martins em pauta

sábado, 18 de junho de 2016

121ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Adolescente raptado de casa na madrugada de hoje foi encontrado morto no Sitio Ingá

Sábado,18 de junho de 2016


O corpo do adolescente Jean Carlos Faustino de Brito de 17 anos de idade, foi encontrado numa estrada carroçável no Sitio Ingá, região do Bom Jesus, em Mossoró região Oeste do Rio Grande do Norte. 

Ele foi raptado de casa na Rua Maria Almeida, no Planalto da Liberdade, por volta de 1 hora da madrugada de hoje, 18 de junho, por quatro homens fortemente armados e dizendo ser polícia. 

Segundo informações de pessoas próximas a família, o menor era do tipo trabalhoso com envolvimento em vários delitos na região e era usuário de drogas. Os acusados quebraram a porta de frente da residência onde o adolescente dormia com o pai e o localizaram escondido dentro de um guarda roupas. 

Ele foi morto com um disparo de escopeta calibre 12 no peito e outros disparos de uma arma de menor calibre. O corpo foi encontrado caído as margens de uma estrada carroçável entre o Bom Jesus e o Bar do Jacaré, no Sitio Ingá. 

Depois dos procedimentos no local o corpo de Jean Carlos Faustino de Brito, foi removido para a sede do Instituto Tecnico e Cientifico de Pericia, Itep, onde será necropsiado.


Fonte: O Câmera

Revólveres são furtados do Quartel Geral da PM no RN; comando apura

Sábado, 18 de junho de 2016


Pelo menos 11 revólveres foram furtados de dentro do Quartel Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. O prédio fica no bairro Tirol, na Zona Leste de Natal. Em Boletim Geral publicado no dia 27 de maio, o coronel Dancleiton Pereira, comandante geral da corporação, determinou a instauração de um Inquérito Policial Militar (IPM) para “apurar responsabilidade de quem se achar em culpa”.

Um oficial da PM, que pediu para não ser identificado, relatou que as armas que sumiram fazem parte de um lote contendo 300 unidades. “Os revólveres estavam em duas caixas, cada uma com 150 armas. Uma das caixas foi violada e 11 revólveres desapareceram”, revelou. As 300 armas seriam doadas à Guarda Municipal de Natal.

Ainda de acordo com a fonte, ao lado do corpo de um homem assassinado recentemente em Natal, se encontrou um revólver cuja numeração coincide com o registro de uma das 11 armas furtadas da PM.

Por meio da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), o comando da PM reforçou que o inquérito está em andamento e que, por enquanto, não será divulgado nenhum detalhe da investigação.



G-1/ J.Belmont

VÍDEO MOSTRA TROCA DE TIROS DURANTE ASSALTO A BANCO PARNAMIRIM-RN

Sábado, 18 de junho de 2016

Confronto aconteceu na última terça (14) na Cohabinal, em Parnamirim. De terno e gravata, um dos criminosos foi morto; outros dois foram presos 


Imagens de câmeras de segurança divulgadas nesta sexta feira 17 de junho de 2016, mostram a troca de tiros envolvendo criminosos, policiais militares e um vigilante da agência do Banco do Brasil em Parnamirim, cidade da Grande Natal. A tentativa de assalto à agência aconteceu na terça (14), no bairro Cohabinal. De terno e gravata, um dos assaltantes foi morto. Outros dois foram baleados e presos.Segundo a PM, uma mulher, que também faria parte da quadrilha, conseguiu fugir.As imagensregistraram o momento em que dois policiais militares se aproximam da entrada da agência. Um dos PMs começa a atirar e, em seguida, os dois se afastam. Uma mulher sai do local rapidamente. Logo depois, um vigilante do banco aparece perseguindo dois dos assaltantes e eles trocam tiros. O vigilante corre para o outro lado da rua e um dos criminosos também atravessa a rua. Baleado, o ladrão cai próximo a um muro. As outras imagens mostram o vigilante se aproximando dos PMs após o confronto.

Veja o vídeo AQUI!!!


Fonte: Passando na Hora

120ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Jovem baleado nas Barrocas morreu no Tarcicio Maia

Sábado, 18 de junho de 2016


No inicio da noite de hoje, 17 de junho o Centro de Operações da Policia Militar, “Copom” foi acionado para por moradores da Rua Herculano Couto, nas Barrocas para uma ocorrência de disparos de arma de fogo, com uma pessoa ferida. 

Quando a guarnição chegou ao local foi informada que a vitima, Sidney Alexsandro Alves da Silva “Sidney Bola” Servente de Pedreiro de 25 anos de idade, “23/10/1990” já havia sido socorrido por populares para o Hospital Tarcísio Maia, aonde já chegou morto. 

A policia foi informado que os acusados estavam numa motocicleta e teriam efetuado cerca de 6 disparos de arma de fogo na vitima. 

No sistema Online existe o registro de condenação contra Sidney Alexsandro Alves da Silva, pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo em 2011 e furto em setembro de 2014.

Fonte: O Câmera

119ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Trabalhador foi morto dentro de um deposito de material de construção no Santo Antônio.


