martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Ação para devolução de verbas federais contra Fundação Roberto Marinho é dura derrota para a Globo (veja o vídeo)

Quarta, 28 de Julho de 2021

Nesta segunda-feira, 26, o Ministério do Turismo editou uma portaria na qual inabilita por três anos a Fundação Roberto Marinho para a captação de recursos públicos.

Além disso, o Ministério cobra a devolução de R$ 54 milhões ao Fundo Nacional de Cultura (FNC), referentes ao montante aplicado na construção do Museu da Imagem e do Som (MIS) do Rio de Janeiro, na Praia de Copacabana.

Segundo informações do jornal Extra, já foram gastos quase R$ 130 milhões de reais nas obras físicas do MIS, sendo 50 milhões repassados pela Fundação Roberto Marinho e mais R$ 79 milhões pelo poder público, mas ainda faltam 30% de obras para a conclusão do museu.

Os recursos, agora, viriam dos cofres do estado, mas a operacionalização é da Fundação Roberto Marinho, e a sanção do Ministério do Turismo deve inviabilizar a retomada.

A solução deve mesmo ficar a cargo exclusivo do governo estadual, que informou que vai lançar, dentro de 3 meses, editais para a captação de R$ 52 milhões.

A ação do Ministério cumpre uma promessa feita pelo Secretário Especial da Cultura, Mário Frias, que disse que as auditorias dos projetos da Lei Rouanet são parte fundamental para moralizar os mecanismos de fomento à cultura, e que seria prioridade de sua gestão, auditar cerca de R$ 13 bilhões, para identificar e punir o mau uso do dinheiro do povo.”

A Fundação Roberto Marinho deve ser alvo das prometidas auditorias, considerando que já teria captado R$ 223 milhões para diversas obras e reformas espalhadas por todo o país, como os Museus da Língua Portuguesa e do Amanhã, a iluminação do convento de São Francisco e o restauro do Memorial Jorge Amado e do Cristo redentor, entre outros

Enquanto alguns gritam que o pedido de devolução do dinheiro, assim como o bloqueio de novos repasses, seria uma forma de atacar a cultura, o que chama mesmo a atenção é o montante milionário que foi repassado nos últimos anos, em obras e restaurações sem fim.

Esta foi mais uma derrota da Globo, considerando que a Fundação Roberto Marinho pertence ao grupo que tem passado por um sério ajuste em suas contas, com demissões, crise de audiência e perda de direitos de transmissões.

Atolados até o pescoço em uma crise sem fim, a Globo acaba de ver mais um capítulo de sua derrocada…

Veja o vídeo em nosso Canal Oficial de Cortes do JCO, no Facebook e no Youtube:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055