martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 10 de junho de 2022

Demissões não tem hora para acabar na Globo... Uma nova onda vem aí!

 Sexta, 10 de Junho de 2022

O expressivo corte nos gastos com publicidade imposto pelo Governo Federal feriu a Globo mortalmente. Em pouco mais de um ano, a TV Globo passou a registrar uma série de demissões. De acordo com o próprio canal, tem sido adotadas mudanças significativas nos últimos anos, especialmente quando se trata de alterações nos vínculos empregatícios de seus funcionários.

No entanto, quando se trata de números, o atual momento do grupo Marinho pode ajudar a compreender a causa de tantos desligamentos ’em massa’. Um dos fatores que mais impressiona é o tamanho do corte em profissionais ‘veteranos’ no departamento de jornalismo.

Outro ponto curioso é que, na prática, o chamado ‘pente fino’ não começou em afiliadas da emissora, por exemplo, mas já iniciou atingindo colaboradores dos dois principais eixos: Rio de Janeiro e São Paulo. Lista de profissionais demitidos segue aumentando e ‘efeito cascata’ tem sido assunto nas redes sociais.Recentemente, a saída da jornalista Michelle Barros causou espanto entre os telespectadores. Após mais de uma década na casa, ela informou que pediu demissão. Outro nome a gerar grande repercussão foi o de Chico Pinheiro. O então âncora do ‘Bom Dia Brasil’ deixou o canal após 32 anos de serviços prestados. Carlos Tramontina também foi desligado nos últimos meses.

AUDIENCIA EM BAIXA

No ano passado, houve expressivas quedas de audiência nos principais telejornais da emissora, o ‘Jornal Nacional’ e o ‘Jornal da Globo’, ambos exibidos no horário nobre, registraram índices preocupantes. O JG encerrou o ano passado com o pior ibope anual de toda a sua história no mercado nacional. 

O  ano de 2021 também foi um dos piores da história do JN em audiência. Agora, em 2022, os números também continuam em queda. Desde 2013, o jornal não consegue alcançar os 30 pontos de audiência.

Ainda referente ao ano passado, a Globo chegou a registrar receita expressiva, mas ficou em um prejuízo de R$ 173 milhões. As perdas, conforme a emissora, foram motivadas pelo “aumento de custos com direitos esportivos”, mantendo um cenário de dívidas elevadas.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055