martins em pauta

sexta-feira, 22 de junho de 2018

POLÍCIA CIVIL PRENDE FAMÍLIA UNIDA PELO CRIME

Sexta, 22 de Junho de 2018

De acordo com o delegado responsável, outras prisões deverão acontecer nos próximos dias.

Dezessete pessoas foram presas durante o desdobramento da operação "Faixa de Gaza", deflagrada pela Polícia Civil em Senador Pompeu, Juazeiro do Norte e Fortaleza. Entre os presos, estão lideranças de duas facções conhecidas nacionalmente. Alguns, ainda são parentes e pertencem à família de duas mulheres presas no começo do mês, suspeitas de utilizar a residência como reduto para compra e venda de armas e drogas. 
Suspeitos fazem parte da mesma família. (Foto: Divulgação)

De acordo com o delegado William Lopes, titular da Delegacia de Senador Pompeu, todas as organizações criminosas que atuavam na cidade e região, foram desarticuladas. "Existem mais pessoas para serem presas, mas preferimos não dizer a quantidade, para não atrapalhar as investigações", comentou. Ainda segundo Lopes, as prisões são resultado de sete meses de investigação da Polícia Civil. 

Dez presos são da mesma família. O líder foi identificado como Ossion Pergentino, apontado como mandante de várias execuções no interior e na capital. O sobrinho do criminoso, José Emiliano da Silva, conhecido como Buiú. A tia e dois primos também estão entre os capturados. As investigações da Polícia Civil apontam que Emiliano é filho e irmão de Maria Teófilo Neta e Bruna Rafaela Teófilo, respectivamente. As duas foram presas na primeira semana de junho, em Senador Pompeu. A segunda mulher citada já está em liberdade. 

O delegado aponta que os líderes das facções comandavam o crime na região, a partir de outras cidades. Enquanto um deles morava em Juazeiro do Norte, no Cariri, o outro morava em Fortaleza, onde a Polícia apreendeu uma prensa, uma balança de precisão, dois sacos com pó ánalogo à cocaína e sete tabletes de maconha prensada. "De fora da cidade, eles mandavam drogas para a região", explicou William Lopes. 

O grupo deverá responder por tráfico de drogas, associação ao tráfico e alguns, por homicídios.


Fonte: Cnews

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055