martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 29 de março de 2022

Influencer detona nova música de Anitta e revela como estão 'destruindo' o caráter de nossos jovens (veja o vídeo)

 Terça, 29 de Março de 2022

Depois de chegar ao topo do ranking global do Spotify, a música Envolver, de Anitta, começou a cair a partir desta segunda-feira (28), ficando, por enquanto no top 10, mas o resultado, inédito na história de um artista brasileiro, escancara toda a futilidade do gosto musical (ou falta dele) desta geração esquerdopata.

A influencer conservadora Nanda Schimdt, que assina como @mariafernanda.br no aplicativo 'TikTok' fez uma análise precisa e demonstrou que a ‘conquista’ da cantora é na verdade uma gigantesca derrota para o país, a cultura nacional e mundial e, principalmente, para os jovens influenciados por Anitta:

"Por que vocês estão comemorando que essa porcaria aqui chegou em primeiro lugar no Spotify? O que eu mais vi foram feministas tuitando, nossa o Brasil venceu, as mulheres venceram. Primeiro que essa musica não é nem cantada em português. Segundo, como que as mulheres vão vencer o patriarcado se a Anitta ficou sensualizando o negócio todo? O clipe é basicamente ela se insinuando para um homem e satisfazendo ele. Que empoderamento é esse mulheres? Enquanto vocês estão achando o máximo o Brasil estar lá, em primeiro lugar, por conta dessa música, eu estou morrendo de vergonha de ser brasileira numa hora dessas."

Nanda traduziu um dos trechos mais fúteis de Envolver e ironizou a cantora:

"Olha só essa letra, olha como a Anita é uma poeta:
'Bebendo e fumando com você em uma capsula, porque com você, sempre que eu te vejo, você quer me pegar e eu quero te despedaçar. Leve isso na piada, em cinco minutos você vai gozar e você se derrete para mim'."

A influenciadora também analisou, com base na obra do filósofo inglês Sir Roger Scruton, cuja especialidade era a estética, o tipo de ‘caráter’ que Anita ajuda a formar na sociedade brasileira:

"Ele vai explicar porque um caráter ruim em uma música, estimula o mau caráter em seus praticantes. A prova viva disso é a imbecilidade das pessoas fazendo aquelas dancinhas que parecem cachorros no cio. A Anitta lançou essa música e aí teve a dancinha e tá todo mundo fazendo a dancinha. Ta todo mundo sendo imbecil; imbecís coletivos."

A análise de Nanda Schmidt contrasta, por exemplo, com o destaque que o Jornal Nacional deu à notícia sobre a música, com William Bonner comemorando e exaltando justamente o fato da coreografia ter viralizado por aqui.

Eles sabem que já perderam os adultos e agora partem, com tudo, pra cima dos jovens.

Distorcer, influenciar, futilizar e aliciar. Essa é a estratégia desesperada dos esquerdopatas para tentar voltar ao poder.

É o último pilar de sustentação, ainda que frágil. Basta destruí-lo e o Brasil, enfim, estará livre de todo o mal!

Veja o vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055