martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Negar o direito de salvar vidas é crime!

Sexta, 30 de Julho de 2020


Foto Ilustrativa

Se alguém não entende isso, é mau caráter ou criminoso. Acho que burrice nem cabe aqui.

Os governadores, prefeitos, médicos e todos aqueles que negam o uso da HCQ são criminosos, e como tal devem ser tratados pela justiça. É crime contra a humanidade!

A quem caberá a exigência da responsabilidade criminal por tantas mortes no Brasil? Candidatos não faltarão, tanto para tal exigência, quanto aos responsáveis.

A Associação Médica do Brasil publicou parecer sobre a polêmica (criada em laboratório político) do uso da Hidroxicloroquina (19.07.2020).

Neste parecer, reconhece a não comprovação científica do medicamento para tratamento do coronavírus, dá um puxão de orelhas na politização do assunto, mas defende veementemente a autonomia do médico para prescrição do HCQ. (amb.org.br)

Cita, ainda, parecer 4/2020 do Conselho Federal de Medicina, que regula e disciplina o tema, além de também defender a autonomia do médico para prescrição do medicamento. O paciente, aqui valorizado, quando posto a importância da relação médico/paciente (23.04.2020). (portal.cfm.org.br)

E por fim, o maior destaque fica por conta da Declaração de Helsinque, de junho de 1964, da Associação Médica Mundial - WMA, que tanto a AMB, quanto o CFM são signatários. Há quase 60 anos, o reconhecimento da autonomia do médico para prescrição de qualquer medicamento sem comprovação científica, com conhecimento e permissão do paciente, é indiscutível. (wma.net)
Confira:

Alexandre Siqueira

Articulista
Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055