martins em pauta

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Faculdades de Medicina antecipam formaturas para que alunos se inscrevam no Mais Médicos

Sexta, 22 de Novembro de 2018


Alunos da Universidade Vila Velha (UVV) se formaram com 15 dias de antecedência para participar do Mais Médicos Foto: Arquivo pessoal

Faculdades de Medicina da Bahia, do Ceará e do Espírito Santo decidiram antecipar a formatura de estudantes que terminam a faculdade neste ano para que eles consigam se inscrever no programa Mais Médicos . As inscrições para as 8.517 vagas estão abertas desde quarta-feira e vai até domingo. Com foco no edital, a Universidade Vila Velha (UVV) adiantou a colação de grau de uma turma de 50 pessoas que encerrariam os estudos na instituição no próximo dia 6 de dezembro. Os mais novos médicos foram graduados na manhã desta quarta-feira. O estudante Victor Bolonha, de 24 anos, foi um deles.

— Pedimos à reitoria para que isso acontecesse desde que soubemos do edital. Era urgente e fomos prontamente atendidos. A turma toda está interessada em aderir ao programa. Eu, por exemplo, estou tentando me inscrever. Consegui gerar meu registro junto do Conselho Regional de Medicina. Mas ainda falta conseguir acessar a plataforma — conta o recém-formado, que passou a madrugada tentando a inscrição por meio do site, que está instável desde ontem por conta do alto número de acessos e de ataques cibernéticos, segundo o Ministério da Saúde.

A rapidez na obtenção do registro junto ao CRM está relacionada à definição do Conselho Federal de Medicina para que os órgãos regionais atuem em esquema de força-tarefa e deem prioridade aos recém-formados , também por conta do edital do Mais Médicos.

O Ministério da Saúde estuda prorrogar o prazo para inscrição no programa. Foram registradas até a manhã desta quinta-feira, 6.394 inscrições na seleção emergencial para substituir profissionais cubanos. Segundo o ministério, tentativas de ataques de hackers tornaram o sistema lento, o que pode ter impedido profissionais de se cadastrarem.

Locais distantes

O presidente do Centro Acadêmico de Medicina da UVV, Paulo César Palhano, de 21 anos, destaca a mobilização dos estudantes e acredita que eles podem ajudar a preencher as vagas nas localidades mais longínquas:

— A universidade tem tradição em levar os estudantes para além do centro da cidade (o campus fica localizado em Vila Velha). Há um convênio que leva os alunos dos ciclos básico e clínico a aprenderem em 10 unidades de saúde distantes. Fazemos visitas e prestamos atendimentos a comunidades e em áreas rurais — conta Palhano, que não vê problemas na antecipação já que todos os formandos tinham cumprido os pré-requisitos necessários para finalizar o curso e estavam apenas aguardando a data marcada para a colação de grau.

Em nota, a instituição confirmou que a realização da formatura em data diferenciada visou auxiliar os alunos nas inscrições do Mais Médicos:

“O adiantamento da cerimônia de colação de grau do curso de Medicina em 2018/2 foi uma decisão da Instituição para apoiar os formandos que decidirem se inscrever em Programas de Residência Médica abertos ainda neste ano e, também, no Programa Mais Médicos, do Governo Federal”, diz a instituição.

Na Bahia, três faculdades também anteciparam a colação. O cronograma da Universidade Salvador (Unifacs) previa a cerimônia dos estudantes para a próxima quarta-feira, dia 28, mas a corrida contra o tempo do governo para preencher as vagas do Mais Médicos fez a instituição antecipar a data em uma semana.

A Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) também anteciparam o processo de formatura de seus alunos pelo mesmo motivo. Na Bahiana, os estudantes começaram a colar grau nesta terça-feira. A data prevista era a sexta-feira, 23. Os alunos da FTC colaram grau na semana passada, no dia 14, para que fosse possível dar entrada no pedido de inscrição no Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb).

Na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará, cerca de 50 alunos da 112ª turma aderiram a um abaixo-assinado virtual que pede a antecipação da colação de grau da instituição, inicialmente marcada para 5 de dezembro. No texto que acompanha a petição online, o graduando Matheus Andrade, que representa os colegas de classe, menciona o edital do Mais Médicos como motivo principal para o pedido.

“Com a publicação do edital, surge uma oportunidade inestimável para o início de nossas atividades profissionais. No entanto, ele exige apresentação do diploma e registro do CRM até o dia 30 de novembro”, publicou Andrade. A mensagem do estudante foi finalizada com uma apelação: “Pedimos encarecidamente a vossa colaboração para que não percamos esta imensa oportunidade por conta de poucos dias”.

Em nota, a universidade informou que mudou a data para esta quinta-feira, 22, por considerar justa a solicitação dos estudantes e avaliar que “não havia prejuízo à formação dos profissionais”.

O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055