Sábado, 18 de junho de 2016


Bruno Alexandre da Costa, de 20 anos de idade, morador da Rua Manoel Gregorio da Silva, no Santo Antonio, foi morto na tarde de hoje, 17 de junho, dentro de uma fabrica de pré-moldados de concreto, na Rua Jeronimo Rosado, no mesmo bairro onde morava. Ele foi alvejado com seis disparos de arma de fogo, todos na região da cabeça e pescoço e morreu no local.


Segundo informações, ele trabalhava na fabrica há pouco mais de um mês. Pessoas próximas à família informaram a policia que Bruno tinha confessado medo de algumas pessoas do bairro e até evitava contato, mas não sabem se ele estava recebendo algum tipo de ameaça. 

A policia recebeu informações, que a vitima era usuária de droga, mas não existe no sistema, registro de passagem por delegacias. 

A equipe pericial não encontrou capsulas de arma de fogo no local. O Perito Criminal Leilson Azevedo acredita que o atirador descarregou todas as munições de um revolver na cabeça de Bruno. Como não havia sinais de reação, Leilson acredita ainda que Bruno nem viu a seu matador. 

Bruno Alexandre da Costa, é a vitima de numero 119 no ano de 2016 na cidade de Mossoró.


Fonte: O Câmera

Justiça nega pedido de relaxamento de prisão para ex-prefeito de Macau

Sábado,18 de jungo de 2016

Flávio Vieira Veras continua preso


A juíza Cristiany Vasconcelos Batista, da Vara Criminal da Comarca de Macau, indeferiu os pedidos de relaxamento e/ou de revogação da prisão preventiva feito por Flávio Vieira Veras, ex-prefeito daquele município. Também foram negados os pedidos de extensão dos efeitos de habeas corpus feito por Ailson Salustiano Targino. Ambos estão respondendo por cometimento de crimes de responsabilidade praticados contra a Administração Pública e, por isso, estão presos preventivamente.

No pedido, Flávio Veras alegou que está preso há quase 180 dias sem que a defesa tenha dado causa ao retardamento e sem que tenha se iniciado a instrução, razão pela qual requereu a “revogação de sua prisão por excesso de prazo”.

A juíza, porém, considerou que ele não tem razão, elucidando que o pedido se trata de relaxamento de prisão e não de revogação. Aliás, apenas dois dias antes de seu protocolamento, ela havia apreciado e indeferido pedido de revogação da prisão preventiva em decisão, cujas razões permanecem inalteradas.

Prazos

Quanto à alegação de excesso de prazo, a julgadora entendeu também não merecer prosperar, haja vista que se trata ação penal que envolve sete denunciados com defensores diversos, o que evidentemente implica em mais prazo para o cumprimento dos atos processuais como intimações, sobretudo expedição de cartas precatórias.

A magistrada garantiu que não há qualquer paralisação na tramitação da ação penal que envolve o ex-prefeito, mas apenas o decurso do prazo necessário ao cumprimento dos atos judiciais, principalmente em decorrência da apreciação dos diversos pedidos de liberdade e recursos manejados pelas defesas no exercício, evidentemente, dos postulados constitucionais da ampla defesa.

“Ora, é sabido que somente a interrupção ou a demora injustificada na tramitação dos processos é que se presta a configurar o excesso de prazo na formação da culpa, único a implicar em constrangimento ilegal e consequentemente no relaxamento da prisão”, explicou a juíza Cristiany Vasconcelos.

Ordem Pública

Quanto ao pedido de liberdade provisória mediante o cumprimento de medidas cautelares feito por Ailson Salustiano Targino, a juíza entendeu que a prisão se faz necessária pela conveniência da instrução e como garantia da ordem pública, exatamente como foi exposto na decisão que a decretou.

Ailson Targino responde por crime de falsidade ideológica e também por falso testemunho ou falsa perícia, já que ele tinha o objeto de encobrir outros ilícitos praticados por pessoas da administração municipal e visando a soltura de Flávio Veras.

Medidas cautelares

Na mesma decisão, a magistrada deferiu o pedido feito pela defesa de Joad Fonseca da Silva, também réu na ação penal, para substituir as medidas cautelares anteriormente fixadas pela Vara Criminal de Macau pelas determinadas pela Câmara Criminal do TJRN em Habeas Corpus, como a proibição de contratar com o município de Macau e a proibição de tomar posse e exercer qualquer cargo público ou privado nas dependências dos órgãos públicos do Poder Executivo do município de Macau.

No caso de Joad, a magistrada entendeu que sua atuação foi diversa da de Ailson. “Vale lembrar que Joad sequer teve a prisão preventiva decretada nestes autos em razão do quantum da pena do delito que lhe fora imputado não comportar decreto preventivo”, comentou.


Fonte: Carlos Skarlack

Henrique Alves chorou antes de entregar o Turismo

Sábado, 18 de junho de 2016

Imagem ilustrativa
Resultado de imagem para imagens de henrique alves ministro

Do colunista Jorge Bastos Moreno, n’O Globo de hoje (18): Henrique Alves chorou com Cunha antes de pedir demissão.


