martins em pauta

sábado, 9 de junho de 2018

Ex-braço direito de Gilmar teria pedido R$ 200 mi da JBS para reduzir multa de leniência

Sábado, 09 de Junho de 2018

Foto: Carlos Humberto|Divulgação

A tentativa de redução da multa de leniência da JBS na Justiça teria passado por um pedido de propina de R$ 200 milhões por parte de um ex-braço direito do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a revista Crusoé, Dalide Corrêa, uma advogada amiga de Gilmar e líder do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), controlado por Gilmar, solicitou à JBS R$ 200 milhões como forma de conseguir que Gilmar Mendes reduzisse a multa de R$ 11 bilhões para R$ 3 bilhões de reais. Dalide deixou o IDP no mesmo momento em que as delações da JBS eclodiram. “Eu já vinha sinalizando havia mais de um ano que pretendia sair. Inclusive tinha começado a fazer a transição para a nova direção. Não tem ligação com esse episódio com a JBS”, disse ela à Crusoé. Ela ainda afirmou que a história teria sido inventada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055