martins em pauta

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Prefeito de Caicó teria recebido propina de R$ 70 mil para manter contrato de iluminação pública

Quarta, 15 de Agosto de 2018


O prefeito de Caicó, Robson de Araújo, conhecido por Batata e correligionário do PSDB, preso nesta terça-feira, 14, recebeu propina aproximada de R$ 70 mil pela manutenção de contratos para execução de serviços de iluminação pública com as empresas Real Energy Ltda e Enertec Construções e Serviços Ltda. É o que mostram os indícios coletados pelo Ministério Público do Rio Grande Norte (MPRN).

Pelo que foi apurado pelo MPRN, o envolvimento de Batata com o esquema fraudulento começou antes mesmo dele ser empossado prefeito da cidade do Seridó Potiguar, ainda em novembro de 2016. A investigação sobre a participação do político foi iniciada após os empresários Allan Emannuel Ferreira da Rocha e Felipe Gonçalves de Castro, presos na operação Cidade Luz, firmarem termo de colaboração premiada com o Ministério Público.

Os empresários admitiram e apresentaram provas que negociaram com Batata a continuidade da prestação dos serviços de manutenção da iluminação pública mediante pagamento de propina. Eles batizaram de “lâmpada” cada pagamento de R$ 1 mil que era efetuado. A dupla apresentou provas que mostram que foi estabelecido até mesmo um cronograma para o repasse da propina.

Allan Emannuel e Felipe Gonçalves, a mando de Batata, também negociaram com o lobista Edvaldo Pessoa de Farias. Pelo “serviço”, Edvaldo recebia uma “mesada” de R$ 3 mil dos empresários. Para o MPRN, há indícios de que o prefeito recebeu aproximadamente 70 “lâmpadas”.

Via PortalNoAr Fonte: O Natalense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055