martins em pauta

sábado, 11 de junho de 2016

JOVEM DESAPARECIDO

Sábado, 11 de junho de 2016

Luiz Gonzaga Da Cunha Neto Desaparecido 

Olá amigos! esse rapaz da foto é primo do nosso amigo Thalles Amorim.
O Jovem chama-se: Luiz Gonzaga Da Cunha Neto, 33 residente em Natal, o mesmo está desaparecido desde as oito horas do dia de hoje 11/06/2016, ele é especial. Saiu de casa e a família não sabe seu paradeiro, peço que se alguém se souber seu paradeiro informar   imediatamente aos familiares que e~sta aflitos,  contato com a família,tel: 98883-3732 - 98798-8429 - 98705-0997

Agradeço a compreensão de todos. Obs: Ele está de bermuda verde e camisa vermelha sem gola.

PEDIMOS ENCARECIDAMENTE QUE SÓ LIGUE COM INFORMAÇÕES VERÍDICAS.



CONVITE MISSA DE 7º DIA

Sábado, 11 de junho de 2016


Os familiares de Edilson de Oliveira Andrade, "Edilson de Néu"ainda consternados com o seu falecimento, convidam parentes, amigos e comunidade, para assistirem a missa de 7º dia do seu falecimento que será celebrada neste domingo 12 de junho as 8:00 horas da manhã na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição  no centro de Martins-RN.


Também neste domingo 12/06, haverá duas missas em Natal que serão celebradas na Igreja do Galo, uma as 10:00 horas da manhã e outra as 19:00 Horas. 

Desde já os familiares agradecem a todos que comparecerem a este ato de Fé e Solidariedade Cristã.

Elemento envolvido num homicídio em Areia Branca é executado dentro de casa na Serra do Mel-RN

Sábado, 11 de junho de 2016

Alexandro Nilson Fernandes, 23 anos de idade, envolvido num crime de homicídio na cidade de Areia Branca, foi morto dentro de casa na Rua Luiz Nogueira de Lucena, na Vila Brasília, na Serra do Mel, no inicio da tarde de hoje, 11 de junho de 2016. 
Segundo informações, por volta de 13 horas, indivíduos invadiram a casa onde a vitima estava morando com a esposa e o mataram em cima da cama, no quarto da residência. 

Um carro foi visto saindo do local, porém ninguém conseguiu anotar a placa. O crime pode estar relacionado à vingança. Alexandro Nilson Fernandes era acusado de participar de um crime de homicídio na cidade de Areia Branca no mês de Fevereiro, passado. 

No dia 19 de maio, ele foi baleado nas pernas numa tentativa de homicídio na Rua José Avelino, por trás da Escola Heloisa Leão, no Bom Jesus. No dia da ocorrência uma adolescente também foi atingida com um disparo no joelho.



Fonte: o Câmera

MARTINS EM PAUTA.COM ULTRAPASSA TRÊS MILHOES E QUINHENTOS MIL ACESSOS

Sábado, 11 de junho de 2016


Total de visualizações de página


Sparkline 3,519,456



Hoje queremos agradecer a você leitor, amigo, critico e colaborador por ultrapassarmos a berreira dos 3.519,356 acessos trazendo informações precisas para todos e isso faz o BLOG MARTINS EM PAUTA.COM um dos mais acessados da nossa região.



Dilma entra com ação na Justiça para usar aviões da FAB, diz coluna

Sábado, 11 de Junho de 2016 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A presidente afastada Dilma Rousseff entrou com uma ação na 6ª Vara Federal de Porto Alegre para ter o direito de usar, sem restrições, os aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Segundo informações da coluna de Lauro Jardim de O Globo, na ação, Dilma é representada por Carlos Araújo, seu ex-marido e pedido é feito na primeira instância porque questiona um parecer do subchefe de Assuntos Jurídicos, Gustavo do Vale Rocha, que restringe ao trecho Brasília-Porto Alegre-Brasília os deslocamentos da presidente afastada.

Cunha recebeu propina no Uruguai, diz ex-vice-presidente da Caixa em delação

Sábado, 11 de Junho de 2016 

Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

O presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), recebeu propina também em contas no Uruguai, desta vez em troca da liberação de recursos do Fundo de Investimento do FGTS para obras superfaturadas. A revelação foi feita pelo ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Fábio Cleto, após acordo de delação premiada, ainda não homologado pelo ministro Teori Zavascki. De acordo com O Globo, Cleto era ligado ao doleiro Lúcio Bolonha Funaro, um dos operadores de propina para Cunha, e conhece as relações entre ambos. Na delação, o ex-vice-presidente da Caixa disse reforçou que o dinheiro destinado a Cunha passou por contas em vários países, como Suíça e Uruguai, e que houve de fato pagamento de R$ 52 milhões em propina para o parlamentar em troca de recursos do FI do FGTS para financiar obras imobiliárias da OAS, Odebrecht e Carioca Engenharia, no Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. Cunha e Cleto foram alvos da Operação Catilinárias, feita pela Procuradoria-Geral da República e pela Polícia Federal em 15 de dezembro do ano passado. Foram apreendidos documentos na residência oficial de Cunha e na Caixa Econômica, onde Cleto trabalhou por mais de quatro anos. Quando surgiram rumores sobre a delação de Cleto, emissários de Funaro teriam procurado a Lava Jato para examinar a possibilidade de o doleiro também fazer o acordo, mas houve mudança de ideia logo depois. Funaro contratou o advogado Antônio Mariz, o mesmo do presidente interino Michel Temer, e passou a dizer que não fará acordo com o Ministério Público. Procurado pelo Globo, Funaro disse que apenas seu advogado falará sobre as acusações de Cleto. O advogado do ex-gestor, Adriano Salles Vanni, disse que não falará sobre o assunto até a deliberação do STF. A defesa de Cunha, por sua vez, afirmou que não comentará as acusações por não ter tido acesso aos autos, e negou que o parlamentar tenha cometido qualquer irregularidade.

Sequestrador de Fabinho Porcino e mais 33 presos fogem de Alcaçuz

Sábado, 11 de junho de 2016


O líder da quadrilha que sequestrou o empresário mossoroense Fábinho Porcino, José Wilson Trajano de Freitas e outros 33 presos fugiram na noite desta quarta-feira (9) da Penintenciário de Alcaçuz, em Nísia Floresta. 

A confirmação e a lista com a relação dos apenados só foi divulgada pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) no final da manhã desta sexta-feira (10). 

Outros quatro detentos foram capturados pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque). Eles estavam em um veículo quando foram abordados pela guarnição. Uma mulher que dava cobertura na fuga foi detida e levada à DP de Plantão. 

José Wilson Trajano de Freitas, líder do bando, foi preso em junho de 2013 na cidade de Macapá, no Estado do Amapá. Ele, juntamente com José Carlos Anastácio Leitão e Rivelino Raquel Filho foram condenados à penas que somadas chegam a 46 anos e 6 meses de reclusão. 

O sequestro 

Por volta das 15h do dia 10 de junho de 2013, o empresário Fabinho Porcino foi sequestrado na concessionária da Mitsubish, que ele administra na Avenida Lauro Monte, em Mossoró. 

Segundo a Polícia Militar, o sequestro teria sido praticado por um grupo de, no mínimo, oito homens armados. Fabinho é filho do também empresário Fabio Porcino e primo de Popó Porcino, que também foi vítima de sequestro. 

O empresário foi resgatado pelas Polícias civis dos RN e CE em um cativeiro no Município de Canindé, no estado do Ceará. Na ocasião, dois guardas do cativeiros foram presos pelos agentes e um terceiro conseguiu fugir. 

O líder da quadrilha que sequestrou o empresário mossoroense Fábinho Porcino, José Wilson Trajano de Freitas e outros 33 presos fugiram na noite desta quarta-feira (9) da Penintenciário de Alcaçuz, em Nísia Floresta. 

A confirmação e a lista com a relação dos apenados só foi divulgada pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) no final da manhã desta sexta-feira (10). 

Outros quatro detentos foram capturados pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque). Eles estavam em um veículo quando foram abordados pela guarnição. Uma mulher que dava cobertura na fuga foi detida e levada à DP de Plantão. 

José Wilson Trajano de Freitas, líder do bando, foi preso em junho de 2013 na cidade de Macapá, no Estado do Amapá. Ele, juntamente com José Carlos Anastácio Leitão e Rivelino Raquel Filho foram condenados à penas que somadas chegam a 46 anos e 6 meses de reclusão. 

O sequestro 

Por volta das 15h do dia 10 de junho de 2013, o empresário Fabinho Porcino foi sequestrado na concessionária da Mitsubish, que ele administra na Avenida Lauro Monte, em Mossoró. 

Segundo a Polícia Militar, o sequestro teria sido praticado por um grupo de, no mínimo, oito homens armados. Fabinho é filho do também empresário Fabio Porcino e primo de Popó Porcino, que também foi vítima de sequestro. 

O empresário foi resgatado pelas Polícias civis dos RN e CE em um cativeiro no Município de Canindé, no estado do Ceará. Na ocasião, dois guardas do cativeiros foram presos pelos agentes e um terceiro conseguiu fugir.


Empresário Fabinho Porcino ficou 4 dias em um cativeiro no município de Canindé (Arquiv 

Empresário Fabinho Porcino ficou 4 dias em um cativeiro no município de Canindé (Arquivo: Cezar Alves) 


Confira a lista dos 33 presos 

Antônio Ribeiro da Silva, 
Cauê Martins da Costa, 
Cleudson Webster da Silva, 
Erasmo Carlos da Silva Fernandes, 
Eudes Rocha B. de Sena, 
Francisco Fagner da Silva, 
Hildeoclécio Cruz dos Santos, 
Jamilson Barbosa da Silva, 
Jariedson Bezerra de Moura, 
João Danil Wanderley de França, 
José Anchieta Fernandes, 
José Anderson Pinto da Silva, 
José Jocenildo de Morais Fernandes, 
José Rosivan Felix, 
Júlio Douglas da Silva Fonseca, 
Leandro da Silva Souto, 
Lenílson Lopes Pereira, 
Mayksamy dos Santos Pontes, 
Michel Plateny da Costa Moura, 
Nielson Wallace da Fonseca, 
Paulo Eduardo Lopes de Oliveira, 
Pedro Adelaide Cavalcante da Silva, 
Rafael Macêdo Vital, 
Ramon Augusto Lopes Marques, 
Ranielly Brito de Azevedo, 
Rivanildo Pereira Medeiros, 
Ronaldo da Silva Ribeiro e 
Sandro Afonso de Souza Tavares. 

