Corpo de Bombeiros sob a alegação de que o estabelecimento deixou de que itens do sistema de segurança não foram cumpridos ganhou destaque nacional através da Jovem Pan.

O canal mostrou a indignação do empresário Luciano Hang ao discursar para empregados e clientes que aguardavam a abertura da loja e na sequência, o comentário do jornalista Jorge Serrão sobre o episódio.

Veja abaixo:

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. A jovem pan acoberta até desinteria sendo do bolsonaro. É a representação mais eloquente do lixo do jornalismo.

    1. Quer dizer que só presta a Globo lixo então , que a 4 anos se dedicou a perseguir o nosso presidente …. Comentário infantil esse seu , se vc é dos fanáticos apoiadores do ex presidiário que trabalha e torce para quanto pior melhor… Não tem moral para falar de jornal nenhum.

  2. O PT precisa do desemprego e da falta de esclarecimento para sobreviver. O PT É O ATRASO DO RN!!!!!🤮🤮🤮🤮🤮

Rússia anuncia prisão de 10 anos para soldado que se recusar a lutar

Sábado, 24 de Setembro de 2022

Foto: Kremlin Press Office

A Rússia anunciou, neste sábado (24/9), regras mais rígidas para soldados que se recusarem a lutar na guerra com a Ucrânia. A nova lei assinada pelo presidente Vladimir Putin prevê prisão de até 10 anos para reservistas que se recusem a lutar, desertem, desobedeçam ou se rendam ao inimigo, segundo a agência de notícias AFP.

Essa nova legislação foi anunciada no mesmo dia em que o governo Russo anunciou a mudança do comandante militar da área de logística.

O Ministério da Defesa informou em comunicado que o general Dmitri Bulgakov foi dispensado e substituído pelo coronel-general Mikhail Mizintsev.

O novo comandante coordenou a invasão em Mariupol, cidade portuária ucraniana, e foi apelidado de açougueiro pela mídia ocidental na época.

Convocação

Essas mudanças anunciadas neste sábado (24/9) acontecem em um contexto de mudança de estratégia russa na guerra contra a Ucrânia.

Putin anunciou na última quarta, a convocação de cerca de 300 mil reservistas para lutar. Moradores russos tentam fugir do país.

No mesmo anúncio, o presidente Russo cogitou o uso de armas nucleares no conflito. Ele disse na ocasião que aquilo não era um blefe.

Metrópoles

OPINIÃO DOS LEITORES

O destino incerto dos Rosados na política de Mossoró

Sábado, 24 de Setembro de 2022

Foto: Fotomontagem Blog do Barreto

Uma análise feita pelo blog do Barreto considerou que Mossoró pode consolidar um cenário de “virada de chave” política no dia 2 de outubro, que vai muito além de uma mudança geracional. A tendência é clara do fracasso dos Rosados nas urnas.

No próximo domingo há grandes chances dos dois últimos tabus caírem:
1) no atual período democrático sempre um Rosado foi o deputado federal mais votado na cidade. Há grandes chances do presidente da Câmara Municipal Lawrence Amorim (SD) quebrar esta escrita.

2) desde 1998 sempre um Rosado ou um de seus agregados é o mais votado para deputado estadual em Mossoró. Hoje Isolda Dantas (PT) desponta para ser a campeã de votos na cidade, mas nomes como Jadson Rolim (SD) e Jorge do Rosário (Avante) podem conquistar esse posto.

Ainda se tem Larissa Rosado e Sandra Rosado com campanhas que não decola e um grande risco de Beto Rosado não se reeleger.

A ex-prefeita Rosalba Ciarlini ainda vem errando em seus apoios, quando escolheu Dr. Anax que tem uma campanha conturbada e quando decidiu apoiar a Governadora Fátima Bezerra (PT). Sabe-se que esse apoio terá um impacto pouco relevante no resultado da eleição de Mossoró.

Os Rosados podem sair das urnas em 2 de outubro resumidos ao mandato de vereadora exercido por Larissa.

OPINIÃO DOS LEITORES

Justiça Eleitoral apura 291 processos que questionam a divulgação de pesquisas de intenção de voto

Sábado, 24 de Setembro de 2022

Foto: Aurelio Alves

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e os Tribunais Regionais Eleitorais em todo o país apuram 291 processos que questionam a divulgação de pesquisas de intenção de voto sobre as eleições de 2022.

Nas sondagens abordadas, foram apontados diversos problemas, como fraudes, ausência de requisitos mínimos para publicação, irregularidades nos questionários ou nos métodos de análise, entre outros.

A maior parte dos processos (52%) solicita acesso ao sistema interno do controle de dados dos levantamentos. Outras 51 ações indicam a divulgação de estudos fraudulentos. Falta de registro no TSE, proibição do acesso dos partidos aos dados e uso para propaganda política na internet e nas redes sociais também são assuntos abordados.

Da lista de ações reconhecidas pela Justiça Eleitoral, 284 constam como julgadas. Entre as sanções impostas pelos ministros aos institutos, estão: retirar do ar materiais em discordância com a legislação ou refazer as consultas nos moldes regulamentados pela Justiça Eleitoral.

Os dados foram levantados pelo Metrópoles no sistema DivulgaCand, na sexta-feira (23/9). A plataforma torna público o quantitativo de processos referentes ao pleito deste ano. As informações podem variar, a depender das movimentações judiciais.

Suspeitas de fraude

Entre os questionamentos protocolados e em análise nos tribunais regionais e no TSE, 51 tratam de suspeitas de fraudes em pesquisas. A maior parte das ações foi registrada em dois estados: Maranhão e Sergipe.

Partidos, candidatos e advogados entraram com denúncias de favorecimento de nomes a partir de modificações em questionários, inconsistências nas perguntas, problemas no resultado, entre outros.

Os pedidos vão desde exigência de explicações dos institutos até a impugnação dos estudos e aplicação de multa.

A maior parte dos processos protocolados na Justiça Eleitoral sobre o tema solicita acesso aos dados internos das consultas de intenção de voto. Pelo menos 154 ações judiciais foram movidas com esse intuito, o que representa 52% do número total de ações com o recorte pesquisas eleitorais acolhidas pelo tribunal.

Os números refletem movimento crescente que visa descredibilizar os estudos – estratégia alimentada, em especial, por redes apoiadoras do presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com as pesquisas mais recentes dos institutos Datafolha, Ipec e Ipespe, por exemplo, o atual titular do Planalto está em segundo lugar nas intenções de voto, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em grupos de aplicativos de mensagens, como WhatsApp e Telegram, bem como em outras redes sociais, a militância bolsonarista segue o roteiro de mostrar confiança na reeleição. Entretanto, há um nítido aumento no esforço para divulgar pesquisas eleitorais de institutos sem tradição e desacreditar levantamentos de institutos mais famosos.

Com informações de Metrópoles

Justiça aceita denúncia do MP e José Dumont vira réu por guardar imagens de pornografia infantil

 Sábado, 24 de Setembro de 2022

Foto: reprodução

O ator José Dumont virou reú pelo crime de armazenamento de imagens de pornografia infantil após a Justiça aceitar a denúncia do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), nesta sexta-feira (23). A decisão foi da juíza Gisele Guida de Faria, da 1ª Vara Especializada em Crimes contra a Criança e o Adolescente.

José Dumont foi preso em flagrante, no último dia 15, em uma ação da Polícia Civil. Investigado por abusos contra um adolescente de 12 anos, ele foi alvo de um mandado de busca e apreensão. Durante as diligências, os agentes encontram o conteúdo de pornografia envolvendo crianças e adolescentes de diversas idades no celular e no computador do ator.

De acordo com informações obtidas pela Record TV, o ator disse aos investigadores que as imagens faziam parte de um estudo para um trabalho sobre o tema.

A Justiça converteu para preventiva (sem prazo) a prisão de José Dumont durante a audiência de custódia, após o juiz ressaltar a gravidade do crime. Ele segue preso no presídio de Benfica, zona norte do Rio. O R7 tenta contato com o advogado do ator. O espaço está aberto para manifestação.

R7

Moraes convidará candidatos à Presidência para conhecer sala de totalização de votos

Sábado, 24 de Setembro de 2022

Foto: 20/06/2017REUTERS/Ueslei Marcelino

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, vai convidar todos os candidatos a presidente e vice-presidente da República, bem como os representantes das entidades fiscalizadoras a comparecerem a sala da Seção de Totalização na próxima quarta-feira (28), às 10h, para conhecerem o local.

A informação foi confirmada à CNN Brasil pela assessoria de comunicação do TSE. Ainda segundo a assessoria, os convites serão encaminhados na próxima segunda-feira (26).

A sala da Seção de Totalização é um espaço de trabalho convencional, com computadores distribuídos em baias e com acesso livre para os representantes das entidades fiscalizadoras, como Ministério Público (MP), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Polícia Federal (PF), partidos políticos, forças armadas e observadores internacionais.

