martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 18 de dezembro de 2021

Vereador compara Ciro a 'gângster' e diz que Ceará sofre com corrupção sistêmica (veja o vídeo)

 Sábado, 18 de Dezembro de 2021




Neto revelou novas informações e bateu forte nas justificativas publicadas ou ditas até aqui, principalmente por Ciro, que insiste em ser alvo de perseguição política.

“Já estão tentando, de todo jeito, justificar com o velho malabarismo de sempre os erros que eles cometeram. Primeiro estão dizendo que a operação é uma perseguição do presidente Bolsonaro aos irmãos Gomes. É uma mentira, a investigação começou no ano de 2017 e investiga fatos que aconteceram de 2013 para cá na construção de uma arena, na época, para a copa do mundo. Mais uma justificativa sem pé nem cabeça." 
O vereador também rebateu a fala de Ciro Gomes de que a Arena Castelão teria sido a mais barata entre os estádios da Copa no Brasil, como prova de que não haveria corrupção.
"E o que é que tem, isso não anula o fato de que pode sim ter corrupção, de que pode sim, ter ocorrido pagamento de propina e isso a policia federal está investigando e disse muito bem em seus relatórios, os irmãos Gomes, essa oligarquia que pensa que manda no estado do Ceara, comete, sim, atos sistêmicos de corrupção".

Além das ações de busca e apreensão, a Justiça Federal do Ceará quebrou os sigilos bancários e telefônicos de Ciro e de Cid Gomes. O valor total de construção da arena foi de R$ 513 milhões. Os investigadores falam em pagamento de R$ 11 milhões em propinas, entre os anos de 2010 e 2013, incluindo pagamentos diretos e doações eleitorais.

Em 2010, Ciro cumpria mandato como deputado federal pelo Ceará, e em 2013 foi nomeado secretário de Saúde do Estado, onde permaneceu até 2015, nomeado por Cid Gomes, então governador cearense, de 2007 até 2015.

Veja o vídeo

  • Fonte: Jornal f=da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055