Com informações do G1


Fonte: J.Belmont

Mulher é baleada enquanto dava comida ao filho durante a madrugada no bairro na Favela do Velho em Mossoró.

Sábado, 11 de Junho de 2016



Uma menor identificada como Shirley Silva Santos de 17 anos, foi atingida por dois disparos de arma de fogo, durante a madrugada deste sábado 11 de junho, no final da Rua Antônio Bento na Favela do Velho em Mossoró RN. 

O caso foi registrado por volta de 01h30min e segundo informações repassadas pela própria vítima à Polícia Militar, ela estava na calçada de sua casa, dando comida para o filho, quando indivíduos passaram em um veículo efetuando disparos de arma de fogo em via pública e a mesma acabou sendo atingida por balas perdidas. 

A adolescente foi ferida no braço esquerdo e no dedo da mão da mão direita. Ela foi socorrida por uma Unidade de Suporte Básico do Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia e não corre risco de morrer. 

A Polícia Militar foi acionada para a ocorrência e mesmo diante das buscas realizadas no local, não conseguiu localizar e identificar os suspeitos.



Fonte: Fim da Linha

Suspeito de esfaquear adolescente é preso em Alto do Rodrigues

Sábado, 11 de junho de 2016


A Polícia Militar prendeu nesta quinta-feira (9) um homem suspeito de esfaquear, na noite anterior, uma adolescente de apenas 17 anos na cidade de Alto do Rodrigues. O homem foi identificado como Francisco das Chagas Lima Guimarães, “Gago”, sendo autuado por tentativa de homicídio. “Gago” foi conduzido à Polícia Civil e ficou à disposição da Justiça. SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

EXCLUSIVO: INDUSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE MOSSORÓ REGISTRA IRREGULARIDADES E CRIMES EM SÉRIE


Sábado, 11 de junho de 2016


ATÉ CÁRCERE PRIVADO DE OPERÁRIOS FOI DESCOBERTO NESTA QUINTA-FEIRA, 9, NO ECOVILE

O PRESIDENTE DO SINTRACOM FRANCISCO NEVES BRITOS FAZ DENÚNIAS EXPLOSIVAS QUE ATINGEM ATÉ A DELEGACIA REGIONAL DO TRABALHO E A PREFEITURA DE MOSSORÓ

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil de Mossoró, Francisco Neves Brito – Biró – Fotos e vídeo: iPad Skarlack

Exclusivo.

A crise econômica que impera em nível nacional está provocando uma verdadeira série de irregularidades e crimes na indústria da construção civil no município de Mossoró.

Cárcere privado de operários em canteiros de obras, contratação de pessoal sem atendimento das normas trabalhistas, construção de imóveis com material abaixo do mínimo exigido, falta de fiscalização por Parte da Delegacia Regional do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho são apenas algumas das irregularidades denunciadas.

O dossiê explosivo sobre estes e outros crimes que estão sendo registrados na maioria das obras de Mossoró, especialmente, do projeto Minha Casa Minha Gente, foi denunciado pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Mossoró (SINTRACOM), Francisco Neves Brito – Biró – em entrevista exclusiva.

Como agravante, Francisco Neves acrescenta que a falta de investimentos da Prefeitura Municipal de Mossoró na construção civil tem contribuído para o agravamento do quadro de caos que impera no setor.

Atualmente, o SINTRACOM contabiliza 50% de seus 14 mil associados desempregados, o que é considerado um recorde no setor.

Um exemplo do ambiente tenebroso que assola a construção civil em Mossoró, aconteceu nesta quinta-feira, 9, quando a direção do SINTRACOM recebeu uma denúncia que na Ecovile, a empresa P2 vinha mantendo em cárcere privado, cinco operários.

– Fomos lá comprovamos o crime e tivemos que trazer os cinco operários para a sede do sindicato, onde, para evitar um escândalo maior a direção da empresa pagou Aos operários e eles foram liberados para suas residências, em Natal, revela Francisco Neves.

Presidente do SINTRACOM e assessores apresentam detalhes de crimes que estão ocorrendo em Mossoró

A manutenção de operários em cárcere privado vem acontecendo em galpões instalados em alguns canteiros de obras. Nestes locais, trabalhadores que chegam de outros municípios, são mantidos em espaços com material de construção e entulhos e sem direito a alimentação e outros benefícios.

