martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

É inacreditável, mas o combate à corrupção desestabiliza a República

 Quarta, 08 de Setembro de 2021

Você jamais lerá algo assim nessa mídia que tem nota dez em autoestima e nota zero em estima e respeito a seu público. Foi na excelente Gazeta do Povo que li, no início do mês, a seguinte informação.

"Senadores governistas têm procurado integrantes do Planalto para pressionar o presidente Jair Bolsonaro a desistir da indicação de André Mendonça para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). A resistência ao nome do ex-ministro aumentou depois que chegaram aos parlamentares trechos de conversas vazadas da Operação Spoofing que confirmam um encontro entre ele e procuradores da força-tarefa da Lava Jato, em fevereiro de 2019, quando Mendonça ainda ocupava o cargo de advogado-geral da União (AGU).
Para os Senadores, essa é uma prova de que ele teria apoiado o escopo da operação. As informações são da Folha de S.Paulo. Segundo a publicação, os senadores temem que, uma vez empossado como ministro da Corte, Mendonça passe a apoiar pautas desfavoráveis à classe política. A sabatina de André Mendonça no Senado, cuja indicação foi feita há mais de um mês, ainda não tem dada agendada." (1) 
Comento

Aprendamos. A corrupção estabiliza a República. Quem a desestabiliza é o combate à corrupção.

Dois em cada três senadores ocupam suas cadeiras e desempenham seus mandatos com dedicação exclusiva. Sim, exclusivamente centrada no próprio interesse, na autoproteção, no espírito de corpo, nos privilégios, no subterrâneo dos negócios e nas magras tetas do sugado e exaurido Estado.

Os gigantes da mídia nacional, por sua vez, silenciam. Afirmam que as instituições estão funcionando, que está tudo muito bem e só o povo atrapalha. Nesse mal acostumado modo de ver as coisas, o povo só deve falar na urna. Manifestação popular fora do teclado da eletrônica é denunciada como agressão à democracia e desrespeito à sabedoria e legitimidade de instituições plenamente confiáveis como seriam o Congresso Nacional e o STF...

Nada, ninguém, desperta tão fiel paixão quanto o assim chamado Tesouro Nacional. Ali está a cocaína da política brasileira, atraindo, como sempre, seus cães farejadores.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055