martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 17 de dezembro de 2022

Alexandre Garcia rompe o silêncio e faz alerta grave

Sábado, 17 de Dezembro de 2022



No texto publicado no jornal Gazeta do Povo, o comunicador afirmou que a legenda quer considerar o atual chefe do Executivo como um “criminoso eleitoral” e que seus aliados sejam investigados.

"Poderá Bolsonaro ser preso? Teoricamente, esse é o desejo da coligação que elegeu Lula, que entrou com uma ação no TSE acusando Bolsonaro de uso indevido dos meios de comunicação social e abuso do poder político. O problema é que a ação caiu nas mãos do ministro Benedito Gonçalves. Aquele dos tapinhas no rosto, recebidos de Lula. Aquele que cochichou no ouvido de Alexandre de Moraes [e o microfone captou 'missão dada, missão cumprida'...", avaliou.

Garcia prosseguiu dizendo que o objetivo da sigla do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é tentar “desreeleger” aliados do presidente.

"O pessoal está pedindo que sejam investigados não só Bolsonaro e seu vice Braga Netto, mas também deputados que são ferrenhos defensores de Bolsonaro, como Bia Kicis, Carla Zambelli e Eduardo Bolsonaro; o senador Flávio Bolsonaro; e três recém-eleitos que tiveram muitos votos: Gustavo Gayer, Magno Malta e Nikolas Ferreira. Qual é o objetivo? Tentar 'desreeleger', como já se conseguiu 'descondenar' lá atrás", acrescentou.

O jornalista também defendeu que as escolhas de Lula para compor a Esplanada dos Ministérios é um “retorno ao passado” e avaliou que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes “segue fazendo ameaças”.

"Falando em prisão, Alexandre de Moraes, num evento em Brasília, ameaçou que ainda há muita gente para prender e muita multa para aplicar (…). E aí eu lembro do secretário-geral dos Repórteres Sem Fronteiras, Christophe Deloire, dizendo que regimes ditatoriais e autoritários estão enchendo as prisões com jornalistas. Prisão por crime de opinião; enquanto isso, nenhum baderneiro que queimou veículo em Brasília foi preso ainda, pelo menos até o momento em que fiz essa gravação", observou.

Alexandre Garcia tem razão, a força política de Bolsonaro é uma ameaça real e imediata ao Sistema, que pela 1ª vez ficou afastado do poder (por apenas 4 anos) desde o fim do regime militar em 1985. 

Foram 48 meses sem a chave do cofre e retomar o controle não basta.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643