martins em pauta

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Por bem menos do que acontece no Brasil, vice-presidente do Uruguai, Raúl Sendic, renunciou ao mandato.

Segunda, 25 de setembro de 2017


Dos países da América Latina, o Uruguai é o mais combativo quando se trata de corrupção. A população não tolera políticos corruptos, o mesmo acontece com os partidos políticos e órgãos de investigação e punição. Vem de lá um exemplo recente desta aversão ao malfeito.

No último dia 09 de setembro o vice-presidente, Raúl Sendic, 55 anos, renunciou ao mandato de forma “indeclinável”.

O FATO – Antes de assumir a vice-presidência, Sendic foi diretor da petroleira estatal daquele país, a Ancap, por dois anos. Neste período ele usou um cartão corporativo da empresa para comprar bens de uso pessoal, num montante de US$ 56 mil. Além disso, Raúl não tinha formação acadêmica em Genética Humana, como ele dizia.

Diante das pressões, sobretudo por parte de seu partido, frise-se, Raúl Sendicrenunciou ao cargo, mesmo alegando inocência.

Comparando-se ao Brasil, o caso trazido acima é café pequeno, no entanto, como frisei acima, o Uruguai é o país mais anticorrupto da América Latina.

No ranking mundial da honestidade, elaborado pela ONG Transparência Internacional, o Uruguai ocupa a 21ª posição, enquanto nosso Florão da América amarga um 79º lugar.


Fonte: Blog do Tio Colorau

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget