martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 7 de setembro de 2021

“A regra do jogo é uma só: respeito à nossa Constituição, e à liberdade de opinião”, diz Bolsonaro em 1º discurso do dia

 Terça, 07 de Setembro de 2021

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Na manhã desta terça-feira (7/9), 199º aniversário de Independência do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, no primeiro dos três discursos previstos para o dia, que não admitirá que “outras pessoas joguem fora das quatro linhas” da Constituição.

“Vou continuar jogando dentro das quatro linhas, mas, a partir de agora, não admito que outras pessoas, uma ou duas, joguem fora das quatro linhas. A regra do jogo é uma só: respeito à nossa Constituição, e à liberdade de opinião. Sempre tendo a nossa Constituição, que é a vontade popular, acima de todos”, disse o chefe do Executivo brasileiro durante live transmitida em rede social.

O presidente participou, nesta manhã, na companhia de autoridades do governo federal, do hasteamento da Bandeira Nacional, em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República. Mais tarde, o mandatário segue para a Esplanada dos Ministérios, para discursar para os apoiadores, que já estão alocados desde o início da segunda-feira (6/9).

“Estarei com o povo. É o dia de vocês, não o dia do presidente, não é o dia de nenhum político ou autoridade. Hoje é o dia do povo brasileiro, que vai nos dar um norte. Vai nos dizer pra onde o Brasil deve ir. Falarei logo mais aqui na Esplanada dos Ministérios, por volta das 10h15. Outro discurso, mais robusto, por volta das 15h30, talvez 16h na Paulista”, salientou Bolsonaro.

Depois de comparecer às cerimônias em Brasília, Bolsonaro seguirá para São Paulo, onde fará, segundo ele, um pronunciamento de maior duração para os simpatizantes na Avenida Paulista.

“Eu apenas hoje quero ser o porta-voz de vocês. E dizer que o que falarmos a partir de agora, [e o que] estou falando, tem nome de vocês, povo brasileiro. Nosso país não pode continuar refém de uma ou duas pessoas. Não interessa onde elas estejam. Essas uma ou duas pessoas ou entram nos eixos ou serão simplesmente ignoradas da vida pública. Este é o meu trabalho”, finalizou Bolsonaro.

Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055