Fonte: Robson Pires

Operação Lava Jato tem aprovação recorde: 70,4%

Sábado, 18 de junho de 2016


Pesquisa do Instituto Paraná atestou que 70,4% dos brasileiros aplaudem a Operação Lava Jato, que investiga a ladroagem nos governos Lula e Dilma, envolvendo empreiteiras e estatais como Petrobras e Eletrobras.

Apenas 23,2% dos pesquisados, interpretados como eleitores do PT e de políticos investigados, consideram “negativas” as revelações das 30 fases da operação Lava Jato. Segundo 4,1% dos entrevistados, os resultados da operação Lava Jato não são nem positivos, nem negativos.

Segundo a pesquisa, a maioria dos brasileiros discordam do alarde de petistas e dilmistas: para 66,7% o impeachment de Dilma não é “golpe”. O Paraná Pesquisa entrevistou 2.044 eleitores, em 162 municípios de 24 estados brasileiros, entre 11 e 14 de junho. A margem de erro é 2%.

Diário do Poder

Mototaxistas são assaltados na zona oeste de Caicó

Sábado,18 de junho de 2016

Na noite desta sexta-feira (17), dois mototaxistas foram contratados para uma corrida no bairro Boa Passagem, zona norte, cujo destino seria o bairro Walfredo Gurgel. E eles então levaram os dois passageiros.

Chegando ao local combinado na zona oeste, situado à rua Daniel Diniz, um terceiro homem esperava a chegada do grupo. De arma em punho, anunciou o assalto e levou o dinheiro apurado pelos profissionais até aquele momento. Os três comparsas fugiram a pé.


Fonte: Robson Pires

Renúncia: Tinha coisa mais feia contra Alves

Sábado, 18 de junho de 2016


O pedido de demissão de Henrique Alves do Ministério do Turismo faz parte de uma tentativa de blindagem do presidente interino, Michel Temer. Henrique Alves é amigo de Temer. Era um ministro próximo, que voltou ao Ministério do Turismo contrariando conselhos de que poderia ser atingido pela Lava Jato.

A delação de Sérgio Machado não teve peso na queda de Henrique Alves, o terceiro ministro de Temer que perde o posto. Já haviam surgido revelações de Machado ruins para o peemedebista, que balançou mas ficou.

Como virão novas acusações que trarão instabilidade para o governo, Alves se antecipou para tentar minimizar mais problemas para ele e Temer. Nos bastidores, há rumores de que essas novas delações, como de Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal, também poderão atingir mais ministros. Portanto, o governo continua sob ameaça de instabilidade política.

Blog do Kennedy

Janot vai chamar os que calaram ou mentiram

Sábado, 18 de junho de 2016


A Procuradoria-Geral da República poderá chamar alguns empreiteiros que fizeram delação premiada e nada disseram sobre o envolvimento das empresas administradas por eles com pagamentos de propinas citados por Sérgio Machado. Caso fique comprovado que eles mentiram ou omitiram informações relevantes para proteger políticos, poderão perder em parte ou todos os benefícios obtidos a partir das delações.

A força-tarefa da “lava jato” descartou a possibilidade de celebrar um acordo de leniência com a Engevix, uma das empreiteiras investigadas na operação. Durante as negociações com a companhia, uma multa no valor de R$ 850 milhões chegou a ser colocada na mesa, segundo pessoas ligadas à empresa que participaram do processo.

Bebê de oito meses morre após ser mordido por pitbull no Pará.

Sábado, 18 de Junho de 2016 

Foto: Reprodução / TV Tapajós
Bebê de oito meses morre após ser mordido por pitbull no Pará

Um bebê de oito meses morreu na cidade de Santarém, no Pará, depois de ser mordido um cachorro da raça pitbull na tarde de quinta-feira (16). Em entrevista a TV Tapajós, o pai da menina disse que o animal é da família e classificou como um incidente. "Nossa filha acabou ficando em pé dentro do carro [de bebê] e ela [mãe] se assustou e gritou: 'Aira tu vai cair'. O cachorro se assustou e a criança ia caindo. A intenção dele [animal] não foi morder, mas sim de segurar ela”, explicou Alan Abreu Silva. “Não foi um ataque, porque ele não segurou ela, não estraçalhou a cabeça dela. Ele só segurou e soltou. Os meus cachorros nunca atacaram ninguém”. O bebê ainda foi encaminhado para o Hospital Municipal de Santarém, mas não resistiu aos ferimentos.

Conta na Suíça descoberta pela Lava Jato derrubou Henrique do Turismo

Sábado, 18 de junho de 2016


A Operação Lava Jato encontrou uma conta na Suíça do ex-­ministro da Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB), que entregou o cargo nesta quinta (16). Investigado por suspeita de participar do esquema de corrupção na Petrobras, Henrique Alves foi o terceiro titular da Esplanada de Michel Temer a deixar o governo em suspeição.

Os investigadores já encontrar um extrato da conta bancária da qual ele é beneficiário e suspeitam que ela era usada para recebimento de propina no exterior. Investigadores ouvidos pela Folha disseram que o caso do peemedebista é semelhante ao do presidente da Câmara afastado, Eduardo Cunha, que também mantinha uma conta em uma instituição bancária suíça.


