martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 11 de setembro de 2021

"Mamãe Falei" tenta "lacrar" com cidadão comum, antenado e afiado, e sai desmoralizado (veja o vídeo)

Sábado, 11 de Setembro de 2021

Arthur do Val, o "MamãeFalei", não cansa de passar vergonha.

Dia após dia é desmoralizado na Web.

Suas narrativas são destruídas e, assim como o MBL, sua popularidade vai definhando.

Um caminho sem volta! Virou piada!

Recentemente, MamãeFalei tentou lacrar com a pessoa errada e se deu mal.

Um cidadão comum, mas afiado, o colocou em seu devido lugar.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Policiais perseguem e prendem 3 bandidos que roubaram veículo em Candelária; Dois criminosos ficaram feridos após troca de tiros com PMs

 Sábado, 11 setembro de 2021

Fotos: reprodução/Via Certa Natal

Três bandidos roubaram uma pick-up no bairro de Candelária e ao se depararem com uma viatura do 9º Batalhão da PM iniciaram a fuga.

A perseguição terminou nas proximidades da avenida Nevaldo Rocha (antiga Bernardo Vieira), próximo ao acesso à Av. Presidente Bandeira.

Na troca de tiros com os policiais, dois criminosos foram baleados e socorridos, o outro foi preso. Nenhum policial se feriu.

Com informações do Via Certa Natal

OPINIÃO DOS LEITORES

Pfizer entrega 8,97 milhões de doses de vacina contra a Covid ao Brasil na semana

Sábado, 11 de Setembro de 2021

Foto: Myke Sena/Ministério da Saúde

A Pfizer entregará entre 8 e 12 de setembro 8,97 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 ao governo federal. Seis voos saíram na semana do Aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, com destino ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), para realizar as entregas.

O contrato fechado pelo Ministério da Saúde em maio prevê a entrega de 100 milhões de doses até o fim de setembro. No total, serão enviados 200 milhões de doses até o fim do ano.

Até o momento, consta no sistema da pasta que 59 milhões de doses estão disponíveis, com 51,1 milhões já entregues aos estados e 7,9 milhões em sistema de distribuição.

O estado de São Paulo anunciou na última sexta-feira (10) que começará a partir da próxima semana a aplicar o imunizante da Pfizer para quem está com a segunda dose da AstraZeneca atrasada.

A capital paulista chegou a registrar ontem 98% dos postos de imunização contra o novo coronavírus sem doses da AstraZeneca.

A cidade do Rio já está aplicando Pfizer no lugar da AstraZeneca por falta de doses. A prefeitura está realizando listas de espera nas unidades de saúde, caso alguma pessoa não possa receber a substituição de vacinas por algum motivo.

CNN Brasil com informações de Agência Brasil

POLÍCIA CIVIL DE SOBRAL (DDM) PRENDE HOMEM ACUSADO DE ESTUPRO

Sábado, 11 de Setembro de 2021


Policiais civis lotados na Delegacia de Defesa da Mulher de Sobral (DDM), cumpriram mais um mandado de prisão contra um indivíduo acusado de ter estuprado duas crianças em 2011. O mandado é de sentença definitiva, onde o acusado recebeu uma pena de 39 anos de prisão em regime fechado.

Os policiais civis em posse do mandado começaram as investigações com fito de localizar e prender o acusado, onde na manhã do dia 22 de julho conseguiram identificar o local que possivelmente o acusado estaria trabalhando e lá chegando foi confirmado e dado voz de prisão, sendo conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher para os procedimentos cabíveis e logo após encaminhado para a Penitenciária Industrial Regional de Sobral (PIRS) para o cumprimento da pena.


Fonte: Sobral 24 Horas

20 anos da maior tragédia da história e a esquerda segue "glorificando" o terrorismo

 Sábado, 11 de Setembro de 2021

Já são 20 anos da maior tragédia terrorista da história da humanidade.

O mundo inteiro assistiu estarrecido a queda do World Trade Center - conhecido internacionalmente como “torres gêmeas” - depois do ataque do grupo extremista Al-Qaeda, liderado por Osama Bin Laden. Uma cena assombrosa.

Entretanto, não parece que a esquerda mundial lembra de tamanha tragédia.

Exemplo claro disso foi a última decisão do presidente dos EUA, Joe Biden, que retirou as tropas militares do Afeganistão e fortaleceu o grupo terrorista Talibã.

Existe "glorificação" maior?

Com uma analogia dos dias atuais, o jornalista Sebastião Teodoro escreveu 20 anos da maior tragédia da história sobre a ameaça terrorista que, a qualquer momento, pode atacar novamente.

