martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 11 de janeiro de 2023

Atrevido e sem limites, Lula sobe o tom com militares

Quarta, 11 de Janeiro de 2023

O alvo desta feita são os militares.

Em breve, corre o sério risco de perceber que esse pode estar sendo o seu grande erro.

Eis o texto da agência Reuters:

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu o tom e criticou nesta segunda-feira a falta de resposta das Forças Armadas aos acampamentos de bolsonaristas nas portas de quartéis pelo país que pediam uma intervenção ilegal dos militares contra a sua eleição, e disse que ‘dava a impressão’ de que alguns gostavam dos clamores por golpe.
A declaração aconteceu um dia após os ataques de bolsonaristas radicais aos edifícios-sede dos Três Poderes em Brasília durante uma reunião no Planalto com governadores e os presidentes do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).
‘As pessoas estão livremente reivindicando o golpe na frente dos quartéis, e não foi feito nada por nenhum quartel, nenhum general se moveu para dizer que não pode acontecer isso, é proibido pedir isso’, afirmou Lula.
‘Dava a impressão de que tinha gente que gostava quando o povo estava clamando pelo golpe’, seguiu o presidente, que depois da reunião partiu em caminhada com os governadores e as demais autoridades presentes para vistoriar a destruição no STF.
Lula criticou não apenas os acampamentos bolsonaristas, mas também integrantes do contingente do Batalhão da Guarda Presidencial, do Exército, responsável pela segurança do Planalto: ‘Soldado do Exército brasileiro conversando com as pessoas (invasores) como se fossem aliados’, disse Lula, citando imagens do ataque ao principal edifício da presidência.
‘Eles querem golpe, e golpe não vai ter’, disse.”

O detalhe que desmonta a retórica agressiva do petista, é justamente o posicionamento de seu próprio ministro da Defesa, José Múcio.

O ministro chegou a afirmar que os acampamentos nas portas dos quartéis eram democráticos e que tinha até familiares dele que faziam parte do movimento.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643