Fonte: Robson Pires

Comissão aprova indenização por invalidez a policiais e bombeiros militares

Sábado, 18 de junho de 2016


A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 494/15, do deputado Capitão Augusto (PR-SP), que garante o pagamento de indenização por invalidez aos policiais e bombeiros militares, bem como de compensação a seus dependentes, no caso de morte do profissional em serviço.

Hoje, o pagamento dessa indenização não está previsto em lei federal, no entanto existem normas estaduais que já garantem esse direito, como ocorre em São Paulo.

Relator da matéria, o deputado Major Olimpio (SD-SP) elogiou a iniciativa. Segundo ele, na maioria dos casos, o estado se nega a indenizar as famílias de policiais e bombeiros mortos em serviço, mesmo quando o seguro é garantido por lei estadual.

“Temos assistido ao abandono desses profissionais que, feridos em serviço ou em razão da função pública que exercem, são ignorados pelos governantes”, argumentou o parlamentar. O projeto altera o Decreto-Lei 667/69, que organiza as Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros Militares dos estados e do Distrito Federal.


Fonte: Robson Pires

Arena das Dunas inicia venda de ingressos para Flamengo x Fluminense

Sábado, 08 de junho de 2016


A venda dos ingressos para o jogo entre Flamengo e Fluminense na Arena das Dunas iniciou na tarde desta sexta-feira (17) apenas para sócios torcedores do Flamengo.

A partida acontece no próximo dia (26) às 16h em Natal. A venda será aberta ao público geral através do sitewww.arenadasdunas.com.br no sábado (18) às 14h, e no domingo (19), nos pontos de venda em horário comercial.

O jogo é valido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, série A, e promete lotar a Arena da Dunas. A praça externa e os portões do estádio abrem às 13h. A última vez que o clássico carioca veio para o Nordeste foio em outubro de 1995, em Campina Grande na Paraíba.

Fonte: Robson Pires

Delator diz que PCdoB recebia propina do Minha Casa Minha Vida

Sábado, 18 de Junho de 2016

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O PCdoB estaria envolvido num esquema de corrupção que cobrava, indevidamente, até 30% de propina por casas construídas no programa Minha Casa Minha Vida, durante o governo Lula, de acordo com delação premiada do ex-deputado Pedro Corrêa. Segundo a revista Veja, o anexo 27 da delação de Corrêa indica que o partido comunista, durante o comando da Diretoria de Produção Habitacional do Ministério das Cidades, coordenado por Daniel Nolasco, administrava bilionárias verbas do programa. Nolasco, que foi indicado ao cargo pelo ex-ministro Aldo Rebelo, comandava verbas destinadas a empreiteiras de pequeno porte, que atuavam na edificação de casas para a população carente em municípios com menos de 50 mil habitantes. Em reportagem, a Veja explica, através da delação, como o esquema acontecia: o diretor do órgão, a quem cabia liberar recursos para os empreiteiros e cobrar a propina, tinha uma empresa, a RCA Assessoria. O ministério, então, fechou convênio com a empreiteira e repassou a verba para a construção dos imóveis, onde os empresários corruptos pagavam a propina acordada com o PCdoB para a RCA. Ainda de acordo com a publicação, o esquema do PCdoB era dividido com o PT e com o PP e operou cobrando propinas na construção de pelo menos 100 mil casas populares. Segundo Veja, Aldo Rebelo foi procurado pela reportagem para comentar as acusações de Pedro Corrêa, mas o ex-ministro não teria atendido às ligações.

Lula tenta ganhar tempo e manter inquéritos da Lava Jato no STF

Sábado, 18 de Junho de 2016


por Gustavo Aguiar e Isadora Peron | Estadão Conteúdo
Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou nesta sexta-feira (17) um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) que pode adiar o envio dos processos contra ele na Lava Jato para o juiz Sérgio Moro, em Curitiba. Os advogados querem que as investigações fiquem na Corte até que os recursos que tentam impedir a transferência do petista para a primeira instância sejam julgados. O pedido deverá ser analisado pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF. Nesta semana, além de devolver para Moro os procedimentos que envolvem o sítio em Atibaia e o tríplex no Guarujá, cuja propriedade é atribuída a Lula, o ministro também anulou os áudios em que o ex-presidente aparece conversando com a presidente afastada Dilma Rousseff sobre o envio de um termo de posse para o ministério da Casa Civil. Nos chamados embargos de declaração, a defesa de Lula pede que o ministro Teori esclareça supostas obscuridades e dúvidas na decisão de devolver os processos contra ele para Moro. Para os advogados, se o caso das propriedades estiver ligado à Lava Jato, deve ficar no STF; se não tiver relação, a Corte deve decidir então qual é o órgão competente para processá-lo. Os defensores do petista sustentam que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu incluir Lula no chamado inquérito-mãe da Lava Jato, conhecido como "quadrilhão", e que não há motivo para que apurações sobre o mesmo caso sejam encaminhadas por outras instâncias. A inclusão de Lula no "quadrilhão", no entanto, ainda não foi autorizada e está sob análise de Teori.

