martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 13 de fevereiro de 2021

Preços do diesel e da gasolina sobem pela 11ª semana seguida, diz ANP

Sábado, 13 de Fevereiro de 2021

Foto: reprodução

O preço médio do diesel e da gasolina subiu pela 11ª semana consecutiva nos postos de combustíveis do Brasil. O diesel atingiu a marca de R$ 3,811 por litro, alta de 1,3% em relação à semana anterior, segundo levantamento publicado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) nesta sexta-feira (12). Já a gasolina ficou 1,34% mais cara na semana, para R$ 4,833 o litro nas bombas.

A sequência de aumentos vem no momento da discussão sobre o valor da gasolina e do diesel, que levou o presidente Jair Bolsonaro a enviar ao Congresso nesta sexta-feira (12) um projeto de lei propondo mudanças na cobrança do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de combustíveis.

A ideia é criar uma alíquota uniforme e específica, segundo a unidade de medida adotada na operação (litro ou quilo). Atualmente, o imposto é cobrado como um porcentual do valor do combustível no momento da venda no posto.

Novos reajustes

Concorrente da gasolina nas bombas, o etanol hidratado registrou leve aumento na última semana, atingindo preço médio de R$ 3,311 por litro. O preço médio do diesel, conforme a pesquisa da ANP, está 4,8% acima do patamar em que começou o ano, enquanto o da gasolina acumula aumento de 7% em 2021. O etanol subiu 4,12% no período.

De acordo com uma previsão da Ativa Investimentos, preço da gasolina na bomba deve sofrer um reajuste de até 12% nos próximos 15 dias. A avaliação é de que o aumento seja aplicado de forma fracionada, em duas vezes.

A Petrobras havia reajustado os preços de venda às distribuidoras da gasolina, diesel e gás de cozinha, na última terça-feira (9), com aumento médio de R$ 0,17 por litro da gasolina e de R$ 0,13 por litro do diesel.

O repasse de movimentos de preço nas refinarias aos postos, no entanto, não é automático e nem obrigatório, com a cotação nas bombas dependendo de uma série de fatores, incluindo margens de distribuição e impostos.

Segundo a Petrobras, a definição dos preços valores é baseada de acordo com a importação, cotação do dólar e o valor do petróleo no mercado internacional.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pixuleco

    Oh governo o bom! Picanha, cerveja , leita moça e bacalhau. Presidente genocida e combustível disparando . Gadolândia pedindo mais ozônio no foba. Atocha jacaré 🐊 Doidão .

  2. Sergio

    Vai ver que a culpa é de Fátima…

    • Neto

      O preço absurdo é.
      Manda ela seguir a pauta PMPF da Paraíba que baixa.
      Agora cobrando em cima de 5.29 na gasolina, aí fica difícil.
      Fátima ta acabando com o RN.
      O pior governador de todos os tempos.

  3. Charles

    Esse país é um puteiro.

  4. O certo.

    Bota pra torar Bolsonaro, tem muitos que ainda bate palmas para você.

    • Dior

      Animal, Bolsonaro está preocupado e vendo se muda a rota do esteroide que esta vindo em direção à terra, afinal se houver uma colisão, a culpa é dele né.

    • Pronto falei

      Eu nem ia comentar, mas um comentário “tosco” desses, pra não dizer jumento, tenho que dizer: aumento de combustível não guarda relação com o governo federal, cara pálida. Vc mora num país que tem uma economia de mercado, e ainda, o petróleo é uma commoditie, e portanto, precificado internacionalmente, além do dólar está mais caro. Portanto, e pra não quebrar a Petrobras, como o PT quase fez, os preços flutuam. Alguém bateu palma pra Bolsonaro quando a gasolina ficou quase a 3 reais no início da pandemia? Não. Mas nem deveria tb. Assim como agora tb não é culpa ou merecimento. Deixa de burrice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055