martins em pauta

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Três pessoas foram assassinadas neste fim de semana em Mossoró na região Oeste Potiguar

Segunda, 04 de junho de 2018

A violência letal  que vem assolando a cidade de Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte, fez mais três vítimas fatais neste fim de semana com três assassinatos provocados por disparos de arma de fogo na cidade.
ImagemNa madrugada de sexta feira, 01 de junho, o vigia de rua identificado como Raimundo Nonato Bessa Bezerra, 30 anos de idade, natural de Itaú e morava em Mossoró, foi assassinado com vários tiros de revólver, inclusive na cabeça, enquanto trabalhava, na Rua Joel Dantas, por trás do Supermercado Rebouças no Bairro Belo Horizonte. Os suspeitosa do crime, dois homens que estavam de moto e que a polícia já tem os nomes e investiga o caso,
ImagemNa noite de sexta feira (01), por volta das 21h30min, Jorge Alan Henrique Dantas, “Alan das Cajazeiras” de 26 anos de idade, foi morto em via pública com vários tiros de pistola e revolver.
O crime aconteceu na Rua Maria Batista dos Santos, no Loteamento Santa Helena, região do Santo Antônio. Segundo a Polícia Jorge Alan era acusado de uma tentativa de homicídio, mas havia sido absolvido da acusação pelo Tribunal do Juri Popular de Mossoró. Os suspeitos estavam de moto e não foram identificados pela polícia.
ImagemNa madrugada de domingo, 03 de junho, por volta de 01h20min , Gilvan Dantas de Oliveira, o "Gilvan dos Passaros foi morto em via pública com três tiros na cabeça. O crime aconteceu na Rua Dom Helder Câmara, próximo a conhecida Caixa D'agua do Alto do Xerém, no Bairro Belo Horizonte. Gilvan dos Pássaros como era mais conhecido tinha várias entradas na polícia por crime de furtos.
Os três corpos vítimas de homicídios foram necropsiados na Unidade Regional do ITEP em Mossoró e já liberados para sepultamentos. Até o momento nenhum suspeito foi preso e não há informações sobre as motivações dos crimes. A Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM) começa nesta segunda feira 04 de junho a investigar os casos.

Fonte: Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055