Temer pode ser citado em delação da Odebrecht, afirma coluna

Sábado, 18 de Junho de 2016 

Foto: Lula Marques / Agência PT

Após o presidente interino Michel Temer ser citado na delação do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, os participantes dos meios jurídicos envolvidos na negociação da delação premiada da Odebrecht começam a discutir a possibilidade de o peemedebista aparecer nas informações que serão prestadas pela empresa à Justiça. De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, a empreiteira fez doações ao PMDB na campanha de 2014, quando Temer era candidato a vice-presidente na chapa da presidente Dilma Rousseff. O PT teria, por sua vez, participado da negociação sobre o dinheiro que seria destinado à legenda do vice. Os valores destinados ao partido poderiam chegar a R$ 50 milhões.

Força-tarefa da Lava-Jato avalia não ter indícios para prender Lula

Sábado, 18 de Junho de 2016 

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Os procuradores da República que atuam na Operação Lava-Jato não pretendem pedir a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Eles afirmaram que nenhum dos episódios enseja gravidade suficiente para justificar o cárcere imediato do líder petista. A opinião se firmou a partir das investigações realizadas pela Polícia Federal (PF) e da denúncia feita contra Lula pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP). De acordo com o ZH Notícias, os integrantes do Ministério Público Federal (MPF) argumentam que o ex-presidente não intimidou testemunhas, não moveu dinheiro no Exterior, ou tentou eliminar provas, assim como ocorreu com outros réus da Lava-Jato. Os procuradores procuram, ainda, não transformar Lula num mártir político e evitar a intensa repercussão – com diversos protestos - do dia em que a PF o levou em uma viatura policial para depor. Lula pode responder por corrupção passiva (dois a 12 anos de prisão) e lavagem de dinheiro (três a 10 anos de reclusão) nos casos do sítio e do triplex. Mesmo se for denunciado e condenado por Moro, Luiz Inácio pode pegar pena mínima, por ser réu primário, e ter o direito a recorrer em liberdade, até seus casos serem julgados em segundas instância, em um Tribunal Regional.

Queda de ministros não afeta gestão da economia, diz Henrique Meirelles

Sábado, 18 de Junho de 2016 

Foto: Lula Marques/AGPT.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta sexta-feira (17) que as quedas de ministros da gestão de Michel Temer não influenciam na administração econômica. Em entrevista à rádio CBN, ele afirmou que a crise política é de curto prazo, enquanto a recuperação econômica é trabalhada em longo prazo. "Eu acredito que temos condições de continuar trabalhando normalmente. Alguma substituição de ministros por serem objetos de denúncias não tem alterado o nosso trabalho, temos trabalhado normalmente com o presidente Temer, com apoio total dele. Do meu ponto de vista, estamos apresentando um projeto de longo prazo", explicou. Nesta quinta-feira (16), o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, pediu demissão do cargo. Em pouco mais de um mês de gestão Michel Temer, ele foi o terceiro ministro demitido. Romero Jucá (Planejamento) e Fabiano Silveira (Transparência) deixaram o governo por envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras.

Rio de Janeiro decreta calamidade pública por crise financeira e Jogos Olímpicos

Sábado, 18 de Junho de 2016 

por Victor Rezende | Estadão Conteúdo
Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado.

O governo do Estado do Rio de Janeiro decretou, a 49 dias dos Jogos Olímpicos, estado de calamidade pública nesta sexta-feira, 17, no Diário Oficial Estadual. O texto assinado pelo governador em exercício, Francisco Dornelles (PP), aponta para a crise econômica que afeta o Estado e a queda na arrecadação, citando o ICMS e os royalties do petróleo, como fatores do decreto. De acordo com o governo, "a referida crise vem impedindo o Estado do Rio de Janeiro de honrar com os seus compromissos para a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016", que começarão em menos de 50 dias. O governo também argumenta que a crise econômica "vem acarretando severas dificuldades na prestação dos serviços públicos, na saúde, na educação, na mobilidade e na gestão ambiental". Pelo artigo 2º do decreto, as autoridades competentes ficam autorizadas a "adotar medidas excepcionais necessárias à racionalização de todos os serviços públicos essenciais" para a realização das Olimpíadas do Rio.

Dono de helicóptero apreendido com cocaína é nomeado no Ministério do Esporte

Sábado, 18 de Junho de 2016

Foto: Divulgação / Polícia Federal
O ex-deputado estadual em Minas Gerais, Gustavo Perrella, foi nomeado nesta sexta-feira (17) para um cargo no Ministério do Esporte. Filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), ele ficou famoso em novembro de 2013, após um helicóptero da sua empresa ser apreendido pela Polícia Federal com 445kg de cocaína. O piloto, que foi detido em flagrante, era funcionário do gabinete de Gustavo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e foi exonerado em razão do episódio. Gustavo será secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor.

Michel Temer quer que ministros envolvidos na Operação Lava Jato peçam para sair

Sábado, 18 de Junho de 2016 

Foto: Lula Marques/ AGPT
O presidente interino Michel Temer quer que os integrantes do primeiro escalão do seu governo peçam demissão em caso de envolvimento na Operação Lava Jato. Segundo o jornal O Globo, ele pediu nesta sexta-feira (17) para os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) que conversem com os demais membros da gestão para evitar novas saídas. A intenção é que os seus principais auxiliares façam um exame de consciência. O Palácio do Planalto também estaria preocupado com a delação premiada de Fábio Cleto, que era vice-presidente da Caixa Econômica Federal. Nesta quinta-feira (16), o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, pediu exoneração por conta da investigação do esquema de corrupção na Petrobras. Em pouco mais de um mês de governo, ele foi o terceiro ministro a cair em razão da Lava Jato.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Vídeo mostra momento em emboscada que matou "rei do tráfico" na fronteira

Sexta, 19 de junho de 2016

Um vídeo que mostra o momento da emboscada que matou o narcotraficante e empresário da fronteira, Jorge Rafaat Toumani, 56, também conhecido como “Saddam”, assassinado na noite desta quarta-feira (16).

Conforme mostrado pelo Dourados News, ele foi morto por grupo de pessoas que portavam fuzis AK 47 e Mag anti-aérea e metralhadoras.

Conforme o jornal paraguaio ABC Color, o crime é atribuído a outro traficante, Jarvis Chimenes Pavão, que teria orquestrada a ação junto com integrantes da facção criminosa brasileira PCC (Primeiro Comando da Capital).

Nesta quinta-feira (16), a polícia apreendeu Sérgio Lima dos Santos, 34, um dos suspeitos de participar da execução do narcotraficante. Ele teria sido ferido por seguranças de Rafaat durante o ataque.

Rafaat chegou a cursar Direito em Dourados e se intitulava um “mero comerciante”. O velório aconteceu hoje em Ponta Porã, com grande aparato policial.

Veja o vídeo:


Via papodepolicia
Foto whatsapp

118° Homicídio em Mossoró 2016.Ex-presidiário é executado com oito tiros de pistola em calçada de lanchonete no Belo Horizonte


Sexta,17 de Junho de 2016

O crime com características de execução, foi registrado por volta da 00h25min desta sexta feira 17 de junho de 2016, em uma Lanchonete localizada no cruzamento da Avenida Rio Branco com a Rua Padre Freire no bairro Belo Horizonte em Mossoró, no Oeste Potiguar. 

A vítima identificada como Paulo Cardoso Jales Júnior, o "Juninho" 28 anos de idade, foi alvejado com oito tiros de pistola calibre 380, não resistiu e morreu no local. 

Testemunhas contaram a Polícia Militar, que Juninho, como era mais conhecido, bebia na calçada da lanchonete em companhia de sua mulher, quando foi surpreendido por homens que chegaram em um veículo tipo Celta de cor Prata e um dos ocupantes que estava encapuzado efetuou os disparos em direção a vítima. 

Os tiros, num total de oito, segundo o perito criminal Dr. Otávio Domingos, atingiram a vítima no rosto, pescoço, torax e costas tendo morte instantânea. 

Os suspeitos fugiram após o crime, sem serem identificados, em sentido ignorado. A mulher de Juninho conseguiu correr e não foi atingida pelos disparos. 

O Delegado de Plantão Dr. Evandro esteve no local, colhendo informações sobre o crime, conversou com familiares da vítima e foi informado de que Paulo Cardoso, já havia cumprido pena por tráfico de drogas. 

Os familiares informaram também que a vítima,foi acusada de um homicídio, inclusive chegou a ser julgado pelo Tribunal do Juri Popular, mas foi absolvido das acusações. 

Dr. Evandro afirmou que ainda é cedo pra se tirar uma conclusão sobre a motivação do crime. A Delegacia de Homicídio, vai dar sequencia a investigação e durante o inquérito poderá chegar a autoria do crime. 

Após os trabalhos de perícia no local crime, o corpo foi removido para a sede do Instituto Tecnico de Perícia (ITE), onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. Este foi o homicídio de número 118 neste ano de 2016, na cidade de Mossoró.




Fonte: Fim da Linha

VÍDEO MOSTRA CASA SENDO CONSUMIDA PELO FOGO NO BAIRRO ABOLIÇÃO IV EM MOSSORÓ-RN

Sexta, 17 de junho de 2016


Um vídeo enviado por um leitor do Blog Passando na Hora,através da ferramenta whatsapp mostra uma residência sendo consumida pelas chamas na Rua Francisco Xavier no Bairro Abolição IV em Mossoró no Rio Grande do Norte.De acordo com s informações o sinistro ocorreu nas primeiras horas desta quinta feira 16 de junho de 2016.O fogo teria sido iniciado,possivelmente em um terreno ao lado da casa. Suspeita-se que atearam fogo no lixo e acabou atingindo a residência. O Corpo de Bombeiros teve bastante trabalho para conter as chamas. Ninguém se feriu.



Fonte: Passando na Hora

Jovem baleado no conjunto Resistência diz que foi vítima de tentativa de assalto

Sexta, 17 de Junho de 2016


Mossoró-RN: Daniel Estevam da Costa de 25 anos, foi socorrido por populares para o Hospital Regional Tarcísio Maia, na noite desta quinta feira 16 de junho, com um ferimento provocado por disparo de arma de fogo. 

Segundo informações do próprio Daniel o mesmo teria sido vítima de uma tentativa de assalto. Ele contou a Polícia, que tinha ido ao Atacadão fazer compras para seu pequeno comércio e quando retornava para casa, no Conjunto Resistência foi abordado por dois desconhecidos que ocupavam uma motocicleta e que ao se aproximarem dele anunciaram o assalto. 

O mesmo teria se negado a entregar o dinheiro e acabou sendo alvejado com um disparo de arma de fogo, na altura do peito. Segundo ele os indivíduos fugiram sem levar nada. 

Populares o socorreram em carro particular para o HRTM e segundo informações médicas, o estado de saúde dele é considerado grave, uma vez que o mesmo estava com dificuldades de respirar


Fonte: Fim da Linha

Para! Para! Não entrega todo mundo…

Sexta, 17 de junho de 2016

para

Tribunal de Contas formaliza cooperação para atuação conjunta com Ministério Público Estadual

Sexta, 17 de junho de 2016


O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) assinou nesta quinta-feira (16) acordo de cooperação técnica com o Ministério Público Estadual para o compartilhamento de força de trabalho entre as duas instituições. Com o acordo, fica “autorizada a participação de servidores e membros de ambas as instituições em diligências apuratórias conduzidas por qualquer delas”.

Participaram da assinatura do termo de cooperação o presidente do TCE, conselheiro Carlos Thompson Fernandes, o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, os conselheiros Paulo Roberto Chaves Alves, Tarcísio Costa e Gilberto Jales.

Para o presidente do TCE, Carlos Thompson, a cooperação técnica entre as duas instituições significa o fortalecimento do controle externo no RN. “Esse acordo fortalece a parceria entre as duas instituições e irá render muitos frutos. O Tribunal de Contas e o Ministério Público têm o mesmo objetivo, que é defender o interesse e o patrimônio público” afirmou o presidente.


Fonte: Robson Pires

Golpe é lorota para 66,7% dos brasileiros, diz pesquisa

Sexta, 17 de junho de 2016


Levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas em 24 estados revelou que 66,7% dos brasileiros não consideram que o impeachment da presidente Dilma Rousseff é um golpe contra a democracia. O resultado sepulta de vez a lorota preferida dos defensores da petista e confirma que a maioria da população não quer o retorno de Dilma. Apenas 29,5% dos entrevistados partilham da ideia propagada pelos aliados do antigo governo e 3,8% não souberam ou não quiseram opinar sobre o assunto.

Com relação à situação econômica do País, 33,2% dos entrevistados acreditam que o presidente em exercício, Michel Temer, irá promover melhoras. Outros 44,6% responderam que a economia permanecerá como está e só 19,3% preveem uma piora. Outros 2,8% não souberam ou não quiseram responder.

Lava Jato

A Paraná Pesquisas também abordou um dos temas que mais repercutiu no Congresso, os pedidos de prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do ex-presidente da República José Sarney e do senador e ex-ministro de Temer Romero Jucá (PMDB-RR). Para 63,8% dos entrevistados, todos eles acabarão presos pelo envolvimento em esquemas de corrupção. Outros 30,5% continuam acreditando na impunidade e 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O Instituto Paraná entrevistou 2.004 eleitores em 24 estados entre os dias 11 e 14 de junho. Houve acompanhamento simultâneo de 19,9% das abordagens e o nível de confiança do levantamento é de 95% com uma margem de erro de 2% para mais ou menos.


Fonte: Robson Pires

Homem é preso e dois adolescentes apreendidos por assaltarem equipe de televisão

Sexta, 17 de junho de 2016


Policiais civis de Ceará-Mirim prenderam em flagrante, na tarde desta quinta-feira (16), Willame Arcanjo de Araújo Júnior, vulgo “Juninho”, 19 anos, e apreenderam dois adolescentes de 17 anos, pelos crimes de assalto e roubo a uma equipe de televisão, na tarde de ontem (15) em Pititinga, localizada na cidade Rio do Fogo, quando a mesma foi abordada no carro por três homens, estando dois deles armados. Através de investigações, a polícia localizou o trio na Vila Punaú, distrito da cidade Rio do Fogo, quando apreendeu com eles um Iphone, uma filmadora e seus aparatos, um monitor, duas armas de fogo, sendo uma calibre 38 e uma “garruncha”, dois óculos de sol e roupas de criança.

De acordo com o delegado de Ceará-Mirim, Cícero dos Santos, o trio foi encontrado fumando cigarro de maconha e portando alguns dos objetos roubados no crime. “Investigações apontaram que o trio estaria na Vila de Punaú, e quando a polícia chegou no local os suspeitos estavam fumando um cigarro de maconha, além de estarem portando uma pequena porção da mesma. Com eles foram encontrados também duas armas, estando uma enrolada na camiseta de um deles, além de um Iphone e um relógio de carro embaixo de um mato seco. Logo após encontramos os demais objetos roubados”, detalha o delegado Cícero dos Santos.