Tudo isso com o apoio insano da esquerda mundial.

Você não pode perder!

Para ler, abaixo está o link para compra:

https://bibliotecaconservadora.com.br/products/20-anos-da-maior-tragedia-da-historia

Vale a pena o investimento!

Fonte: Jornal da Cidade Online

Ode ao cinismo

 Sábado, 11 de Setembro de 2021

Entre o orgulhoso e o eufórico os patriotas ouviram, neste sete de setembro de 2021, o estridente ronco das ruas.

É desnecessário ficar repetindo, como um monótono realejo, ou mesmo enfatizando os acontecimentos desta data histórica para a Nação Verde e Amarela, porque quem viu ou participou terá certamente muito mais a dizer ou algo maior para descrever. Quem não viu, se negou a ver ou a participar nem merece mesmo saber uma só palavra a respeito, porque no íntimo não pertence a esta Pátria, mas à terra vermelha onde nascem os traidores.

Depois de tudo que o povão e seu líder disseram, por uma só boca e pelos quatros cantos deste imenso Brasil, fiquei imaginando, ainda na noite daquele dia memorável, o que iria ouvir por parte dos “Contras” e daqueles que ardem de rancor pela “Nova Ordem Brasileira” e nisto pensando pude intuir, com segurança que pela voz do Calabar viria, da parte dos vendidos, a tentativa do engodo mais vil, da agressão mais perversa e da ameaça mais solerte.

Penso, entretanto, que isto é tudo quanto os poderosos não deveriam fazer, pois o alvo que miram doentiamente, o Presidente eleito, não pode ser abatido, já que a imensa massa popular que o escolheu é seu escudo e sua inexpugnável proteção.

Conquanto seja muito triste e decepcionante para o País, dá gosto de ver como se afundam em seus viscosos e nojentos argumentos alguns togados de pijamas, inclusive o tal conhecido “juiz de m....”, que encontram nas corajosas e justas acusações contra os “Malditos do STF” a prática de crime de responsabilidade, por parte do Presidente da República e de crimes de opinião da parte do povão, somente porque defendem, com ardor, a ordem constituída e a verdadeira democracia.

Ainda que seja doído constatar, é sintomático e muito esclarecedor o facciosismo da imprensa safada e vassala dos Conglomerados das Comunicações, quando um mequetrefe da Goebbells - o mesmo que foi pego pelo Fisco lesando o erário - teve a pachorra de anunciar, em cadeia nacional, que a épica manifestação da nossa gente na última terça feira, não passou da maior agressão à nossa Constituição, por fanáticos insuflados pelo Presidente da República.

Realmente, através de um vídeo que circulou pelo território livre da rede mundial de computadores, eu assisti ao “Moleque Bonner” afirmar exatamente isto, tudo sem conseguir disfarçar sua cara de ódio.

Inobstante, a mais cínica resposta ou a mais ignóbil oposição ficou por conta do pronunciamento do Presidente da Suprema Corte, Ministro Luiz Fux, o tal magistrado que o bandidaço Zé Dirceu acusou de assediá-lo para ser escolhido pela “Anta Guerrilheira”, para vitalício no STF, tendo inclusive para tanto passado o conto do vigário no ex-agente de Cuba, prometendo que o absolveria na Ação Penal nº 470, conhecida como o mensalão do PT, tudo como consta de uma nota do portal UOL, publicada em 09.04.2013.

Este é o mesmo sujeito que logrou, por flagrante nepotismo e nítido tráfico de influência, a nomeação como Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro - pelo hoje presidiário e ex-governador Pezão - de uma filha sua e conhecida advogada inexperiente que não preenchia os requisitos básicos para o exercício do cargo.

Em tom ameaçador e com uma atitude desafiadora de quem vai “pra briga na esquina”, sua Excelência gritou firme no plenário da Corte, sem nem sacudir sua espetaculosa encabeladura, que o povo não ousasse criticar os empoderados “Capas Pretas” da Casa, porque poderiam acabar como os demais presos políticos já encarcerados, para afinal provocar a sociedade dos homens livres e patriotas e, exibindo uma pose de “Poderoso Chefão”, disse mais ou menos assim: se mexerem com um mexerão com todos nós, e todos nós unidos não consentiremos que se feche a Corte Suprema.

O “Kid Perucão” ensandeceu. Quem nas ruas disse que se estava pretendendo fechar o STF? Jamais se falou nisto! Cinicamente não se confunda “Carolina de Sá Leitão", com “Caçarolinha de Assar Leitão”, porque o povo não é idiota, Senhor Ministro! Não há reparo ou crítica alguma à Instituição e sim muitas acusações contra os atuais membros.