Confira a primeira parte da entrevista exclusiva do presidente do SINTRACOM, Francisco Neves, no Videocast Antenado:


Fonte: Carlos Skarlack

Janot pede ao STF que mande caso de Lula e Delcídio para Sérgio Moro

Sábado, 11 de junho de 2016


Ex-senador deixou de ter foro privilegiado; Teori decide se caso vai para Moro. 
Delcídio acusou Lula de tentar pagar para calar Nestor Ceveró; Lula nega.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para remeter ao juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal do Paraná, as investigações relativas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula e ao ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). Em acordo de delação premiada, Delcídio acusou Lula de tentar evitar que o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró colaborasse com a Operação Lava Jato

No início de maio, Lula foi denunciado por obstruir as investigações da Lava Jato. A acusação formal, feita pela Procuradoria Geral da República (PGR), foi incluída na denúncia contra Delcídio do Amaral. Como Delcídio era senador na época, só podia ser investigado pelo Supremo. Com a cassação do mandato dele, a PGR entendeu que o caso deveria ir para a primeira instância. Ainda cabe ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, decidir.




Fonte: J.Belmont

Protesto contra Temer reúne grupo de pessoas e fecha a Avenida Paulista

Sábado, 11 de junho de 2016


Milhares de pessoas se reúnem neste momento na Avenida Paulista, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), em um protesto contra o presidente interino Michel Temer. O ato deve contar com a presença do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. O número de manifestantes ainda não foi informado pela Polícia Militar.

O ato foi convocado pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo sem Medo e reúne movimentos e centrais sindicais como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Nacional dos Estudantes (UNE), Intersindical, CTB, Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), entre outros.

Até ele?! Romário é suspeito de receber caixa dois de empreiteira do petrolão

Sábado, 11 de junho de 2016



A revista Época destaca que a Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal para investigar o senador Romário (PSB-RJ) pela suspeita de receber caixa dois de campanha na eleição de 2014. De acordo com a investigação, a suspeita é que a empreiteira Odebrecht supostamente deu R$ 100 mil ao senador.

Registrada no STF como a petição 6.052, a investigação sigilosa ainda é inicial e caberá aos aos procuradores levantar provas se de fato houve pagamentos ao senador. Ele nega. O indício surgiu a partir de mensagens de celular trocadas entre Marcelo Odebrecht e seu subordinado Benedicto Barbosa da Silva Júnior, logo após a eleição de 2014.

Benedicto é um dos principais executivos da Odebrecht e ganhou notoriedade por manter um controle de valores ligados a mais de 200 políticos. Assim como o chefe Marcelo Odebrecht, ele chegou a ser preso pela Lava Jato. As conversas foram apreendidas pela Polícia Federal na fase da Operação Lava Jato que prendeu Marcelo Odebrecht.

A suspeita é que a Odebrecht pagou R$ 100 mil de caixa dois para Romário, após a eleição vitoriosa para o Senado, em 2014. Na petição levada ao Supremo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que a conversa entre os dois empresários é um indício da “prática habitual e sistemática de pagamento de propina”. Apesar de o diálogo citar R$ 100 mil para Romário, oficialmente não houve doações para o candidato, o que levantou à suspeita de caixa dois. A investigação, contudo, ainda está nos primeiros passos para tentar descobrir se efetivamente foi pago o montante tratado nas conversas. 

Esse é o primeiro caso até aqui revelado sobre as provas obtidas a partir das mensagens de celular de Marcelo Odebrecht. O potencial é explosivo. Em seu telefone celular, o empreiteiro mantinha uma vasta coleção de anotações sobre a Lava Jato. Foi dali que surgiram as investigações sobre os dissidentes da Polícia Federal e os primeiros sinais de que a empresa sabia do risco das contas na Suíça. As revelações caíram como uma bomba e foram o primeiro passo da derrocada da maior empreiteira do país. A Procuradoria-Geral da República começa agora a investigar os diversos rastros deixados pelas mensagens que ele trocou com colegas da Odebrecht sobre diversos políticos na campanha de 2014.

O caso de Romário foi tipificado como dois crimes a ser investigados: corrupção e lavagem de dinheiro. O pedido de Janot foi encaminhado ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Teori poderá tomar dois caminhos. Se entender que o caso tem relação com o petrolão, ele deverá abrir um inquérito. Ele pode ainda submeter a decisão ao presidente do STF, Ricardo Lewandowski, caso conclua que não há relação direta com os desvios da Petrobras.

Por meio de sua assessoria, Romário negou as suspeitas e disse que nem sequer houve tratativas com a empreiteiras. “O senador Romário não recebeu qualquer doação da Odebrecht nem intermediou qualquer doação a outras campanhas. Todas as doações recebidas foram legais e registradas na prestação de contas da campanha de 2014. Romário nunca conversou com Marcelo Odebrecht ou com qualquer pessoa que tenha se identificado como seu emissário. Enquanto candidato, ele também não autorizou qualquer pessoa a falar em seu nome”, disse. Na nota, Romário afirmou que “refuta veementemente qualquer acusação de doações ilegais em suas campanhas”. A Odebrecht disse que não iria comentar.

Fonte: Robson Pires

Obras do São Francisco serão concluídas neste ano, diz ministro

Sábado, 11 de junho de 2016


Em visita às obras do São Francisco, nesta sexta-feira (10), o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, afirmou que as obras físicas do Projeto serão entregues no mês de dezembro e, a partir de então, os reservatórios serão gradativamente enchidos, enquanto obras complementares, em parceria com os estados, serão executadas, fazendo chegar água à população.

