martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 8 de março de 2021

“Eles querem tomar o poder, criar o caos social, de modo a legitimar o impeachment de Bolsonaro”, afirma mestre em Direito Público (veja o vídeo)

Segunda, 08 de Março de 2021

Na última semana explodiu o autoritarismo! As atitudes ilegais e inconstitucionais tomaram conta de todo o país, com destaque para a crueldade maior dos dois governadores tucanos, Doria e Eduardo Leite, ‘o Calça Apertada dos Pampas’.

A ditadura começou?

Em entrevista à TV Jornal da Cidade Online, Renato Gomes, mestre em Direito Público e profundo conhecedor da Constituição, falou sobre esse momento difícil que o Brasil está vivendo.

“Eles querem tomar o poder, criar o caos social, gerar revoltas, de modo a legitimar o impeachment, jogando toda a responsabilidade pelo que está acontecendo nas costas do Bolsonaro”, ressaltou Gomes.

Renan Calheiros e o ‘chega pra lá’ no ministro Marco Aurélio, do STF

E será que o Judiciário tem a última palavra sempre? De acordo com o especialista, sim, desde que julguem na margem da lei, na margem da Constituição.

“Enquanto não houver essa consciência por parte do chefe de poder, a gente vai continuar vivendo esse terrorismo judicial. Isso é o que eu diria para combater o ativismo judicial, dar um ‘chega pra lá’, como Renan Calheiros fez, quando [o ministro do STF] Marco Aurélio deu uma canetada, tirando ele da presidência do Senado. Ele ignorou o oficial de Justiça, não saiu e ficou por isso mesmo, Marco Aurélio ficou com cara de tacho”, lembrou Gomes.Os artistas mandam o povo ficar em casa, e vão para a balada. O governador manda o povo ficar em casa e viaja para Miami. O prefeito manda o povo ficar em casa e vai para um resort em Cancun.... Gomes é categórico ao falar sobre isso:
“A população é irrelevante para esse pessoal. Eles estão pouco se lixando se dizem uma coisa e fazem outra, eles não têm que dar satisfação a esse povo ‘gado’, tem certeza impunidade, podem fazer o que quiserem, pois tem o aval da toga”, frisou.

Gomes ressaltou ainda que confia no presidente Bolsonaro.

“Eu confio no presidente, eu sei que ele está vendo tudo que estou vendo. Não existe outra opção que não seja Bolsonaro, para as pessoas de bem. Ele é o único salvador da Pátria, se ele não estivesse lá, a gente estaria arruinado”, completou.

Confira:

Fonte Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055