O que o povo diz e insiste em dizer é que se quer uma Corte Suprema livre de agentes políticos de duvidosa reputação; igualmente liberta de advogados de bandidos ou financiados por terroristas; também sem a presença de corruptos denunciados na Lava-Jato; tanto quanto de comparsas do “Ogro Condenado” ou de vendilhões da Pátria, e muito mais.

Pelo que se tornou público através das confiabilíssimas redes sociais - não em face da imprensa canalha – é que este verdadeiro movimento revolucionário da “Nova Independência” quer realmente sua Suprema Corte de Justiça de outrora de volta; quer eleições limpas e inquestionáveis sob quaisquer aspectos e o estrito cumprimento do mandamento constitucional.

O povão, tendo desta vez como ponta de lança os bravos heróis das estradas, está exigindo tudo isso com base no inexcedível poder que possui e, para tanto, se e quando for necessário vai trancar o Brasil de Norte ao Sul e de Leste à Oeste, até que a Pátria se livre não do STF, mas daqueles que enlamearam aquele Tribunal. Aliás, não vão se dirigir, pacífica e respeitosamente, somente ao Presidente do STF e aos Presidentes das duas casas do Congresso Nacional, tal como agora levaram, nestes dias, sua determinação, com base nas disposições do Artigo 1º da Constituição Federal ao Presidente do Brasil e também Chefe Supremo das Forças Armadas. De uma forma ou de outra o dono do poder absoluto quer ser atendido. É simples assim.

Não se viu na fala do Senhor Ministro, em qualquer momento, a mais leve autocrítica ou uma simples menção que desse ao País nem mesmo um pequeno indício de que os togados estivessem dispostos a reparar o mal que vêm fazendo ao Brasil. Aqueles meros servidores públicos, que vivem a tripa forra do suor de nossa gente, estão convictos de que podem ultrajar as regras constitucionais; que podem petulantemente interferir no executivo e violentar o arregrado legislativo; que podem proteger corruptos e organizações criminosas instaladas nos morros e nos guetos do País e muito mais.

Podem, também, esbofetear a sociedade libertando um criminoso internacional para colocá-lo novamente no poder e tudo o mais que decorra de seus direitos divinos, como semideuses que são, e que as críticas do povo nas ruas destes muitos Brasis não passam de petulantes tentativas de atingi-los nas alturas.

Essa gente simula uma irrealidade que nem o parvo mais tonto pode engolir e aposta no cinismo cívico dos gabinetes palacianos de Brasília, sem se dar conta de que nada disso lhe acrescenta e que, mais e mais, lhe desgasta junto aos verdadeiros donos do poder que, exausto de tanta afronta, agora se postaram de frente para seus esconderijos e para os seus subterrâneos da máquina governamental e de lá estão mandando o seguinte ultimato: ou vocês capitulam ou o povão fica e não arreda o pé até que seja atendido.

Releve a sinceridade Senhores Ministros dos Tribunais Superiores, mas chegamos a este ponto porque o povo rebelado, depois de tanto padecer, acabou por entender que o inominável desprezo por seus anseios e as aviltantes respostas aos seus mais legítimos apelos, especialmente por parte daqueles que são pagos para defender seus direitos constitucionais, em verdade revelam que o cinismo que marca aquelas posições é o que pavimenta as estradas daqueles que querem o golpear a qualquer custo.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Senadores fecham os olhos para Voto Auditável, mas apresentarão PEC para segundo turno com três candidatos

 Sábado, 11 de Setembro de 2021

Um grupo de senadores deve apresentar, na próxima semana, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), para que as eleições presidenciais tenham um segundo turno composto por três candidatos.

A proposta é para que a alteração abranja apenas o pleito nacional, não interferindo nas eleições para governadores e prefeitos.

A ideia é do senador Marcelo Castro, do MDB do Piauí, que justificou a iniciativa afirmando que seria uma tentativa de ‘diluir a polarização’ política no país.

“Eu acredito que muitas pessoas optam por votar no Lula não porque seja lulista, mas porque é tão anti-bolsonarista que vê no Lula a pessoa capaz de derrotar Bolsonaro, e vice-versa.

Com três candidatos em um segundo turno, a chance de outros nomes aumentaria”, defendeu Castro.

Para o senador, a proposta serviria para encorajar o lançamento de outros candidatos, que analisariam a situação de um novo ponto de vista:

"Não posso ser o primeiro ou o segundo, mas posso ser o terceiro e poderei virar o jogo no segundo turno".

A apresentação da PEC está prevista para a semana que vem. O texto será concluído pela equipe do senador Oriovisto Guimarães (Podemos).

Enquanto isso, senadores "fecham os olhos" para o Voto Auditável que daria mais seguranças para as Urnas Eletrônicas.

Inacreditável.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Um espelho para Barroso e uma má notícia aos “canhotas” (veja o vídeo)

 Sábado, 11 de Setembro de 2021

“O homem que vê mal vê sempre menos do que aquilo que há para ver; o homem que ouve mal ouve sempre algo mais do que aquilo que há para ouvir”. (Friedrich Nietzsche).

Comemoram “os canhotas” de todos os matizes o recuo de Bolsonaro. Imaginam que esse recuo fará com que os que protestam contra o sistema corrupto implantado no Brasil, abandonarão suas convicções e mudarão de lado.

Ledo engano! Agora tudo está mais claro.

Sempre soubemos que eleição de Bolsonaro era apenas uma pequena parte do poder. Um terço, para ser mais especifico.

Sempre soubemos que todo o sistema estava aparelhado por agentes corruptos e que eles fariam de tudo para sabotar o governo.

Sempre tivemos consciência que tínhamos conquistado a cabeça do governo, não todo o corpo.

O corpo permanece infectado.

Bolsonaro fez parte do serviço dedetizando e enxotando as moscas que infestam o cadáver putrefato do Estado, sob o qual se banqueteiam as autoridades que perseguem brasileiros e mantém o sistema corrupto.

Lembram de Sérgio Moro que tinha apoio incondicional da direita? Era considerado um Super-Herói por todos. Nas ruas bonecos retratando sua imagem. Nas casas. Nos bares. Nas festas. Nas apresentações de espetáculos... Então a verdade se fez: ele era apenas mais um agente a serviço da podridão. Era o mais do mesmo.

Tudo ficou mais claro e viramos as costas a ele. Ficamos tristes, abatidos, mas não derrotados.

O movimento direitista prosseguiu cada vez mais forte e descambou nesse apoio ESPETACULAR de milhões, de norte a sul do país, todos defendendo as pautas da direita.

Bolsonaro recuou. É verdade. Mas o recuo de Bolsonaro, assim como a morte do Cristo Crucificado, nos uniu ainda mais. Ao morrer, Cristo tornou a religião cristã gigante, pois mostrou que nada devemos temer; mostrou que a covardia está em todos os lugares da terra; mostrou que a injustiça campeia em todos os pontos; mostrou que não devemos ter medo!

O recuo de Bolsonaro, assim como a traição de Moro e a morte de Cristo nos tornou mais fortes. Nos deu mais clareza. E nos mostrou que nossa luta é justa.

O 7 de Setembro esfregou na cara da imprensa a mentira repetida por eles de que: “Somente Bolsonaro quer os Ministros do STF fora”.

Ficou evidente que não era só o Presidente que queria e quer membros do STF fora, mas milhões e milhões de brasileiros que foram às ruas, de norte a sul do país, pediram a mesma coisa, assim como pediram urnas auditáveis.

Isso ficou muito claro. Evidente até para os Ministros. Deveriam estar envergonhados e em nome da boa convivência renunciar aos cargos.

Mas, não! Leiam o que disse Barroso:

Lembrando que Barroso e a imprensa atuaram em vários casos em que convenceram os juízes a mudar as leis brasileiras: de anencéfalos, união civil de homossexuais, células-tronco… Juntos, Barroso e a Imprensa e ele confessa no vídeo que... “Ter a imprensa a favor é uma delícia”.

“Conhecerás a mentira e a mentira te aprisionará”. (Barroso).

Agora vejam o cinismo de Barroso ao defender o terrorista Cesare Battisti no vídeo do Programa da Jovem Pan, em 9 de abril de 2021.

Augusto Nunes, relembrando a ocasião em que Barroso defendeu Cesare Battisti, terrorista italiano, condenado por quatro assassinatos, afirmou:

“Com a cumplicidade do ministro da Justiça da época, Tarso Genro, eles transformaram um assassino psicopata num refugiado político, e aí o próprio Battisti esclareceu tudo ao chegar à Itália. Disse:
- “Não, eu matei sim”. Eles negaram a participação do Battisti nos homicídios. Esse é o ministro Barroso”.

Na abertura da sessão do Tribunal Superior Eleitoral de 9.09.2021, depois de insultar o Presidente várias vezes e dizer que o Presidente atacava a Justiça Eleitoral por falta de coragem de atacar o Congresso Nacional. Concluiu:

“Insulto não é argumento. Ofensa não é coragem. A incivilidade é uma derrota do espírito. A falta de compostura nos envergonha perante o mundo. A marca Brasil sofre, nesse momento, uma desvalorização global. Somos vítimas de chacota e de desprezo mundial”.

Eu também concluo dizendo:

Senhor Barroso, eu concordo quando o senhor afirma que a: “A falta de compostura nos envergonha perante o mundo. A marca Brasil sofre, nesse momento, uma desvalorização global. Somos vítimas de chacota e de desprezo mundial”. Mas NÃO pelos motivos que o senhor enumera.

Eis os motivos pelos quais somos vítimas de riso e chacota:

- Milhões de brasileiros saem às ruas pedindo a deposição de Ministros do STF. Isso, sim, envergonha nossa nação! Isso é motivo de chacota perante o mundo, de desprezo mundial. Sabe por que Ministro? Vocês se autointitulam de “SUPREMOS”. Suprema sabedoria. Mas que sabedoria é essa que o povo rejeita?

O mundo pensa: como 11 pessoas (agora são 10, pois aquele que era conhecido como “juiz de merda”, segundo Saulo Ramos - história relatada no livro “Código da Vida”, já se aposentou) podem ser tão odiadas, tão asquerosas, ao ponto de não perceberem que a nação não os quer dirigindo absolutamente nada? Por que não renunciam? Como isso pode ter acontecido, se pergunta o mundo civilizado. E tome gozação e tome chacota.

Vou novamente enumerar o que disse Leandro Narloch, neste 8 de setembro em artigo para a Folha intitulado:

“Abusos e ilegalidades do STF dão força ao bolsonarismo”:

1- “O STF proibiu o TCU de examinar denúncias de mordomias concedidas pela Itaipu a... ministros do STF.
2- Proibiu a investigação contra Dias Toffoli, apesar dos fortes indícios de venda de sentenças do TSE (curioso esse fato não ter gerado um clamor na imprensa equivalente ao caso Temer e JBS).
3 - O STF enterrou a Lava Jato em Brasília, sendo que ele próprio tinha determinado que o lugar dela era no Paraná.
4 - Alexandre de Moraes assopra a brasa do bolsonarismo quando mantém inquéritos ilegais, bloqueia a conta de organizadores de passeatas, desmonetiza canais de humor que o satirizam no YouTube ou prende deputados baseado em termos controversos como o “mandado de prisão em flagrante”.
5 - A melhor forma de conquistar respeito é fazer por merecê-lo. Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski não contribuem para a respeitabilidade do STF quando contrariam o que diz com toda a clareza a Constituição.
6 - Foi o caso de voto desses quatro a favor da possibilidade de reeleição de Maia e Alcolumbre.
7 - Ou a decisão de Lewandowski de manter os direitos políticos de Dilma, em 2016.
8 - Quando os ministros se incumbem da tarefa de determinar o que é fake news ou “anticientífico”, sem haver nas leis nacionais um parágrafo dizendo que a sociedade cedeu ao Estado o direito de determinar o que é científico, o STF perde respeito e gera ódio”.

Percebeu, Ministro, porque somos motivo de chacota? Não se sente envergonhado por todos esses motivos?

Em qualquer país do mundo civilizado, senhor Ministro, todos seriam obrigados a renunciar, seriam presos e processados por crimes contra a nação.

Afinal, que suprema sabedoria é essa que ninguém do país quer?

Sim, Ministro Barroso, os brasileiros de bem sabem quem são os farsantes!

A visão que o povo brasileiro tem das autoridades, bem como a divisão dentro da estrutura dos poderes é esta:

Na parte de cima do poder os Ministros do STF saboreando pratos de Lagosta “All’cqua Pazza”, bebericando vinhos importados e puxando os cordéis que manipulam a nação. Mais abaixo, deputados e senadores se refestelando com as sobras que caem de suas bocas e, acoelhados, dizendo sim a tudo aquilo que vêm de suas reuniões. Bem mais abaixo os jornalistas da “velha mídia”, lustrando e lambendo os sapatos de Ministros e Parlamentares e fazendo ecoar em seus jornais mensagens com intuito de alienar a população.

Esse é o “modus operandi” em vigor no Brasil. É essa a sensação que temos.

É esta a verdade escondida. A verdade que os senhores não querem confrontar.

É esse o motivo da avacalhação que sofre o país perante o mundo, senhor Ministro: a falta de compostura de ministros do STF!

A má notícia para os senhores Barroso, Moraes e todo STF e mais o Consorcio de Imprensa, Comunas/Petistas, “os artistas” que viviam pendurados nas tetas do Governo, Sindicalistas, “os especialistas” é que não recuaremos um milímetro em nossas convicções.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Jair Messias Bolsonaro: O Ulisses da Odisseia brasileira

Sábado, 11 de Setembro de 2021

Populista? Aquele que arriscou a sua popularidade pedindo a interrupção de uma greve de seus apoiadores?

Ditador? Aquele que joga SEMPRE dentro das linhas da Constituição Federal?

Fraco? Aquele que sabe com quem conversar para frear um louco?

Vendido? Aquele que negocia para evitar mais sofrimento de uma nação?

Traidor? Aquele que NUNCA abandonou os seus pontos-de-vista para agradar ninguém?

Covarde? Aquele que nunca se sujeitou ao politicamente correto e, por isso, tantas vezes foi condenado?

Corrupto? Aquele que precisa ser acusado de motoqueiro e curandeiro numa CPI por não encontrarem dinheiro na cueca, num instituto ou num triplex?

Genocida: Aquele que ofereceu vacina mais que os países de primeiro mundo?

Irresponsável? Aquele que protegeu o povo brasileiro de injetarem antídotos experimentais em seus corpos?

Fascista? Aquele que enfrenta, solitariamente, a compra de armas de seus cidadãos para protegerem a sua propriedade?

Estúpido? Aquele que se tornou o PRESIDENTE DA REPÚBLICA quebrando décadas de revezamento de grupos poderosos?

Fraco? Aquele que trabalha diuturnamente sempre com sorriso nos lábios, apertos de mão e atenção aos seus eleitores?

Bolsonaro, uma mistura humana única que causa inveja a muitos por não poderem ser o que ele já é.

Um exemplo de coragem inspiradora para as nossas futuras gerações e um modelo de força para as nossas horas de tristeza, desânimo e pessimismo.

Um homem que temos a honra de dizer: meu Ulisses não é um mito, é de carne e osso, é real e é BRASILEIRO!

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Bolsonaro surpreende o establishment e avança para libertar o Brasil (veja o vídeo)

Sábado, 11 de Setembro de 2021

No último 7 de setembro, as manifestações em todos os estados, em especial na Avenida Paulista e na Esplanada dos Ministérios, levaram mais de 10 milhões de brasileiros às ruas.

Foi o maior espetáculo democrático de toda nossa história, superando em mais de 3 milhões de pessoas a marca da passeata pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT) realizada em 13 de março de 2016, agora a segunda maior manifestação já realizada no Brasil.

O establishment entra em desespero e não acredita no que está vendo. Um presidente honesto, trabalhador, inteligente, preocupado com o Brasil e amado por seu povo, era tudo o que ele não queria.

Como derrubá-lo? Precisavam de um plano. A ideia era difamá-lo, chamá-lo de genocida, chamá-lo de corrupto, mentir, manipular a opinião pública, fraudar, enganar e, por último, chamá-lo de golpista e com isso tentar removê-lo de poder e até prendê-lo.

Uma estratégia desesperada e totalmente equivocada, a qual nunca daria certo, pois Bolsonaro tem o apoio de 80% do povo, 80% das forças armadas, 80% das forças policiais, 80% dos trabalhadores, empresários e 100% dos verdadeiros cristãos.

Nunca esse golpe do establishment daria certo, mas provocaria mortes desnecessárias, queda do PIB, desemprego e fome.

Como um verdadeiro estadista, pensando no povo e percebendo que a vitória já era dos bons brasileiros, numa atitude magnânima perdoa seus adversários e acorda uma pauta de respeito as liberdades individuais, a democracia, a Constituição Federal e ao processo eleitoral.

Promete ao povo brasileiro, na live da última quinta-feira, que em três dias perceberemos nítidas melhoras no tratamento e no respeito a nossa população.

Eu não tenho dúvidas que o livro de cabeceira de Bolsonaro é Sun Tzu - A Arte Da Guerra:

"Pareça fraco quando estiver forte.
Pareça forte quando estiver fraco"

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Até onde o povo pode "autorizar" o presidente... (veja o vídeo)

 Sábado, 11 de Setembro de 2021

Só que não vivemos no mundo do "ideal". Aqui, na vida real, as coisas são bem diferentes.

Pra começar, O POVO NÃO MANDA NADA. Não cabe a ele autorizar ou deixar de autorizar coisa alguma. O funcionamento do país é descrito em um "manual de instruções" chamado CONSTITUIÇÃO FEDERAL. É isso, não o povo, que deve ser obedecido.

Basta ver que as "narrativas" de "arrego" vieram dos adversários, explicitamente descontentes com seu posicionamento. A "banda podre" da política estava profundamente ansiosa para que o Presidente ouvisse o "clamor popular" e passasse dos limites.

O Artigo 85 da CF (o citado "manual de instruções") é bastante claro. Qualquer "arroubo autoritário", autorizado ou não pelo povo, seria a "pá de cal"; o motivo suficiente para tirar-lhe do cargo. Ou acham que PT, PSOL, MBL e Nando Moura estão em cólicas porque o 'recuo' foi ruim para o Brasil?

Não se enganem. Os desmandos dos "togados", por mais injustos, absurdos e inconstitucionais que sejam, não justificam que o Presidente também exceda os limites constitucionais. E o motivo é muito simples: O "poder" do STF para ignorar a Constituição vem dos "rabos presos" dos Senadores, atolados até o pescoço em processos parados na Suprema Corte. Bolsonaro jamais receberia a mesma "cortesia" do Congresso.

Manifestações populares, como as de 7 de setembro, são extremamente válidas para mostrar aos políticos (que precisarão de votos no ano que vem) o apoio popular ao presidente. Mas é só isso.

Quanto aos "Supremos Juízes", com cargos vitalícios, indiferentes ao resultado das urnas e com a maioria do Senado Federal "no bolso", não há protesto, manifestação, paralisação ou greve que os atinja. Com eles, só há possibilidade de diálogo baseado em seus próprios interesses.

É horrível. Eu sei. Todos nós queríamos um fim de filme hollywoodiano, onde o "bem venceria o mal", os "vilões" fossem algemados e todo o povo passasse a viver em paz, em um país cheio de justiça e liberdade.

Só que décadas de aparelhamento Estatal não serão resolvidas por milagre, muito menos "no grito". Fazer birra, xingar e espernear, como crianças mimadas, não vai adiantar nada. Se queremos um país diferente, devemos começar por mudar a nossa própria cultura. Entender a política, em sua forma real, é um bom (e necessário) primeiro passo.

"Política é a arte do possível, não do ideal." (BISMARK, Otto Von)


Fonte: Jornal da Cidade Online 

O dia seguinte: O povo não arredou o pé de Brasília e recepcionou Bolsonaro com grande festa no Alvorada (veja o vídeo)

 Sábado, 11 de Setembro de 2021

Um dia após a maior manifestação democrática da história do país, o presidente Jair Bolsonaro recebeu novamente o carinho de seus apoiadores na saída do Palácio do Alvorada na manhã da última quarta-feira (08).

Um vídeo mostra uma multidão aguardando a passagem do presidente.

O presidente da Fundação Cultural Palmares foi um dos que compartilhou as imagens em suas redes sociais e junto com o vídeo, escreveu:

“O dia seguinte. Bolsonaro na saída do Alvorada, na manhã desta quarta-feira”.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Foragido há 28 anos é preso após receber auxílio emergencial; benefício é pago a mais de 25 mil condenados, lista da CGU foi repassada para polícias

 

Sábado, 11 de Setembro de 2021

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em 1993, o vendedor Joel Theodoro Lopes, então com 32 anos, assassinou sua companheira, Iolanda Melo, com um espeto de churrasco e ateou fogo no corpo, encontrado dias depois abandonado em um local ermo da cidade de Guapó (GO). Procurado e condenado pela Justiça, ele sumiu do mapa sem deixar rastros. Não adquiriu bens, nem forneceu dados pessoais a quem quer que fosse. Até que, 27 anos depois, Lopes solicitou ao governo federal o auxílio emergencial, o benefício criado para ajudar vulneráveis durante a pandemia de covid-19 – e foi atendido.

Lopes recebeu R$ 3,9 mil em oito parcelas do auxílio (cinco de R$ 600 e três de R$ 300) em 2020. Neste ano, também foi contemplado com a nova rodada do benefício, e recebeu mais quatro parcelas de R$ 150 até ser capturado pela polícia em 19 de agosto, no município de São João da Boa Vista (SP). Uma quinta parcela foi enviada para depósito dois dias antes de sua prisão.

O auxílio emergencial acabou sendo uma peça-chave para a família de Iolanda, com ajuda do grupo de inteligência da Polícia Civil do Distrito Federal, descobrir o paradeiro de Lopes. Não só o auxílio emergencial estava vinculado ao município de São João da Boa Vista, mas também o telefone celular necessário para confirmar o cadastro no sistema do governo ainda era usado por ele.

O episódio está longe de ser um caso isolado. Segundo a Controladoria-Geral da União (CGU), 25.891 beneficiários do auxílio em 2021 estão com mandado em aberto e são procurados pela Justiça. Os dados foram obtidos a partir de cruzamento com o Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O resultado foi enviado às polícias e unidades regionais da CGU. Dos foragidos, pelo menos 300 foram capturados, mas o número pode ser maior porque os mandados de prisão são cumpridos por autoridades locais.

“O resultado dos cruzamentos foi encaminhado ao Ministério da Cidadania, gestor do programa de auxílio emergencial, para análise quanto à pertinência do cancelamento dos benefícios desses foragidos, à luz do entendimento consolidado de que as pessoas que possuem mandado de prisão em aberto não fazem jus ao benefício”, diz a CGU.

O Ministério da Cidadania afirma que as recomendações de órgãos de controle são analisadas, mas diz não ter detalhes sobre o cancelamento ou não desses benefícios. O auxílio de 2021 aproveitou o cadastro realizado no ano passado, ou seja, os 25.891 já recebiam a ajuda em 2020. No ano passado, a CGU mapeou mais de 27 mil foragidos contemplados. Os números mostram que pouca coisa mudou de lá para cá.

Embora o próprio auxílio tenha servido de ajuda para descobrir o paradeiro do criminoso, a jornalista Talita Melo de Carvalho, neta de Iolanda, questiona o critério de concessão. Nas investigações, foi detectado que Lopes usava o dinheiro até mesmo para pedir entrega de comida. “Ele estava recebendo auxílio emergencial. Qual é o critério? Por que ele não caiu (na avaliação)? Qual é o processo de aprovação para receber um auxílio desse?”, questiona Talita.

A prisão de Lopes é o desfecho de uma busca iniciada pela tia-avó de Talita ainda nos anos 1990, mas que, segundo a jornalista, não contou com muito empenho da polícia à época. Depois de convencer Iolanda a sair de Brasília, onde morava com a família, para Goiânia (GO), Lopes a assassinou, levou consigo joias que a então companheira comercializava e falsificou sua assinatura para vender o carro.

“Minha mãe e minha tia-avó começaram uma saga para encontrá-lo. Minha avó imprimiu vários cartazes com uma foto que achou, contratou detetive particular… Ela se esforçou muito e juntou tudo que pesquisou numa caixa. Tirou cópia do processo, de tudo. Ficaram mais um tempo tentando encontrar, e a polícia nunca achou. Então, arquivaram o caso”, conta ela.

Talita tinha pouco mais de um ano quando sua avó foi assassinada. Só depois que completou 20 anos, porém, é que soube a verdade sobre como o caso. “Passamos a vida inteira com meus familiares falando que ela tinha morrido do coração. Há uns seis anos, me contaram a história e fiquei com isso na cabeça. Até assimilar, demorou um pouco. Então, comecei a ver muitos casos de feminicídio, (pensava que) minha vó morreu assim, e esse cara está aí. Foi aí que eu perguntei para minha tia-avó, e ela falou que tinha a caixa”, diz ela, que tem hoje 29 anos.

Procurado, o Ministério da Cidadania listou uma série de ações integradas com outros órgãos para coibir fraudes, pagamentos indevidos e estruturar uma “trilha de auditorias”. Segundo a pasta, mais de 15 bancos de dados são utilizados para aferir se uma pessoa é elegível ou não ao benefício, entre eles o BNMP. “Essas informações alimentam o banco de dados de processamento da Dataprev, que faz mensalmente um novo processo de verificação da elegibilidade ao benefício”, diz a nota. A Cidadania, porém, não esclareceu se os beneficiários com mandado em aberto, apontados pela CGU, tiveram os repasses suspensos.

Até agora, o governo recuperou R$ 5,1 bilhões pagos indevidamente – devolvidos de forma voluntária pelos beneficiários. O auxílio já pagou mais de R$ 337 bilhões em ajuda a vulneráveis.

O advogado que acompanhou Lopes após a prisão informou que não atua na defesa do vendedor, a quem conheceu com outro nome, e disse que não se manifestaria sobre o caso.

Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Bandido bom é bandido solto recebendo bolsa família e auxílio emergência . Esse governo acabou mesmo com roubo e corrupção.

    1. Lembrando que não foi o presidente que soltou o André do Rap, e que impediu a polícia de subir morro pra fazer o seu trabalho…

    2. O comentário sem lógica, o caro fugiu a 30 anos e o culpado é um governo que tem quase 3 anos

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055