“Determinamos às construtoras que ampliem ao máximo a capacidade de execução das obras para que cumpramos o prazo dado pelo presidente Michel Temer”, frisou o ministro.

Helder Barbalho lembrou que, na média, essa ampliação de produtividade será de 42%. “Dessa forma, a água poderá contribuir com o abastecimento dos reservatórios de Orós e também do Castanhão, com repercussão imediata nas áreas com maior densidade populacional do estado do Ceará”, explicou.

Fonte: Robson Pires

Filme pornô se baseia na operação Lava Jato

Sábado, 11 de junho de 2016


Big Macky e Britney Bitch “interpretam” deputado e acompanhante de luxo no pornô “Operação Leva-Jato”

A regra sempre foi clara na Brasileirinhas: Apenas hits do sertanejo, letras de duplo sentido do funk e blockbusters do cinema servem como inspiração para os roteiros de filmes do gênero pornográficos. A razão era simples: “Assuntos como política não excitam ninguém”, costumava dizer Clayton Nunes, proprietário da produtora de filmes pornôs. E quem poderia dizer o contrário?

Mas foi justamente ao abrir as pernas para um assunto até então brochante que a Brasileirinhas bateu seu recorde. “Operação Leva Jato” usa o pano de fundo da corrupção para a sacanagem e se tornou o maior lançamento da produtora nos últimos seis anos.

Se antes filmes como “Ai, Se Eu Te pego”, “Velozes e Foderosas” e “Arrombando a Porta dos Fundos” eram vistos por 70 mil pessoas, “Leva Jato” dobrou a meta: São 180 mil visualizações por dia – um marco em um momento em que a produtora ainda busca se reposicionar no mercado com a queda da comercialização de DVD’s.

“Operação Leva Jato” não poderia ter sido lançado em momento mais propício: “Foi bem no dia que [Michel] Temer assumiu o lugar de uma presidenta empichada por um crime que vários outros presidentes cometeram, mas que não tiveram o mesmo destino”, explica Clayton. O produtor, no entanto, se adianta e diz que mesmo assim não defende Dilma Rousseff. “Ela foi a pior administradora que este país já teve”.

O lema da produtora agora é relaxar, gozar e… se conscientizar. “Espero que este filme faça até quem não goste de política pensar: ‘Caramba, se fizeram até filme pornô com isto acho que realmente é preciso saber direito o que está acontecendo’. Sinto que o brasileiro precisa ser mais politizado”.

UOL

Lula apela a Temer que permita a volta de Dilma e dispute as eleições em 2018

Sábado, 11 de junho de 2016


Em discurso de cerca de 35 minutos para milhares de pessoas na noite de hoje (10), na Avenida Paulista, em São Paulo, o ex-presidente Lula criticou por diversas vezes o governo de Michel Temer e apelou ao presidente da República interino que “Por favor, permita que o povo retome o governo com a Dilma e participe das eleições em 2018 para ver se você vai ser presidente”.

“Não vou falar fora Temer porque, da minha parte, não fica bem. Temer, você é um advogado constitucionalista e você sabe que não agiu correto assumindo a presidência interinamente”, disse Lula.

Polícia Federal mantém Odebrecht em cela isolada por medo de agressões

Sábado, 11 de Junho de 2016 

Foto: Cicero Rodrigues / World Economic Forum

O medo de agressões contra Marcelo Odebrecht faz a Polícia Federal o manter em uma cela isolada na superintendência de Curitiba. Segundo informações do jornalista Lauro Jardim, delegados temem inclusive que alguém seja preso com o objetivo com o objetivo de atacar o ex-presidente do grupo Odebrecht. Ele está detido desde junho de 2015, quando foi alvo de uma fase da Operação Lava Jato, e se tornou réu da Justiça no mês seguinte. Em março deste ano ele foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a 19 anos e 4 meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e por integrar organização criminosa.

Manifestantes protestam contra governo de Michel Temer no Campo Grande

Sábado, 10 de Junho de 2016 

Foto: Almiro Lopes / Correio
Um grupo de manifestantes contrários ao governo interino de Michel Temer protestou no bairro do Campo Grande durante a tarde desta sexta-feira (10). O ato começou por volta de 15h e durou pouco mais de três horas. Os participantes seguiram em caminhada até a Praça Castro Alves com bandeiras de apoio à presidente afastada Dilma Rousseff. O ex-governador da Bahia e ex-chefe da Casa Civil do governo da petista, Jaques Wagner, compareceu ao protesto. Em todo país, 24 estados e o Distrito Federal registraram protestos contra a gestão do peemedebista.

