martins em pauta

terça-feira, 25 de julho de 2017

MP-RJ pede saída de diretoria da CBF por assembleia que reduziu poder dos clubes

Terça, 25 de Julho de 2017 

Marco Polo Del Nero, presidente da CBF |Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) ajuizou Ação Civil Pública pedindo o afastamento imediato da diretoria da CBF. O órgão considera que houve irregularidades na assembleia realizada pela entidade no dia 23 de março, que alterou regras para a eleição presidencial da CBF, concedendo mais poder às federações estaduais em detrimento aos clubes. "A CBF alegou que a assembleia seria para tratar de assuntos administrativos, mas falou de eleição. Como os clubes não estavam lá, isso não poderia ter sido votado. A mudança engessa a democracia na entidade", explicou Rodrigo Terra, promotor do MP-RJ, em entrevista ao UOL Esporte. A assembleia aconteceu na sede da CBF com a presença dos presidentes das 27 federações estaduais e sem representantes dos clubes. Na oportunidade, eles aprovaram uma alteração no estatuto da entidade, dando às federações estaduais voto com peso 3 nas eleições para presidente da CBF. Os clubes da série A passaram a ter peso 2 e os da série B, peso 1. Dessa forma, mesmo que todos os 20 clubes das principais divisões do Brasil votassem em conjunto, eles ainda poderiam ser superados pelos votos das entidades estaduais, caso elas também escolhessem um candidato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget