martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 31 de março de 2022

Moro dá uma de amador, é desmoralizado por deputado e passa vergonha monumental

Quinta, 31 de Março de 2022

O pré-candidato do Podemos à Presidência está em constante transformação.

Ele começou como juiz, virou herói nacional, depois traidor da causa, executivo com salário milionário nos Estados Unidos e agora caminha rapidamente para se tornar "piada"!

Tentando jogar para galera, Sergio Moro tentou insinuar que acabaria com o foro privilegiado, algo mais difícil do que reinstaurar a monarquia no Brasil – porque enfrentaria a resistência da grande maioria do congresso, de milhares de prefeitos e outras autoridades beneficiadas com esse tipo de injustificável privilegio.

Moro escreveu no Twitter:

"Leio aqui vários comentários que seria impossível acabar com o foro privilegiado, pois dependeria do Congresso. Aposto, que se o Presidente recém-eleito mandar uma PEC, acabando com o privilégio para todo mundo, inclusive para ele mesmo, ela vai ser aprovada. Espere só para ver."

Depois dessa baboseira populista do "faixa-branca" Moro, o deputado Filipe Barros (PL-PR) já chegou na voadora:

"O presidente não precisa mandar PEC (proposta de emenda constitucional) nenhuma. 
A PEC já foi aprovada no Senado e em comissão especial da Câmara. Falta votação no plenário. O autor da PEC é o Senador Álvaro Dias, presidente do seu partido no Paraná."

Cá entre nós, é ridículo, Moro que é paranaense tomando dura de um deputado do mesmo estado por desconhecer decisões de um senador que é presidente do seu partido e também seu conterrâneo.

Ninguém tem mais a perder que Sergio Moro nessas eleições, se ele insistir nessa aventura eleitoral à presidência, fatalmente será massacrado nas urnas.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055