martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 11 de julho de 2022

Argentina em Ebulição! Povo nas ruas exige renúncia de Alberto Fernández (veja o vídeo)

Segunda, 11 de Julho de 2022



E neste sábado, dia 9 de julho, data em que é comemorada a Independência da Argentina, o povo saiu às ruas e lotou as praças para protestar e exigir a renúncia do presidente Alberto Fernández.

A principal mobilização, com milhares de pessoas, foi diante da Casa Rosada, o palácio do governo.

Mas há também uma preocupação com a possibilidade de que a vice-presidente Cristina Kirchner assuma o cargo, como determina a Constituição do país.

Afinal, segundo fontes seguras, Kirchner é quem preside, de fato, o país portenho, e teria ordenado a Fernández a nomeação de Silvina Batakis, como nova ministra da Economia.

Medida que desagradou a população e o mercado financeiro.

O dólar segue em alta, vendido a 280 pesos, há falta de combustível, alimentos e medicamentos. A hiperinflação, batendo em 80%, já é a segunda maior do mundo, atrás, apenas da Venezuela governada pelo ditador Nicolás Maduro.

O índice de desemprego está explodindo, com o fechamento de empresas e comércios.

Se Fernández renunciar, conforme indicam informações de bastidores, o povo deve também exigir a saída de sua vice, em um ato que poderá se transformar em um grande levante popular.

O fato é que a Argentina está prestes a ‘explodir’ como aconteceu no Sri Lanka, neste final de semana (também noticiado aqui no JCO) quando o presidente e todos os membros do governo tiveram que fugir, enquanto o povo ocupou a sede do governo, as casas das autoridades e repartições públicas em todo o país.

O governo socialista de esquerda, definitivamente, não suportou o mundo real e está caindo como um castelo de cartas. Na sequência, não se surpreendam se o mesmo ocorrer no Chile.

Enquanto isso, aqui no Brasil, a velha mídia atua com força para fazer voltar ao governo um partido e um ex-condenado, cujas idéias são idênticas, senão ainda mais radicais, do que as impostas em nossos países vizinhos.

Como faz desde 2018, o povo tem que continuar reagindo e impedir tamanha insanidade!

Assista:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055