martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 31 de março de 2022

Fundador do MBL, que vive atacando Bolsonaro, dá "chilique" e é flagrado na mentira (veja o vídeo)

 Quinta, 31 de Março de 2022

Em suas redes sociais, os ataques são diários e já se tornaram rotina.

Porém, o que Ostermann - conhecido como "MamãeFalei do RS" - não revela ao público é que ele é um dos fundadores do Movimento Brasil Livre (MBL).

Aquele mesmo movimento onde figuras como Kim Kataguiri, Renan Santos, Arthur do Val, entre outros, fazem parte.

Todos são "amiguinhos".

O parlamentar vive defendendo a "liberdade" na web. Porém, essa tal "liberdade" não parece ser igual para todos.

Exemplos não faltam...

No dia 8 de fevereiro, por exemplo, Ostermann saiu em defesa do youtuber Monark - acusado de apologia ao nazismo:

"O Monark mandou mal. MUITO mal. Mas não me parece razoável afirmar que fez 'apologia ao nazismo'. 
Existe um oceano de diferença entre dizer 'EU DEFENDO A' e 'A DEFESA DE A NÃO DEVERIA SER CRIME'. Enxergar isso não torna alguém insensível em relação ao tema nem antissemita. [...]
Preocupa essa cultura de silenciamento/linchamento de quem seja acusado de falar algo absurdo."

Confira:

Já no dia 15 de março, ele ainda foi além e defendeu a "liberdade" do filme produzido pelo humorista Danilo Gentili, que contém uma cena pesada de pedofilia em tom de 'piada'.:

"Absurda a tentativa do Governo Bolsonaro de censurar, por meio do Ministério da Justiça, o filme 'Como se tornar o pior aluno da escola' (2017)."

O "MamãeFalei do RS", de maneira covarde, ainda resgatou uma publicação antiga do presidente Bolsonaro totalmente fora de contexto para elogiar Genti:

"Minha solidariedade ao Danilo Gentili, um dos maiores heróis da liberdade no Brasil.
Não havia visto o filme. Agora farei questão de assistir!"

Confira:

Entretanto, o mundo dá voltas e, para a surpresa de ninguém, o deputado Fábio Ostermann foi "pego na mentira".

Dando mais um de seus 'showzinhos' de chiliques, o fundador do MBL anunciou que protocolou na Comissão de Ética da Assembleia Legislativa do RS uma representação contra o Deputado Rodrigo Maroni. 

O motivo? Acredite se quiser: "Ofensas contra os colegas".

Isso mesmo. O mesmo parlamentar que defende Monark acusado de apologia ao nazismo e Gentili por uma cena de pedofilia em seu filme, não aguentou críticas e quer censurar o próprio colega de Assembleia.

Rodrigo Maroni não perdoou:

"Soube com alegria que me colocaste na Comissão.
Te devolverei o carinho atribuído a mim te colocando também.
Sim reafirmo, tu és arrogante, pretensioso, vaidoso, limitado e muito burro. Características bem explícitas em ti, e compartilhadas pela maioria de quem te conhece e convive contigo.
Ainda mais sabendo que tu te diz defensor das liberdade e das opiniões", detonou Maroni.

Assista as declarações de Maroni que causaram os "chiliques" em Ostermann:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055