Em reunião, Temer afirma que não vai fazer nada contra os trabalhadores

Sábado, 10 de Junho de 2016 

Foto: Beto Barata /PR

Em reunião com sindicalistas aliados à sua gestão, nesta sexta (10), o presidente em exercício, Michel Temer, disse que não vai fazer nada contra os trabalhadores. “Temos que fazer mudanças por meio do diálogo. Não podemos ir da cordialidade para a falta de cordialidade", afirmou em uma das falas da reunião reproduzidas em sua conta no Twitter. Ele também fez críticas à postura adotada pelos que apoiavam o governo da presidente afastada Dilma Rousseff e segundo o peemedebista, não houve transição quando assumiu o Palácio do Planalto. "Não tivemos portas abertas", disse. O presidente em exercício voltou a dizer que pegou o País em grandes dificuldades. "Elas são maiores do que vocês podem imaginar", afirmou ele, ressaltando que essas dificuldades o levaram a apurar a meta fiscal de déficit de R$ 170 bilhões para este ano. "Lembro que foi o governo anterior que mandou a proposta para ampliar a meta. Quando votamos, o que fizeram? Votaram contra e tumultuaram a sessão", disse, também lembrando que a Desvinculação de Receitas da União (DRU), aprovada na Câmara nesta semana, foi proposta pelo governo Dilma Rousseff. "E os que propuseram votaram contra". Na reunião, o presidente interino enfatisou que sua primeira medida foi a de harmonizar os Poderes Legislativo e Executivo. "Quando cheguei ao governo, verifiquei matérias que estavam há meses sem votar. Estamos no governo há 27 dias e aprovamos medidas importantes", afirmou. Participaram do encontro, no Palácio do Jaburu, representantes da Força Sindical, Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST). A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) não têm participado dos encontros por serem contrárias ao governo Temer.

'Um estupro a cada um minuto ocorre no Brasil', denuncia Fórum de Segurança Pública

Sábado, 11 de Junho de 2016

Foto: Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados

Estima-se que uma pessoa é estuprada a cada um minuto no Brasil. Os dados são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e foram apresentados durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (9) pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara do Deputados. A representante do fórum, Olaya Hanashiro, informou que em 2014 foram notificados 47.646 casos de estupro, mas como a notificação só atinge 10% dos casos estima-se um número próximo a 500 mil. "Esses equipamentos públicos que recebem as vítimas acabam afastando a vítima que evita passar por outra violação de seus direitos, por outra agressão quando tem que procurar um equipamento que não está adequado, isso se ele existir", afirmou. Ainda de acordo com os dados do total de estupros, 70% são praticados contra crianças e adolescentes. Para o presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Fábio Paes, é preciso investir em políticas públicas e também na educação, desde os primeiros anos do ensino fundamental, para mudar a cultura que considera normal atos de violência contra crianças e adolescentes, inclusive no ambiente escolar. "A pesquisa 'Ser Menina' denuncia que os maiores abusos contra crianças e adolescentes ocorrem nos banheiros das escolas", criticou Paes. Para a ex-ministra da Secretaria de Política para Mulheres, Eleonora Menicucci, é preciso enfrentar a cultura da violência que está ligada ao modelo patriarcal e machista com que o Brasil foi colonizado. Já o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) afirmou que não existe no Brasil uma cultura de estupro, mas pessoas desequilibradas que cometem esse tipo de violência. Para ele, é fundamental que se combata a erotização precoce para evitar o aumento da violência sexual. No discurso o deputado foi duramenmte criticado pelos presentes e vaiado. A Comissão de Direitos Humanos vai reunir as informações da audiência pública em uma cartilha para enfrentamento ao estupro.

Incrível! "Fantasma" aparece em foto de turista em montanha

Sábado, 11 de junho de 2016

Uma mulher e uma amiga que visitavam o Pico Dundas, em Hamilton (Canadá), posaram para fotos em uma pedra no limite de um precipício:

Até aí tudo bem. Só que a mulher foi dar uma olhada na conta no Instagram de um primo, que havia visitado o mesmo local havia poucos dias e feito uma foto semelhante.

A mulher se surpreendeu com o que ela alega ser um "fantasma" na imagem. Uma figura aparentemente humana aparece no paredão rochoso:

"Sei que você provavelmente vai pensar que se trata de um corajoso montanhista, mas acredite em mim: esse ponto é completamente inacessível", escreveu a mulher que postou as imagens no Reddit.


Fonte: Page Not Found

VÍDEO: LADRÃO DE MOTO SE DÁ MAL!

Sábado, 11 de junho de 2016


Dois vagabundos chegam de moto em posto de combustível para roubar uma moto de um cliente que se encontrava no interior da conveniência, o carona desce e entra para abordar o dono da moto e para pegar a chave mas ele acaba se enrolando para dar partida quando de repente a vítima parte pra cima do ladrão imobilizando enquanto seu comparsa foge do local, ao perceberem o assalto populares também vão em cima do vagabundo e metem a porrada.


Via papodepolicia

O ‘japonês da federal’ vai usar tornozeleira eletrônica

Sábado, 11 de junho de 2016

O agente federal Newton Ishii, o ‘Japonês da Federal’, vai cumprir pena de tornozeleira eletrônica. Condenado a 4 anos e dois meses por facilitação de contrabando na fronteira de Foz do Iguaçu, ele deve colocar a tornozeleira ainda nesta sexta-feira(10/6).

