martins em pauta

domingo, 24 de setembro de 2017

Bombardeiros dos EUA voam perto da costa da Coreia do Norte

Domingo, 24 de setembro de 2017


O Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, afirmou neste sábado que bombardeiros B-1B Lancer da Força Aérea, escoltados por jatos de combate, sobrevoaram o espaço aéreo internacional sobre as águas a Leste da Coreia do Norte, em uma demonstração de força, que mostra a variedade de opções militares disponíveis ao presidente Donald Trump. A missão foi enviada horas antes do discurso do ministro do Exterior norte-coreano na 72ª Assembleia Geral da ONU.

“Este é a posição mais ao norte da Zona Desmilitarizada (DMZ) que qualquer aeronave de combate ou bombardeiro dos EUA sobrevoou perto da costa da Coreia do Norte no século XXI, ressaltando a seriedade com que tomamos o comportamento imprudente da Coreia do Norte” disse o porta-voz do Pentágono, Dana White, em um comunicado. “Esta missão é uma demonstração de resolução dos EUA e uma mensagem clara de que o presidente tem muitas opções militares para derrotar qualquer ameaça. Estamos preparados para usar todo o tipo de capacidade militar para defender a pátria dos EUA e nossos aliados”, acrescentou.

Mais cedo, a China identificou um tremor de magnitude 3,4 na Coreia do Norte, o que levantou suspeitas de um possível novo teste nuclear do regime do líder Kim Jong-un. De acordo com Centro Nacional de Terremotos da China (Cenc), o epicentro do sismo foi praticamente o mesmo que o do tremor de 3 de setembro, provocado pelo sexto teste nuclear norte-coreano — o mais poderoso até agora. Após o abalo, a Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBTO, na sigla em inglês) anunciou que está investigando as causas da explosão.



O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget