martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 19 de dezembro de 2022

Lula aciona um comunista para "sufocar" CACs e "desarmar" o Brasil

 Segunda, 19 de Dezembro de 2022

Apesar de ser um ex-juiz federal, Flávio Dino, fez carreira política no Partido Comunista do Brasil, o PC do B, e ele deve ser o mais radical dos ministros de Lula – com total apoio da nossa extrema-imprensa, claro.

O Globo, em pleno domingo, concede uma página para celebrar a atitude do escolhido para o Ministério da Justiça e da Segurança Publica, que pretende restringir o acesso as armas pelas pessoas de bem e ainda diminuir (se possível até fechar) os clubes de tiro.

O jornal carioca candidamente se esqueceu de fazer qualquer pergunta sobre tráfico de drogas e armas que afeta todo o Brasil, mas especialmente a cidade do Rio de Janeiro, que vive em ‘estado de guerra civil’. O Rio talvez seja a única cidade do mundo que possui dois aplicativos que são capazes de avisar usuários quando um tiroteio ocorre na região metropolitana. Além de avisar sobre a troca de tiros, a plataforma gratuita permite que usuários transmitam ocorrências e eventos ao vivo, como roubos, assaltos e tiroteios – um chamado VIU.

O segundo app chamado Fogo Cruzado, mais moderno, também inclui arrastões. Mesmo assim, para os repórteres Jennifer Gularte e Thiago Bronzatto, a grande ameaça à segurança nacional são atiradores do interior de Santa Catarina (região mais segura do país) ou fazendeiros do Centro-Oeste e suas velhas espingardas cartucheiras.

Agora, as metralhadoras ZB VZ calibre .30, com capacidade, segundo a Polícia Militar, para derrubar helicópteros, que abundam nos morros cariocas ou os rifles AR-15 que matam inocentes a 5 quarteirões de distância, as chamadas ‘balas perdidas’. Talvez os repórteres desconheçam as metralhadoras de calibre.50 que semanas atrás chegou a a perfurar um blindado da PM-RJ, na Cidade Alta, em Cordovil, Zona Norte do Rio. Graças a Deus nenhum policial se feriu. 

Para esses repórteres lacradores e seus editores com suas narrativas prontas que ignoram os dados que os homicídios despencaram 30% nos últimos quatro anos e que parecem ter se esquecido que vivem numa cidade onde o narcotráfico impera, eu tenho apenas duas palavras: TIM LOPES!

Foto de Eduardo Negrão

Eduardo Negrão

Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643