martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 2 de maio de 2022

Na lógica insana de Lula, roubo de celular é um crime irrelevante e policial não é “gente”

 Segunda, 02 de Maio de 2022

Eis o que disse o ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva:

"Eu não posso ver mais jovem de 14, 15 anos assaltando e sendo violentado, assassinado pela Polícia, às vezes inocente, ou às vezes porque roubou um celular."

Na frase maldita, a polícia é assassina e o crime de roubo de celular é tratado como algo irrelevante.

O sujeito não respeita o policial, denigre a polícia e passa pano para bandidos.

Roubo de celular é um crime grave, que pode inclusive resultar em morte.

Aliás, há poucos dias um jovem foi assassinado em São Paulo.

Bandido não gosta de polícia. Bandido gosta de bandido.

A lógica de Lula é a lógica de bandido.

Ora, Lula comandou a quadrilha que saqueou a Petrobras, por isso vê o roubo de celular como um crime irrelevante.

E neste final de semana, mais uma vez o petista demonstrou de que lado está.

Falando para a sua militância, Lula resolveu ofender o presidente Bolsonaro.

Eis o que disse:

“Bolsonaro não gosta de gente, gosta de policial”.

Uma mentira sobre o presidente e uma grave ofensa aos policiais.

Mente quando diz que ‘Bolsonaro não gosta de gente’.

E ofende os policiais, ao deixar claro que não considera que policial seja ‘gente’.

Policial para Lula, certamente deve ser algum tipo de ser alienígena, de quem ele não gosta.

Na verdade, não existe ladrão que goste de polícia.

E Lula se envenena e se entrega com a sua própria língua.

Deixem o meliante falar...

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055