martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 14 de fevereiro de 2021

Amazônia - uma folha no microscópio: A velha retórica de que o “Brasil não cuida da Amazônia” está no fim

Domingo, 14 de Fevereiro de 2021




Todos os projetos foram desenvolvidos totalmente pelo INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais ao longo de uma década, e tiveram a tecnologia constantemente atualizada ao longo desse tempo, tornando o satélite um poderoso instrumento de rastreamento e vigilância.

Os satélites terão as seguintes funções de controle ambiental e defesa estratégica:

1. Rastrear o desmatamento, permitindo a ação imediata das autoridades para coibir a extração ilegal de madeira;
2. Identificar focos de queimadas, permitindo o seu combate imediato.
3. Mapear todos os garimpos ilegais.
4. Fazer o levantamento de todas as pistas de pouso clandestinas, para ação imediata das forças armadas, dando um duro golpe nas atividades criminosas na área.
5. Fazer um levantamento preciso de toda e qualquer movimentação suspeita na Amazônia, incluindo a biopirataria e o tráfico de entorpecentes.

 

O lançamento desses satélites está assustando certos países que pregam que o "Brasil não cuida da Amazônia", mas são os primeiros a roubar nossas riquezas naturais. Fora isso, está sendo feita - por parte dos nossos órgãos de informação e forças armadas - uma filtragem das atividades de milhares de biopiratas que operam na Amazônia disfarçados de "ONGs ambientalistas, o que vai permitir colocar muita gente na cadeia.

Com os satélites em órbita fazendo imagens de altíssima definição, aliados ao nosso sistema de vigilância (SIVAM) e a capacidade dos nossos caças Grippen de chegar rapidamente aos locais, e mais nossas unidades aerotransportadas, a amazônia será reduzida ao tamanho de uma folha sob o microscópio, permitindo o nosso total controle e vigilância sobre ela, o que dificultará em muito a vida os criminosos que operam na área.

Bom, agora só falta o STF - a serviço da esquerda bandida - dizer que isso é ilegal, pedir explicações ao INPE e soltar uma liminar impedindo os satélites de fornecerem imagens, sob a estúpida alegação de "invasão de privacidade da Amazônia". Deles se pode esperar qualquer coisa non sense.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055