martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 27 de março de 2021

Desesperada, esquerda vê ‘pelo em ovo’ para tentar vincular assessor de Bolsonaro a supremacistas brancos (veja o vídeo)

Sábado, 27 de Março de 2021


No Brasil, o sinal pode ser interpretado como “ok” ou se referir a ânus, mas o que causou polêmica foi o fato do gesto ter sido relacionado ao símbolo dos supremacistas brancos americanos (white power).

O assessor, no entanto, disse que estava apenas ajeitando o próprio terno, o que parece que foi o que realmente aconteceu, quando se vê o vídeo em velocidade real.

O próprio presidente Bolsonaro já repreendeu um apoiador que posou para foto ao seu lado fazendo o mesmo gesto no Alvorada em 20 de fevereiro de 2020.

Bolsonaro pediu que um apoiador apagasse foto em que fazia o sinal com a mão esquerda na entrada do Palácio da Alvorada.

“Esse gesto aí… [inaudível] gesto bacana, mas pega mal para mim”. Na sequência, um segurança do presidente diz: “Apaga essa foto aí”.

O vídeo de 2020 foi transmitido ao vivo pela Canal Cafezinho com Pimenta no YouTube, parceiro do Jornal da Cidade Online em Brasília.

Bolsonaro ainda alertou seus seguranças para prestarem atenção nos gestos feitos por pessoas que tiram fotos com ele.

Agora, só falta a mídia dizer que Bolsonaro é um supremacista branco.

Analisando o vídeo em que o assessor é acusado, ele parece apenas estar passando a mão no terno, sem demonstrar a intenção de fazer qualquer sinal ou gesto para alguém, baixando a cabeça logo a seguir.

Veja os dois vídeos e tire suas próprias conclusões:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055