A Seção de Totalização (Setot) é uma das áreas da Secretária de Tecnologia da Informação (STI) do TSE que atua no desenvolvimento dos sistemas de totalização e divulgação dos resultados. O setor é composto por uma equipe de 20 servidores que atuam em conjunto com outros setores do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE).

A equipe não faz a totalização, que é realizada por um computador, que fica no Centro de Processamentos de Dados, sem qualquer interferência humana.

Os sistemas em uso no dia da eleição são lacrados e assinados digitalmente antes das eleições e o resultado de cada seção eleitoral acontece assim que a eleição termina, às 17h, com a emissão dos Boletins de Urna (BU) ainda nas seções eleitorais.

Ou seja, o resultado de cada eleição é conhecido no término da votação, com a impressão do BU, que traz a quantidade de votos depositados em cada urna eletrônica.

Além de ficarem disponíveis para consulta pública nas seções, os BUs também são entregues aos fiscais de partido e serão publicados em tempo real nas Eleições 2022.

Totalização

O Tribunal de Contas da União (TCU) selecionará, aleatoriamente, 4.161 urnas eletrônicas em operação no dia da votação para analisar os boletins de urna, documento emitido em cada seção eleitoral após a conclusão da votação, informou o TSE.

As Forças Armadas, por exemplo, pretendem fazer uma checagem própria sobre a totalização dos votos das eleições presidenciais deste ano. Segundo relatos feitos à CNN Brasil, o objetivo de técnicos militares é fazer uma checagem com uma amostragem de pelo menos 385 boletins de urnas.

CNN Brasil

TSE proíbe Bolsonaro de usar Planalto e Alvorada para lives com conteúdo eleitoral

Sábado, 24 de Setembro de 2022

Foto: reprodução/YouTube

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu o presidente, Jair Bolsonaro (PL), de usar o Planalto, o Palácio da Alvorada e a estrutura do governo para fazer as transmissões de vídeo ao vivo pela internet, com conteúdo eleitoral.

O ministro Benedito Gonçalves, do TSE, atendeu pedido da campanha do candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT), que acusou Bolsonaro de usar a estrutura do governo para promover a própria candidatura.

“Os elementos presentes nos autos são suficientes para concluir, em análise perfunctória, que o acesso a bens e serviços públicos, assegurado a Jair Messias Bolsonaro por força do cargo de Chefe de Governo, foi utilizado em proveito de sua campanha e de candidatos por ele apoiados”, registra a decisão do TSE.

O ministro determinou que Bolsonaro se “abstenha de gravar e transmitir lives de cunho eleitoral, destinadas a promover a sua candidatura ou de terceiros, utilizando-se de bens e serviços públicos a que somente tem acesso em função de seu cargo de presidente da República, inclusive o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto e serviços de tradução de libras custeado pelo Erário, sob pena de multa
de R$20 mil por ato”.

Durante live nesta semana, transmitida da biblioteca do Alvorada, Bolsonaro pediu votos para candidatos aliados. Na ação de investigação judicial eleitoral, a campanha de Ciro apontou “abuso de poder político” cometido pelo presidente e pediu a imediata proibição de novas transmissões nos mesmos moldes, com cunho eleitoral. “A AIJE não se presta apenas à punição de condutas abusivas, quando já consumado o dano ao processo eleitoral. Assume também função preventiva, sendo cabível a concessão de tutela inibitória para prevenir ou mitigar danos à legitimidade do pleito.”

Bolsonaro foi acusado de usar “pelo menos metade do tempo (da live) para as Eleições pelo Brasil”, ao citar transmissão feita na 4ª feira (21.set). O presidente anunciou que passaria a fazer as tradicionais lives semanais diariamente à partir de agora.

SBT News

AO VIVO: PCC ameaça eleições? / Bolsonaro mais perto da vitória (veja o vídeo)

 Sábado, 24 de Setembro de 2022

Para comentar esses e outros assuntos, o Jornal da Noite recebe os jornalistas Claudio Lessa e Diogo Forjaz.

Nova pesquisa Brasmarket mostra Bolsonaro na liderança, para desespero da esquerda. 

E o ex-presidiário Lula passou vergonha no SBT. É um vexame atrás do outro... 

Termine o dia bem informado com o Jornal da Noite!

Assista, compartilhe, contribua para que o Jornal da Cidade Online continue a ser a sua voz. 

  • Fonte/. Jornal da Cidade Online

Lula comete "sincericídio" e revela o erro fundamental em que vive um esquerdista

Sábado, 24 de Setembro de 2022

Eles não acreditam em Deus. Em decorrência, supõem que não exista uma Verdade, logo, a honestidade, para um esquerdista, nada mais é, do que um "cabresto", criado pela burguesia, para controlar o populacho.