O ‘Japonês da Federal’ está preso desde terça-feira(7/6), em Curitiba. Ishii foi condenado em 2009 pela Justiça Federal no Paraná por corrupção e descaminho, ao supostamente facilitar a entrada no Brasil de produtos contrabandeados do Paraguai. A condenação foi mantida pelo Superior Tribunal de Justiça em março deste ano. A Corte determinou pena de quatro anos e dois meses de prisão.

Fonte: Robson Pires

​Prefeitura de Natal entrega reforma do Viaduto do Baldo e o libera ao tráfego

Sábado, 11 de junho de 2016


A Prefeitura de Natal entregou na tarde desta sexta-feira (10) o Viaduto do Baldo, após realizar uma ampla revitalização da sua estrutura. A entrega contou com a presença do prefeito Carlos Eduardo, que destacou a importância da recuperação do viaduto para o trânsito de Natal, sobretudo na Zona Leste. “Estamos entregamos hoje um importante instrumento de mobilidade urbana para a cidade de Natal. Sabemos da necessidade do Viaduto do Baldo, pois ele faz a ligação do Centro da cidade para a Zona Sul”, afirmou o prefeito.

Carlos Eduardo também ressaltou o compromisso da atual gestão com a questão da mobilidade urbana da capital potiguar, elencando duas obras no setor. “Com muito esforço e trabalho, a Prefeitura de Natal entregou a maior obra de mobilidade urbana da história de Natal: o complexo viário Dom Eugênio Sales, composto por seis túneis, dois viadutos — um deles estaiado — e, mais recentemente, entregamos o binário da avenida Capitão-Mor Gouveia e Jerônimo Câmara”, elencou o chefe do Executivo municipal. “Mesmo com toda a dificuldade financeira que vem enfrentando, a Prefeitura de Natal concluiu essa obra tão importante para o tráfego da nossa cidade com 100% de recursos próprios. Honramos o nosso compromisso e entregamos o Viaduto do Baldo, que agora está de volta para a população natalense”.


Fonte: Robson Pires

Polícia Federal intima ex-ministro Delfim Netto na Operação Lava Jato

Sábado, 11 de junho de 2016


A Polícia Federal (PF) de Curitiba intimou o ex-ministro da Fazenda Delfim Netto a prestar esclarecimentos referentes à Operação Lava Jato. A intimação determina que Delfim apresente documentos comprovando os serviços prestados por ele à Odebrecht e que justifiquem o pagamento de R$ 240 mil, entregues em espécie ao sobrinho do ex-ministro, Luiz Apollonio Neto.

A audiência ainda não tem data definida para acontecer. Delfim havia sido citado na delação premiada do ex-executivo da Andrade Gutierrez Flávio Barra, homologada em abril pelo Supremo Tribunal Federal (STF). No depoimento, Barra afirmou que a empreiteira teria pago propina de R$ 15 milhões a Delfim na fase final das negociações para construção da Usina de Belo Monte em 2010.

Janot nega ter vazado pedidos de prisão e diz que não escolhe 'transgressores' preferidos

Sábado, 11 de junho de 2016

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, negou ser o responsável pelo vazamento dos pedidos de prisão contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em entrevista concedida nesta sexta-feira (10) ele ainda garantiu que o vazamento não partir da Procuradoria-Geral da República (PGR) e vai buscar punir os responsáveis. “Afirmo, senhores, peremptoriamente, o vazamento não foi da PGR. Aliás, envidarei todos os esforços que estiverem ao meu alcance para descobrir e punir quem cometeu esse crime. Como hipótese investigativa inicial, vale a pergunta: a quem esse vazamento beneficiou? Ao Ministério Público não foi”, disse. Janot ainda declarou que "nunca terei transgressores preferidos". "Da esquerda à direita, do anônimo às mais poderosas autoridades, ninguém, ninguém mesmo, estará acima da lei, no que depender do Ministério Público", afirmou o procurador.

PGR envia ao Supremo terceira denúncia contra Eduardo Cunha

Sábado, 11 de Junho de 2016

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (10), a terceira denúncia contra o presidente afastado da Câmara, deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na Operação Lava Jato. De acordo com o G1, o inteiro teor da denúncia não foi divulgado, mas é relacionado ao suposto envolvimento do peemedebista em desvios nas obras do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. A acusação é embasada nas delações premiadas dos empresário Ricardo Pernambuco e Ricardo Pernambuco Júnior, da Carioca Engenharia. Ainda segundo a publicação, o deputado afastado teria recebido R$ 52 milhões em propina do consórcio formado por Odebrecht, OAS e Carioca Christiani Nielsen Engenharia, que atuava na obra do Porto Maravilha. Cabe agora ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, notificar Cunha para que ele apresente a defesa. Depois, os ministros decidirão se, em razão da denúncia, ele se tornará réu ou não. Nesta sexta, Zavascki liberou para julgamento em plenário a segunda denúncia contra Cunha (veja mais aqui). Caso os ministros decidam por acatar a denúncia, o peemedebista se torna réu no segundo processo. O primeiro investiga se ele recebeu US$ 5 milhões em propina de contratos de navios-sonda da Petrobras.

Defesa de Sarney pede ao STF acesso a pedido de prisão e punição por vazamento de áudios

Sábado, 11 de Junho de 2016 

Foto: Agência Brasil
A defesa do ex-presidente e ex-senador José Sarney (PMDB-AL) requereu ao Supremo Tribunal Federal (STF) acesso ao pedido de prisão contra ele feito pela Procuradoria Geral da República (PGR), por suspeita de tentar obstruir a Operação Lava Jato. A PGR pediu a prisão do peemedebista, com monitoramento eletrônico e uso de tornozeleira. Além de Sarney, a Procuradoria pediu também a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). De acordo com o G1, a defesa de Sarney também pediu abertura de investigação para identificar e punir os responsáveis pelo vazamento de gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que mostram as conversas com Sarney, que motivaram o pedido de prisão. O advogado de Sarney, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, solicitou ainda acesso às gravações e à delação premiada de Machado para fazer a defesa do ex-presidente antes de o STF decidir sobre o pedido de prisão. Para a defesa, a gravação se deu de forma “obscura e estranha” e o objetivo do vazamento foi “constranger” o STF a decretar as prisões.

Estatal de MG fechou acordo com pai de Aécio na época que tucano era governador

Sábado, 11 de Junho de 2016 

Foto: Roque de Sá / Agência Senado
A estatal mineira Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais) fechou termo de parceria com a empresa Perfil Agropecuária, do pai do senador Aécio Neves (PSDB), na época em que o tucano era governador do Estado. O termo foi assinado em 19 de março de 2010, 11 dias antes de Aécio renunciar ao mandato para concorrer ao Senado, de acordo com a Folha, e previa pagamento de R$ 250 mil para a empresa de Aécio Ferreira da Cunha (1927-2010), pela produção de feijão na sua própria fazenda, em Montezuma. Segundo a publicação, foram desembolsados R$ 150 mil em dezembro do mesmo ano e, após a morte de Cunha, a empresa foi herdada por Aécio e por sua irmã, Andrea Neves. O acordo previa a plantação de 1,4 kg de sementes de feijão que seriam vendidas preferencialmente à própria estatal, e tinha validade de 12 meses. A justificativa para uso da fazenda da família de Aécio era que a Epamig não tinha estrutura e precisaria atuar em conjunto com outros produtores, além de que a Perfil tinha "condição técnica e socioeconômica" para produzir as sementes. Como contrapartida, a empresa usaria sua propriedade e ensacariao feijão. Aécio Neves e a Epamig afirmaram à publicação que a parceria foi legal. A estatal disse que assina termos com entidades que manifestam intenção de produzir as sementes, enquanto Aécio garantiu que não houve "qualquer interferência do Estado". Na últimaquarta-feira (8), um deputado do PT de Minas Gerais entrou com pedido de investigação no Ministério Público sobre o termo de parceria, para que seja apurado se houve favorecimento de familiares no episódio.

Jonga Bacelar nega manobra no Conselho de Ética: 'Quem falou é analfabeto da política'

Sábado, 11 de Junho de 2016

por Guilherme Ferreira
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) negou que seu voto em separado faça parte de uma manobra para salvar o presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele argumenta que quem de fato pratica uma manobra é o presidente do colegiado e seu correligionário, José Carlos Araújo (PR-BA). "Consta no regimento. Quem falou que é manobra é analfabeto da política e não sabe ler o regimento", critica. O parlamentar apresentou o voto em separado na última sessão do Conselho de Ética, na terça-feira (7), e sugere uma suspensão de três meses para Cunha, em vez da cassação do mandato. Jonga Bacelar ainda acusa Araújo de esperar ter os votos suficientes para cassação antes votar a denúncia contra o presidente afastado. "Manobra está sendo feita pelo presidente do Conselho, que não votou essa semana porque não tinha voto pra derrotar meu voto em separado. Isso que é manobra. Só bota pra votar no dia que tiver voto?", reclamou. O deputado também acredita que a decisão de não apoiar a cassação não deve prejudicar suas próximas candidaturas, apesar de parte da opinião pública estar contra Cunha, pois "outra é favorável" ao peemedebista. "Não prejudica em nada. Estou dando uma punição a ele", argumenta.

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Jovem é baleado durante tentativa de assalto nas Barrocas em Mossoró

Sexta, 10 da junho de 2016


Uma tentativa de assalto numa loja de vender roubas, na Avenida Alberto Maranhão, no bairro Barrocas em Mossoró, terminou com um cliente baleado no rosto, por um dos assaltantes. 

João Hélio Galvão da Silva, de 20 anos de idade, morador da Rua Emilio Castelar, sofreu um disparo no rosto. Segundo informações, ele estava como cliente na loja, quando um casal chegou e anunciou o assalto. A polícia acredita que ele tenha esboçado algum tipo de reação que chamou a atenção do bandido. 

Segando a família, João Hélio não tem envolvimento com crime, o que descarta a possibilidade de tentativa de homicídio. O casal fugiu sem levar nada. Depois dos primeiros socorros no local ele foi levado para o Hospital Tarcísio Maia e aparentemente não corre riscos de morrer. 


Fonte: O Câmera

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055