martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

França ordena o abate de seis mil patos atingidos por gripe aviária no país

Quarta, 09 de Dezembro de 2020


(Foto: Reprodução/Twitter)

Um plantel com 6.000 patos contaminado pelo vírus H5N8, causador da gripe aviária, na cidade de Bénesse-Maremne, no departamento de Landes, sudoeste da França, foi abatido por ondem do governo francês. Esta é a primeira contaminação pelo vírus num rebanho no país. O Ministério da Agricultura francês confirmou a informação nesta terça-feira (08/12), sabendo que uma grande mortalidade de animais foi constatada numa fazenda no dia 05 de dezembro. Com isso, a prefeitura da cidade ordenou o sacrifício dos patos no dia 6 de dezembro.

Um primeiro surto de influenza aviária altamente patogênica foi detectado em uma loja de animais em Haute-Corse em 16 de novembro. Três dias depois, em 19 de novembro, houve um novo alerta, desta vez nas Yvelines, ainda em uma loja de animais. Desde então, o vírus também foi encontrado na vida selvagem, em um ganso-craca em Loire-Atlantique e em três cisnes em Meurthe-et-Moselle.

No dia 25 de outubro, o governo começou a alterar sobre o risco de introdução do vírus no território por aves migratórias. O nível de alerta foi gradualmente elevado, quando diversas ocorrências de H5N8 foram registradas em países vizinhos como Alemanha, Dinamarca, Holanda e Reino Unido. O aparecimento do vírus H5N1 na Córsega colocou todo o território nacional em risco, impondo uma vigilância apertada e restrições.

Com isso, a indústria deve cumprir rigorosas medidas de biossegurança. Os criadores de galinhas, patos, perus ou proprietários de quintais devem confinar suas aves ou instalar redes para evitar o contato com pássaros silvestres. Estão proibidas, ainda, coletas de aves vivas em mercados ou feiras, bem como o transporte e soltura de aves de caça pelos caçadores onde a prática é permitida.

Globo Rural

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055