Ignorando ensinamentos milenares, que percorrem todas as culturas de leste a oeste, norte a sul e são os pilares de todo o mundo civilizado, jogam no lixo conceitos como moral, correção, retidão, altruísmo, amor ao próximo, honestidade, caridade, cooperação, justiça e fazem uma tábula rasa do ser humano.

Não se trata aqui da crença rousseauneana ultrapassada no "Bom selvagem", que seria corrompido pela sociedade.

Vai além.

Os ditos "progressistas" acreditam que todos somos iguais, corrompidos, corruptíveis e, portanto, o mundo deve ser comandado pelos "mais espertos".

Pregam a total subversão de tudo o que construiu as sociedades civilizadas, para a implantação de algo que subverterá a própria vida selvagem.

A natureza tem regras próprias, que restringem até os instintos mais agressivos e limitam a atuação dos mais fortes, para ocorrer um certo equilíbrio.

A esquerda vai além!

Ao supor e pregar que somos todos iguais, safados e desonestos, para tentar justificar seus atos condenáveis, o condenado em 3 instâncias sonha com um mundo de safadezas, inversões de valores, corrupção e submissão dos que não fizerem parte do grupo no poder.

Disse o ex-detento em sua verborragia habitual, tentando iludir eleitores e colocar a todos no seu mesmo patamar:

"Aqui tem muita gente que já foi presa. Inclusive a Dilma, que ficou 3 anos e meio presa. A gente não quer esconder a safadeza de ninguém, muito menos a nossa própria safadeza."

Tua safadeza já não pode mais ser escondida, ex-detento safado.

Mas seu maior erro, típico de espíritos decaídos e arruinados, é supor que todos somos safados e compactuaremos com safadezas.

Aproveite seu tempo restante para se arrepender e tentar, de alguma forma, reparar todo o mal que já provocou.

Desista dessa ambição pelo poder, que foi a provação a que foi submetido e falhou.

Boa sorte, vai precisar, pode até ser solto pela justiça humana, mas há uma Outra da qual ninguém escapa.

E NÃO. NÃO SOMOS IGUAIS.

PREFERIMOS E ESCOLHEREMOS UM LIDER QUE NÃO TENHA SAFADEZAS PARA ESCONDER.

Pedro Possas. Médico


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nem o discurso na ONU escapou das "proibições" impostas pelo TSE...

 Sábado, 24 de Setembro de 2022

Essas decisões são, em sua maioria, "inéditas". 

Benedito Gonçalves, ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que o presidente Jair Bolsonaro seja proibido de usar, na campanha, imagens do discurso na Organização das Nações Unidas (ONU). Fato inédito, todos os presidentes anteriores, que se candidataram à reeleição (FHC, Lula e Dilma) puderam usar.

O ministro Gonçalves atendeu a pedidos do ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) e da senadora Soraya Thronicke (União Brasil-MS), ambos candidatos ao Planalto. Gonçalves destacou que, apesar de não ser competência da Justiça Eleitoral decidir sobre os temas tratados pelo chefe do Executivo na ONU, ou contrapor os fatos, é preciso observar “o risco à isonomia entre os candidatos em caso de utilização do discurso na propaganda eleitoral do candidato”.

Segundo Gonçalves, a campanha à reeleição tem sido recorrente em explorar fatos que são gerados pelo cargo de presidente.

“Não estamos diante de um fato isolado, mas de um modus operandi evidenciado em uma sucessão de episódios”, observou. 
“Há um contexto em que se tem identificado, até o momento, um esforço do candidato à reeleição em explorar em sua propaganda eleitoral situações propiciadas por sua condição de Chefe de Estado.”

O ministro determinou que eventuais materiais já produzidos com o discurso sejam retirados do ar, sob pena de multa de R$ 20 mil por qualquer peça publicitária ou publicação nas redes sociais.

No início desta semana, o ministro Benedito impediu o presidente Jair Bolsonaro de usar imagens do breve discurso que fez a apoiadores em Londres, antes de comparecer ao velório da rainha Elizabeth II.

Também foi Benedito o responsável por impedir o governo de utilizar fotos do 7 de Setembro na campanha.

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

URGENTE: A mais nova pesquisa eleitoral confirma que eleição deve ser decidida no 1º turno

Sábado, 24 de Setembro de 2022

Quase todos os institutos já identificaram essa realidade.

A nova pesquisa Brasmarket divulgada nesta sexta-feira (23) é implacável.

Tudo caminha para se resolver no 1º turno.

Bolsonaro já tem 14 pontos de vantagem sobre o meliante petista.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643