Os três confessaram o crime e afirmaram que não era a primeira vez que, usando uma arma de fogo, abordavam os carros para realizarem assaltos. Willame disse que “abordava os carros sempre da mesma forma, atravessavam a pista e quando viam um carro aproximar-se disparavam tiros para que o carro parasse e eles pudessem realizar o assalto”. Os adolescentes responderão pelos crimes análogos de associação criminosa, roubo, e Willame responderá pelos mesmos crimes além de corrupção de menores. Ele será encaminhado ao sistema prisional onde deverá ficar à disposição da justiça.


Fonte: Robson Pires

Jornal Nacional: delator diz ter feito doação em quatro parcelas a Henrique

Sexta,17 de junho de 2016


O Jornal Nacional destaca que Henrique Eduardo Alves pediu nesta quinta-feira (16) demissão do cargo de ministro do Turismo. Segundo o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, ele foi um dos políticos favorecidos no repasse de propina. É o terceiro ministro a deixar o governo interino de Michel Temer.

Henrique Eduardo Alves, do PMDB, era um dos mais próximos ministros do presidente em exercício, Michel Temer. É o terceiro ministro a cair por causa da delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

Machado disse que Henrique Alves sempre procurava por ele antes das eleições. E que conseguiu para ele R$ 1,550 milhão. Dinheiro de propina de empreiteiras que tinham negócios com a Transpetro.

Machado: Eu doei a ele quatro parcelas. Uma em 2008 de R$ 300 mil da Queiroz Galvão, uma em 2010 de R$ 500 mil da Galvão Engenharia, uma em 2012 da Queiroz Galvão de R$ 250 mil e outra em 2014 da Queiroz Galvão de R$ 500 mil.

Henrique Alves já havia sido citado em outros casos de corrupção investigados pela Lava Lato. Há dois pedidos de investigação contra ele no Supremo Tribunal Federal.

Um deles é referente ao inquérito-mãe da Lava Jato, que apura se existiu uma organização criminosa para desviar dinheiro da Petrobras, e outro que apura se o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, pediu dinheiro da empreiteira OAS para beneficiar Henrique Alves.

Na carta de demissão, Henrique Alves disse que o momento nacional exige atitudes pessoais em prol do bem maior e que não quer criar constrangimentos ou qualquer dificuldade para o governo. Ele afirmou que está seguro de que todas as ilações envolvendo o nome dele serão esclarecidas, e agradeceu o apoio de Temer.

Também pesou na saída de Henrique Alves o fato de ele ter sido citado em outra delação, que ainda não se tornou pública: a de Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal.

Aliados aconselharam Michel Temer a não nomear Henrique Eduardo Alves ministro do governo. Havia um consenso de que, mais cedo ou mais tarde, ele seria atingido por novas denúncias na Lava Jato que iriam obrigá-lo a deixar o governo.

Mas Temer manteve Henrique Alves no governo em gratidão por uma longa amizade política. Como ministro, Henrique Alves garantia o direito de ser julgado no Supremo, e não pelo juiz Sérgio Moro. Com a demissão, ele perde o chamado foro privilegiado.

A oposição disse que a queda de mais um ministro enfraquece o governo Temer. “Acho que a queda de mais um ministro é proveniente exatamente da podridão do sistema político que está envolvendo todos os partidos políticos do nosso país, por isso o governo Temer não se sustentará”, afirmou o senador Paulo Rocha (PT-PA).

Aliados de Temer disseram que, mais uma vez, o governo deu respostas rápidas para a crise. “O governo do presidente Michel Temer e a atitude dele é diferente do governo anterior, onde o PT passava a mão na cabeça dos seus. O presidente Michel Temer não tem essa prática. Então, tem que haver essa avaliação”, afirmou o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM).

A Queiroz Galvão declarou que as doações eleitorais da empresa obedecem à lei. A Galvão Engenharia e a OAS não quiseram se manifestar.

Agora ex-ministro, Henrique se escondeu em banheiro de avião para escapar de gritos de ‘golpista’

Sexta, 17 de junho de 2016


Numa reunião recente, o agora ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (Turismo) relatou ter optado por se esconder no banheiro de um avião para evitar os gritos de “golpista” de uma passageira ao vê-lo embarcar. A história revelada pela Folha de São Paulo foi usada pelo peemedebista como ilustração do que ele considera o alto preço cobrado dos políticos no cenário atual.

Alves estava em Brasília e ia para a capital de seu Estado, o Rio Grande do Norte. A senhora, contou, estava cerca de duas cadeiras atrás. Ele tentou dialogar, perguntou se ela havia emprego ou algo do tipo, mas os ataques não cessaram. Pouco depois, ele avistou uma senadora do PT no mesmo voo.

No desembarque, para evitar mais constrangimento, preferiu se trancar no banheiro e esperar que todos deixassem a aeronave. Antes de sair do aeroporto de Natal, teve que se refugiar no saguão. Seu motorista havia ligado para avisar que havia “petistas” do lado de fora.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055