martins em pauta

terça-feira, 25 de julho de 2017

Cármen Lúcia nega pedido da defesa de Temer para obter áudios do gravador de Joesley

Terça, 25 de Julho de 2017

por Bruno Luiz
Foto: Lula Marques/ Agência PT


A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, indeferiu pedido de urgência da defesa do presidente Michel Temer para obter os sete áudios recuperados do gravador do empresário Joesley Batista, pelo qual foram capturadas as conversas do dono da JBS com o peemedebista. A ministra argumentou que o requerimento não pode ser visto como tão “imprescindível” que não se possa esperar o relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin, voltar do recesso forense para decidir sobre a questão. Com a suspensão temporária das atividades do Judiciário, é Cármen Lúcia que tem decidido sobre o que é enviado à Corte. A defesa de Temer justificou a urgência do pedido com o fato de que no dia 2 de agosto está prevista a votação, no plenário da Câmara, da admissibilidade da denúncia por corrupção passiva contra ele. Para a presidente do STF, a questão ainda precisa ser analisada pela Procuradoria-Geral da República. Cármen argumentou também que Temer sabia que votação no plenário aconteceria depois da apreciação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, mesmo assim, não enviou nenhum tipo de questionamento ao Supremo antes do recesso. Ainda segundo a ministra, não é certeza que a denúncia será votada no dia de 2 de agosto, já que o calendário na Casa pode ser alterado por diversos fatores, o que não ensejaria o pedido de urgência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget