martins em pauta

sábado, 17 de março de 2018

Suspeito assume que matou jovem em Cabo Frio após ela se negar a fazer sexo

Sábado, 17 de Março de 2018 

Foto: Reprodução / Redes sociais

O homem suspeito de estuprar, agredir e assassinar uma jovem de 24 anos identificada como Ingrid Veridiane Ferreira, em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, prestou depoimento à polícia e afirmou que conheceu a jovem no dia do crime e a matou depois que ela negou fazer sexo, na quinta-feira (15). De acordo com o G1, a Polícia Civil informou que após o crime, o corpo de Ingrid foi lançado em um mangue no Dormitório das Garças, na Avenida Wilson Mendes e ela foi procurada por sete dias antes de ter sido encontrada. O suspeito de ter cometido o crime foi até a delegacia assumir o que havia sido feito e indicou o local onde o corpo, a roupa e a mochila de Ingrid estavam. Em depoimento, ele afirmou que conheceu a jovem em um bar no Boulevard Canal e saiu com ela de bicicleta horas depois, por volta das 2h da manhã."Eles se conheceram no canal e estavam próximos. Estavam em um bar, uma pizzaria. Ela estava com um pessoal e ele também estava com amigos. Depois, eles juntaram as mesas e ficaram conversando. Na madrugada, saíram juntos e foram andando. Se beijaram e foram para o local próximo onde ela foi encontrada. Eles foram de bicicleta, com ela na garupa, e ficaram namorando. Mas ele quis fazer sexo e ela se negou, porque tinha acabado de conhecê-lo", disse o delegado Marcelo Braga. Segundo o suspeito, após isso ele resolveu a agredir com cerca de 10 socos no rosto e a levar para o mangue no Dormitório das Garças. Ela já estava desfalecida com os socos e ele percebeu em um momento que o corpo dela estava virado. Se ela já não estava morta, morreu afogada naquele momento", disse o delegado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget